Entre as ações de apoio da Força Aérea Brasileira, estão a montagem de um Hospital de Campanha e o ressuprimento aéreo na região de Surucucu (RR)

Uma aeronave multimissão KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira (FAB) decolou, nesta segunda-feira (23/01), da Base Aérea do Galeão (BAGL), com destino à Base Aérea de Boa Vista (BABV) para prestar apoio às populações em território Yanomami, na região de Surucucu (RR). Ao todo, 31 militares da FAB e uma carga de 19 toneladas embarcaram rumo à região que enfrenta uma grave crise sanitária, envolvendo problemas de desnutrição, malária e infecção respiratória aguda.

Lá, a Aeronáutica, sob a coordenação dos Ministérios da Defesa (MD) e da Saúde (MS), vai montar um Hospital de Campanha, onde uma equipe multidisciplinar irá se revezar no atendimento a aproximadamente 700 indígenas, destes 278 pacientes já internados.

Estão compondo a missão, militares médicos das especialidades de Clínica Médica, Ortopedia, Cirurgia Geral, Pediatria, Radiologia, Ginecologia, Patologia, além de enfermeiros, farmacêuticos e técnicos de enfermagem. Para o devido atendimento à comunidade indígena, foram enviados como carga aparelho de raio-x; aparelho de ultrassonografia; farmácia e laboratório, que possibilitam a realização de exames laboratoriais; unidade celular de saúde, com Clique aqui para baixar a imagem originalleitos de internação para pacientes ambulatoriais e estabilização de pacientes mais graves que precisem ser removidos para Unidades de Saúde mais complexas; dentre outros.

O Diretor de Saúde da Aeronáutica, Major-Brigadeiro Médico Cloer Vescia Alves, destacou a relevância da missão. “As missões dessa natureza são de caráter extremamente importante para o Sistema de Saúde da Aeronáutica, à medida que a saúde operacional representa uma das missões precípuas, podendo atender às necessidades da sociedade brasileira. É nosso dever ajudar, da melhor forma possível, os mais necessitados e desempenhar o trabalho com máximo profissionalismo”, pontuou o Oficial-General.

Apoio Aéreo

Ainda nesta segunda-feira (23/01) uma aeronave C-97 da Força Aérea realizou o transporte, de Brasília (DF) para Boa Vista (RR), de uma comitiva composta por 13 profissionais de saúde do Ministério da Saúde que vai acompanhar de perto a situação da população da região Yanomami. A FAB tem apoiado, também, com o transporte de cestas básicas para a região. Por meio das aeronaves C-98 Caravan e H-60L Black Hawk, já foram transportadas, somente no final de semana, mais de 4 toneladas de alimentos para serem distribuídos na localidade.

 

FONTE: Força Aérea Brasileira

Subscribe
Notify of
guest

42 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
eliton

Não tem nada a ver com a matéria, mas que foto bonita aquela do Black Hawk. Parece uma pintura.

João Augusto

Capricharam no contraste e na saturação. Ficou chic demais mesmo. As nuvens também.

Lucas Teixeira

Verdade. O céu tá lindo.

Jefferson Henrique

Desculpem o Off Topic:

https://www.flightradar24.com/2ef506fe

KC-135R Stratotanker da USAF no FR24, saindo do território Brasileiro sobre Cabo Frio em direção ao oceano. Voando alto.

Silvano

Será que o WC-135 não está com ele sem aparecer no aplicativo? Se estiver estão em busca e ou sabendo de algo grande.

Jefferson Henrique

Não consegui vê-lo, mas o que me intrigou foi que na rota que estava visível no FlightRadar, ele estava a mais de 10km de altura e veio de cima do continente passando em cima de Cabo Frio antes de seguir para o oceano.

BK117

Seguir para o oceano? Esses dias teve uma missão com o KC130 para buscas a um homem ao mar no meio do Atlântico. Ele já foi achado? Se não, será que os KC-135R foram enviados para prover reabastecimento aéreo nessa missão? Talvez para habilitar o uso de KC-390 ou SC-105 Persuader (que inclusive tem um em SP)?

Jefferson Henrique

Pois é BK117, não sei se o homem ao mar foi encontrado, este KC-130M já retornou para o Galeão. Mas me intrigou bastante a presença desse KC-135R em nosso espaço aéreo.

BK117

Acho que estavam só de passagem, acabei de encontrar os dois na Cidade do Cabo, África do Sul. Uma pena, achei que ia ter algum exercício com a FAB, pra já ir esquentando para operar com os MRTT kkkkk

Jefferson Henrique

Falando nisso… o “farejador nuclear” está voando neste momento na costa do Pacífico da América do Sul.

https://www.flightradar24.com/MILLR36/2ef45747

fewoz

Que bom que as Forças Armadas voltaram a cumprir seu papel, ao invés de ficar apoiando golpistas e terroristas. Que continuem assim e sejam reais patriotas (não apenas da boca pra fora). É gritante a diferença e a responsabilidade no emprego delas entre o antigo e o atual presidente.

Last edited 14 dias atrás by fewoz
Santamariense

Meu caro, separe a parte da alta cúpula e seus envolvimentos políticos da área operacional. As Forças Armadas nunca deixaram de cumprir todo tipo de missão nos mais distantes pontos do país. Enquanto os oficiais de alto escalão se envolviam com política, e falando apenas da FAB, os pilotos e e equipes de manutenção e apoio cumpriam missões com suas aeronaves. Aqui mesmo na Trilogia tu vais achar um monte de matérias com essas missões, realizadas desde sempre. De reabastecimento em voo à transporte de órgãos para transplantes, de missões de interceptação à transporte de indígenas, de missões de reconhecimento… Read more »

fewoz

Olá, Santamariense. Eu sei de tudo isso. As Forças Armadas sempre tiveram papel essencial em tudo que você mencionou, mas ultimamente estiveram envolvidas com algo que não lhes dizia respeito (política). Foi uma aberração e já sabemos por quem foi promovida. Vai demorar bastante pra despolitizá-las (na verdade nunca deixaram de ser políticas). Isso é uma condição básica para a Democracia e um país minimamente decente.

Santamariense

Sim, por isso eu iniciei meu comentário pedindo para tu separares as coisas. O alto comando da área operacional. Me referi, principalmente, à sua colocação “…Que bom que as Forças Armadas voltaram a cumprir seu papel,…”. O papel delas como FFAA nunca deixaram de cumprir, logo não precisam voltar a cumprí-lo. Precisam deixar de se envolver em política enquanto militares, nisso concordo. Um abraço.

Last edited 13 dias atrás by Santamariense
Luis Carlos

Deixe de graça!
É visível que grande parte das Forças Armadas e policiais, em todos os escalões, abraçou essa vergonhosa aventura bolsonarista.
E já foi publicado na imprensa que o Ministério da Defesa do Governo. anterior bloqueou atividades de apoio aos indídenas

Luiz

Essa Gazeta é 100% bolsonarista. Zero credibilidade. Deveria criticar o governo anterior que é apoiado por garimpeiros,madeireiros e fazendeiros. Uma vergonha um meio de informação se prestar a isso.

Carlos Crispim

Exatamente, militares NUNCA deixaram de apoiar o povo brasileiro na Amazônia, seja de que etnia for, NUNCA, independente de governos, mas fica parecendo que só depois de 01/01/2023 eles apareceram na Amazônia. Vale lembrar que teve até CPI no congresso sobre as mortes dos yanomamis por desnutrição ocorridas entre 2003-2007, adivinhem quem era o presidente????? Povo desmemoriado, procurem na internet.

Tomcat4,4

É isso ai FAB !!!

Maurício.

Tu deu um incentivo para a FAB, que está fazendo a coisa certa, e até agora levou 12 deslikes, deve ser do pessoal que ainda está aguardando as 72 horas.🤔

Mirade1969

Imagino que humanidade tem estas pessoas que torcem o nariz quando a FAB faz uma de suas funções que é prestar auxilio em regiões remotas e desprovidade de infraestrutura ainda mais sabendo que as pessoas que ela esta auxiliando estão no limiar da vida e da morte. Lamentavel que esta gente que usa chapéu de aluminio ainda pensa assim.

Luis Carlos

Está aí uma das atividades que os militares poderiam fazer de maneira rotineira.
Em vez de colocar o pijama aos 50 e poucos anos, passariam mais alguns anos prestando serviços comunitários até completarem uma idade mais próxima da aposentadoria do resto da população.

Teropode

São incuráveis e corwadis !

Luis Carlos

Esses 12, agora 21, estão esperando que em 72 horas a FAB mande alguns aviões para ajudar a tomar o STF, o Congresso e Palácio do Planalto.

kkkkkkk

Paulo Pasani

Parabéns a todos os envolvidos, independente se são venezuelanos que vieram para o Brasil em busca de ajuda, temos que prestar solidariedade neste momento crítico que vivem nossos irmãos venezuelanos.

Von Richtoffen

Não são venezuelanos, é extremamente fácil verificar essa notícia ao invés de ficar repetindo mentiras.

André Macedo

Há anos os indígenas denunciam desmatamento, garimpo ilegal e invasão de suas terras em território brasileiro, essa história de Venezuela veio da Fantástica Fábrica de Fake News do mito.

santiago

Isso aí é patriotismo, é orgulho para uma nação.
O mais difícil de entender é que com muito pouco que se resolveria essa situação. Lógico que a logística atual consome muito recurso, mas manter o apoio constante além de empregar disciplina nos meios e operações custa pouco e salva vidas. Estamos falando de comida, não é de jet-ski, caminhonete ou picanha

Maurício.

“Lógico que a logística atual consome muito recurso”.

Se a FAB tem dinheiro para transportar políticos por todo o Brasil e até para os EUA, ela tem para essas missões, que são muito mais importantes.

Santamariense

O transporte de políticos, para cima e para baixo, é um absurdo!
O transporte de víveres, medicamentos e tudo mais necessário aos indios neste momento é muito mais importante, óbvio!
Mas, não deixa de ser caro, tanto o primeiro como o segundo. Uma coisa independe da outra. E não vi a FAB falando que não pode cumprir está nobre missão na Amazônia por conta dos custos.

Teropode

Isso não é nada diante de um gasto com 9000 pães de queijo !

Luis Carlos

Decida-se!
Vc votou em um sujeito que apoiava tudo isso.
Não só o transporte de políticos, mas de filhos, sobrinhos, pastores, amigos e toda a malta.
Inclusive para viagens a Dubai.
Não venha com esse papo furado de absurdo.

Maurício.

“E não vi a FAB falando que não pode cumprir está nobre missão na Amazônia por conta dos custos.”

Mas eu não disse que ela reclamou, só disse que se ela tem dinheiro para transportar políticos pra tudo que é canto, ela deve ter para missões humanitárias, simples assim.

fewoz

Não entendo o motivo de terem dado dislike no seu comentário, Santiago.

Thomaz

É fácil bagunçar a votação dos comentários, e sabendo a mentalidade dessa gente eles fazem facilmente isso.
É só usar um vpn trocando de IP que já consegue votar várias vezes. Seria melhor retirar a função, desnecessária.

santiago

Complicado , não ligo mais para essa votação mas entristece saber que o ser humano está assim , perdido e danoso aos demais.

Teropode

Este tipinho de iluminado sempre existiu .

Teropode

Os grilheiros estão revoltados, certamente intoxicados com clorokin@.

Luis Carlos

Tem bolsonaristas na rede criticando raivosamente a ajuda aos yanomamis.

Teropode

Olhem aí gncd como se faz !

Ed Silva

Corrigindo o título do texto, é “Reserva” e não território. Território só o Brasileiro.

Jurandir

FFAA brasileiras é isso: funças que atuam como defesa civil, só!