Energia – Embraer apresenta tendências para aviação do futuro

Evento sobre o programa Energia contou com participação de executivos da companhia e tour interativo nos novos conceitos de aeronaves de zero ou baixa emissão de carbono

São José dos Campos, Brasil, 5 de dezembro de 2022 – A Embraer apresenta hoje novos conceitos de aeronaves, como parte dos avanços do programa Energia – iniciativa da Embraer para zerar as emissões de poluentes na indústria da aviação até 2050.

Um ano após o evento Sustentabilidade em Ação da Embraer, que detalhou o estudo de quatro novos conceitos de aeronaves movidas a novas tecnologias e energias renováveis, a empresa tem focado em dois projetos de 19 a 30 lugares, com propulsão elétrica híbrida e elétrica a hidrogênio. As pesquisas têm sido desenvolvidas com base na experiência técnica de 50 anos da empresa, contribuições externas de companhias aéreas e estudos conjuntos com fabricantes de motores. Os dois projetos oferecem um caminho tecnicamente realista e economicamente viável para zerar as emissões de carbono.

Energia Híbrido (E19-HE e E30-HE) – anunciado em 2021 com nove lugares, a Embraer agora explora uma versão de 19 e 30 lugares com:

  • propulsão híbrida-elétrica paralela
  • até 90% de redução de emissões de CO2 ao usar SAF
  • versões de 19 e 30 lugares
  • motores na traseira
  • prontidão tecnológica – início de 2030

Energia com Célula de Combustível H2 (E19-H2FC e E30-H2FC) – anunciado com 19 lugares em 2021, a Embraer estuda uma versão de 30 lugares com:

  • propulsão elétrica a hidrogênio
  • zero emissões de CO2
  • versões de 19 e 30 lugares
  • motores elétricos na traseira
  • prontidão tecnológica – 2035

Ainda em fase de avaliação, as arquiteturas e tecnologias estão sendo avaliadas quanto à viabilidade técnica e comercial. O Conselho Consultivo do programa Energia também foi lançado para aproveitar as contribuições e a colaboração de companhias aéreas parceiras.

De acordo com Arjan Meijer, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial, a companhia estabeleceu metas ousadas, mas realistas, para que esses conceitos cheguem ao mercado. “Desde que anunciamos nossos conceitos Energia, no ano passado, estivemos avaliando diferentes arquiteturas e sistemas de propulsão. Esses esforços resultaram nas atualizações de nossos conceitos que compartilhamos hoje”, disse. O executivo destacou ainda a participação de algumas companhias aéreas no Conselho Consultivo do programa Energia: “A experiência e o conhecimento que trazem para o estudo serão fundamentais para acelerar para as próximas fases.”

Luis Carlos Affonso, vice-presidente sênior de Engenharia, Tecnologia e Estratégia Corporativa da Embraer, completa: “Como as novas tecnologias de propulsão serão aplicadas pela primeira vez em aeronaves menores, a Embraer está em uma posição única. Os aviões de 19 e 30 lugares são pontos de partida mais adequados para estudos focados, uma vez que devem apresentar prontidão técnica e econômica mais cedo”. Além disso, Affonso reforça os avanços que já têm ocorrido nas últimas décadas: “Embora os desafios de uma aviação com zero emissão de carbono sejam significativos, em menos de 25 anos nossas aeronaves comerciais já reduziram o consumo de combustível e as emissões de CO2 em quase 50% com base em assento/milha, usando apenas combustíveis convencionais e propulsão – estou convencido de que podemos zerar as emissões de poluentes.”

Energia

O evento ‘Energia – Tendências para o futuro’, disponível no canal da Embraer no YouTube, foi transmitido ao vivo e simultaneamente de Amsterdã e São José dos Campos. Além das apresentações do VP de Engenharia da Embraer e do CEO da Aviação Comercial, foi realizado um tour de 360° por dois dos conceitos nos quais a Embraer está focando atualmente – Energia com Célula de Combustível H2 e Energia Híbrido Elétrico.

Para mais informações e especificações de cada aeronave conceito Energia, acesse: https://embraercommercialaviationsustainability.com/

Especificações das aeronaves (clique nos links abaixo para acessar os PDFs):

Siga a Embraer no Twitter: @Embraer

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer tem negócios nas áreas de Aviação Comercial e Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, fornecendo Serviços e Suporte aos clientes no pós-venda.

Desde que foi fundada em 1969, a Embraer já entregou mais de 8.000 aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola em algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros por ano.

A Embraer é a principal fabricante de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviços e distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest

3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Robson Rocha

Me parece que esses projetos da Embraer vão ao encontro das expectativas do que mercados europeus e norte-americanos procuram. Seu design evoca modernidade sem cair no exotismo, o que me parece ser um acerto. Provavelmente será mais caro do que as atuais aeronaves da mesma faixa de passageiros movidas a combustível fóssil, assim como um carro elétrico é mais caro do que um igual à combustão. Mas mercados da Europa estão dispostos a pagar mais por menos emissões de CO2.

Henrique

enquanto isso a hipocrisia rola solta na produção de energia kkkkkk

“ahh u avião tem que ecológico, mas não pergunte da onde eu tiro energia pra aceder as coisas em casa”

kkkkk

kkkkkkkk.jpg
SmokingSnake 🐍

Não tem nada de novo usar hidrogênio como combustível e existem bons motivos para nunca ter ido para frente começando pela própria natureza do átomo de hidrogênio que é o menor que existe e se infiltra e vaza facilmente.