Conceito do F-35 nas cores da Luftwaffe

Conceito do F-35 nas cores da Luftwaffe

  • Scholz prometeu aumentar a defesa depois que a Rússia invadiu a Ucrânia
  • Plano alemão diz que entrega de aeronaves começará em 2026

A Alemanha destinou € 10 bilhões (US$ 10,5 bilhões) para comprar 35 caças F-35A Lightning II, de acordo com um documento do governo visto pela Bloomberg, refletindo a promessa do chanceler Olaf Scholz de aumentar os gastos com defesa.

O dinheiro virá de um fundo especial de € 100 bilhões financiado por dívidas que Scholz anunciou logo após a invasão em grande escala da Ucrânia pela Rússia em fevereiro. As entregas do avião estão programadas para ocorrer entre 2026 e 2029. O custo inclui itens como mísseis ar-terra e infraestrutura terrestre, segundo o documento alemão.

Scholz prometeu em um discurso ao parlamento após o ataque da Rússia que a Alemanha investiria “mais de” 2% do produto interno bruto anualmente em defesa, auxiliado pelo fundo especial.

Os gargalos nas empresas de defesa e outros problemas de aquisição dificultaram a movimentação de gastos. A ministra da Defesa, Christine Lambrecht, revisou recentemente a meta para 2% do PIB e disse que Berlim a alcançaria “em média nos próximos cinco anos”.

O fracasso da Alemanha em atingir a meta de 2% acordada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte tem sido uma fonte de atrito com os EUA, particularmente sob o ex-presidente Donald Trump.

FONTE: Bloomberg

Subscribe
Notify of
guest

52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Heinz

A Rússia conseguiu acordar um gigante adormecido

Silvano

Então você acha que em tempos de crise, com inflação e desemprego, é bom ou ruim gastar bilhões de dólares em defesa, principalmente em compras de prateleira, ou seja, um gasto estéril?? Povo alemão deve estar dando morrapoio.

É uma pergunta meramente retórica. A gente manja.

Hcosta

Seguindo essa lógica a Rússia nunca iria poder gastar dinheiro em defesa…

Fabio Mayer

Quando existe um risco potencial, gasto em defesa não é despesa, é investimento. É assim na China, nos EUA, na Rússia e porque não seria na Alemanha?

Agressor's

Cuidado que isso da mal agouro, viu. No governo Dilma usavam esse mesmo slogan…

Nemo
Maurício.

As empresas de defesa da Alemanha e o Eurofighter lendo uma notícia dessas…🤡 Acharam que o Tornado ia durar para sempre, agora tem que aguentar.

rui mendes

Mais Eurofighter’s também estão encomendados, serão 2 lotes, um de Eurofighter’s novos com radar AESA Alemão e o outro lote é de Eurofighter’s ECR (modelo novo).
O Tornado ficará até 2030 e o único que achou que duraria para sempre, pelos vistos és tu.

Maurício.

E quem vai transportar as cerca de 20 nukes americanas B61 que estão em solo alemão depois que o Tornado der baixa? E é uma questão de lógica, quanto mais F-35, menos Eurofighter, ou seja, menos lucros para as empresas alemãs, e tu nem precisa fazer contas. Mas como não projetaram o Eurofighter para transportar essas nukes americanas, como eu disse antes, agora aguenta.

Andre

Além dele, tem um vizinho dele e um especialista que ele imaginou existir que afirmaram que o Tornado ficaria ativo para sempre.

Maurício.

Você deve ter algum caso com o teu vizinho, não é possível…rsrsrs. Cada comentário meu você vem com seus panos e esse papo de vizinho, acho melhor tu resolver essa questão aí com teu vizinho, já tá ficando estranho isso…🤭

Andre

boa, manda um abraço pro pessoa da 5ª B.

Maurício.

Pode deixar, só resolve esse caso com seu vizinho.😉

Underground

Excelente aquisição.
Muitos tem criticado o F35, tanto pelos problemas, como pelos custos operacionais, porém contudo, etc, há de levar-se em consideração que:
1) Os cuidados, manutenções e necessidades dessas aeronaves são completamente diferentes de outras aeronaves, vide o B2 que necessita de hangar refrigerado.
2) Que vantagem Doroteia leva nessa, o incauto pergunta? Essa aeronave irá penetrar em área coberta por radar inimigo, atingir seus objetivos, sem que o inimigo o veja. É só ver os RedFlag contra outrs aeronaves.

Guilherme Lins

Quem critica o F-35 é porque não tem dinheiro pra participar da brincadeira. Ao contrário do que dizem, o governo americano não empurra o caça para os aliados, ao contrário! Ele veta vendas de interessados no avião! O F-35 seria um sucesso ainda maior! Sem sombra de dúvidas, o melhor vetor da atualidade. E com tantos exemplares, seus preços já estão ficando mais competitivos e sua cadeia de logística cada vez mais consolidada.

Bruno Vinícius

Curioso para saber o que está incluso no pacote, porque é o F-35 mais caro até agora.

Adriano Madureira

e tanto que já se pensa em abreviar a vida dele é criar um sucessor…

Bruno Vinícius

Adriano (ou xings?), ninguém sequer aventou essa possibilidade. Os milhares de F-35 ainda voarão algumas décadas antes de um sucessor ser criado.

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Andre

Antes do F-35 entrar em operação já se pensava em um sucessor. É graças a esse pensamento que os EUA estão muito a frente de seus “adversários” há quase 50 anos.

Os F-35 ainda voarão algumas décadas, pelo menos umas 3 ou 4, e voarão em muitos países, mas já estão pensando no sucessor.

Bruno Vinícius

(aproximadamente o dobro do que pagaram Polônia, Finlândia, Suíça, Coréia do Sul e Japão)

Thiago A.

E, aparentemente, sem nenhuma compensação industrial … não se discutiu praticamente nada sobre, o que causa bastante estranheza para um investimento tão grande em um país que preza muito pelo próprio parque industrial.

Caraca, esse valor daria para tocar todo o programa do SN-BR ou um NAe e equipalo com toda a ala embarcada.

Rafael

Tem gente desconfiada dessa nova política alemã. Aparentemente, esses projetos de rearmamento ainda têm que andar toda burocracia do parlamento germânico, onde a coligação que governa está bem dividida na questão.

Traduzindo, o Scholz está jogando para galera.

Bruno Vinícius

Essa notícia explicaria um aumento de 10 ou 20%, mas certamente não justifica os alemães estarem pagando o dobro do valor que outros compradores (alguns que assinaram o contrato nesse ano) pagaram.

Thiago A.

Os suíços fecharam um pacote com 35 aeronaves por 5,5 bilhões, correto ? A Finlandia, 64 aeronaves por pouco mais de 9 bilhões.

Bruno Vinícius

OFF-TOPIC

O exército americano selecionou o V-280 para substituir a frota de Blackhawks

https://www.thedrive.com/the-war-zone/bells-v-280-valor-tiltrotor-picked-as-armys-black-hawk-replacement

Bell_V-280_Valor_high_speed_cruise_demo,_2019_Alliance_Air_Show.jpg
Falcão

Alemanha se armando !? Até que ponto são inofensivos? Sempre perigoso

Maurício.

A Alemanha é um país ocupado, possui várias bases americanas em seu território, quase 40 mil soldados americanos estão em solo alemão, se tentarem algo perigoso novamente, serão derrotados novamente, assim como foram no passado, simples assim.😉

Thiago A.

Nem tão simples, um movimento desse por parte da Alemanha poderia significar uma revolução do equilíbrio de poder . Mesmo face uma derrota. Poderia, por exemplo, acelerar a ascensão da RPC. Um eventual triunvirato entre Rússia, Alemanha e RPC, séria extremamente difícil de frear . Todo o potencial tecnológico do parque industrial alemão abastecido pelas matérias primas russas. Além disso, os russo poderiam conectar fisicamente através do seu imenso território – portanto longe do domínio marítimo dos EUA- á uma economia gigantesca como a RPC, você imagina um cenário pior para os EUA ? A Alemanha traria consigo boa parte… Read more »

Maurício.

Uma Alemanha com os mesmos objetivos da segunda guerra, perderia até para os franceses hoje em dia. Bastaria uma meia dúzia desses brinquedos aqui:

uvzdt1whoya91.jpg
Thiago A.

Uma Alemanha, com a postura e objetivos como estamos imaginando , teria a plena capacidade -e até em relativamente pouco tempo- de de criar uma própria força de dissuasão estratégica. Não faltam os meios, as capacidades e nem a economia . O nó da questão é mais político e social. Além disso, imaginando esse eixo feito por esses três protagonistas, a Alemanha poderia contar até com o guarda-chuva russo. Seria um pesadelo para toda a Europa e a Aliança. Daí a importância da Polônia para os EUA e OTAN, assim como o grupo de Visegrad e a Iniciativa dos Três… Read more »

Maurício.

A Alemanha foi derrotada duas vezes, em duas guerras mundiais, se tentasse algo, seria derrotada pela terceira vez. Simples assim.

Thiago A.

De fato, muito simples… franceses, ingleses e russos sabem como foi simples parar a aquela máquina bélica.

Leandro Costa

A Alemanha hoje é um sombra do que era durante a Guerra Fria. Estão apenas correndo atrás do tempo perdido para voltarem ao que eram antes.

Alberto

O sonho anglo-saxao ( Inglaterra e EUA ) de destruir a Alemanha se concretiza. Após perder quase metade do território em duas guerras mundiais, a guerra da Ucrânia vai acabar com a economia alemã, que por sinal até hj a Alemanha é um país ocupado militarmente pelos EUA, e agora estão quase que sendo obrigados a gastar bilhões de dólares em compras de equipamentos militares dos EUA que não servirão para nada, pois a Rússia apesar da propaganda americana não tem intenção nenhuma de atacar a Alemanha, ao contrário, prefira que a economia alemã estivesse a todo vapor e comprando… Read more »

Andre

Interessante que tanto os Anglos quanto os Saxões eram alemães.Além disso, o maior grupo de ascendentes da população norte americana é de Alemães. Não seria então o sucesso da Alemanha?

Mas coitada da destruída Alemanha, apenas o 9º melhor IDH do mundo e 16º maior pib per capita, do mundo.

Bem mesmo está a independente Rússia, com o 52º melhor IDH e 61º maior PIB per capita do mundo.

Alberto

Sim, ingleses e alemães são saxões, e sim o grupo europeu de maior ascendência nos EUA são alemães, até agora vc colocou fatos verídicos, mas vou desmontar o seu argumento principal, e mesmo assim destruíram a Alemanha sem dó e nem pena na II guerra, onde tanto ingleses quanto americanos viraram as costas para as inúmeras ofertas de paz de Hitler. Com relação aos EUA, a elite política americana é de modo geral inglesa, com excessões claro. Os inimigos declarados dos EUA/Inglaterra são China e Rússia, a Alemanha é um inimigo do passado que sempre será vista como uma ameaça… Read more »

Andre

Eu só não entendi qual armento meu você desmontou?

Eu trouxe dois fatos. Uma pergunta.

Um comentário.

Outro comentário.

Não argumentei nada.

Leandro Costa

“Inúmeras ofertas de paz de Hitler.”

Eu ri alto com essa.

Andre

Eu não tinha nem visto essa. Hhahahahhah

Parei no “vou desmontar seu argumento”

Caio Marcio

Tive que reler o texto duas vezes, para acreditar que ele havia realmente escrito tal frase.

Alberto

Vc pode pesquisar, a associação das indústrias de defesa da Alemanha está tentando embargar este negócio, pois a negociação foi feita extremamente rápida e sem nenhuma compensação para a indústria bélica alemã, ficaram de fora até dos contratos de manutenção, que foram passados para empresas americanas tb.

Alberto

A Angela Merkel dentro do possível tentava ser independente, o atual quadro político no poder na Alemanha são marionetes do globalismo americano.

Fabio Mayer

Sério?

Foram os EUA e a Inglaterra que fecharam os Nordstream?

Será que a Rússia venderia SU 57?

A China venderia J 20?

Marcelo M

US$ 10 bi para 35 caças, certamente, não se trata do custo de aquisição apenas. No pacote com peças e manutenção sairia no máximo por US$ 4 bi.

ICARO

off topic – o que faz um avião de ataque, tipo Tornado, F-15, F-35 ter capacidade de ataque nuclear?

Maurício.

Não tenho certeza, mas uma bomba nuclear como a B61, é como “qualquer” outra bomba de dimensões e pesos parecidos. O Eurofighter não foi projetado desde o início para operar a B61, mas, nada impede que a Alemanha gaste uma grana preta para integrar, testar e homologar ela no Eurofighter, mas não seria impossível.

Leandro Costa

Não apenas a questão de se integrar físicamente o armamento à aeronave, determinados pontos duros, performance da aeronave com a bomba no ar, ainda existe a parte de software. A bomba precisa ser armada em vôo, e a aeronave precisa dos parâmetros de lançamento, etc.

Vanicio

O estranho é que no início a Alemanha se mostrou meio em cima do muro quanto a invasão russa a Ucrânia, se fosse o Brasil não comprariam nem faça americana, eles blokeariam, não fã pra entender a política do primeiro mundo…

Nonato

Quem tem fome tem pressa.
Quem está em guerra não podr esperar 6 anos.
A LM não tem como entregar 10 em 6 meses?
Guerra não pode esperar.
Gasto de 2% é outra besteira.
Não é aumentar gastos é melhorar a defesa.
Se comprar 1.000 novos tanques chega em 2%?
É uma defesa eficaz?

Tutor

Noticiou-se recentemente, como se fosse um escândalo, a compra de, salvo engano meu, 90 unidades de Centauros para o EB, ao custo de aprox. USD 1 bilhão.
Agora, nessa matéria consta USD 10 bilhões para 35 F-35!!
Caramba, estou começando a achar aquele blindado caro demais.

Leandro Costa

Tutor, cada caso é um caso. A gente não sabe o que incluiu o contrato tanto dos Alemães com os F-35, quanto do EB com os Centauro. Não sabemos quantos simuladores, quantos motores, quanto tempo de ‘garantia’ técnica, quanto de treinamento, qual a suíte de apoio à manutenção, etc. Existem diversos fatores que vão influenciar no valor final de um contrato que jamais pode ser apenas dividido pelo número de aeronaves/veículos adquirido no contrato.