F-35B dos Fuzileiros Navais dos EUA sofre danos após colapso do trem de pouso frontal

Um caça furtivo F-35B do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC) sofreu danos hoje após o colapso do trem de pouso frontal na Base Aérea de Kadena, Okinawa, no Japão.

O jato de decolagem curta e pouso vertical (STOVL) estava sendo rebocado quando o incidente aconteceu, tendo acabado de voltar para a base para um pouso de precaução.

O jato está baseado na Estação Aérea do Corpo de Fuzileiros Navais de Iwakuni, no Japão.

O incidente ocorreu por volta das 13h40, horário local, depois que o F-35B pousou e estava sendo rebocado de volta para a linha de voo. Em um vídeo, o jato é visto vibrando de forma incomum enquanto é rebocado.

O trem de pouso cedeu e a aeronave acabou ficando de frente para a pista de taxiamento, não houve feridos a nenhum dos envolvidos e o jato foi logo cercado por bombeiros e outros veículos de emergência.

O major Rob Martins, porta-voz da 1st Marine Aircraft Wing, afirmou em comunicado que o piloto do jato, operado pelo Marine Fighter Attack Squadron 121 (VMFA-121), os “Green Knights”, foi forçado a retornar à base após uma suspeita de problema elétrico.

“O piloto atuou como treinado e escolheu a opção mais segura, pousando a aeronave com segurança de acordo com os procedimentos padrão e áreas ao redor.”

No momento do incidente, o F-35B estava voando em uma missão de treinamento de rotina.

FONTE: The Drive/The War Zone

Subscribe
Notify of
guest

56 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mcruel

Quebrou a ponta de eixo!! … peraí, é um F35, não meu Chevette.

Funcionário da Petrobras

kkkk

Alfredo

Kkkkk

Klesson Nascimento

No Chevette, seria na junta homocinética…

Tio Chico

Chevette tem tração traseira. Sem junta homocinética.

Santamariense

Exatamente!!! Muita gente que aprendeu a dirigir em carro com tração dianteira, que é presente em praticamente todos os carros de hoje, se pegar um carro com tração traseira, especialmente se tiver um pouco mais de potência, vai sofrer um pouco.

Emmanuel

Soltou pecinha.

Kommander

Vish! A coisa tá russa… Russa não, americana! Kkk

Zezão

Vejam as marcas de borracha no pavimento, os freios traseiros estavam travados.

Quem decidiu rebocar a aeronave desta forma deveria ser julgado por negligência!

F35.jpg
Alfredo

Cacareco.

Santamariense

Bah!! Muito bem observado! E analisando o video ampliado, as rodas traseiras não estão girando.

Frederickson Petersen

Alavanca do freio de mão estava puxada.

Nelson Junior

E nem tiraram os calces das rodas

Greyjoy

Parece eu quando fui tirar a CNH. Sai com o carro do DETRAN com o freio de mão levantado porque estava um pouco nervoso. Mas o instrutor foi gente boa.

Aristóteles

Quem mandou arrastar deveria responder, mas vai sobrar pra quem arrastou.

André Macedo

Coisa feia!! Desse tamanho e fazendo birra? Kkkkkkkkkkkk Deixa eu ver se eu entendi: A aeronave fez um pouso “de emergência” por suspeita na elétrica e ainda por cima cedeu o trem de pouso? Só pode ser de propósito, deram um novo significado pra “dois coelhos numa cajadada” Inclusive, saiu matéria recente dizendo que ele ainda não consegue voar a menos de 40km de descargas elétricas, e ainda vai ter muita dor de cabeça pq provavelmente vão trocar o motor dessa bomba seguindo o AETP (um “novo motor revolucionário”), vai ser engraçado ver os países que compraram achando que teriam… Read more »

Last edited 1 mês atrás by André Macedo
Alan Santos

Com mais de 750 fabricados é normal dar algum problema , falando nisso teve SU-57 que pegou fogo ….quantos SU-57 foram fabricados , 6 ?

André Macedo

Mas qual a relação entre o Su-57 e o F-35? Você me vê falando algo sobre o Su-57 aqui? Patética comparação, “algum problema” é normal, mas essa bomba já passou do normal faz tempo, vocês alternam entre o argumento de ser normal e o argumento de ser um caça “revolucionário” quando convém.

Nei

A diferença dos problemas dos F-35, é que tem 10x mais tecnologia embarcada que muitos caças competidores. Quanto a quebrar e soltar peça, isso ocorre porque qualquer incidente ocorrido nos EUA ou aliados, é noticiado, ao contrário de outros países que não divulga basicamente nada.
Se comparar 750 F-35 fabricados, números de incidentes ainda é baixo e normal.

André Macedo

Agora você inovou: Usou o argumento de ser um caça “revolucionário” junto com o de ser “normal” kkkkkkkkkk
“A diferença é que o F-35 tem 10x mais tecnologia”, realmente, a parte elétrica e hidráulica do trem de pouso são duas tecnologias extremamente novas e revolucionárias, a humanidade não tem quase nenhum domínio sobre isso, é a caravela do século atual kkkkkkkkkkkkk

O F-35 já apresentou inúmeras falhas em sistemas básicos de uma aeronave, não vem com essa desculpinha esfarrapada, ainda é um avião e ainda voa usando mesmos princípios que qualquer outro avião.

Last edited 1 mês atrás by André Macedo
Nei

A suspensão e elétrica pode dar problema a qualquer momento.
Isso não é motivo para piada.
Conflito elétrico, sensores, podem sim dar problemas. Ou como a trava do trem ter caído devido ao atrito na puxada com as rodas travadas.
Não quis lhe ensinar, longe disso, quis argumentar, com outro ponto de vista

André Macedo

Eu não disse que não pode dar problema, mas o caça super revolucionário pousar por problema na elétrica e depois ter problema no trem de pouso é uma piada sim kkkkkkkkk
Se precisa rir mais basta ver a lista enorme de problemas do F-35, onde a grande maioria sequer envolve a tal “tecnologia revolucionária de Wakanda”.

Last edited 1 mês atrás by André Macedo
Santamariense

Não estou querendo justificar nada, mas as rodas traseiras estavam travadas e renovaram a aeronave mesmo assim. Pediram pra dar merd@.

Alfredo

Ô Flanker.
Mesmo que fosse verdade, isso não justificaria a fragilidade do sistema e do projeto em geral.

André Macedo

Será mesmo? A ponto de colapsar o trem de pouso? Imagina num cenário real, ou numa aeronave avariada precisando fazer um pouso de emergência real.

Santamariense

Alfredo e André, eu só comentei que as rodas do trem principal estavam travadas e a oscilação causada por isso, contribuiu para o colapso do trem dianteiro. Que a aeronave tem “n” problemas, nós todos sabemos.

Velho Alfredo

É isso mesmo, André!!! o F-35 é horrível!!!

Mas dá uma surra nos caças russos e chineses….. hahahahahaahah

Felipe

fonte?

André Macedo

E a torcida vai à loucura (mesmo eu sequer tendo citado caça chinês ou russo como comparação aqui, os próprios americanos tem exemplos de caças bem sucedidos), vocês são dignos de risada mesmo kkkkkkk

Rui Mendes

Vai ver o que Myanmar está dizendo dos JF-17 Chineses, pois é até agora ninguém disse nada, vendem para um país, que quer é os caças a voar, e logo aparece problemas sem fim no caça.

Alfredo

Tecnologia problemática.

Alfredo

Algum?
São milhares.

Agressor's

Essa é uma conversa típica que se escuta nos camelôs.. 😀

Alfredo

Agora vc imagine esse troço em um ambiente de conflito de alta intensidade.

Nei

É verdade. Teria 750 F-35, contra 6 SU-57.

Plinio Carvalho

Vc não quis dizer 750 F-35 soltando peças na cabeça de quem esta em baixo??? kkkkkkkk..
Esse avião é revolucionário mesmo, ele não precisa nem de bomba, só as peças deles caindo na cabeça do povo ia matar muitos inimigos kkkkkkkkk..

Last edited 1 mês atrás by Plinio Carvalho
Alfredo

Pois é.
Novo tipo de bombardeio.
Jogar peças no inimigo.
Depois o piloto salta de para-quedas.
Se funcionar, é claro.

Atirador 33

Esses meios só apresentarão problemas se forem bastante utilizados. Os problemas são encontrados, analisados e corrigidos pela engenharia.

Existem potências que fabricam, não usam os meios com tanta frequência, e quando entram em conflitos militares, percebem como os seus meios são obsoletos ou não atendem as demandas do conflito.

Abs.

L.D.k

Sem crise é só chamar Tiãããão pra ele dar uns pingos de solda aí que fica o luxo!
Só pra brincar um pouco e de quebra, opa quebra não! Só descontrair!

Clésio Luiz

Não falem mal do F-35. Ele só está seguindo uma longa tradição americana:

comment image

comment image

comment image

comment image

Marcelo

Problema elétrico,roda travada,soltou pecinhas kkk !!!!

Nilton L Junior

O melhor da matéria é os comentário, se não me falha a memória não é a primeira vez que esse componente apresenta problema.

Santamariense

Rodas traseiras travadas….causaram a oscilação que causou a quebra.

Leandro Costa

Eu concordo. Parece bem claro no video.

Bruno

Rebocaram com o freio de mão puxado, deu nisso…

Leandro Costa

Esse tipo de coisa nunca acontece…

Ou não…

https://www.youtube.com/watch?v=vIhefke0Q9Y

Fabio Araujo

Essa versão não é a de pouso em porta aviões? Esse trem de pouso é mais resistente que o trem de pouso da versão A! Falha de manutenção ou falha de material? Esse tipo de trem de pouso sofre um estresse maior e sem dúvida passa por maior cuidado nas manutenções.

Mirão

Falha mecânica em um avião russo = Os russos são uns bêbados imbecis que não sabem projetar aviões

Falha mecânica em um avião chinês = Os chineses só sabem fazer coisas baratos e de baixa qualidade

Falha mecânica em um avião dos EUA = Hehehehehe é só um probleminha ocasional

Aéreo

Qual é a dificuldade de entender que o problema foi um erro grotesco de procedimento, ao se rebocar uma aeronave que se encontrava com os freios de estacionamento acionados. Isto NÃO TEM NADA A VER com o projeto da aeronave. Outros caças na mesma situação enfrentariam o mesmo problema. Tudo tem que virar uma celeuma, um fla-flu?

Aristóteles

Provavelmente as rodas travaram por causa do problema elétrico, não que o “caboclo esqueceu”, daí tinha que tirar do local onde estava “atrapalhando” e um superior sabichão mandou arrastar.

Obviamente, vai sobrar pro otário que cumpriu essas ordens, não quem mandou, e digo otário pois praça que não sabe ativar um “piriri de emergência” pra fugir dessas loucuras tem mais que se lascar mesmo.

Rodrigo Maçolla

Arrio , deve ser o peso do piloto , emagrece ai TIO 🙂

Alberto

Quem acertou foram os turcos, pularam fora dessa bomba e agora vão ter seu próprio caça 5g…

Arthur

Mais uma pane na interminável lista de problemas do F-35. Com alguns bilhões de dólares a Lockheed-Martin resolverá essa inusitada falha… Realmente, depois de 15 anos, o Lightning II revelou ser um caça muito confiável.

Rodrigo

Já arranquei a frente de um Tempra puxando com uma F-1000, igualzinho o ocorrido, o tranco foi forte!

Luiz Trindade

Mano… Soltou uma pecinha de novo?!? Esta complicado para o F-35. Isso para ver que não é tão fácil substituir o AV-8B Harrier!

José de Arimatéia