quinta-feira, dezembro 8, 2022

Gripen para o Brasil

Japão vai firmar acordo com Itália e Reino Unido para desenvolver caça F-X

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O governo japonês decidiu desenvolver em conjunto um sucessor do caça F-2 da Força Aérea de Autodefesa com a Grã-Bretanha e a Itália.

Um acordo formal é esperado para o próximo mês. De olho nas exportações após o desenvolvimento, juntamente com a revisão dos três documentos relacionados à segurança, o governo planeja revisar as diretrizes operacionais dos “Três Princípios sobre Transferência de Equipamentos de Defesa”, que permitem a exportação de armas sob certas condições, com o objetivo de exportá-los no futuro.

O caça de próxima geração será implantado por volta de 2035, quando o F-2 começará a ser aposentado.

De acordo com fontes do governo, a aeronave será desenvolvida pela japonesa Mitsubishi Heavy Industries e pela gigante britânica de defesa BAE Systems.

A principal empresa aeroespacial e de defesa da Itália, Leonardo, também participará.

A IHI do Japão e a Rolls-Royce, maior fabricante de motores de aeronaves da Grã-Bretanha, desempenharão um papel central no desenvolvimento de motores, com a entrada da italiana Avio, que também lida com motores de aeronaves.

Caça F-2 da JASDF

FONTE: Asahi Shimbun

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest

19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Filipe Prestes

E a SAAB, onde fica nessa seara? Aparentemente seria parte do Tempest e ao mesmo tempo estava em discussões para participar no projeto do A-200. Participam ainda com os americanos no T-7, que pode vir a evoluir para um F-7, como almeja a Boeing. Os suecos estão em toda a parte.

tsung

grandes investimentos em PHD e engenheiros que eles mesmo possuem, ao contrario daqui que vão fazendo de conta que sabem fazer alguma coisa e vao pra euro turistar e balada

Fagundes

Então os engenheiros brasileiros aqui fingem que sabem construir a usina de Belo Monte,parques eólicos e solares no Nordeste,submarinos convencional e nuclear,Mansup,Mtc-300, radares m-60 e m-200,drones Atobá e Tupan 300, o link Br2 para a fab , no civil os apps 99 e iFood…

Marcelo Soares

Isso sem contar que quando do desenvolvimento de novas tecnologias sofremos forte boicote dos EUA e outros países desenvolvidos por terem medo do Brasil se tornar uma potência e também de nós tornarmos independentes deles!

Marcelo

Suécia não entrou no projeto do avião, apenas no desenvolvimento de novas tecnologias. Talvez partam para um avião menor.

ChinEs

Agora que a Suecia depende do Brasil, isso significa que o Brasil tambem vai entrar nesse projecto de forma automatica… Se gastar muito dinheiro o Brasil vai ter um caça furtivo inteligente de 6 Geração.

Antonio Cançado

Oi?
A Suécia depende do Brasil?
Como, exatamente?

Luiz Antonio

Depende do que?

Adriano Madureira

Suécia depende do Brasil?! Que piada !

Filipe Prestes

All by themselves? Acho muito difícil já que os custos são proibitivos. Se até França e Alemanha, Japão, Itália e RU tiveram que unir-se para isso, tenho muitas dúvidas que a SAAB e o governo sueco tenham a pretensão e a disponibilidade de fazê-lo sozinhos.

Luís Henrique

A Suécia entrou para cooperar no desenvolvimento, absorver tecnologias, fornecer seu know how e trabalho e provavelmente depois vão decidir se irão comprar o caça.
Eu acho mais provável a Suécia utilizar as tecnologias desenvolvidas em conjunto e desenvolver um caça menor, monomotor, mais barato e adquirir este caça para sua força aérea e ofertá-lo para exportações.

Emmanuel

Aí você vê como a Europa é unida.
Só que não.

Rui Mendes

Que é que isso tem que ver??? Então as várias empresas Europeias, só podem fazer projectos com outras empresas e governos Europeus?? Então os Russos não iam fazer o seu caça 5g com a Índia??? E a Coreia do Sul, não fez ou era para fazer com a Indonésia no KF-21??? No F/A-50 com os EUA. Os EUA no T7 com a Suécia, mas a Europa, já não pode fazer isso mesmo com ninguém de fora da Europa???!!?? Tanta inveja e ressabiamento causa a Europa, por causa do seu passado. E existem dois projectos de caças de 6G, liderados por… Read more »

Antonio Cançado

Não seria melhor essa parceria incluir a outra, formada por Alemanha, França e Espanha, com o mesmo objetivo?
E não seria ainda melhor a Suécia e o Brasil também se juntarem ao projeto?

Last edited 18 dias atrás by Antonio Cançado
Carlos Campos

se já estão brigando por espaço, imagina se juntassem esses outros, ia faltar trabalho

Adriano Madureira

Brasil não se junta a projetos pois vemos que o investimento governamental a defesa não é tão prioritária, uma pasta que vive sendo contingenciada, oque impacta em seus projetos que em muitas vezes são atrasados ou cancelados…

Pois certamente para alguns políticos, o Brasil como é um país amistoso, que não tem conflitos ou disputas territoriais com seus vizinhos, não necessita de grandes investimentos já que estamos em paz.

Zezão

Quando Shinzo Abe ainda era primeiro ministro do Japão, certa vez propôs ao Reino Unido desenvolver conjuntamente um caça de sexta geração, desde que, a divisão dos trabalhos fossem repartidos de forma igual, mas Boris Johnson recusou a oferta dizendo que seu país queria liderar o projeto… Se agora o Japão está concordando no desenvolvimento conjunto, provavelmente é porque a responsabilidade do projeto será dividido igualmente entre ambos os países, a Itália parece que também será beneficiada, não é à toa que a italiana Avio está sendo convidada pra participar do desenvolvimento do motor junto com a IHI e a… Read more »

Nonato

Pode ser um outro projeto distinto

Carlos Campos

eu acredito que o Japão tá indo pra ter seu próprio caça, mesmo que as partes sejam iguais em certos pontos, vejo que eles não querem sofrer nenhum tipo de embargo quanto a propriedade intelectual.

Últimas Notícias

IMAGENS: Jatos da Força Aérea Real Saudita escoltam o avião do presidente chinês Xi Jinping

O Presidente da China Xi Jinping chegou a Riad na tarde de quarta-feira (7/12) para uma viagem de quatro...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -