quarta-feira, novembro 30, 2022

Gripen para o Brasil

Saab destaca capacidades do Gripen E e parceria de sucesso com a Força Aérea da Suécia em novo vídeo

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A parceria da Saab com a Força Aérea da Suécia e a Administração de Material das Forças Armadas Suecas (FMV) para a produção do Gripen E foi contada em um novo vídeo que detalha o resultado desta sinergia. Este trabalho conjunto deu suporte para o desenvolvimento do primeiro caça digitalizado do mundo e foi um divisor de águas para as Forças Armadas na Suécia.

Diante dos avanços globais e de cenários mais sensíveis de guerra e paz, o Comandante da Força Aérea Sueca, Carl-Johan Edström, avalia que com o Gripen E o país tem um dos sistemas de defesa mais fortes da Europa, capaz de se impor diante das forças do Ocidente.

De acordo com o Johan Segertoft, Vice-Presidente e Head da unidade de design do Gripen, com o Gripen E é possível agregar valor rapidamente e continuamente durante toda a vida útil do caça; “O ciclo temporal de atualização de um sistema como o Gripen antes era medido em anos, agora falamos em poucos dias”.

O vídeo completo traz depoimentos da Força Aérea Sueca, FMV, além de especialistas da Saab que trabalham no desenvolvimento do caça.

Sobre a Saab

A Saab é uma empresa líder no segmento de defesa e segurança com a contínua missão de ajudar nações a manter a segurança da população e da sociedade. Com a força de 18.000 talentos, a Saab está em constante expansão das fronteiras tecnológicas para criar um mundo mais seguro, sustentável e igualitário. A Saab desenvolve, produz e mantém sistemas avançados em aeronáutica, armamentos, comando e controle, além de sensores e sistemas subaquáticos. A Saab tem sua sede na Suécia, tem operações de grande porte em todo o mundo e faz parte dos recursos de defesa de diversas nações.

No Brasil, a Saab mantém uma parceria de longo prazo e fornece diversas soluções avançadas, tanto civis quanto militares. Com o Programa Gripen, a empresa estabeleceu uma ampla transferência de tecnologia que está beneficiando a indústria de defesa nacional como um todo.

DIVULGAÇÃO: Saab / Publicis Consultants

- Advertisement -

35 Comments

Subscribe
Notify of
guest

35 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alecs

Alguma novidade sobre a negociação do segundo lote?

RenanZ

Primeiro a gente pergunta do IRST, depois da camuflagem, só depois do segundo lote, tá na regra

(Piadinha/ Ironia pra quem não acompanhou o raciocínio)

Carvalho

Hj já teve piada.
Luciano Hang ganhou medalha do Mérito Aeronáutico.

Douglas Rodrigues

Tendo em vista que:
Criada em 1943, a Ordem do Mérito Aeronáutico é entregue para militares da FAB que tenham prestado “notáveis serviços ao País” ou para civis que tenham “assinalados serviços prestados à Aeronáutica”.
E o empresário tenha cedido até agora o seu hangar para deixar os Gripen’s prontos para voar em Navegantes-SC, há de se concordar com tal honraria, que sai muito mais em conta do que o aluguel de um hangar… Concorda?

Marcelo M

Uma medalha é certamente mais barata do que alguns alugueis de hangares. Especialmente se se pensar nas 40 unidades.

Diniz

Faz mal não, a Dona Mariza Letícia também ganhou.

Alex Faulhaber

Se até o bost4 do Luciano Huck ganhou… e ainda voou todos os aviões de caça de primeira linha da FAB.

oswaldo

Odio do bem… kkkkkkkkk

Rodrigo

Meus Deus até Luciano hang recebendo medalha…depois as forças armadas querem ser levadas a sério…..

Luis H

não, depois VC quer ser levado à sério…

Henrique

todo mundo que faz alguma divulgação/ajuda notável da FAB ganha isso..

Trilogia aqui deve ter um balde delas

Rodrigo Martins Ferreira

Já foi pior.. no tempo do nove dedos e da ensacadora de vento, quem ganhava medalha eram terroristas,

Klesson Nascimento

Exatamente. Regras são regras. Tem que seguir o check-list de forma organizada e sistemática….

BK117

Ainda tem mais! Antes de comentar do segundo lote, ainda tem que reclamar que as entregas estão demorando, questionar por que vieram de navio, falar que não vão ser entregues por causa da guerra e culpar o rango do alto comando pela falta de grana. Não pode sair do roteiro, rapaziada!
(continuando a ironia 😉 )

Last edited 1 mês atrás by BK117
Atirador 33

É uma dúvida que eu tenho, o cronograma de entrega dos Gripen estão em dia com a quantidade entregue?

Abs

BK117

Caro amigo, estão sim!
O último cronograma divulgado prevê mais dois até o fim do ano, três por ano em 2023, 2024 e 2025, 10 em 2026 e 11 em 2027. Isso sem contar os 4 adicionais.

Bille

Governo não tem dinheiro nem pra pagar o primeiro, já querem o segundo…

Meireles

Eu não sei se dou risada, ou se eu choro sobre esse Gripens kkkk… Alguém sabe me dizer quantos Rafales a Índia já recebeu? Só teremos 36 caças Gripens em 2028, é inacreditável, nem a Venezuela, pra quê ficar gastando dinheiro com modernização de F-5, AMX, Skyhawk? Esse tanto de bases sem caças? Isso me dá uma agonia, se eu pudesse eu já teria mandado tudo pro museu, já tinha comprado no mínimo 100 Gripens, e 80 F-35

Douglas Rodrigues

Nem a Venezuela o que? Vale ter medo de um ataque da Venezuela?
A diferença é que nossos vizinhos estão bem piores que nós, e de imediato não temos inimigos diretos, ao contrário da Índia – que tem Paquistão e China ao seu lado.
Temos que buscar certa hegemonia, perdida nos anos 90, desde que os governos postergaram a compra de novos caças – se irão 30 anos até que os 40! Gripens estejam finalmente operacionais, com a torcida da compra de um segundo lote para que faça sentido termos investido na tal transferência de tecnologia.

Fábio

Tão bom que não vende nada.

BK117

Tem um padeiro na rua de baixo que faz o pão à mão com o maior carinho e é um dos melhores da região, o que o faz caro. Na rua de cima outro padeiro faz um pão diferente, talvez um pouco melhor, mas com seu maquinário faz mais pães por dia, e tem prioridade e desconto dos fornecedores, o que reduz o custo, além de vender fiado na maior tranquilidade e dar desconto na mortadela pra clientes fiéis. Adivinha pra onde os clientes vão?

Matheus

Você está comparando pães com caças! Um Gênio

Last edited 1 mês atrás by Matheus
BK117

Não é uma comparação, e sim uma metáfora. Esforça um pouquinho que entende. 😉

Rodrigo

Negativam a.verdade…gripen não vende.. é bom mas.nao vendem

rui mendes

Pois mas o que foi dito foi ”tão bom, que não vende” …

rui mendes

Agora caça que vende muito é bom???
Então comprem todos F-16, pois nenhum caça vendeu mais, depois o SU-35 e J-10C não valem nada, pois venderam pouco,
Mas os três são muito bons, F-16, J-10C e SU-35.
Quanto ao Grippen, aconselho leitura de revistas da especialidade, como a Airforces-montly Britânica, a FAM Espanhola e a DSI e DSI-hors série Francesa, verás o excelente caça que o Brasil comprou, sem dúvida nenhuma, um dos melhores de sempre.

Jagdverband#44

Lembrando que agora Suécia é Otan…
Estaremos dependentes de um país que não estará sempre alinhado politicamente a nós.

William Duarte

Amigo, se for neste contexto, seguindo seu raciocino deveríamos ter desenvolvido tudo no Brasil, do parafuso ao motor. Nenhum país do mundo, salvo poucas exceções, como a relação Inglaterra/EUA, são de alinhamento automático. Você pode ver no caso da relação Europa / Russia antes desta guerra e sua dependência em combustível para com a Russia mesmo sendo alertada sobre o risco pelos EUA. Na década de 1970, isto faz mais de 50 anos compramos caças F-5 dos EUA, eles nunca pararam de voar mesmos com os altos e baixos da relação Brasil/EUA. Não temos que pensar desta forma, sobre alinhamento… Read more »

Camargoer.

Caro W. Os EUA nunca foram um grande fornecedor de material militar novo para o Brasil. A única vez que os EUA forneceram material militar de primeira linha ao Brasil foi durante a II Guerra. Os principais fornecedores de material novo foram a Inglaterra, França e Alemanha. Os primeiros caças a jato da FAB foram ingleses. Quando o Brasil buscou caças supersônicos, os EUA vetaram a venda. Por isso o Brasil buscou os MIrage III da França (os F5 só foram liberados depois da FAB receber um esquadrão d Mirage III). No pós-guerra, o Brasil recebeu excedentes dos EUA (aviões,… Read more »

rui mendes

E existe algum país, que vai estar sempre alinhado com vocês???!!??

Camargoer.

Olá Jag. A França é OTAN assim como a Inglaterra e a Alemanha, que são os principais fornecedores de material militar para o Brasil (Os EUA são essencialmente fornecedores de excedentes de segunda-mão). A despeito da importância da CHina no comércio brasileiro e de uma tradição de diplomacia independente (a não ser durante o desastre do peŕíodo do Ernesto Araújo, que sumiu. ninguém sabe ningueḿ viu), as relações culturais, históricas e até tecnológicas são mais próximas aos países europeus que com outras regiões do mundo. O fato é que o país tem acordos e cooperações com diversos países sem que… Read more »

Funcionário da Petrobras

Os outros dois, previstos para serem entregues ainda nesse ano, já estão no oceano?

BK117

Dificilmente. Se a previsão de chegada em dezembro se mantém, suponho que sairão no mínimo no final de novembro.

Camargoer.

Olá BK. Geralmente, a entrega é feita na Suécia, tanto que o oficial da FAB viaja até lá para fazer o recebimento. A entrega no Brasi poderá ser depois disso.

Luis Roberto Lima

Pena que nossos Gripens não são montados com as mesmas tecnologias atuais por custos e acharem que nosso teatro de operação são desnecessárias.

Últimas Notícias

Embraer recebe pedido de cinco aviões E195-E2

São José dos Campos - SP, 30 de novembro de 2022 – A Embraer recebeu um novo pedido firme...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -