domingo, dezembro 4, 2022

Gripen para o Brasil

Finlândia fecha rodovia para exercício com caças

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

JOUTSA, Finlândia (Reuters) – A Finlândia fechou uma seção de uma de suas principais rodovias por cinco dias pela primeira vez em décadas para permitir que seus caças pratiquem pousos e decolagens em uma pista de reserva.

O país nórdico, que está se candidatando à adesão à OTAN após a invasão da Ucrânia pela Rússia, tem uma dúzia de pistas de reserva semelhantes projetadas para uso em tempo de guerra em todo o país.

Mas a base rodoviária de reserva localizada em Joutsa, na Finlândia Central, não é usada há décadas devido à sua importância como a principal rodovia que liga a capital Helsinque às partes mais ao norte do país.

No entanto, a Força Aérea levou apenas alguns dias para limpar as estradas e preparar o local para o exercício no qual participam cerca de 200 militares e caças F/A-18 Hornet da Finlândia, aviões de treinamento Hawk Mk 51 mais antigos e outras aeronaves militares. disse o chefe da Academia da Força Aérea Finlandesa, Coronel Vesa Mantyla.

“Sobretudo, acredito que todas as bases rodoviárias estão em boas condições e são facilmente levadas para as operações em alguns dias”, disse Mantyla.

Para proteger sua frota, a Força Aérea Finlandesa pode dispersar rapidamente todas as suas aeronaves pelo país e, portanto, treina nas bases rodoviárias anualmente.

“A ameaça da Rússia ou as ações da Rússia com mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos (na Ucrânia) provam que o conceito de operações dispersas está certo”, disse Mantyla.

Centenas de moradores se reuniram na beira da estrada em Joutsa na quarta-feira para acompanhar o exercício onde os pilotos praticam o pouso em um trecho de 2 km da rodovia fechada, enquanto a equipe de terra treinava o “reabastecimento a quente” de um caça com seus motores funcionando.

Veikko Haapala, um aposentado local que veio para ver aviões, disse confiar que as forças de defesa finlandesas são capazes de defender o país, especialmente com a ajuda de aliados da Otan.

“Eu me sinto um pouco ansioso, dada a situação mundial, sobre como nos defendemos”, disse Haapala, 79 anos.

Outro local, Seija Viinikainen, 57, saudou o exercício em meio à guerra na Ucrânia, tornando a situação “dúbia”.

“Os finlandeses também precisam estar acordados e contar até mesmo com essas pequenas pistas do interior para que os militares estejam preparados para usá-los e os recrutas também possam se exercitar nelas”, disse ela.

IMAGENS: Força Aérea Finlandesa

- Advertisement -

32 Comments

Subscribe
Notify of
guest

32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Frederick

Tensíssimo.

Camargoer.

Lembro que logo que os F5 chegaram ao Brasil, um deles precisou fazer um pouso de emergência em uma rodovia (creio que em MG.. faz muito tempo). A FAB decidiu decolar o avião usando a rodovia, ao invés de leva-lo de carreta. Lembro desta reportagem na TV preto-e-branco…

Frederick

(Risos) Foi em Varginha. Há notícias de que um inocente fusca foi vitimado.Uma anedota muito boa.

Rinaldo Nery

E foi. É verídico.

Pablo

Sim, o lito, do aviões e musica contou essa história no canal, depois de algumas semanas, o motorista do carro fez uma live e contou como foi o ocorrido.
Vou procurar e postar aqui.

Mauricio

Não foi em Varginha, foi em uma estrada que liga a cidade de Três Pontas/MG a Santana da Vargem/MG, próximo a Varginha, uma grande reta, contam que na aterrisagem o caça tocou o teto de um fusca, o dono não quis consertar, ficou como lembrança.
Moro em Três Pontas e ouço muito essa estória!

Theo Gatos

Foi em 1980, ele pousou na MG265… na época o jornal do Brasil apurou pane seca, mas ele passou um tempo com a equipe técnica da FAB lá antes de seguir caminho…

Sds

Rinaldo Nery

Foi curto combustível. Se perderam na navegação a baixa altura porque traçaram uma proa errada no mapa.

Theo Gatos

Obrigado pelo esclarecimento Cel. Nery!

Sds

Camargoer.

Olá Rinaldo. Lembro da época que eu usava o “Guia 4 Rodas” para andar em S.Paulo. Ainda tenho o livro como relíquia pré-digital. Lembro de um sargento da FAB que fazia parte da tripulação de um C95 dizer que ás vezes o piloto fazia um voava baixinho e devagar para eles conseguirem ler as placas das rodovias nos trevos.

Igor Lima

Mestre Camargoer, boa noite.
Essa figura do seu nickname é do anime Crayon Shin-Chan?
Vi no site myabadonware e lembrei de você!
Um abraço!

Theo Gatos

Sim! Heheheh

E84C9056-E194-4E1A-97C7-AD81B0AAFEA1.jpeg
Camargoer.

Ele é muito engraçado…

Camargoer.

Sou fã do Shin-chan.

Dr. Mundico

Pois é, parece que a Rússia comprou briga com meio mundo……

737-800RJ

Não tão dando conta nem de um país do tamanho de Minas Gerais… O jogador de xadrez 5D é um gênio mesmo!

Felipe Morais

É muito curioso como a história se escreve rápido. Essa época, no ano passado, a perspectiva era de uma ruptura da OTAN. Já não “havia mais um motivo tão evidente”. Um ano depois, estamos vendo um bloco engajado em seu propósito, reenergizado e com dois importantes novos membros prestes a compor o bloco.

É incrível e assustador como o barril de pólvora de menos de 100 anos atrás está se formando tão rápido.

Carlos Crispim

É verdade. E muitos, inclusive eu, achávam que seria um passeio russo, mas ao que parece eles estão levando uma sova atrás da outra, faz lembrar a Finlândia na WWII, que deu uma verdadeira surra nos russos, acho qe a Finlândia naquela época tinha um exército muito menor que o da Ucrânia, porém não tinham reservas e nem fôlego pra aguentar muito tempo e no final a URSS anexou grandes porções do território finlandês, numa tremanda safadeza russa, e até hoje ficou por isso mesmo, será que história vai se repetir.

Alberto de Almeida

Verdade a Rússia em 2014 anexou a Criméia ao estado Russo,agora esperou um pouco para recuperar o prejuízo da guerra e num piscar de olhos tomou mais quatro Estados e novamente anexa a grandiosa Rússia e ninguém faz nada. Podem acreditar os russos só ficarão tranquilos quando tomar toda a Ucrânia, aguardem.

Curiango

Reino Unido e Usa q causaram isso usando a Ucrânia . Receita para sair da recessão e fabricar ou ressuscitar um inimigo p faturar vendendo armas

rui mendes

Não cansam do mesmo bláblá de sempre, a culpa é sempre dos Norte Americanos e/ou dos Europeus.
Olha para os factos.
Essa de sair da recessão, que não havia, com uma guerra, (começada pelos Russos), para vender armas, é muito cómica, esqueceram tudo o resto, sanções, retaliações na energia, crise dos cereais, inflação, biliões de dólares e euros, na ajuda á Ucrânia e uma montanha de dinheiro, que vai custar a reconstrução da Ucrânia.

BK117

Por mais que no Brasil não tem a mínima necessidade de fazer isso, queria ver um treinamento desses.
Podia fazer aqui na rua de baixo, tem tanto buraco que dá pra simular uma pista bombardeada e tem um reparo tão mal-feito que ficou tão alto que serve de ski-jump. Haja trem de pouso…

Last edited 2 meses atrás by BK117
Alberto de Almeida

Nós brasileiros incompetentes perdemos o Uruguay e se demorasse um pouco mais tínhamos perdido o Rio Grande do Sul,Acre e outros e o que fizemos…nada.

Last edited 2 meses atrás by Alberto de Almeida
Atirador 33

Kkkkkkkkkkkk muitas das ruas e rodovias do nosso país são pior que as ucranianas bombardeadas e que trafegam os carros de combate de toneladas.

Henrique

Essa rodovia é um tapete, aqui nas nossas esburacadas estradas seria impossível.

Felipe Morais

Depende. Temos algumas boas estradas em termos de asfalto e de largura. Especialmente algumas concedidas. Mas acredito que os finlandeses tenham projetado essa “dúzia de estradas”, que o texto cita, para comportar esse tipo de operação eventual. Nota-se, pelas imagens, que não há obstáculos ao redor e acima das estradas, como cabos, fios, postes, placas etc. Creio tbm que esses pontos Estratégicos tenham algum tipo de estrutura de apoio nas proximidades ou algum plano de contingência para a rápida instalação desses pontos. Enfim, é algo que faz parte de uma doutrina estabelecida por eles. Não sei se aqui há algum… Read more »

Rinaldo Nery

A FAB já realizou “n” exercícios rodopista. Eu mesmo já operei na BR-364, de AT-27.

Felipe Morais

Então está aí. Sanada a minha dúvida. A FAB tem doutrina pra esse tipo de operação. Muito bom.

Uma outra dúvida em relação às estruturas que citei, normalmente presentes em nossas rodovias. Não são um empecilho à segurança da operação, ou as operações que o Sr. cita ocorrem em trechos específicos, que a FAB sabe que não tem essas estruturas?

Rinaldo Nery

O Esquadrão escolhe o trecho onde quer operar.

Pablo

Se pagar pedágio ai é possível.

Atirador 33

Imagine um sem parar colado no canopy?

Me lembro de ter lido matérias jornalísticas com aviões super tucanos em rodovias no estado do Mato Grosso do Sul.

Porém não me lembro de jatos supersônicos com exercícios assim divulgados.

Abs

Tutor

Quem tem dinheiro que gaste enquanto ele ainda vale alguma coisa, e enquanto ainda há no que gastar; prevejo um futuro sombrio. Torço para eu estar enganado.

Últimas Notícias

UAC entregou ao Ministério da Defesa russo um lote de novos caças Su-35S

A Komsomolsk-on-Amur Aviation Plant (KnAAZ) em homenagem à Gagarin United Aircraft Corporation (UAC, parte da Rostec) entregou ao Ministério...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -