terça-feira, dezembro 6, 2022

Gripen para o Brasil

Embraer inicia ciclo de aprendizado da segunda edição do Social Tech para mil pessoas negras

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

São José dos Campos – SP, 29 de setembro de 2022 – A Embraer realizou na noite de ontem a aula magna da segunda edição do Social Tech, programa de aceleração de carreiras em tecnologia para grupos sub-representados.

Neste ano, a iniciativa educacional foi dedicada a pessoas negras. Mil estudantes pretos e pardos foram selecionados entre mais de 10 mil inscritos interessados em trilhar carreira em uma das áreas profissionais de maior crescimento no Brasil. A primeira aula do programa acontece hoje.

Na cerimônia virtual de abertura, Carlos Alberto Griner, Vice-Presidente de Pessoas, ESG e Comunicação da Embraer, destacou o propósito da iniciativa e o protagonismo de cada estudante na busca contínua pelo conhecimento e aproveitamento das oportunidades. “O Social Tech é mais uma forma de contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade mais inclusiva, combinando o estímulo à diversidade e à qualificação profissional em um segmento com grande demanda de mercado”, disse durante o evento virtual de boas-vindas.

Um dos destaques da aula inaugural foi a participação de Izabela Rubens da Silva, que atua na área de Transformação Digital da Embraer, e da Doutora Neusa Oliveira, professora associada na Divisão de Engenharia Eletrônica do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que interagiram sobre o papel da educação e inovação no processo de geração de oportunidades e inclusão profissional na sociedade.

A aula inaugural contou ainda com a participação da representante da XP Educação, Carolina Goyatá, parceira da Embraer no Social Tech que provê o treinamento online imersivo para desenvolvimento de habilidades e competências no setor tecnológico.

Ao longo do curso, que terá 244 horas de estudo até o fim do ano, os alunos irão aprender a trabalhar com a linguagem de programação Python, que tem aplicações em ciência de dados, inteligência artificial e automação, por meio da metodologia do bootcamp. Os participantes que concluírem o curso irão compor o banco de talentos da Embraer e de empresas parceiras em futuros processos seletivos.

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer (NYSE: ERJ) tem negócios em Aviação Comercial e Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, fornecendo Serviços e Suporte aos clientes no pós-venda. Desde que foi fundada em 1969, a Embraer já entregou mais de 8.000 aeronaves.

Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola em algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros por ano. A Embraer é a principal fabricante de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil.

A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviços e distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa. Para mais informações, visite www.embraer.com.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

13 Comments

Subscribe
Notify of
guest

13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joelson

Me sinto negro.

fewoz

Comentário desnecessário, ridículo e desrespeitoso sobre uma causa importante.

Vitor

Puts… pedágio ideológico sendo pago até por blog de Defesa.

Foragido da KGB

Para que meritocracia né …
O lance é sair bonitinho na foto né Embraer.

fewoz

Meritocracia? Haha. Isso nunca existiu num país onde a camada mais privilegiada já partiu muito à frente dos mais pobres. Quem vive falando essa palavra também adora dizer que os brasileiros deveriam virar “empreendedores” (apenas um nome bonitinho para desempregados que fazem bico).

Last edited 2 meses atrás by fewoz
Foragido da KGB

Um spock mimizento com discurso do falso oprimido. Patético…

André Macedo

Patético é você chamando de mimimi uma violência/discriminação que claramente não sofre, se ponha no seu lugar, ameba.

Last edited 2 meses atrás by André Macedo
fewoz

Isso é uma prática cada vez mais comum em grandes empresas do porte da Embraer ou mesmo maiores, mesmo multinacionais. Elas estão cada vez mais cientes da sua responsabilidade social, ambiental, etc… Você chegou a ler a matéria antes de criticar? O primeiro parágrafo é muito claro: são grupos sub-representados. O site apenas replica a notícia e assim ajuda que esta informação chegue no público-alvo da ação.

Frederick

Capacitação dessa natureza é sempre, sempre boa e todos os envolvidos ganham. A Embraer, com sempre, se destaca comprometendo-se a elevar o potencial profissional do recurso humano brasileiro e, concomitantemente, a reduzir desigualdades historicamente acumuladas.

Johan

Se for negro e rico vai ter mais oportunidade que um branco, mulato, índio, mameluco, oriental e etc. pobre. Porque não dá oportunidade simplesmente por classe social mais baixa? Há vários casos de um cotista rico se dá bem em cima de pobre que se enquadra fora da cota.

André Macedo

70% dos ricos no Brasil são brancos enquanto 75% dos pobres são negros, segundo o IBGE, seu comentário podia ter alguma realidade se não fosse afogado pelas estatísticas.
“Há vários casos” kkkkkkkk quantos? Onde? Quem contabilizou? 1% dos casos em que isso acontece vão anular todo um cenário?

MIB

Apenas 1% da população é rica no Brasil, ou seja, 2 milhões de pessoas, então esses programas de “inclusão” estão excluindo 90 milhões de brasileiros pobres que não se declaram negros…

Johan

De nada adianta números se não souber interpreta los. Você é esse “caso”.

Últimas Notícias

Eve anuncia acordo com a Volatus Infrastructure para apoiar automação de vertiportos

Novo software da Eve Air Mobility ajudará a maximizar a capacidade e a eficiência dos vertiportos da empresa norte-americana MELBOURNE,...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -