quarta-feira, julho 6, 2022

Gripen para o Brasil

Taiwan apresentará novo caça em 2024

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Taiwan está programada para revelar o projeto de seu novo caça em 2024 e fazer seu primeiro voo em 2025, segundo o site Up Media.

O motor F414-GE-400 foi selecionado, enquanto a L3Harris será o fornecedor dos aviônicos. O assento ejetável será fornecido pela Martin-Baker.

As decisões serão tomadas até o final do mês para selecionar as empresas para fornecer o radar AESA e as telas do cockpit.

De acordo com o site, a aeronave se assemelhará fortemente ao caça KF-21 da KAI (visto na foto de abertura), já que Taiwan baseou seus estudos no F-35.

Vista em corte do Motor GE F414

- Advertisement -

57 Comments

Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tiger 777

Pra Taiwan vários lançadores de mísseis, tipo Astros, cairia bem.
Eles ficariam em cavernas, esperando o momento de uso.

Allan Lemos

Seriam destruídos nos primeiros minutos da guerra.

Victor Filipe

Igual os sistemas Ucranianos?

Allan Lemos

Muitos dos sistemas ucranianos foram destruídos nas primeiras horas de guerra, no que pese a gigantesca incompetência das forças russas na condução de uma guerra moderna.

Taiwan tem um território menor e não se pode esperar que os chineses sejam tão incompetentes quanto os russos.

CLAUDIO REIS

os russos esqueceram daquela bateria de misseis que afundou aquele barquinho kkkkk

Andre

Os russos tinham uma fronteira seca com a Ucrânia. A China tem 160km de oceano. Isso não deve ajudar muito a China.

Allan Lemos

A China não precisa sair do território dela para destruir essas baterias.

Andre

Se o objetivo da China for apenas destruir Taiwan, não precisa mesmo. Mas se quiser dominar….

Maurício.

Não vai ajudar a China mas também não vai ajudar Taiwan na questão do recebimento de armas doadas por outros países, é uma faca de dois gumes, se bem que quase ninguém reconhece Taiwan hoje, o que dirá em uma futura guerra com a China…

Andre

A distância dos EUA para Taiwan é parecida com dos EUA para Ucrânia.

Também achavam que ninguém ajudaria a Ucrânia, achavam, como disse o único aliado russo nessa guerra, o presidente da Bielorrússia, que a guerra terminaria em dias.

Se a China atacar Taiwan muita gente vai passar a reconhecer Taiwan.

Maurício.

Taiwan não tem fronteira por terra como tem a Ucrânia, não dá para comparar Taiwan com a Ucrânia.

“Se a China atacar Taiwan muita gente vai passar a reconhecer Taiwan.”

Pode ser, mas porque essa “muita gente” não reconhecem Taiwan hoje? Já sei, não querem se indispor com o Xi Jinping…🤷🏻‍♂️

Andre

Não sei se você acompanhou a discussão desde o início mas meu comentário foi uma resposta ao Allan, que comparou a invasão da Ucrânia com a possível invasão chinesa a Taiwan.

Essa “muita gente” não reconhece Taiwan pelos mesmos motivos que a Finlândia e a Suécia não queria entrar na Otan e agora querem. Se não há problemas, melhor não criar problemas. Mas se alguém criar problemas….

Maurício.

“Se não há problemas, melhor não criar problemas. Mas se alguém criar problemas….”

Tudo isso para agradar o Xi Jinping.🤷🏻‍♂️

Jacinto

Menor, mas muito melhor para defender. A ilha é cortada por um maciço de montanhas de granito que chegam a 3.000 m de altitude (maior do que qualquer montanha brasileira) no qual os taiwaneses construíram uma rede de bases subterrâneas nos locais com sobra de radares; e na ilha toda há apenas 3 ou 4 pontos de desembarque, todos eles em centros urbanos cercados por montanhas por 3 lados.

Sidy

Iwo Jima II

Pablo

lindo de se ver a sua resposta !!!!!!

Jordan

Acho que não pq a otan inteira teve dificuldade com os astro na guerra do Iraque l.

Andre

Teve muita dificuldade, nos primeiros 15min de guerra.

DFA

Taiwan precisa de adoptar uma estratégia de defesa assimétrica, o chamado “Porco-Espinho” que tão bons resultados está a dar na Ucrânia.
Numa suposta invasão Chinesa, tanques e caças serão facilmente destruídos ou neutralizados e se
o Estado de Taiwan quiser sobreviver vai ter que conter os comunistas nas praias.
Viaturas de Alta-mobilidade, Armas portáteis anticarro(NLaw) e antiaéreas(Stinger), drones ligeiros, minas navais e terrestres, mísseis antinavio devem ser as armas a adoptar.
A investir em plataformas de grandes custos que seja em submarinos.

Last edited 1 mês atrás by DFA
Jacinto

Os taiwaneses concordam com você e por isso fabricam seus próprios misseis anti-navios (Hsiung Fenf I, II e III, esta ultimo supersônico e com alcance de 400km) instalados em plataformas moveis, compraram javelins dos EUA e fabricam um ATGM parecido com o Nlaw em alcance e em funcionamento, mas cujo nome me esqueci.

André Bueno

Esteticamente é uma cópia do F-35.
Resta saber suas qualidades e a cadência de produção que a indústria taiwanesa terá.

Welington S.

Um pouco de F-22 também.

Mensageiro

Taiwan tem de abandonar conceitos de guerra vingente para criar o próprio.
Toda infraestrutura da ilha será bombardeada e destruída antes de uma invasão naval. Vide o que acontece na Ucrânia, russos destroem tudo só com mísseis, imagina uma ilhazinha.

Que criem cidades e base militares subterrâneas e muita defesa anti aérea.
Capacidade de contra atacar bases chinesas com mísseis também.

Jacinto

Eles já têm bases subterrâneas desde os anos 60. E construídos sob uma cadeia de montanhas de granito que chega a mais de 3 mil metros de altitude, o que e impossível de se destruir.

WSilva

Basta destruir a área ao redor da montanha e os sistema de energia e água, em 2 semanas estarão todos mortos de baixo da terra, nem precisa enterrar. Se engana quem acha que os chineses vão entrar em Taiwan de peito aberto, primeiro Taiwan receberá um chuva de misseis em áreas estratégicas, o abalo material e psicológico no governo de Taiwan será tão grande que terá duas escolhas, lutar até a morte ou se entregar. Taiwan hoje possui um governo entreguista sem respeito ao passado, não é um KMT de Chiang Kai Shek, não é um Talibã com valores históricos,… Read more »

Jacinto

A cadeia montanhosa em Taiwan tem 300km de cumprimento por 70km de largura o que dá 21.000km2 – o que é 50% do estado do Rio de Janeiro, e eles estão cavando tuneis neles há 60 anos. Boa sorte em encontrar e e destruir montanhas de granito com 2km de altura.

imagem_2022-05-17_161901302.png
WSilva

Não precisa destruir montanha alguma meu caro, o que vai matar eles é a falta de água, energia e suprimentos. Taiwan está isolada pelo mar e cercada pela segunda maior potência econômica/militar do mundo, uma vez capturada a capital não haverá outra opção para eles a não sair do buraco e fazer guerrilha, algo que eles não tem coragem e nem capacidade ou então se render. ”e eles estão cavando tuneis neles há 60 anos.” Ainda dos tempos do KMT, o KMT hoje é contra o atual governo progressista da ilha, e só para lembrar, existem centenas de espiões chineses… Read more »

Last edited 1 mês atrás by WSilva
Jacinto

Porque estocar água, alimentos e combustível é coisa impossível?
Quanto à intenção dos taiwaneses resistirem, acho que você ficaria muito surpreso se fosse a Taiwan e conversasse com a população em idade militar sobre o que eles pensam da China. A CNA (principal mídia taiwanesa recentemente publicou uma pesquisa sobre a identidade nacional taiwanesa – que reflete perfeitamente bem a sensação de qualquer pessoa que efetivamente visite o país.
É a mesma conversa da Ucrânia… não vão lutar… vão receber os russos como salvadores…. a maioria fala russo…

imagem_2022-05-18_202559375.png
Luiz Trindade

Não deixa de ser uma evolução porém o que o DFA comentou no blog também tem de ser considerado muito a sério

Maurício.

Taiwan deveria ter o F-35, mas os americanos não tem coragem de vender, fazer o que…🤷🏻‍♂️

Pedro Fullback

Como você vai vender o F-35 para um país que você não reconhece a sua existência?

Maurício.

Verdade! Nenhum país grande reconhece Taiwan como um país independente, os grandes não querem se indispor com o Xi Jinping…

Nilton L Junior

Pedro, só não vendem porque tem certeza que os Chineses no outro dia desembarca na província rebelde.

Last edited 1 mês atrás by Nilton L Junior
Teropode

Bobajada , não vendem porque não confiam 90% neles , além de estarem muito próximos a China , se acontecer um acidente no mar a China põe a mão na técnicos e além disso ; o que não falta em Tsiwan são chineses infiltrados 😂,

Nilton L Junior

Será?

Jacinto

Se isso fosse problema, também não teriam vendido F-16.

Jacinto

O F-35 não é um caça de superioridade aérea, sua função principal é de ataque ao solo – o que o torna uma arma ofensiva. O que os taiwaneses precisam para sua defesa é um caça de superioridade aérea. O ideal mesmo era o F-15.

Maurício.

O F-35 pode não ser um F-22 no quesito superioridade aérea mas já daria conta dos caças chineses e ainda poderia atacar os navios chineses, ele é superior a tudo que os chineses tem, pelo menos em teoria, mas os americanos não querem se indispor com os chineses, para modernizarem os F-16 já foi um parto, o que dirá fornecerem o F-35.

sub urbano

Taiwan precisa aceitar o inevitável.

Allan Lemos

“Inevitável”

Até agora só o que eu ouvi foi conversinha da China, nada de ação. Já sabe, né? Cão que muito ladra…

Cicero

Espero que não aconteça nenhuma invasão à Taiwan, pois como já está mostrado na Ucrânia, isto não cabe mais no século XXI. Existem custos econômicos muitos grandes para todos os países, visto que estamos vivendo uma economia globalizada e altamente tecnológica, e portanto muito frágil. Mas… seria um esforço gigantesco para a China tentar invadir Taiwan. Nada como isso foi tentado nessa escala. A invasão da Normandia sequer se aproxima da dificuldade de invadir Taiwan. Terreno complicado, temporadas de tufões que limitam drasticamente o desembarque de tropas. Seria um desafio enorme, e vendo o que acontece com a Rússia, pode… Read more »

sub urbano

Engraçado o precedente citado por você já que a Russia ocupou na Ucrania um território 4x maior que o de Taiwan usando apenas 150 mil soldados.

Jacinto

Mas quando teve de atravessar um rio não conseguiu. Imagine um “rio” de 160 km.

Cicero

Ele não entendeu que na Normandia exigiu um desembarque anfíbio e que uma ocupação de Taiwan vai exigir o mesmo esforço. De nada vai adiantar a China colocar 200 mil soldados nas praias do continente. Ele só demostrou o desconhecimento básico de história.

Teropode

Ele não quer entender , para o conforto do próprio mundinho utópico .

Jacinto

Eu já estive na Normandia e já estive em Taiwan. Normandia é muito mais simples do que Taiwan porque lá entre “Sword e Utah” havia mais ou menos 60km de praias/cidades contíguas e após o ataque os invasores estão em uma zona rural que pode ser usado como base logística antes de avançar para as cidades maiores. Em Taiwan não se tem esta opção de invadir praias contiguas. Os quatro pontos de desembarques em Taiwan estão distantes um dos outros e como Taiwan é cortado por um maciço montanhoso, as planícies são quase todas circundadas por montanhas que dão linha… Read more »

WSilva

Não há como Taiwan resistir. A população na ilha não quer guerra e não lutaria. Você pode ter geografia a seu favor, mas quem ganha guerras são homens, não há vontade de lutar em Taiwan, pois todo mundo sabe que no pior cenário possível para a China, a China teria dificuldade e sérios danos assim como a Rússia na Ucrânia, mas Taiwan ao mesmo tempo estaria destruída e condenada assim com está a Ucrânia, Taiwan estaria até pior. Esse cenário mencionado só favorece o ocidente, e quem mora em Taiwan tem ciência disso. O governo progressista da ilha não terá… Read more »

Jacinto

Eu acredito no exato oposto. Estive em Taiwan em 2019, pouco antes de a Pandemia chegar e pouco depois das manifestações em Hong Kong. Na população jovem da ilha – menos de 35 anos – não tem quase ninguém que queira a reunião com a China continental. Preferem o status quo, ou a independência. Muitos acreditam que já existe uma identidade taiwanesa distinta da chinesa. E sobre resistir… não aprenderam nada com a Ucrânia? Essa conversa de que a população não resistiria só existe em quem nunca botou os pés em Taiwan. O taiwaneses – pelo menos os que eu… Read more »

WSilva

Não existe povo taiwanês meu caro, quem vive em Taiwan é chinês, a cultura é chinesa e o idioma oficial é chinês mandarim. Quer dizer, povo taiwanês existe sim, mas são os índios nativos, apenas 2% da população. Os chineses bem tratados pelos bárbaros japoneses em Taiwan eram na verdade escravos comprados obrigados a lutar contra outros chineses que faziam parte da resistência anti-Japão, a Inglaterra usou muito dessa tática com os senhores da guerra ainda no século XIX. Em relação ao Palácio presidencial de Taiwan desenvolvido pelos japoneses e ainda estar preservado, totalmente normal, se eu listar a quantidade… Read more »

sergio

Desconhecimentos basico e historia e sua né, vamos la. “Mas… seria um esforço gigantesco para a China tentar invadir Taiwan. Nada como isso foi tentado nessa escala. A invasão da Normandia sequer se aproxima da dificuldade de invadir Taiwan” por que? não entendi, em que seria mais difícil, como em qualquer desembarque vc escolhe pontos, ou praias para desembarcar suas tropas, na Normandia as praias onde foram feitos os desembarques foram pesadamente defendidas pelos nazistas, em algumas delas foi realmente uma carnificina, isso tudo sem falar que os ingleses ainda enganaram os alemães fazendo eles acreditarem que o desembarque seria… Read more »

Nilton L Junior

Parabéns
Qualquer coisa é só ir na China montar uma planta e iniciar a produção em série.

Foxtrot

Pois é, outra nação se tornando verdadeiramente independente numa área extremamente estratégica.
E olha que eles não tem a 3° maior empresa aeronáutica do planeta, nunca fabricaram nenhum caça antes etc.
Enquanto que no Bananasil e sua aeronáutica ( ou aeroclub marombado como alguns preferem chamar), compram projetos que sabem fazer, para enriquecer ainda mais as colônias européias.
Parabéns Taiwan !

Last edited 1 mês atrás by Foxtrot
Fernando "Nunão" De Martini

“ E olha que eles não tem a 3° maior empresa aeronáutica do planeta, nunca fabricaram nenhum caça antes etc”

Apenas para corrigir a informação, independentemente do argumento: de fato eles não têm uma empresa aeronáutica entre as maiores do mundo, mas já projetaram e fabricaram um caça, o F-CK-1.
comment image

Foxtrot

Obrigado pela correção Nunão.
O que torna a situação do Bananasil pior ainda.
Ou seja, já desenvolveram e fabricaram um caça e agora evoluíram o projeto como fazem o resto do planeta, exceto a bananaland.
Triste !

Nick

A melhor maneira de impedir uma invasão do continente é minar TODO o estreito. Talvez alguns drones com torpedos esperando a armada chinesa podem provocar baixas pesadas demais até mesmo para os chineses. Agora se chegar em terra, é explodir todas as fábricas de chips.

Jacinto

Os taiwaneses fabricam os próprios misseis anti-navios – os Hsiung Feng I, II e III, este último supersônico, com 400km de alcance. E estavam querendo comprar minas navais  MK62 Quickstrike dos EUA.

Artur Emanuel Ribeiro de barros

Não adianta taiwan se armar, não adianta, à tomara tudo, inavadira a ilha em 2025, a china já falou e tá falado. Para haver uma reação a altura taiwan deveria ter criado tecnologia há pelo m nós 15 anos atrás e olhe lá.

Últimas Notícias

Base Aérea de Anápolis inaugura prédio do Primeiro Grupo de Defesa Aérea

O prédio simboliza um marco na operação do novo vetor da FAB, o F-39 Gripen A Base Aérea de Anápolis...
- Advertisement -
- Advertisement -