terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Caças do Reino Unido e da França realizam treinamento de combate aéreo sobre o Mediterrâneo Oriental

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

De sua base no Mediterrâneo Oriental, os Typhoon da RAF realizaram treinamento de combate aéreo com caças Rafale da Força Aérea e Espacial Francesa

Esta semana, os Typhoon da 903 Expeditionary Air Wing no Chipre conduziram um treinamento conjunto com os caças multifuncionais Rafale pilotados pela Força Aérea e Espacial Francesa com base no Oriente Médio. Realizando treinamento de combate ar-ar bilateral sobre o sudeste do Mediterrâneo, os caças foram apoiados por reabastecimento ar-ar de um Voyager da RAF, também da 903 Expeditionary Air Wing.

“O dia de hoje foi extremamente útil para promover a capacidade de ambas as nações de fornecer uma resposta de caça a um cenário de contingência. Foi uma grande oportunidade para desenvolver ainda mais a interoperabilidade entre as duas forças aéreas voando em diferentes tipos de aeronaves. Além de alguns voos muito valiosos, a operação envia uma forte mensagem estratégica de que continuamos no Mediterrâneo Oriental como um membro valioso da missão contra o Daesh, prontos e capazes de trabalhar perfeitamente com nossos muitos parceiros na região.” – Wing Commander Holland, Oficial Comandante da 903 Expeditionary Air Wing.

As aeronaves praticaram o emprego de mísseis de longo alcance simulado com base no rastreamento por radar dos caças adversários antes de fechar para fazer o treinamento de combate visual (dogfight). O avião-tanque Voyager da RAF forneceu treinamento ar-ar para estender o tempo de vo para os caças, de modo que eles puderam repetir o treinamento para melhorar ainda mais a proficiência.

FONTEFOTOS: Royal Air Force e Armée de l’Air et de l’Espace,

- Advertisement -

23 Comments

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos10

A coisa tá esquentando num planeta que tá pequeno e as demandas em alta.
Pergunta: o que os europeus e americanos fariam se, em conjunto, os russos invadissem a Ucrânia e os chineses invadissem Taiwan?

Renan Zuliani

Notas de repúdio, tentativas de embargo, basicamente nada realmente de fato efetivo contra estes

Emmanuel

A Rússia tá tomando embargo até hoje e eles não podem dizer a mesma coisa que você falou aqui, que não foi nada efetivo.
Pelo contrário.

Marcos10

Na verdade as coisas não são tão simples. Os russos tem problemas nas suas fronteiras, já levaram na cabeça tanto no Afeganistão como na Geórgia.
Os chineses têm problemas internos sérios, mais problemas com India e os próprios russos.

Vendéen

Bonjour Marcos10, Na minha opinião, é claro que não tem autoridade. Atualmente, meus sentimentos, não vejo os países europeus intervindo militarmente se os russos atacarem a Ucrânia de frente e se os chineses fizerem o mesmo com Taiwan. Os russos sabem muito bem que não se deve tocar nos membros da OTAN, pois os outros aplicam a lei do fato consumado. É claro que haverá várias e variadas ajudas e muitas das chamadas ações retaliatórias, mas sem intervenção militar frontal direta.  E também, os franceses não querem arriscar suas vidas para defender a Ucrânia e Taiwan. Para outros países europeus,… Read more »

Emmanuel

A invasão da Ucrânia não vai mudar nada.
Já Taiwan são outros quinhentos…

Slow

Vão fazer a mesma coisa que fizeram quando Russia invadiu a crimeia nada .

Luiz Trindade

Infelizmente iam escolher um para dar apoio e outro ia se lascar! Não dá para estar em dois locais ao mesmo tempo. Fora dizer que iam ter que dar passos bem medidos para não descambar numa terceira guerra mundial por causa dos outros.

carcara_br

Dogfight? sério? com essa quantidade de tanques externos deve ter sido mais parecido com um turtlefight.
Quero ver o que a França e RU vão fazer com a Ucrânia e a Rússia. Além é claro dos refugiados que corretamente tentam a vida melhor na terra daqueles que jogaram bombas e exploraram suas terras natais.
Imagine a debandada da população civil ucraniana se uma guerra estourar…
Querem levar a última consequência…

Emmanuel

Vão aumentar os embargos e fragilizar ainda mais a economia russa.

carcara_br

Sim, nossa esses europeus são mestres estrategistas, meus problemas:
1 – Nada garante que a Rússia aceitaria passivamente o agravamento das sanções
2 – Deu certo!!! Quebramos a Rússia, sem milhões de mortos!!! Onde você acha que vai parar o arsenal atômico, tecnologias e principalmente quem vai ocupar o vácuo de poder?

Last edited 1 mês atrás by carcara_br
Emmanuel

A Rússia não tem que aceitar.
Ela não aceitou da outra vez e tomou embargo do mesmo jeito. E aí da teve dois navios comprados a França tomados de volta.
Arsenal nuclear não é ak-47 que você encontra com todo contrabandista de arma.
Tecnologia você não rouba em pen drive, basta invadir sistemas como a China já fez.

carcara_br

“A Rússia não tem que aceitar.”

Esse é o meu ponto…

Arsenal nuclear não é ak-47″

Quando a URSS caiu, havia a Rússia, por isso arma nuclear não virou Ak-47.

Tecnologia você não rouba em pen drive, basta invadir sistemas como a China já fez.

É… vai ver foi assim que a C.N conseguiu desenvolver aqueles motores deles tão rápido.

Wagner

Kkkkkk turtlefight foi boa! Realmente com esses tanques aí não dá mesmo não!

Jean Jardino

Os experts brasileiros sao incriveis, os caram sabem tudo, estavam la filmando o treinamento, risssssssssssssssssssssssss

Rinaldo Nery

Tem limite de G? Qual, pra cada avião?

Jagdverband#44

Ué, mas segundo alguns especialistas (vermelhinhos) deste blog, FR e ENG estão de birra por causa do AUKUS.
Como pode isso?

Vendéen

Bonjour Jagdverband#44 Não devemos esquecer que existe um pacto de cooperação militar entre a França e o Reino Unido: “The Lancaster House Pact”, assinado em 2010. Isso pode ser, é necessariamente possível porque esse pacto parece ser muito, muito, muito sólido, apesar de todas as vicissitudes não há ruptura rs. Este pacto alimenta constantemente passagens militares obrigatórias. Como um treinamento comum dedicado a lutar contra um inimigo europeu comum (vou deixar você adivinhar qual deles lol). Um exemplo: https://www.ladepeche.fr/2021/11/17/tarn-et-garonnelot-3000-parachutistes-mobilises-pour-un-exercise-militaire-franco-britannique-de-grande-ampleur-9933438 .php Em relação ao caso “AUKUS”, isso não deve ser esquecido: Diante do comportamento chinês, a Austrália sentiu a necessidade urgente… Read more »

Jagdverband#44

Bonne nuit mon ami. Ótimo ver um comentário sensato aqui.

Clésio Luiz

Interessante os membros do consórcio Eurofighter nunca terem homologado um tanque maior que os de 1.000 litros, já que os concorrentes como o Rafale e Super Hornet possuem tanques de 2.000 litros disponíveis. Existia uma maquete de um tanque de 1.800 litros que foi mostrado em feiras aeronáuticas, mas não foi colocado em produção.

comment image

Rommelqe

Muito boa colocação, caro Clésio. Inclusive, não à toa , o reabastecedor foi inglês….

Cesar

Os russos agora adotaram o nome de daesh…

Rommelqe

Houve alguma eventual divulgação dos resutados técnicos deste exercício? Qual foi o diferencial no desempenho destas duas aeronaves? Os sistemas de tracking dos meteor (se é que foram usados nos exercícios, logicamente sem lançamento…) tiveram desempenho semelhante quanto à resposta dos sistemas de defesa de cada tipo de aeronave? Evidentemente 99,9% dos resultados nunca serão publicamente divulgados, e duvido que até mesmo a maior parte daqueles aquisitados em cada uma das forças não serão compartilhados entre eles… Mas é muito interessante este “embate” dos dois vetores.AS fotos são bem ilustrativas.

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -