quarta-feira, outubro 27, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer apoia o compromisso global da indústria de aviação para emissões líquidas zero de carbono até 2050

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Boston, EUA, 5 de outubro de 2021 – A indústria global de transporte aéreo adotou uma meta climática de longo prazo para emissões líquidas zero de carbono até 2050, confirmando o compromisso das companhias aéreas, aeroportos, gerenciamento de tráfego aéreo e fabricantes de aeronaves e motores do mundo para reduzir as suas emissões de CO2, em apoio à meta de 1,5ºC prevista no Acordo de Paris.

O acordo foi firmado durante a assembleia anual da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês), que está sendo realizada em Boston (EUA). O compromisso da Embraer de apoiar emissões líquidas zero de carbono até 2050 foi anunciado recentemente.

“A Embraer apoia esse importante compromisso. Estamos diante de um desafio global e esta inciativa da indústria é essencial para estabelecer o foco necessário e atingirmos com sucesso as metas do trabalho que temos pela frente”, disse Francisco Gomes Neto, Presidente e CEO da Embraer. “O objetivo de nossa equipe é enfrentar este desafio, ao mesmo tempo em que mantemos os benefícios sociais e econômicos trazidos pela conectividade aérea.”

Em uma declaração divulgada hoje www.aviationbenefits.org/FlyNetZero, representantes das principais associações da indústria de aviação do mundo e os maiores fabricantes de aeronaves e motores assumiram um compromisso para que “as operações da aviação civil global atingirão emissões líquidas zero de carbono até 2050, com o respaldo de medidas de eficiência acelerada, transição energética e inovação em todo o setor de aviação e em parceria com governos de todo o mundo”.

A Embraer acredita que a emissão líquida zero de carbono até 2050 pode ser alcançada com o desenvolvimento de produtos, serviços e tecnologias sustentáveis disruptivas, como eletrificação, híbridos, biocombustíveis – incluindo o combustível sustentável para aviação (SAF, na sigla em inglês) – e outras inovadoras alternativas energéticas. A empresa já está trabalhando em conjunto com fornecedores para tornar as aeronaves atuais compatíveis com o uso 100% de SAF, além de trabalhar ativamente junto à cadeia de suprimentos para expandir a escala global de produção de SAF. Entre outras iniciativas, a Embraer visa melhorar continuamente a eficiência das aeronaves atuais até a certificação de novas tecnologias.

O relatório Waypoint 2050 do Grupo de Ação de Transporte Aéreo (ATAG, na sigla em inglês), mostra que, apesar de a meta ser desafiadora, há caminhos possíveis para a aviação civil atingir a emissão líquida zero de carbono até 2050 no mundo. O relatório mostra vários cenários, com foco em novas opções de tecnologias como aeronaves elétricas e hidrogênio para a frota de curta distância, para uma mudança total para combustível sustentável de aviação para operações de médias e longas distâncias. Haldane Dodd, Diretor Executivo em exercício da ATAG, disse: “Identificamos os elementos básicos necessários e, apesar de ter uma escala substancial, o desafio pode ser superado com uma política governamental de apoio e o respaldo do setor de energia”.

O relatório Waypoint 2050 do Grupo de Ação de Transporte Aéreo, que descreve os caminhos disponíveis para alcançar emissões líquidas zero de carbono na aviação, está disponível em:

Saiba mais acessando:

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rommelqe

Excelente o posicionamento da EMBRAER. Os frutos deste pressuposto já estão sendo colhidos (vide o exemplo do aeroporto London City). E apenas fazendo uma pergunta que não quer calar: a Boeing aprendeu algo com a EMBRAER?

Últimas Notícias

Saab iniciará a fase de entrega do Gripen E

Em novembro, a Saab dará início a fase de entrega de aeronaves operacionais, com quatro aeronaves Gripen E para...
- Advertisement -
- Advertisement -