quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

Aeroporto Santos Dumont conta com novos procedimentos de saída

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Procedimentos oferecem benefícios às operações aéreas nos aeroportos, especialmente em termos de maior acessibilidade e eficiência de voo

Os usuários do Aeroporto Santos Dumont (SDU), no Rio de Janeiro (RJ), têm um motivo especial para comemorar. Isso porque foram publicados e disponibilizados, no dia 15/07, os Procedimentos de Saída por Instrumentos (SID, sigla em inglês de Standard Instrument Departure) para o aeroporto carioca. Os SID foram desenvolvidos considerando o conceito de Performance de Navegação Requerida (RNP AR, do inglês Required Navigation Performance – Autorization Required), que oferecem grandes benefícios às operações aéreas nos aeroportos, especialmente em termos de maior acessibilidade e eficiência de voo.

As características principais dos novos procedimentos são: maior acessibilidade ao Aeroporto Santos Dumont, devido à significativa redução do teto (de 700 pés para zero pés) e da visibilidade (de 4 mil metros para 800 metros); redução da probabilidade de arremetidas e consequentemente necessidade de prosseguir para aeroportos de alternativa, o que favorece a segurança operacional e a redução de gastos para as empresas, e melhora a satisfação dos passageiros; maior eficiência do voo, uma vez que a aeronave decola em condições de voo por instrumentos, guiando-se pelas trajetórias providas pelo procedimento de saída RNP AR; maior utilização do aeroporto e redução de problemas associados à malha aérea, tais como atrasos e perdas de conexões, por conta da suspensão das operações devido a condições meteorológicas adversas.

Equipe multidisciplinar

O trabalho foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar, envolvendo especialistas do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), do Instituto de Cartografia Aeronáutica (ICA), do Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV), da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e de empresas aéreas. Este empreendimento consta do Programa de Trabalho do Grupo de Estudos sobre Planejamento do Espaço Aéreo (GEPEA), que é um fórum permanente, criado com o objetivo de discutir oportunidades de melhorias na organização e gerenciamento do espaço aéreo brasileiro, por meio de estudos específicos.

O Tenente-Coronel Especialista em Controle de Tráfego Aéreo Clóvis Fernandes Júnior, responsável pela equipe do DECEA no projeto, comemorou os resultados alcançados. “Foram dois anos de estudos, pesquisas, simulações e análises para a conclusão do projeto SID RNP AR. Agora, as aeronaves já podem pousar e decolar, mesmo em condições meteorológicas desfavoráveis no Aeroporto Santos Dumont, mantendo-se os mesmos níveis de segurança operacional e aumentando, de forma significativa, a eficiência das operações aéreas naquele aeroporto”, disse.

O DECEA já estuda a possibilidade de elaborar saídas RNP AR para outros aeroportos, o que irá ampliar, ainda mais, os benefícios alcançados para o Aeroporto Santos Dumont. Importante ressaltar que, por tratar-se de um procedimento que requer uma autorização “especial”, os usuários devem obter da ANAC uma aprovação para utilizar o procedimento.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Up The Irons

Antes era operado procedimento RNP somente para pousos, certo?

Leandro Costa

De tanto que o GEIV andou voando (e dando voltas, afinal de contas estão baseados no SDU) por aqui, que alguma coisa estava para sair mesmo. Trabalho fantástico e fundamental.

Major Lixa

esse é o meu porta-aviões favorito, junto com Congonhas…

Luiz Antonio

Realmente, o Santos Dumont e Congonhas são únicos e é sempre uma emoção diferente decolar e pousar nesses ícones da aviação brasileira. Indescritível a decolagem do Santos Dumont pela 20L curvando à esquerda para livrar o Pão de Açúcar. Já em Congonhas, as visões dos edifícios de Moema “na cara” principalmente nos pousos pela 17R, sem contar que com teto baixo, a cidade se abre de repente e as vezes dá saudade de casa. Muito Legal.

M65

Aproximação pelas pistas da foto (20 L ou R) é a mais bonita do Brasil.

Rinaldo Nery

Prefiro as da 02R pela Praia de Botafogo. A Azul foi certificada para as operações RNP-AR no SDU. Melhorou muito a nossa vida, com chuva!

M65

Também !!! Pela 02 ou 20 visão de cartão postal !
Decolagem da 20 (igual a da 2a foto do simulador), indo para GRU em dia ensolarado e srm nuvens, sentado em um boa janela no lado direito, é um verdadeiro “Photoshop” do município do Rio de Janeiro.
Olhando para trás percebe claramente Niterói, litoral de Maricá, ….

Últimas Notícias

Eve, da Embraer, e Bristow firmam parceria para desenvolver operações de UAM com pedido de até 100 eVTOLs

Melbourne, Flórida, 23 de setembro de 2021 – A Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, e a...
- Advertisement -
- Advertisement -