sexta-feira, maio 14, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea Indiana participará do Exercício Desert Flag VI nos Emirados Árabes Unidos

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Exercício Desert Flag é um exercício anual de guerra de emprego de grande força multinacional organizado pela Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos

A Força Aérea Indiana (IAF) participará do Exercício Desert Flag VI junto com as forças aéreas dos Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, França, Arábia Saudita, Coreia do Sul e Bahrein pela primeira vez, informou a Força no dia 2 de março.

O exercício está programado para os dias 3 a 21 de março na base aérea de Al-Dhafra, nos Emirados Árabes Unidos (EAU).

O Exercício Desert Flag é um treinamento anual de guerra de emprego de grande força multinacional organizado pela Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos.

“A IAF participa pela primeira vez do Exercício Desert Flag VI junto com as forças aéreas dos Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos da América, França, Arábia Saudita, Coreia do Sul e Bahrein”, disse um comunicado divulgado.

A IAF está participando com seis caças Su-30 MKI, dois C-17 e um avião-tanque IL-78. O C-17 Globemaster fornecerá suporte para transporte do contingente da IAF.

A aeronave Su-30 MKI empreenderá um voo de longo alcance, com rota direta da Índia para a área de exercícios com o apoio de reabastecimento aéreo da aeronave IL-78.

O objetivo do exercício é fornecer exposição operacional às forças participantes, enquanto as treina para realizar operações simuladas de combate aéreo em um ambiente controlado, disse o comunicado.

As forças participantes terão a oportunidade de aprimorar suas capacidades operacionais, disse, acrescentando que também haverá um intercâmbio mútuo de melhores práticas.

O exercício em grande escala envolvendo diversos caças de todo o mundo proporcionará às forças participantes, incluindo a IAF, uma oportunidade única de trocar conhecimentos, experiências, aprimorar as capacidades operacionais e a interoperabilidade.

Exercitar e interagir com as nações participantes em um ambiente de guerra dinâmico e realista também contribuirá para fortalecer as relações internacionais, disse o comunicado.

FONTE: The Tribune

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fawcett

Prevejo alguns telhados quebrados.

Rinaldo Nery

No deserto? Prevejo camelos fugindo.

Leonardo M.

No máximo uma tempestade de areia por causa de voos baixos hehehehe

Reportagens especiais

Poder Aéreo visita o ‘The National WWII Museum’ em New Orleans

Nova Orleans, cidade no estado americano de Lousiana, foi o lar do historiador e autor Stephen Ambrose, que escreveu...
- Advertisement -
- Advertisement -