terça-feira, setembro 28, 2021

Gripen para o Brasil

Vietnã comprará 12 novas aeronaves L-39NG da Aero Vodochody

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Vietnã comprará 12 novas aeronaves L-39NG fabricadas pela Aero Vodochody. O parceiro estratégico da Aero, Omnipol, e o Ministério da Defesa vietnamita assinaram o acordo. A entrega das aeronaves está prevista para os anos de 2023 a 2024, informou a Omnipol em seu site.

Este é o primeiro contrato denominado efetivo para uma aeronave recém-desenvolvida, que no ano passado atendeu às condições oficiais para tráfego aéreo internacional, incluindo requisitos de segurança. O interesse pela aeronave também foi confirmado pelo Senegal, mas, neste caso, o contrato ainda não se encontra numa fase de eficácia como com o Vietnã.

O contrato com o Ministério vietnamita inclui, além da aquisição de uma dúzia de aeronaves, a reciclagem de pilotos, a formação de instrutores, a formação de mecânicos, o fornecimento de peças sobressalentes e muito mais. A empresa não divulgou o valor do contrato, mas é da ordem de bilhões de coroas. É um dos maiores contratos da indústria de defesa tcheca nos últimos anos.

“Estamos orgulhosos de anunciar publicamente esta colaboração estratégica crucial, que é um marco significativo para o projeto L-39NG. A combinação de aeronaves de treinamento L-39NG modernas e o alto profissionalismo da Força Aérea do Vietnã traz um aprofundamento e desenvolvimento mútuo das relações entre a República Tcheca e o Vietnã “, disse Jiří Podpěra, Presidente da Omnipol.

O pedido na região vem na sequência de entregas anteriores de aeronaves tchecas Zlín Z-226, AERO AE 45 e, posteriormente, também aeronaves L-39 Albatros nas décadas de 70 e 80. As entregas de mais de 30 aeronaves L-39 para o Vietnã também foram mediadas pela Omnipol. De acordo com a Omnipol, a boa experiência com aeronaves tchecas foi um critério importante para a compra do L-39NG. No passado, a Omnipol exportou mais de 2.800 aeronaves L-39 em todo o mundo.

O L-39NG é uma aeronave monomotor de dois lugares com aviônica moderna e um sistema para treinamento virtual de pilotos. O novo motor Williams International e a chamada asa molhada com tanque de combustível integrado permitem maior alcance e vida útil para operações aéreas. É uma das primeiras aeronaves a ser certificada de acordo com os novos padrões militares supranacionais, o que significa que a sua certificação é reconhecida por todas as autoridades militares da UE e da NATO.

No verão passado, o dono da Aero Vodochody, do grupo Penta Investments, anunciou a venda da fabricante de aeronaves para a empresa húngara Aero, que é propriedade do Grupo Omnipol e do empresário húngaro András Tombor. O Instituto de Proteção da Concorrência (ÚOHS) aprovou a venda no outono. A transação está aguardando a conclusão.

VÍDEO: Sistema para treinamento virtual de pilotos de L-39NG

- Advertisement -

18 Comments

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

Para a Tunísia não seria uma boa opção para substituir os F-5 esses são aviões de treinamento, o Vietnã tem caças SU-30 para a defesa e estão adquirindo os L-39NG para a sua função básica de treinamento!

Fabio Araujo

A região em que a Tunísia fica não dá para ficar sem um caça principal, se já tiverem algum caça moderno dá até para comprar o LN-39 para substituir o F-5, mas se não tiverem é complicado!

Last edited 7 meses atrás by Fabio Araujo
Maurício.

Eu nunca tinha colocado muito sentido, mas esse avião tem um conjunto de asas típico de um treinador turboélice, dei uma olhada nos outros treinadores e a maioria tem um enflechamento de asas maior.

Johan

Formato trapezoidal de asa. Realmente lembra muito de um turboélice.

Entusiasta Militar

Pode comprar o que quiser, quando a máquina de guerra chinesa avançar, invadirá e dominará o Vietnam, o Laos, o Camboja, Miammar, a Tailândia e ate Indonésia para reaver as supostamente territórios antigo império chinês bla, bla, bla

Wellington R. Soares

A época de Pedro Álvares Cabral e Cristóvão Colombo já acabou. Não é tão simples assim chegar e tomar um país, como você domina a população ? Se fosse tão fácil assim, hoje o Afeganistão era pra ser da Rússia, o Iraque dos EUA, a faixa de gaza de Israel… A China já terá uma enorme dor de cabeça para tentar conseguir conquistar Taiwan e olha que eles não são nem considerados como um país. Essa historinha de entrar e dominar a força não é tão simples assim. Primeiro você tem que convencer toda a população ser Chinesa, para depois… Read more »

Nilton L Junior

A China não é uma república bananeira, certamente saberá encontrar dentro da sua geopolítica uma relação com esses estados sem precisar usar sua forças bélicas, até porque teria mais a perder do que ganhar, lá se faz política de estado e não oba oba.

Entusiasta Militar

Esqueci da Malásia e talvez talvez mesmo ate Cingapura e Filipinas …

E os EUA não vão mover um dedo para impedir isso, só vai agir diplomaticamente nesse caso …..
Quanto ao Japão e Taiwan as coisas são bem diferentes
Podem esperar pra ver

Last edited 7 meses atrás by Entusiasta Militar
Wellington R. Soares

Que mundo você vive ?
Não estamos mais em época de colonização….

Chris

Se a China invadir… Até mesmo Taiwan… Sofrerá tantas sanções internacionais… Que desaparece do mapa em 10 anos, considerando o tanto de bocas que eles precisam alimentar !

Ao contrário da Rússia… O problema é que sua economia é extremamente dependente do ocidente !

Não é pra menos que estão praticamente quietos… Com os ataques econômicos americanos ! E só ficam na ameaça sobre Taiwan !

Last edited 7 meses atrás by Chris
Funcionario da Comlurb

Já passou a hora da Embraer desenvolver um treinador a jato.

O Super Tucano é excelente, mas precisamos de um projeto de treinador a jato.

Junior

Não vale a pena, esse mercado de aeronaves de treinamento esta lotado

Eduardo

Melhor investir esse dinheiro fazendo mais Gripens mesmo.

Rinaldo Nery

O líder mantém a potência fixa. Na decolagem, em torno de 96%. Quem varia a potência é o ala pra manter a posição. Quaisquer aeronaves diferentes podem decolar na ala.

Gabriel BR

Excelente escolha!

Nilton L Junior

São coerente, não tem como errar, vão aprimorar ainda sua doutrina e de lambuja transição com qualidade.

JuggerBR

Não sei se é algo pratico para o dia a dia, mas é uma bela pintura.

Frede

Él un bom aviso assim como o la 63 argentino. Hemos q nos complementar. Argentina comprou muitos tucanes e litros aviones Embraer. Nos nunca compramos deles. Podríamos comprar deles e eles inmediatamente compraríamos máis de nós. Él hora de dedicar de lado velhos resentimentos. Só unidos podemos avanzar

Últimas Notícias

Zhuhai Airshow 2021: Apresentação do caça stealth Chengdu J-20

Pela primeira vez, o caça J-20 da Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) equipado com...
- Advertisement -
- Advertisement -