Home Aviação Militar Drone de combate Loyal Wingman aciona motor pela primeira vez

Drone de combate Loyal Wingman aciona motor pela primeira vez

1662
6

A era do jato de combate não tripulado está um passo mais perto depois que a Boeing Australia anunciou que sua aeronave Loyal Wingman acionou seu motor pela primeira vez.

Em uma data não revelada neste mês, o drone autônomo ligou seu motor turbofan comercial em antecipação ao seu primeiro voo de teste.

Sendo desenvolvido para o mercado de defesa global, bem como para o cliente principal, a Royal Australian Air Force, o Loyal Wingman é o primeiro de três protótipos da classe a serem construídos no Programa de Desenvolvimento Avançado da Austrália, que visa produzir aeronaves com motores a jato, autônomas e movidas a inteligência artificial que podem voar ao lado de UAVs e aeronaves de combate tripuladas.

O programa atual envolve uma coalizão de 16 indústrias australianas, que estão usando engenharia digital, materiais compostos avançados e sensores configuráveis ​​para construir o drone de 11,7 m (38 pés) de comprimento. Depois de concluído, o Loyal Wingman terá um alcance de 2.000 milhas náuticas (3.704 km) e desempenho de caça.

Cinco vistas do Loyal Wingman. Arte: @AkelaFreedom no Twitter

O pacote de armamentos ofensivos para o Loyal Wingman ainda não foi determinado, mas incluirá sistemas de guerra eletrônica e pacotes de sensores para missões de inteligência, vigilância e reconhecimento.

“Este funcionamento do motor nos deixa mais perto de voar a primeira aeronave ainda este ano e foi bem-sucedido graças à colaboração e dedicação de nossa equipe”, disse o Dr. Shane Arnott, diretor de programa do Boeing Airpower Teaming System. “Fomos capazes de selecionar um motor a jato muito leve e pronto para uso para o sistema não tripulado, como resultado das tecnologias de fabricação avançadas aplicadas à aeronave.”

O vídeo abaixo mostra o Loyal Wingman colocando seu motor online pela primeira vez.

FONTE: Boeing

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JuggerBR
JuggerBR
2 meses atrás

Não achei nada sobre os motores, só que são dois…

mazzeo
mazzeo
Reply to  JuggerBR
2 meses atrás

Na imagem é apenas um.

gordo
gordo
2 meses atrás

Isso ai é a sexta geração ou a primeira de uma nova era, tal qual foi o Me 262.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
2 meses atrás

O armamento não foi definido e não parece ter uma “missile bay” muito clara no esquema. Talvez inicialmente seja uma versão de reconhecimento apenas e de alerta radar.
Mais tarde deve ter espaço para 2 ou 4 misseis BVR e vai ser muito util

DanielJr
DanielJr
2 meses atrás

Um dos objetivos da Rússia e Índia investirem no novo BrahMos anti AWACS seria esse tipo de aeronave, que certamente será o futuro. Uma esquadrilha dessas voando, mesmo sendo ser autônomas, devem trocar dados entre si e com vários outros sistemas de combate do front e da retaguarda. As grandes aeronaves e satélites seriam os links de conexão. Eliminar essas aeronaves de retransmissão/controle deve causar uma perda de performance desses drones.

Italo Souza
Italo Souza
2 meses atrás

Hmmmm