Home Indústria Aeronáutica Rússia decide tornar o drone de combate ‘Okhotnik’ em interceptor de longo...

Rússia decide tornar o drone de combate ‘Okhotnik’ em interceptor de longo alcance

3289
50

Uma fonte da indústria aeronáutica observou que o voo do Okhotnik será coordenado simultaneamente a partir de pontos de controle de solo, de caças Su-57 tripulados e via satélites

MOSCOU, 27 de agosto. /TASS/. O Ministério da Defesa da Rússia propôs o uso do veículo pesado não tripulado (UAV) “Okhotnik” para interceptação de longo alcance de alvos aéreos. Isso foi relatado à TASS por uma fonte da indústria aeronáutica durante a exibição do Army 2020.

“De acordo com o conceito de uso proposto pelo ministério, o Okhotnik com armas de longo alcance será desdobrado nas linhas de vários milhares de quilômetros para interceptar aeronaves inimigas, ou seja, atacará alvos aéreos antes mesmo de se aproximarem da zona de defesa aérea”, disse a fonte da agência.

A fonte observou que o voo do Okhotnik será coordenado simultaneamente a partir de postos de controle de solo, de caças Su-57 tripulados e via satélites.

Ao mesmo tempo, o interlocutor acrescentou, graças à inteligência artificial, o “Hunter” será capaz de realizar missões de combate de forma independente. “Presume-se que este UAV também terá um modo de operação totalmente autônomo e será capaz de buscar independentemente por certos tipos de alvos, reportá-los e atacar”, disse a fonte.

Sobre o ‘Hunter’

O drone Okhotnik desenvolvido no bureau de projetos da Sukhoi é feito de acordo com o esquema de “asa voadora” com o uso de tecnologia furtiva, o que reduz sua assinatura de radar. Segundo fontes abertas, o peso de decolagem do veículo é de até 20 toneladas, a velocidade máxima de voo é de cerca de 1.000 km/h.

O “Hunter” foi ao ar pela primeira vez em 3 de agosto de 2019, o voo durou mais de 20 minutos sob o controle do operador. Em 27 de setembro do ano passado, o UAV voou junto com o caça Su-57. O drone manobrou no ar em modo automático a uma altitude de cerca de 1.600 m, a duração do voo foi de mais de 30 minutos.

Como disse Yury Slyusar, Diretor Geral da United Aircraft Building Corporation, no fórum Army 2020 em 25 de agosto, um grande pedido é esperado para os Okhotnik, cujas entregas em série estão planejadas para começar em 2024.

Maquete do S-70 Okhotnik

FONTE: TASS

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JuggerBR
JuggerBR
26 dias atrás

Mas você não decide qual finalidade da aeronave antes do projeto?

José
José
Reply to  JuggerBR
26 dias atrás

Verdade
AC-130

Pedro
Pedro
Reply to  José
26 dias atrás

Cara, nao precisar matar assim tao rapido! Deixasse outras pessoas dar luz ao coitado. Ele acha que so pq nasceu de uma forma o projeto nao pode agregar outras formas ou usos.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  JuggerBR
26 dias atrás

As vezes você pode alterar o objetivo do projeto no meio, nesse caso parece que perceberam que ele teria ou poderia ter, com alguma modificação, capacidade de executar essa nova função, pode terminar sendo mais barato modificar ou acrescentar uma nova função há um projeto em andamento do que começar um novo projeto para essa nova função.

Teropode
Reply to  JuggerBR
26 dias atrás

Mais ou menos , o KC390 não pode receber a finalidade de interceptador , mas pode ser usado como um Bombeiro .

Mirade1969
Mirade1969
Reply to  Teropode
26 dias atrás

Neste caso acho que não, pois ele foi concebido somente para transporte não é um avião como um caça ou atacante que tem função de ataque ou caça desde o principio. Avião cargueiro somente para cargas ou como no caso do AC-130 mas bombardeiro creio que não.

Teropde
Teropde
Reply to  Mirade1969
26 dias atrás

É bombeiro , função que o C130 também exerce , mas o ex foi só pra ilustrar .

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Mirade1969
26 dias atrás

Já viu quem lança as super bombas dos EUA?

Mirade1969
Mirade1969
Reply to  JuggerBR
26 dias atrás

Sim, mas se ele tem mais potenciais porque não explorar? Não é nada que já não tenha sido feito antes de modo que ele pode ter mais funções do que as originais. Mesmo os caças puros de intecptação muitos modelos foram também convertidos para ataque.

José
José
Reply to  Mirade1969
26 dias atrás

F-15, Su-27, Mig-31…

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  JuggerBR
26 dias atrás

O F-35 era só para ser um bombardeiro com no máximo 2 misseis ar-ar em modo furtivo. Más já a ideias de almentar o número de misseis para ele ser usado como um interceptador.
O F-15 era para ser apenas um interceptador e o F-16 o bombardeiro. Só que vemos por ai que não é bem assim.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  JuggerBR
26 dias atrás

No mundo normal sim…

Mas ai é a Rússia…

E na Unisão soviética o projeto define a utilização.

Wagner
Wagner
26 dias atrás

First stryke weapon? Interceptar alvos antes dos mesmos chegarem à zona de defesa significa abatê-los em seu próprio território? Passaros furtivos lançados antes da coisa degringolar de vez é a certeza da escalada sem volta. Sinistro, mas brilhante. Resta saber se terá mesmo essa capacidade furtiva ou se é só conversa.

Last edited 26 dias atrás by Wagner
Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Wagner
26 dias atrás

Todo esse texto significa que a partir desse drone, eles vão lançar mísseis ar-ar em testes e na verdade tudo.

Mauricio Vaz
Reply to  Wagner
26 dias atrás

As viagens dos Ace combat se tornando cada vez mais reais xD

Lyw
Lyw
26 dias atrás

O título da matéria tem alguma inconsistência com o conteúdo. O título gera um entendimento que o UCAV mudará sua finalidade.

No texto, entretanto, o que parece é que está se propondo a utilização da aeronave em um novo modo de missão, nesse caso é possível que se esteja acrescentando uma finalidade e não mudando de finalidade.

Davi
Davi
26 dias atrás

Velocidade máxima de 1000km/h não é muito baixa pra um interceptador?
A não ser que seja enviado apenas contra alvos marítimos.

Pedro
Pedro
Reply to  Davi
26 dias atrás

Interceptador de espreita. Antes para ser interceptador vc tinha que ser um guepardo literalmente, hj vc pode ser um tigre e ficar na moita para dar o bote quando a vitima passar perto sem lhe enxergar.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Pedro
25 dias atrás

Ainda mais se o RCS for baixo.

IBIZ
IBIZ
26 dias atrás

Caramba. A gente tem uma falsa noção do tamanho desses DRONES até ver uma aeronave convencional do lado deles! Achava que era bem menor!

Last edited 26 dias atrás by IBIZ
Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  IBIZ
26 dias atrás

2!

Mirade1969
Mirade1969
Reply to  IBIZ
26 dias atrás

É são 20 toneladas o que faz com que ele seja bem grande.

leandro
leandro
26 dias atrás

quanto tempo até que um drone desses, armado com uma arma nuclear, perca o controle e inicie uma guerra sem volta?

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  leandro
26 dias atrás

Ou ser hackeado e se transformar em cavalo de Tróia versão século 21?

Rprosa
Rprosa
Reply to  leandro
26 dias atrás

O mesmo tempo necessário para uma presidente maluco apertar um botão vermelho, mas o uso de armas nucleares sejam táticas ou estratégicas depende de uma sequência ou cadeia de comando com diversos protocolos de segurança, não bastando a vontade individual de alguém e, em tempo, os EUA, assim como a Rússia já perderam em acidentes, diversos armamentos nucleares que nunca foram localizados.

leandro
leandro
Reply to  Rprosa
26 dias atrás

A diferença neste caso é que estamos falando de automação de processos e IA…posso estar vendo muito filme, mas basta um erro no programa para que tenhamos uma tragédia.

Rprosa
Rprosa
Reply to  leandro
25 dias atrás

Ainda não estamos na fase dos Decepticon ou dos Autobots, nem tao pouco perto o suficiente para supor que uma IA possa operar um caça autonomamente como no filme “Ameaça Invisível”. A IA caçadora como vc imagina ainda somente existe em simuladores, quando se fala em IA em caças e aeronaves e como o piloto automatico de seu veículo, ele mantém a velocidade a direção, freia se houver um obstáculo, pode estacionar sozinho, mas isso não quer ainda dizer que vc vai programar o veiculo para ir até Manaus e ele vai ate lá, desviando de veículos, buracos, respeitando sinalização,… Read more »

Pedro
Pedro
Reply to  leandro
26 dias atrás

Ja houve casos de um B-52 cair com armas atomicas e nao começar guerra alguma. Ademais, vc armar com uma ogiva nuclear um veiculo desses é pq esta a um passo de uma guerra e isso nao iria mudar muita coisa.

Rprosa
Rprosa
26 dias atrás

Nada mais normal, posto que desde o início o Hunter destinava-se a combates aéreos e supressão de defesas, seja em companhia (ala) dos Fellow seja sozinho, assim o fato do Hunter ser usado como precursor de uma linha de defesa não demonstra uma viragem no projeto, mas sim uma capacitação extra permitndo que ele opere de bases avançadas e face o alerta antecipado russo que cobre praticamaente todo o territorio europeu, o Hunter pode servir de primeira lança, evitando que os agressores cheguem a seus alvos, apenas como exemplo baseado em Kalingrado o Hunter pode patrulhar e defender a região… Read more »

Andre
Andre
26 dias atrás

Um interceptador de longo alcance com uma velocidade máxima de 1.000 Km/h. Vai interceptar o que? Aviões comerciais? O poderoso Super Tucano? Helicópteros?

Ou houve um problema com a tradução, ou a fonte da TASS tinha tomado umas vodkas a mais.

Apesar disso, mais uma vez vemos que aqueles que criticavam a tecnologia stealth erraram muito, mas muito feio ao afirmar que isso era apenas uma despesa desnecessária e que a China e a Russia já tinham tornado essa tecnologia obsoleta ao desenvolverem sensores capazes de detectar essas aeronaves, não é Toninho?

Wagner
Wagner
Reply to  Andre
25 dias atrás

Então Andre, pense nessa possibilidade: a coisa começa a esquentar entre a Russia e a OTAN. Os serviços de informaçao da Russia verificam que as forças aéreas da aliança estão a ponto de lançar tudo o que têm ao ar, carregados de presentes para o Ivan. Preparar todos os avioes e coloca-los para voar nao é como nos filmes, leva algumas horas. Nesse interim, lembrando que a Europa é menor que o Brasil, com duas horas de voo partindo de bases avançadas russas, esses drones estariam profundamente dentro do territorio europeu, cortando todas possiveis rotas de ataque ou até mesmo… Read more »

Andre
Andre
Reply to  Wagner
24 dias atrás

Então esse drone deve ter uma capacidade de permanecer no ar de muitas horas, porque, voando a uma velocidade máxima tão menor que os aviões que ele deve interceptar, ele praticamente tem que estar no lugar certo na hora certa, ou a Rússia deverá construir centenas deles, e ultimamente a Rússia tem sofrido para construir dezenas de seus novos equipamentos militares.

Leandro Assis
Leandro Assis
Reply to  Andre
25 dias atrás

Qual o problema? Já foi abordado em outro comentário que a velocidade não tudo, a exemplo disso temos o próprio B2 Spirit. Antigamente um avião interceptador tinha que ter grandes velocidades e altitudes para escapar das baterias anti aéreas, hoje em dia isso não é mais suficiente, será identificado e abatido do mesmo jeito. Um avião furtivo pode voar mais lento, travar e atacar um alvo antes de ser detectado. Lembrando que a maioria dos jatos voam em velocidades menores pra economizar combustível e aceleram a grandes velocidades apenas se for necessário e envolvidos em um conflito, isso quer dizer… Read more »

Leandro Assis
Leandro Assis
Reply to  Andre
25 dias atrás

E outra, a tecnologia stealth está longe de ser obsoleta, mesmo que Russos ou chineses adquirirem meios capazes de rastrear pois até que todos os países tenham essa capacidade, vai demorar muito. Então vale a pena desenvolver meios stealths pois seu inimigo talvez ainda não possa rastreá-lo. Da mesma forma, vale a pena desenvolver radares e meios defensivos já que seus inimigos têm ou estão desenvolvendo aviões stealths

Andre
Andre
Reply to  Leandro Assis
24 dias atrás

Imagina esse drone tentando interceptar um b2, com os dois na mesma velocidade. Ou o drone estava no lugar esperando o b2 passar ou simplesmente não chega.

Sobre seu segundo comentário, leia de novo o meu, com calma. Acho que vc leu de maneira afobada e se confundiu.

Sergio Machado
Sergio Machado
26 dias atrás

Texto fez confusão. O Okhotnik nasceu como um plotador de alvos avançado pro SU 57. Era altamente presumível que engajaria alvos aéreos, assim como terrestres. Alguém sabe se o projeto contempla ele equipado com radar e qual?

Antoniokings
Antoniokings
26 dias atrás

E poderão ser utilizados, em exame, para atacar navios, principalmente porta-aviões.
Acredito ser um desenvolvimento natural.

Leandro Assis
Leandro Assis
Reply to  Antoniokings
25 dias atrás

Ele não é feito pra operar em enxames, visto que seu tamanho é grande e preço provavelmente alto. Essa tarefa pode ficar para o outro drone, o Grom.

André Luís
André Luís
26 dias atrás

Isso pode significar o fim do sucessor do MiG-31?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  André Luís
25 dias atrás

Se a Russian Aircraft Corporation MiG não se reinventar corre o risco de fechar.

Lucianno
Lucianno
26 dias atrás

Russos, chineses e americanos se armando e os eurobambis dormindo em berço esplendido.

CRSOV
CRSOV
26 dias atrás

Acredito que a RCS desse drone seja compatível com a do B – 2 Spirit, haja visto esses dois equipamentos terem a mesma configuração em asa !! Se isso se confirmar será uma imensa vantagem para o Hunter pois o mesmo poderá se aproximar furtivamente de outras aeronaves sem ser detectado precocemente e com isso ganhar uma ótima vantagem com relação ao seu oponente !! O fato de poder receber via data link informações de outras aeronaves, de estações em terra e também de satélites faz com que o Hunter não precise usar radar próprio para detectar seus alvos !!… Read more »

Rafael Cordeiro
Rafael Cordeiro
Reply to  CRSOV
25 dias atrás

Acredito que pelo menos atualmente o RCS seja bem maior que o do B-2, principalmente pela adoção de um motor com tubeira em perfil normal (redondo), parece até o mesmo motor utilizado no SU-57, não sei se alguém aqui tem a informação do motor utilizado nesse drone. No mais, é possível notar essa enorme diferença olhando a imagem da maquete e do drone que está em teste, sendo que os perfis da saída de gases do motor são completamente diferentes.

Leandro Assis
Leandro Assis
Reply to  Rafael Cordeiro
25 dias atrás

Pode ser sim que ele tenha uma RCS comparada ao B-2, se considerarmos que a versão final será igual a maquete e se os Russos adotarem materiais absorventes como os americanos e chineses fazem.

cerberosph
cerberosph
26 dias atrás

kkk eu comentei no post sobre o Drone Grom que o S-70 Okhotnik ia ter seu próprio drone para comandar, aguardem….

Nilton L Junior
Nilton L Junior
25 dias atrás

Estou esperando o comentário do especialista em maquetes.

Sérgio Luís
Sérgio Luís
25 dias atrás

O gás da gaspron para a Alemanha tá rendendo muito ein!!
Interceptador ñ tripulados de longo alcance!?!?!
Os russos tem grana pra investir.

Last edited 25 dias atrás by Sérgio Luís
Leonardo Costa da Fonte
Leonardo Costa da Fonte
25 dias atrás

Alguém pode me explicar como um piloto de Su57 vai conseguir pilotar seu avião e ainda controlar um drone? Parece uma interpretação equivocada do texto original…

Luiz Trindade
Luiz Trindade
24 dias atrás

O fato é que titio Putin esta informando que terá um vetor avançado de interceptação e ataque em sua Força Aérea. Funciona?!? Ae isso é outro detalhe…

Italo Souza
Italo Souza
23 dias atrás

Isso já era previsto, devido ao alto número de bombardeiros que voam na Europa, a função de interceptador é adequada.