Home Abate Irã admite ter derrubado avião ucraniano com 176 pessoas

Irã admite ter derrubado avião ucraniano com 176 pessoas

5656
220

Segundo o jornal New York Times, o governo iraniano alegou que o Boeing 737 foi abatido por engano logo após decolar do aeroporto de Teerã

O Irã admitiu na madrugada deste sábado (11) ter derrubado por engano um avião ucraniano na última quarta-feira. A aeronave levava 176 pessoas de sete nacionalidades que não sobreviveram. A informação é do jornal New York Times 

Segundo o governo iraniano, o ataque ‘não foi intencional’ e teria sido causado por ‘erro humano’. A aeronave teria se aproximado de uma base da Guarda Revolucionária Iraniana.

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, em sua conta no Twitter comentou a recente revelação. ‘Um erro humano provocado pela ação aventureira dos Estados Unidos levou ao desastre. Lamentamos profundamente. Desculpas e condolências ao nosso povo, às famílias de todas as vítimas e outrtas nações afetadas’, disse.

O voo saiu do aeroporto de Teerã e tinha como destino Kiev, capital da Ucrânia. A aeronave deixou de transmitir sinal minutos depois da decolagem e caiu. O acidente ocorreu pouco depois que o Irã disparou mísseis em duas bases dos Estados Unidos no Iraque.

O avião tinha 176 passageiros, sendo 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suíços, 7 afegãos e 3 alemães, além de 9 membros da tripulação. Todos morreram.

Pressão internacional

O ministro das Relações Exteriores do Canadá, François-Philippe Champagne, anunciou nesta sexta-feira (10) a criação de um grupo internacional de trabalho para pressionar o governo do Irã a fazer uma investigação completa sobre a queda do Boeing 737-800 da Ukrainian Airlines.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse que indícios apresentados pelo serviço de inteligência de seu país mostravam que a aeronave teria sido abatida por um míssil terra-ar da defesa antiaérea iraniana.

O governo do presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira (10) novas sanções contra o Irã depois do ataque a duas bases militares norte-americanas no Iraque na última terça.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disseram que as sanções vão atingir oficiais sêniores do Irã, empresas de aço, ferro e cobre.

Presidente do Irã diz que queda de Boeing 737 foi ‘erro imperdoável’

Pelo Twitter, Hassan Rouhani também usou a palavra “desastroso” para se referir ao acidente que deixou 176 mortos na última quarta-feira

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, classificou, neste sábado (11), como “imperdoável” e “desastroso” o erro humano que derrubou o avião ucraniano com 176 pessoas a bordo na última quarta-feira (8).

Pelo Twitter, Rouhani afirmou que “investigação interna das Forças Armadas concluiu que lamentavelmente os mísseis disparados devido a erro humano causaram o terrível acidente do avião ucraniano e a morte de 176 pessoas inocentes”.

O presidente iraniano também disse que “as investigações continuam a identificar e processar essa grande tragédia e erro imperdoável”.

Em outra publicação, ele declarou que o Irã “lamenta profundamente por esse erro desastroso” e enviou condolências às famílias das vítimas.

Guardiões da Revolução confundiram avião com míssil

Operador tentou falar com comandantes e conseguir aprovação antes de disparar, mas sistema de comunicação falhou e tomou decisão ‘precipitada’

Os Guardiões da Revolução Islâmica do Irã (IRGC) assumiram neste sábado (11) a responsabilidade pela queda de um avião ucraniano com 176 pessoas a bordo em Teerã e explicaram que o operador do sistema de defesa confundiu o dispositivo com “um míssil de cruzeiro”.

O comandante da Força Aeroespacial da IRGC, Amir Ali Hayizadeh, disse que o operador, antes de disparar, tentou entrar em contato com seus comandantes para obter aprovação, mas o sistema de comunicação deu erro e tomou uma decisão “ruim e precipitada”.

“Todo o sistema defensivo estava no mais alto nível de alerta e foi anunciado através do sistema integrado que mísseis de cruzeiro haviam sido lançados contra o país. Naquela ocasião, o sistema estava diante, a uma distância de 19 quilômetros, de um alvo que se distinguia como um míssil de cruzeiro”, afirmou.

Hayizadeh também reconheceu que havia dez segundos para decidir e que a Organização da Aviação Civil não foi informada de que cancelaria voos comerciais em Teerã.

“O erro foi nosso. Aceitamos todas as responsabilidades por este ato”, reconheceu Hayizadeh, que isentou a Organização da Aviação Civil e o governo, justificando que essas instituições negavam a hipótese de responsabilidade pela queda, pois não possuíam as informações corretas.

O comandante esclareceu que eles não queriam ocultar o erro, mas que era necessário rever o que aconteceu antes de fornecer as informações oficiais.

Especulação da queda

As especulações as causas da queda da aeronave começaram no mesmo dia do incidente e assumiram um tom oficial quando o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, disse na quinta-feira que seu governo tinha informações de que o Boeing 737 foi atingido por “um míssil terra-ar iraniano”.

Finalmente, nas primeiras horas deste sábado, as Forças Armadas iranianas explicaram que a queda foi involuntária e por causa de “erro humano”, pois o avião estava localizado próximo a um centro militar dos Guardiões da Revolução com uma altitude e posição de voo de um alvo inimigo”.

Pouco antes da queda do avião ucraniano, o Irã havia realizado um ataque com mísseis contra uma base aérea no Iraque que abriga tropas americanas, em vingança pelo assassinato, dias antes, do general Qasem Soleimani em um bombardeio dos EUA.

A aeronave caiu ao sul de Teerã logo após decolar do Aeroporto Internacional Imam Khomeini com destino a Kiev, com 167 passageiros, incluindo 82 iranianos e 63 canadenses, embora estes últimos tivessem na sua maioria dupla nacionalidade, e nove tripulantes ucranianos.

FONTES: R7 (com informações do New York Times e EFE) e Twitter Hassan Rouhani e Javad Zarif

Subscribe
Notify of
guest
220 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Formiga
Formiga
10 meses atrás

Minha teoria… Vão fazer uma limpeza na guarda revolucionaria. Que começou com o Soleimani, tirando pessoas do regime que querem continuar com o status quo. Em regimes fechados, o processo judiciário é rápido e nem sempre justo, mas pode swr usado para tirar pessoas não desejadas.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Formiga
10 meses atrás

Ledo engano.
O novo comandante da Guarda Revolucionária parece ser mais radical que o anterior.
Pelo menos as declarações dele são bem mais agressivas e conta com o apoio explícito de Khamenei.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Kings, me diz uma coisa, vc acha legal essa radicalização que leva a morte de milhares de pessoas inocentes ou não

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Fabio Jeffer
10 meses atrás

Claro que não acho ‘legal’.
O que eu (e grande parte dos países) quero é que os EUA saiam de lá nem a necessidade de disparar um tiro.
Saiam em paz e voltem para as suas casas.

André Luís
André Luís
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Portanto, os fins justificam os meios… certo? Vc só não grita Lula Livre pq ele já está solto (e sem a menor relevância social, diga-se… teria mais valor se estivesse preso…rs!)

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  André Luís
10 meses atrás

Vc não entendeu nada, e não deveria ter entrado na conversa com argumentos pueris.

Kemen
Kemen
Reply to  André Luís
10 meses atrás

O que tem o Lula ou o Alckmin ou a Dilma a ver com esse conflito? Eles nem tem mais mandato, o Bolsonaro sim. Cada coisa que se lê.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Humm….e daí vc quer que entrem os russos e chineses….para fazer o mesmo que os EUA fazem….qual a diferença? É que russos e chineses são teus queridinhos e os norte-americanos teus arquiinimigos…..

Daniel
Daniel
Reply to  Flanker
10 meses atrás

Flanker,
E por acaso foram os russos que derrubaram Mossadegh e patrocinaram as ditaduras e movimentos wahhabistas depois? São os russos e chineses quem bancaram grupos radicais que se tornaram Al Qaeda ou fortaleceram alguns como talibã?

Os EUA difundiram ideais pelo mundo até se tornarem o império pós-guerra no século XX. Dali pra frente, só fizeram merda através do mundo buscando manter seus padrões de consumo.

Russos e chineses não são santos (ninguém é) mas estão longe de tensionar o mundo como os EUA.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Fabio Jeffer
10 meses atrás

Nenhum radicalismo é bom. Depois do fim da Segunda Guerra, uma análise dos nazistas chegou à seguinte conclusão: duas coisas facilitam o genocído, a falta de empatia (você é errado e um mal a ser destruido porque não tem jeito) e a autorização de alguém considerado superior, (mata, é errado e criminoso mas eu garanto).
A gente vê isso com islâmicos, comunistas, esquerdistas, (tem diferença para quem não sabe), direitista e ate cristãos em relação a outras religiões e ate dentro do próprio cristianiamo (cristãos ortodoxos, católicos e protestantes).

Daniel
Daniel
Reply to  Fabio Jeffer
10 meses atrás

Não se esqueça de quem derrubou Mossadegh…

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Esse lamentável desastre me faz lembrar do abate do Iran Air 655, com 290 passageiros pelo USS Vincennes em 1988.

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Iran_Air_Flight_655

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

João.
Neste episódio do USS Vincennes houve pagamentos às vitimas que estavam no avião abatido ?

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Antonio Palhares
10 meses atrás

Pagamentos de indenizações, quis dizer.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Antonio Palhares
10 meses atrás

Sim ouveram indenizações depois de uma longa ação judicial, e estou seguro que nesse caso também vão haver, mas nos dois casos a dor dos familiares continuará. Resta saber se o governo iraniano pedirá desculpas oficialmente, pois no caso dos Estados Unidos o presidente George H W Bush na época declarou famosamente que “Eu nunca me desculparei pelos Estados Unidos. Danem-se os fatos.”

Leonel matos
Leonel matos
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Não haverá até onde sei no único caso que houve foi esse mesmo pork foram os EUA a Rússia Israel e outros países já abateram no caso da Rússia mais que um e nunca pagaram um centavo

Hélio
Hélio
Reply to  Antonio Palhares
10 meses atrás

Só depois de muita briga, nem isso os americanos queriam.
Houve pagamento, mas até hoje o governo americano se recusam a se desculpar pelo caso.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Nunão… relaxa… os caras querem reescrever a história. Nem perca tempo.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Ricardo Bigliazzi
10 meses atrás

Nunao, e Ricardo, ninguém está a reescrever história, a América de facto nunca pediu desculpas, não presidenciais pelo menos. Conforme a matéria pelo Nunao partilhada, houve carta, mas não era do presidente americano, este sempre disse que nunca o faria (pedir desculpas).

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Obrigado por desmestificar a minha confusão, se bem que, considerando que o Bush pai acabou por ser presidente, bem que podemos dizer que o povo mesmo estava se pouco cag@nd0 para o avião iraniano, mas isso já é outra história.

Gostava mais quando não se fazia diplomacia pelo Twitter…

leonidas
leonidas
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Os dois envolvem aeronaves civis sendo vitimadas por misseis. Porem o contexto é absolutamente diferente né?
O avião de forma ABSOLUTAMENTE IRRESPONSÁVEL foi autorizado a decolar e derrubado por eles mesmos!!!!!!!!!!
Ou seja era algo TOTALMENTE EVITÁVEL, é desconcertante, muita burrice, amadorismo e irresponsabilidade juntas…

Natan
Natan
Reply to  leonidas
10 meses atrás

O problema é que, talvez, o controle de tráfego que autoriza o voo e a respectiva torre do aeroporto não têm comunicação com as forças revolucionárias que lançaram o míssil. Ou então essa comunicação foi muito demorada e ineficiente.

leonidas
leonidas
Reply to  Natan
10 meses atrás

Pois, como eu disse: – muita burrice, amadorismo e irresponsabilidade juntas…

MMerlin
MMerlin
Reply to  Natan
10 meses atrás

Não pensar no plano de contingência para a falta de integração entre o o Tor e o sistema de controle aéreo, seria de uma responsabilidade absurda e gestão de processo amadora.

Hélio
Hélio
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Cujo o comandante nunca foi criminalmente responsabilizando, diga-se.
Que fique o exemplo do Irã para os EUA, que sempre passaram a mão na cabeça dos que matam inocentes, seja acidentalmente, seja intencionalmente.

leonidas
leonidas
Reply to  Hélio
10 meses atrás

Que exemplo? tentar negar até que fosse impossível continuar não admitir o obvio? kkkkkk

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  leonidas
10 meses atrás

Eles não negaram, omitiram, e faz sentido, é necessária preparação para de facto chegar e dizer, “fomos nós, foi sem querer”. E fizeram no.

Kemen
Kemen
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Outro êrro inconcebivel, não souberam identificar entre um avião civil e um avião militar, ai se nota o real despreparo de alguns militares, e a tecnologia norte americana é de ponta. Ai vão vir comentarios justificando que pediram no canal internacional para o avião se identificar. É muita besteira meu.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Kemen
10 meses atrás

Objectos podem ser erroneamente identificados em qualquer radar, seja mais ou menos moderno. Acontece mais frequentemente do que pensa, mas em contextos diferentes, diferenças essas que explicam porque não vemos aviões a serem abatidos mais regularmente (nem todas as zonas são “quentes” e por isso representativas de perigo para a aviação).

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

“declarações agressivas”… é melhor tomar cuidado… pode virar ALVO.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Parem de negativar o kings por reflexo, nem tudo o que ele diz é “bullshit”, sejam imparciais.
Quanto ao abate do avião, vou ser sincero, sou daqueles que não acreditava, não me fazia sentido, não tanto pelo menos, porque tive em conta que das fases mais críticas de um voo são descolagens e aterragens, e o avião estava no ar a pouco tempo. É sempre de uma fatalidade lamentável…

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  Formiga
10 meses atrás

Vou dizer o que “eu” acho que ocorreu… O Irã primeiramente naquela noite em que resolveu colocar em marcha sua “fatídica vingança” já sabia que não poderia haver “vítimas” norte-americanas em seu ataque… Prova disso, é que a saraivada de 22 mísseis balísticos disparados, apenas alguns causaram algum dano material. O Irã inclusive avisou autoridades iraquianas sobre o eminente ataque (e, obviamente por tabela os amis, embora nem precisasse…). Os iranianos não queriam e não podiam correr o risco de fazer vítimas fatais no lado americano. Sofreriam um esmagador contra-golpe que poderia colocar em risco a própria sobrevivência do regime… Read more »

Madmax
Madmax
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

Viajou

Jorene
Jorene
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

Regime totalmente irresponsável, como permitia inúmeros vôos civis em plena cena de batalha ?

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  Jorene
10 meses atrás

Jorene…

Porque fazia parte do plano para que ocorresse o abate… Ninguém em sã consciência autorizaria vôos civis em pleno estado de alerta geral de combate!

Grato

Jorene
Jorene
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

PRAEFECTUS, é uma possibilidade num regime louco. Um avião civil atingido por um F35 seria tudo de bom para o Irã aiatolístico.

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

Concordo , só isso explica, hora , era de esperar uma chuva de misseis de cruzeiro sobre o Irã e talvez forte trafego militar , quem não imaginou isso? e pensando na empresa aérea Ucraniana e tripulação fica o dilema , permanece em solo ou vasa do Irã o mais rápido dissipável?

Poggio
Poggio
Reply to  Rene Dos Reis
10 meses atrás

Acredito que um eventual ataque aéreo norte-americano seria antecedido de ações de guerra eletrônica fortíssimas. E sendo assim nenhum radar de varredura aérea conseguiria enxergar alguma coisa nos céus. Muito ingênuo imaginar que um eventual avião atacante apareceria na tela de radar brilhando feito o sol do meio dia como o 737 apareceu.

Jorene
Jorene
Reply to  Poggio
10 meses atrás

Poggio, certamente os operadores(e seus comandantes) do Tor pouco sabem da guerra eletrônica promovida pelos EUA na guerra do Golfo, então não saberiam como proceder.

Kemen
Kemen
Reply to  Jorene
10 meses atrás

Nesse caso a irresponsabilidade de proibir seus vôos em territorio iraniano é do governo ucraniano que devia avisar a empresa do perigo, assim como fizeram outros governos com varias empresas.

Kemen
Kemen
Reply to  Jorene
10 meses atrás

E claro que oi Iran não iria por mais medidas restritivas com mais um impacto econômico na sua economia, é só raciocinar de forma lógica, alegar que o Iran devia restringir vôos no seu espaço aéreo é totalmente descabido, o aviso de região não aconselhavel para vôos deve partir dos outros governos avisando suas empresas, afinal não tem guerra declarada, não tem invasão prevista pelos aliados como no Iraque, não tem vulcão ativo na região como na Islandia, em caso de guerra sim que o Iran teria por obrigação proibir vôos civis sobre seu territorio.

A C
A C
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

Sao muitas as perguntas a serem respondidas: Por que o voo 752 pode decolar? Com todo o sistema de defesa anti-aerea ativada, como um aviao poderia estar voando naquele momento? Com todos os riscos conhecidos, quem decidiu pela partida? Ai, corroborando com a teoria do colega, uma duzia de outros voos comerciais partiram na mesma manha (dentre eles Lufthansa, Qatar Airways, Turkish Airlines). Todos partiram com sucesso e o da Ukranian Airlines foi abatido. Alem disso, de acordo com autoridades ucranianas este voo tambem estava sobre o pre-destinado corredor de voo “seguro”. No mais, diversas autoridades emitiram advisories (NOTAM) proibindo… Read more »

Renato Carvalho
Renato Carvalho
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

Hummm…. acho que só incompetência mesmo.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

Praefectus, eu ainda aposto na conhecida característica que a maioria dos países islâmicos têm em comum: incompetência advinda de péssimos soldados. São mal treinados, usam muito mal os equipamentos de que dispõem, e não raro sequer acreditam na causa que defendem. Isso independentemente do “lado”: A guerra Irã-Iraque foi um show de incompetência de ambos, sauditas não conseguem defender suas refinarias, exercito iraquiano urinou nas calças diante do ISIS. Vivem levando coça de Israel sempre que fazem alguma graça. O grande talento dos militares destes países: oprimir seu próprio povo.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  PRAEFECTUS
10 meses atrás

What a pile of bullshit

gordo
gordo
Reply to  Formiga
10 meses atrás

Radicais se retroalimentam de radicais, e a morte do general apenas favoreceu os mais radicais Iranianos (longe de achar que o General fosse moderado). A morte do General deu suporte ao discurso de meias verdades sobre o Ocidente, tirando de cena no curto prazo e até médio o discurso mais moderado de reconciliação. A uns anos atrás o Irã ensaiou uma primavera Árabe, que foi reprimida mas ainda assim dava suporte para um discurso de abertura e era questão de tempo para uma nova onda de manifestações. Será justamente o contrario do que o Sr diz, é no judiciário Iraniano… Read more »

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  gordo
10 meses atrás

A diferença entre os radicais é a cor que vestem, seja falando de política, seja falando de esportes, seja falando de religião, os radicais agem de forma semelhante no uso da violência para defender o seu radicalismo!

Daniel
Daniel
Reply to  gordo
10 meses atrás

Gordo, “discurso de meias verdade”… Que meios gajo? Os EUA se situam do outro lado do mundo, não fazem sequer fronteiras com algum país do Oriente Médio, não tem uma minoria étnica encravada na região tampouco tem interesses juridicamente defensáveis ali. Derrubaram Mossadegh, democraticamente eleito e não-fanático, junto aos ingleses apenas por dinheiro. Depois, patrocinaram a ditadura no Irã. Se meteram em todas as guerras na região. Treinaram, deram armas e dinheiro pra grupos ultra fanáticos como os wahhabistas. Que meias verdades são essas se os fatos acima são amplamente reconhecidos, vários deles por fontes oficiais? Meia verdade é achar… Read more »

André Luís
André Luís
Reply to  Formiga
10 meses atrás

Concordo! Confessaram o erro para poder justificar uma caça às bruxas dentro da Guarda Revolucionária… provavelmente há um informante lá dentro que dedurou a posição do terrorista Soleimani…

alexandre cardoso
alexandre cardoso
Reply to  André Luís
10 meses atrás

André Luis, desde quando um governo como iraniano precisa de desculpas para promover uma caças às bruxas para localizar e eliminar o informante que dedurou a posição do Soleimani? Aliás, o cara era uma celebridade lá, os passos dele eram colocados nas mídias ( até onde já li ), TALVEZ, TALVEZ nem tenha sido necessário um informante para os americanos saberem o trajeto do cara e o horário de saída dele.

Daniel
Daniel
Reply to  André Luís
10 meses atrás

Especulação sem fundamento algum na realidade.. Puro achismo…

André Luís
André Luís
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Por isso que isto aqui se chama fórum de debates… exposição de ideias e achismos com fundamentos ou não…

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  André Luís
10 meses atrás

A posição do soleimani era conhecida por todos os envolvidos, iranianos e, iraquianos, por isso também informando americanos, e, daí se questionar também, em parte, a legitimidade do ataque.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Peter nine nine
10 meses atrás

Ei, a posição de soleimani era mesmo conhecida, era inclusive sabido por todas as partes que “o outro” estava informado. Não houve nenhum processo complexo de inteligência em prol de obter uma localização, foi bem menos legítimo que isso… Raios partam a síndrome de negativações… Até quando digo “é de uma fatalidade lamentável (o abate)”, me conseguem negativar…. Enfim, não me importo, mas preocupa me.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Formiga
10 meses atrás

Errado sua teoria, os EUA 🇺🇸 estão vibrando neste momento, os líderes do Irã cometeram um erro fatal ao de início negar o fato, passaram por mentirosos e no Islamismo isso é inaceitável!!

O regime atual já era !!!

Os protestos já começaram!

Os EUA ganharam, Trump reeleito!

André Luís
André Luís
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Têm os links das manifestações?

Ricardo Barbosa
Ricardo Barbosa
Reply to  André Luís
10 meses atrás

As manifestações já estão bem difundidas, acessa o twitter do Babak Taghvahee q tem fotos de monte.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  André Luís
10 meses atrás

No twitter tem alguns vídeos das manifestações, e pelo que li no twitter o embaixador britânico no Irã foi detido em frente à Universidade AmirKabir, um dos locais dos protestos, filmando esses protestos, ele foi acusado de esta orquestrando os movimentos, e segundo as informações ele já foi liberado após prestar esclarecimentos!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Formiga
10 meses atrás

Deve ter muita gente feliz no Irã com a morte do que poderíamos apelidar de “potencial Chaves Iraniano”

Apesar do desastre do Boeing o clima em alguns palacios deve ser de alivio.

Obs.: Sendo a “virgem do cabaré”… o Soleimani havia passado pela alfandega no Iraque depois de desembarcar de seu avião…

Rui Chapéu
Rui Chapéu
10 meses atrás

A única coisa que me surpreende é o Irã ter admitido.

USS Iowa
USS Iowa
Reply to  Rui Chapéu
10 meses atrás

Não tinha mais como esconder.

nonato
nonato
Reply to  USS Iowa
10 meses atrás

Como assim?
Havia provas cabais?
Como é dentro do Irã e o acesso é restrito…
Até falaram de permitir autoridades de outros países, Boeing, etc.
Mas poderiam também não ter permitido.

USS Iowa
USS Iowa
Reply to  nonato
10 meses atrás

Têm vídeos circulando na internet do exato momento em que o avião é atingido pelo míssil iraniano.

carcara_br
carcara_br
Reply to  USS Iowa
10 meses atrás

como você sabe que não foi uma explosão terrorista? Que o vídeo é autêntico?
como já disseram a mentira sempre é possível, admitam vocês não esperavam esse tipo de atitude por parte do governo iraniano, prejudica bastante a narrativa dos radicais loucos…

leonidas
leonidas
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Bela tentativa carcara… kkkkkkkkkkkkkk

Jorene
Jorene
Reply to  leonidas
10 meses atrás

Nem radicais nem loucos, só dementes que querem umas bombinhas atômicas para destruir Israel, Arábia Saudita, Vaticano, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Emirados Árabes, sunitas, cristãos, judeus, etc, etc.

Daniel
Daniel
Reply to  Jorene
10 meses atrás

Jorene, sem brincadeira, você, dentre os tresloucados daqui, se supera. Iranianos não são dementes. São a continuidade de uma civilização infinitamente mais rica que a nossa, com uma história sensacional. Por muito tempo eram os persas os tolerantes, enquanto na Europa a cultura judaico-cristã queimava os “hereges”. O país era e em parte ainda é muito desenvolvido em que pesem as condições regionais e detém relevância que não tivemos em 500 anos mesmo com menor população, menor território, bem menos recursos naturais, num entorno hostil, etc. O problema é governar um país em que os americanos e ingleses fizeram de… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Daniel
Excelente comentario.
Eu sou um dos que mais criticam o regime iraniano e saudita, mas ha de se fazer distinçao entre governos e povos. E vc descreveu bem o povo persa separando-o do governo radical do Iran. O grande problema aqui na Trilogia é a cegueira ideologica de alguns comentaristas que mais parecem crianças birrentas.

Jorene
Jorene
Reply to  MGNVS
10 meses atrás

Outra miguelada! Onde eu falei que é o povo e não o governo que quer suas bombinhas ? rsrsrs

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Beleza Daniel, realmente os persas tem história, e bela. Mas já que você está condoido com o regime dos aiatolás, faz o seguinte: manda um recado para o governo deles pararem de ameaçar de destruição total os outros países que não apoiam seus desatinos. Aí talvez (com muita sorte, é claro) sua miguelada pseudo cultural nem será necessária.

Flanker
Flanker
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Pelo amor de Deus!!!! O comandante da Força Aérea iraniana fez pronunciamento admitindo e o presidente, Rouhani, admitiu em redes sociais……repito, ambos admitiram a derrubada do avião, por engano, pela Até iraniana!!! Parem com isso de duvidar! Os próprios iranianos admitiram! Deixem de passar vergonha tentando duvidar dos próprios iranianos…..

carcara_br
carcara_br
Reply to  Flanker
10 meses atrás

você não foi no ponto do comentário. Não estou duvidando apenas afirmando que se fosse do desejo do governo iraniano eles podiam alegar qualquer coisa e mentir…

marcos rissato
marcos rissato
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Caro Carcara, haveriam investigadores externos e até eu que sou um completo leigo sei que explosão ocorrida de dentro pra fora (terrorista) causa retorçao da fuselagem p fora e explosão de míssil causa retorçao de fora p dentro, simples não.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

vídeo analisada por peritos no mundo todo…. vídeos do local da queda com mísseis terra ar russos aos pedaços…… aí o Irã não teve o que fazer. mas colocaram a culpa nos EUA

Jorene
Jorene
Reply to  nonato
10 meses atrás

Ora, Nonato, o cmte da base da Guarda Revolucionária de onde partiu o lançamento do míssil contou que na noite do abate já tinham avisado o governo da fatalidade. rsrsrsrs

Daniel
Daniel
Reply to  USS Iowa
10 meses atrás

1º – Sempre há como esconder.
2º – Quem bom que assumiram tão logo tiveram certeza do erro.
3º – Uma pena que seja apenas nota de rodapé (quando muito).

alexandre cardoso
alexandre cardoso
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Não importa que seja somente uma nota de roda pé, quando muito. Poderiam muito bem terem negado o abate, mesmo havendo provas desse fato. Houve constatação do abate acidental que não é nenhuma novidade, como já foi comentado aqui mesmo no Poder Aéreo, inclusive com histórico de outros abates acidentais cometidos por outros países, inclusive pelos EUA. E por final admitiram o erro feito. Se as famílias serão indenizadas pelo governo iraniano, não se sabe, mas o simples fato em si de terem admitido o acidente, por si só já foi bom ou muito bom.

leonidas
leonidas
Reply to  alexandre cardoso
10 meses atrás

Negativo, admitiram pois não teriam como evitar uma analise dos canadenses ou ucranianos, a opção era impedir ou cercear o acesso deles o que daria na mesma. Então na falta de poder manter a farsa optaram por admitir na esperança de passar por honestos junto a alguns tolos. Sobre os outros abates, em comum apenas isso o abate, porém no caso Iraniano o agravante é simplesmente o fato que ELES autorizaram a decolagem!!!! O governo mentiroso e irresponsável que não teve o minimo bom senso de impedir voo comercial em espaço aereo “negado” Não há nada parecido com isso. E… Read more »

Daniel
Daniel
Reply to  leonidas
10 meses atrás

Toda.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Já vi que como sempre, aqui no blog as coisas são assim;
Abate de avião comercial com perdas civis pelo Irã: Crime planejado lá no inferno, e executado pelos seus ajudantes malvados, que depois fizeram um churrasco pra comemorar.

Abate de avião comercial com perdas civis pelos Estados Unidos: Valente ato em defesa da liberdade, democracia e dos direitos humanos. Os culpados foram os iranianos.

Flanker
Flanker
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Nunão, o João está fazendo exatamente aquilo que ele critica……vai entender…….

Daniel
Daniel
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Me desculpe Nunão mas, salvo exceções (como você), vemos uma fanatismo bizarro, grosseiro mesmo, que envergonha qualquer um. No meio de qualquer debate, surge papo de que fulano é petista, comunista, etc. que visa desqualificar qualquer opinião (e tudo aqui não passa de opinião) como algo ideologicamente distorcido, como se os americanófilos fossem isentões…os imparciais. Vejo comentários como do Jorene que fazem um cidadão com nível médio se sentir um doutor. E, a nós que temos mais que um curso superior desses que se vendem aos montes nas universidades particulares, vergonha absoluta de dividir a nacionalidade com esses indivíduos. Não… Read more »

Daniel
Daniel
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

Obrigado pelo esclarecimento Nunão.

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
10 meses atrás

“nós que temos mais que um curso superior desses que se vendem aos montes nas universidades particulares”… é Daniel, você é o cara… rsrsrs

Andre
Andre
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

João, você poderia nos agraciar com onde você viu uma única pessoa falando que o abate do avião comercial iraniano pelo EUA foi um valente ato de defesa da liberdade?

Já no post do ministro zarif ele afirma que o erro iraniano foi causado pelo EUA.

André Luís
André Luís
Reply to  Andre
10 meses atrás

Nada a ver.

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Comentário infeliz e mediocre…

Munhoz
Munhoz
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

É bem assim mesmo!

O pessoal não separa as coisas, erros podem acontecer, agora o que os líderes mundiais devem fazer é tentar impedir a execução do operador infeliz!

alexandre cardoso
alexandre cardoso
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Desculpe, mas é piada isso, não? … ” líderes mundiais devem fazer é tentar impedir a execução do operador infeliz! ” como se os líderes mundiais estivessem ou fossem se preocupar com o destino de um peão iraniano.

Angelo
Angelo
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Esse perfil é um fake.

Flanker
Flanker
Reply to  Joao Moita Jr
10 meses atrás

Nem uma coisa nem outra…..o que não pode é derrubar e tentar esconder….tem que reconhecer, indenizar e pedir desculpas oficiais. Independente de quem seja.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Rui Chapéu
10 meses atrás

O presidente do Irã mentir, é ele político e até se admite que possa mentir. A bronca foi o Aiatolá Ali Khamenei mentir, pois ele além de líder supremo é um líder religioso e teoricamente só deveria falar a verdade, já que a mentira é um pecado!

Daniel
Daniel
Reply to  Rui Chapéu
10 meses atrás

Melhor jogar sinuca…

Antoniokings
Antoniokings
10 meses atrás

Agora, cabe a reparação às famílias das vítimas.
E, infelizmente, bola pra frente

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

“Bola pra frente”, mas se tivesse sido derrubado pelos malvados americanos seria o fim do mundo.
Latidos de pinscher.

Daniel
Daniel
Reply to  Jagderband#44
10 meses atrás

Cabe reparação às famílias, óbvio.

Bola pra frente… Não é algo que se diz mas é a cruel realidade. Afinal, nenhum não-oriental arredará o pé da região que não lhes diz respeito tampouco os árabes e persas abrirão mão de sua soberania.

Resultado, bola pra frente e mais e mais paisanos mortos…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Por isso que coloquei o ‘infelizmente’.
A vida vai seguir, como em outros fatos similares a este.

Jorene
Jorene
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Toinho Bola Pra Frente. rsrsrsrsrs

edimar
edimar
Reply to  Jagderband#44
10 meses atrás

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Iran_Air_Flight_655
Já o fizeram como o amigo acima havia Citado

Joao Moita Jr.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Jagderband#44
10 meses atrás

Não, amigo. Merda é merda. Seja ela cometida por eles, ou por nós. Aqui cabe um dito; A vitória tem muitos pais, mas a derrota e órfã.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

E as punições aos envolvidos e as desculpas oficiais, não precisam??

MMerlin
MMerlin
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Tente, mas de verdade, se imaginar perdendo a esposa e filhos, neste mesmo acontecido.
O que você faria? Ah, infelizmente, bola pra frente.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  MMerlin
10 meses atrás

Menos, com esse sentimentalismo barato.
Tenho certeza absoluta que vc não ligando para nenhum dos 176 mortos.
Talvez se vc conhecesse algum deles, ficasse chocado, mas tenho certeza que não é o caso.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Entendo. Como ser racional e imparcial que você sempre foi, tentar mostrar para você uma forma de se colocar no lugar das vítimas no intuito de demonstrar que “bola pra frente” não é opção, é “sentimentalismo barato”.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Como se isso mudasse algumas coisa, conhecer ou não as pessoas.

Já tentou se imaginar dentro do avião… como aqueles pobres coitados…

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Podia ter pensado e evitado esse comentário… infelizmente, bola pra frente…

Barbosa TCC
Barbosa TCC
10 meses atrás

Pelo menos reconheceram o erro. Infelizmente o custo humano foi alto.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Barbosa TCC
10 meses atrás

Só reconheceram porque ficou insustentável insistir na mentira com tantas provas, senão negariam até a morte.

Barbosa TCC
Barbosa TCC
Reply to  SmokingSnake 🐍
10 meses atrás

Justamente.

Alexandre
Alexandre
Reply to  SmokingSnake 🐍
10 meses atrás

No caso do golfo os tão transparentes estadunidenses assumiram o abate mas imputaram a culpa aos mortos!!!!!+

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  SmokingSnake 🐍
10 meses atrás

É por aí

alexandre cardoso
alexandre cardoso
Reply to  Barbosa TCC
10 meses atrás

Os erros/ erro cometido pela Boeing, no IMAX também teve um custo humano alto, situações totalmente diferentes, SIM, mas com o mesmo final, vidas humanas perdidas. No Irã por despreparo dos operadores do sistema antiaéreo ou pela tensão da situação, na Boeing, por ganância, …

Marcos R.
Marcos R.
10 meses atrás

Só sei de uma coisa: no fim das contas vai sobrar para o recruta!

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Marcos R.
10 meses atrás

E para os civis inocentes

nonato
nonato
Reply to  Marcos R.
10 meses atrás

Talvez peguem alguém da mais baixa patente, enforquem numa praça, só para o regime posar de bonzinho.
Agora foi uma lambança.
Claro que estavam em alerta máximo.
Mas esse sistema não consegue identificar um avião saindo de Teera?
Acho que devem ter um catálogo com o sinal das aeronaves mais comuns.
Poderiam ter acertado o avião da cúpula do governo.
De repente tivessem disparado alguns mísseis balísticos contra a sede do governo ou as usinas nucleares…
Bem que Israel poderia infiltrar um pessoal nesses centros de lançamento de mísseis…

carcara_br
carcara_br
Reply to  nonato
10 meses atrás

Não estou familiarizado com a cultura iraniana, mas enforcar um militar por este tipo de erro não é uma coisa sabia a se fazer porque quando precisar que se dispare de verdade, a resposta pode ser a inação diante do perigo da punição.

nonato
nonato
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Inação muito bem vinda…

carcara_br
carcara_br
Reply to  nonato
10 meses atrás

Não tenho predileção nem medo de bicho papão. Uma vida iraniana não vale menos que uma americana, então é melhor que a dissuasão funcione, principalmente dos meios defensivos.

Alexandre
Alexandre
Reply to  nonato
10 meses atrás

No caso do golfo a identificação não fez diferença!!!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Marcos R.
10 meses atrás

No caso Vincennes nem para o recruta sobrou.
Achou que o sujeito foi até condecorado.

Jorene
Jorene
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

No tempo do Iraque de Sadam era um fuzilamento sumário. No Irã será (ou já foi) um enforcamento .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jorene
10 meses atrás

Para vc ver.
Nos EUA, se vc comete latrocínio e matar uma pessoa, vc pode pode ser condenado à morte.
Agora de derrubar um avião com centenas de passageiros é condecorado.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

Ah tonho….
Bola pra frente!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jagderband#44
10 meses atrás

Que atrás vem gente.
Digo, Rússia, China e Irã.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
10 meses atrás

opa… reescrevendo a historia… vai pesquisar primeiro.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Marcos R.
10 meses atrás

Esta esquecendo dos 178 tripulantes e das outras centenas e centenas de parentes e amigos, além do sentimento de indignação de grande parte do planeta.

carcara_br
carcara_br
10 meses atrás

Foi um erro trágico, mas uma atitude nobre em reconhecer a responsabilidade. O pior foi não terem suspendidos voos civis se o estado de alerta era tão elevado.
A reportagem não deixa claro se havia interferência ativa na região, alguma aeronave de guerra eletrônica sobrevoava os países limítrofes após os ataques?

leonidas
leonidas
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Seria atitude nobre se tivessem feito isso nas primeiras horas, mas como sempre mentiram e mentiram e só admitiram ao perceber que os canadenses e ucranianos iriam querer ter acesso livre. Então era simplesmente impossível manter a farsa, só isso. Não há nada de nobre no ato iraniano, apenas de gente covarde incapaz de assumir um erro tão absurdo. Como pode um governo atacar alvos no Iraque, acionar a defesa antiaérea e autorizar decolagens e voos comerciais em um espaço aéreo no status de “negado”? Tem que ser muito mané para achar que uma nação dessa tenha alguma nobreza nesta… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  leonidas
10 meses atrás

“canadenses e ucranianos iriam querer ter acesso livre.”
Eles diziam não, iam pegar a força ? Os russos não admitiram o abate até hoje.
Nas primeiras horas nem os americanos admitem e olha que eles são os guardiões da moral e da ética, mas que de vez em quando explodem uns aviões civis, casamentos, fotógrafos e embaixadas.
Leonidas, veja os posts nas notícias anteriores tinha gente insinuando que o abate foi proposital.
E sim foi bastante correto do governo iraniano admitir o erro, coisa que muitos não fariam e não fazem.

Jorene
Jorene
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Aiatolá é muito nobre, principalmente quando quer destruir Israel e os Estados Unidos. rsrsrsrsrs

carcara_br
carcara_br
Reply to  Jorene
10 meses atrás

Se você está dizendo né, eu não e nem acho que seja um objetivo deles….

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Antes dessa “atitude nobre” eles retiraram o máximo de partes posível, terraplanaram o local, negaram acesso a investigadores e se negam ainda a liberar as caixas de coleta de dados. É muita nobreza…

carcara_br
carcara_br
Reply to  paddy mayne
10 meses atrás

pois é fizeram isso tudo e ainda assim admitiram o erro, quando era muito mais conveniente escondê-lo. Agora o Sr sabe que uma investigação ampla e aberta vai ser muito difícil porque esmiuçaria a rede de defesa e comunicação do Irã e país nenhum faz isso, quando digo nenhum é nenhum mesmo, ainda mais na situação em que eles se encontram. Sinceramente desde o acordo nuclear com o Obama o governo iraniano sentiu o gostinho do alívio das sanções que duram décadas e deram inúmeros sinais que estão numa posição muito mais moderada. Infelizmente o que poderia ser uma oportunidade… Read more »

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  carcara_br
10 meses atrás

Prezado Carcará, discordo de você. Eles admitiram porque a coisa estava escarrada. Era video pra tudo quanto é lado. E quanto ao acordo, o que Obama fez não foi interpretado pelos iranianos como um gesto de nobreza, mas de fraqueza. O Irã não mudou em nada o discurso de ódio, e continua falando em destruir Israel. Por isso e outros motivos a obcessão com armas nucleares. Eles viram o que aconteceu na Coreia do Norte. Depois que conseguem a bomba, ganham alguma vantagem nas negociações.

carcara_br
carcara_br
Reply to  paddy mayne
10 meses atrás

Paddy não é questão de discordar, concordar, achar ou não achar. Não existe mecanismo que obrigue eles admitirem que foram os responsáveis, mas eu desisto, pra quem não quer entender não adiantar tentar explicar.
Ao menos você concorda que provavelmente as ameaças são retóricas e que no final eles querem negociar.

sub urbano
sub urbano
10 meses atrás

Erros acontecem.

Doug Schuindt
Doug Schuindt
Reply to  sub urbano
10 meses atrás

Realmente, é muito fácil confundir um 737-800 com um Tomahawk.

alexandre cardoso
alexandre cardoso
Reply to  Doug Schuindt
10 meses atrás

Erros acontecem.

Daniel
Daniel
Reply to  alexandre cardoso
10 meses atrás

Erros acontecem, fato. Porém, o conflito na região não é resultado de erro. Foi jogada mal pensada (ou não pensada) pelos governos do EUA e Inglaterra que, visando encampar interesses econômicos (que sempre tiveram relação direta com o poder político nesses países), derrubaram diversos líderes políticos não-teocratas como Mossadegh por um lado e patrocinaram os mais radicais grupos surtados como os wahhabistas que, hoje, ainda detém apoio direto de países “aliados” como Arábia Saudita. Já vi mais de uma embarcação militar acertar alguma coisa que qualquer um aqui diria que foi absurdo. Já vi aeronaves acertarem umas as outras cara… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  sub urbano
10 meses atrás

Não houve erro algum..

Estes SAM´s russos são ótimos para abater aviões comerciais.

Doug Schuindt
Doug Schuindt
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
10 meses atrás

Sim. Alvos grandes, sem sistemas defensivos, sem ECM. São ótimos pra mostrar a eficiência dos sistemas russos.

ednardo curisco
ednardo curisco
10 meses atrás

foi um erro tão horroroso que estava o mesmo que esconder um camelo atrás de um bule.

ainda tinha gente aqui jurando que era o grande satã eua, que já está sendo acusado de interromper as comunicações do Irã.

foi um erro horroroso não apenas pelas mortes, mas militarmente. mostra que o Irã está muito abaixo do esperado militarmente.

Jorene
Jorene
Reply to  ednardo curisco
10 meses atrás

Esses russófilos deviam pedir desculpas de terem escrito tantas bobagens. Quando apareceu aquela filmagem do avião caindo em chamas já se desintegrando no ar, de uma altitude de 2500 metros, com as comunicações e transponder inutilizados, sem pedido de socorro,
e depois as fotos da fuselagem e asas perfuradas de fora para dentro, queriam o quê ? A mentira tem perna curta, russófilos !

Jack 20498
Reply to  Jorene
10 meses atrás

O pior é que nem a Rússia está ligando muito, parece que estavam incomodados com o aumento da influência Iraniana, Assad também gostou, no final foi bom para todo mundo, só falta os russófilos verem isso, que nem o País que eles amam, está apoiando o Irã e na verdade até achou bom o ocorrido.

ednardo curisco
ednardo curisco
Reply to  Jack 20498
10 meses atrás

naquela confusão toda nenhum dos grandes jogadores, EUA, China ou Rússia, querem algum aliado local forte demais.

E repetem a estratégia usada desde as grandes navegações: chega numa região, fomentam as disputas locais e na base do dividir, conquistam.

Jorene
Jorene
Reply to  Jorene
10 meses atrás

Mas “bola pra frente”, né ? rsrsrsrs

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  ednardo curisco
10 meses atrás

Perfeito, Ednardo. Muito fracos, mais que se podia imaginar. Agora a pouco o governo iraniano de manifestou sobre não proibir o tráfego aéreo civil. Achavam que isso iria dificultar uma ação americana. Ou seja, usaram civis como escudo e ficaram torcendo para algum americano abater um avião civil por engano. Quanta ironia.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
10 meses atrás

O presidente iraniano pode falar o que quiser, mas a Guarda Revolucionária responde ao Líder Supremo o Aiatolá Ali Khamenei , vão punir os responsáveis mas mesmo admitindo o erro, estão dizendo que o erro é imperdoável e prometendo mudanças para evitar novos erros mas eles ainda colocam a culpa pelo ocorrido nos EUA! Mas quem apertou o botão de disparo não foi um americano! Agora segundo eles a equipe que atirou teve 10 segundos para decidir se atirava ou não e devido ao bloqueio de comunicações não pode pedir autorização, imagino uma equipe estressada na dúvida, e a pressão… Read more »

Daniel
Daniel
Reply to  Fabio Araujo
10 meses atrás

Irmão, seja numa ditadura seja numa democracia (que tantos odeiam sabe-se lá porque), o erro por ação ou omissão é punível. Fala-se muito mal dos servidores públicos no Brasil mas o cidadão médio ignora que a lei que rege os servidores públicos no Brasil indica punição por ação e omissão, por dolo ou culpa. Ou seja, independente da pressão, da falta de recursos, da total assimetria entre a formação e a função, das chefias despreparadas, todas (hoje e ontem) escolhidas por razões políticas, no fim, o servidor (civil ou militar) pode e, eventualmente, é punido. Alguém pode dizer que lá… Read more »

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Sim mas a punição por erro de omissão numa democracia não é tão pesada quanto numa ditadura, numa democracia o julgamento é mais justo e se houver algum atenuante é levado em consideração coisa que dificilmente ocorrerá numa ditadura!

Daniel
Daniel
Reply to  Fabio Araujo
10 meses atrás

Fabio,
Você já viu um processo desses?

É óbvio que, não havendo Estado de Direito, as coisas tendem a ser piores, o que não guarda relação direta com regime jurídico.

Porém, em ambos os casos, sobra pro peão. Inclusive no tabuleiro.

Em tempo, o Irã era um país não tão fanático até os EUA e Inglaterra derrubarem Mossadegh. Apenas após muita lambança da dupla é que o país dos persas ficou assim, tão parecido com a Arábia Saudita, se bem que um pouco menos radical.

USS Iowa
USS Iowa
10 meses atrás

Imaginem o estado de tensao e paranóia que o regime iraniano deve estar nesse exato momento. Pro Trumpera ter conseguido liquidar o “general das sombras” (SIC) alguem de dentro do regime deve ter x-novado bonito.

Bem, no final das contas temos que o Irao perdeu a rainha enquanto os EUA não perderam sequer um peão.

Daniel
Daniel
Reply to  USS Iowa
10 meses atrás

USS Iowa,

Se você cita peças de xadrez, sabe que se estamos na abertura, há muiiito jogo pela frente e, sinceramente, não me parece que general fosse isso tudo. No máximo, um bispo.

Daniel
Daniel
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Porrada de deslike de gente que não sabe sequer jogar ping pong…rs

Daniel
Daniel
10 meses atrás

Realmente muito, muito triste o ocorrido.

Não são as primeiras tampouco serão as últimas vítimas dos conflitos causados por lideranças políticas, empresários e militares ao redor do globo e através de nossa história.

As Forças Armadas deveriam servir ao povo em busca da paz num mundo governado pelas princípios do Direito Internacional.

Quem um dia nossos descendentes possam, de alguma forma, nos chamar de primitivos e garantir a paz global que, mesmo após duas guerras mundiais e armas nucleares, não conseguimos alcançar.

beto
beto
10 meses atrás

De uma coisa eu sei, Trump foi Genial.

Alexandre
Alexandre
Reply to  beto
10 meses atrás

Trump genial????!!!!! Não é por acaso que a irracionalidade esta tão em moda!!!!!

Aéreo
Aéreo
Reply to  Alexandre
10 meses atrás

Porque ele teria sido irracional? Você conhece todas as variáveis de decisão para dizer isto? O que a imprensa faz com ele (e sempre fez com todos) é dar a sua versão dos fatos. E faz parte do jogo de comunicação chamar Trump de irracional, exatamente para que todos repliquem este argumento sem analisa-lo em profundidade. Vamos analisar (racionalmente) em termos de resultados até agora. Perdas do Irã O segundo homem mais importante do Irã morto. Homem que comandava interesses militares do Irã no Iraque, Síria e Iêmen. Mais de 40 pessoas mortas pisoteadas no sepultamento do general. Quase 180… Read more »

Alexandre
Alexandre
Reply to  Aéreo
10 meses atrás

Quem esta mais perto de deixar o iraque?

Aéreo
Aéreo
10 meses atrás

A ideia não é bancar o engenheiro de obras prontas, mas refletir sobre algumas coisas. No caso do MH 17 abatido no leste da Ucrânia ou no deste avião, uma simples consulta ao Flightradar poderia ter identificado o alvo. Não estou dizendo que o operador de uma bateria de SAM deve ter um notebook e ficar confirmando em quem atirar ou não. O ponto central da questão é que a quantidade de informações disponíveis sobre trafego civil cresceu muito na ultima década e os sistemas de defesa área não parecem estar minimamente interconectados com esta outra fonte de dados, nem… Read more »

Daniel
Daniel
Reply to  Aéreo
10 meses atrás

Aéreo,
Concordo em boa parte. O problema em comparar Irã e Brasil é o fato de estarmos conectados a todo o comércio global enquanto o Irã foi segregado nos últimos anos. Enquanto podemos adquirir sistemas bem como absorver conhecimento de todo o mundo (até 2018), os iranianos progressivamente foram isolados.
Há culpa deles em razão do regime teocrático porém sabemos que esse é o menor dos problemas, como a Arábia Saudita bem comprova.

Aéreo
Aéreo
Reply to  Daniel
10 meses atrás

Oi Daniel

Não estou comparando o Irã com o Brasil de forma direta. Acho que a questão é que qualquer pais que for realizar uma atividade de defesa aérea, qualquer que seja sua realidade politica ou economica, precisa considerar seriamente a integração de informações entre trafego aéreo civil e militar. A aviação civil aumentou e continua aumentando o número de voos nas últimas décadas e infelizmente o ceu não é “tão grande” hoje como era em décadas passadas.

Daniel
Daniel
Reply to  Aéreo
10 meses atrás

Verdade Aéreo.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Aéreo
10 meses atrás

Eu estava pensando os militares iranianos estavam em silêncio de rádio por questão de segurança, mas será que não poderiam ou deveriam estar monitorando as transmissões de rádios dos aeroportos e das aeronaves civis? Se eles estivessem monitorando essas transmissões estariam cientes deste avião, e para monitorar essas transmissões não precisariam de notebooks, mas de rádios sintonizados nas frequências usadas nessas transmissões!

Daniel
Daniel
Reply to  Fabio Araujo
10 meses atrás

Fabio, É bastante provável que o cidadão (ou o grupo/fração – sei lá como eles chamam isso naquelas terras) não tivesse essa função. Salvo engano, há informações de que houve falha na comunicação. Penso que seria algo como num submarino um pouco maior que os nossos: o cidadão ficou aguardando identificação do sonar, depois autorização… Com tão pouco tempo, mandou bala antes que o estrago pudesse ser maior. A prudência do militar não é com possíveis vidas civis estrangeiras nesse caso. Ainda mais porque sequer distinguiram entre um míssil e um avião de passageiros. Se houve uma assinatura clara de… Read more »

Gustavo
Gustavo
10 meses atrás

A moral das forças armadass iranianas devem estar em baixa.
“Vingaram” a morte do Soleimani, mas sem causar baixas para os EUA com medo de retaliação. Durante o ataque, os iranianos deviam estar tão tensos com a possibilidade de revide americano que cometeram a burrada de abater a primeira coisa que apareceu no radar.

nonato
nonato
Reply to  Gustavo
10 meses atrás

Sem falar nas 52 mortes durante o funeral.

nonato
nonato
Reply to  nonato
10 meses atrás

Vários outros aviões fizeram o mesmo trajeto e nada aconteceu.
Por que atiraram nesse?
Outra questão é que havia muitos aviões militares americanos circulando pela fronteira, o que indicava possibilidade de contra-ataque.
Mas por que esse avião em particular?
Não seguiu a mesma rota dos outros?
Os operadores não perceberam que vôos comerciais estavam passando por cima de Teerã?
O transponder estava ligado?
Isso não é avaliado pelo radar?

Daniel
Daniel
Reply to  nonato
10 meses atrás

Nonato,
Boas perguntas. Alguém aqui tem as respostas? Seria interessante buscar em algum meio razoável e trazer pra trilogia.

jrsal
jrsal
10 meses atrás

Pois é, Al-Ghadir, a poderosa Força de Mísseis do Irã segundos as palavras desse próprio Blog. Pra derrubar avião civil vimos que realmente é poderosa

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  jrsal
10 meses atrás

A defesa dessas que confundi boeing 737 com Tomahawk deve ser bem eficiente mesmo. Deve ser um perigo para força de ocupação e de defesa.

Agnelo
Agnelo
10 meses atrás

Anos atrás, os EUA abateram um avião civil iraniano, quando um cruzador, após dias de tensão contra a marinha iraniana, “confundiu” aquela aeronave com um caça. O Cmt do navio foi punido e as famílias iranianas indenizadas. Agora, durante um ataque iraniano, eles mesmos, esperando um contra-ataque americano, derrubaram um avião civil iraniano (q não deveria estar voando pelo estado de alerta ali), e: 1) já inocentaram o Cmt, dizendo q as Com falharam…. (Para um sistema de defesa AAe as Com são rádio pra falhar???) 2) irão punir a “ponta da linha”, q não tinha recursos pra decidir 3)… Read more »

Jorene
Jorene
Reply to  Agnelo
10 meses atrás

O Irã caiu na realidade.

leonidas
leonidas
10 meses atrás

Correram para negar o que era obvio (eles também negavam estar burlando o acordo nuclear lembram? ) Mas como os fatos tornavam impossível manter a farsa, do jeito mais irresponsável possível eles tem a coragem de atribuir a culpa aos EUA. Parece piada, os caras fazem um ataque deliberado, acionam o sistema de defesa aérea e de modo absolutamente IRRESPONSÁVEL autorizam a continuação de decolagens comerciais envolvendo civis… Como poderia dar certo aviões comerciais ser autorizados POR ELES logo depois que ELES atacaram alvos no Iraque e LIGARAM AS DEFESAS ANTIAÉREAS? E a culpa é dos outros? Gente desonesta não… Read more »

Madmax
Madmax
10 meses atrás

Ué, mas não era cientificamente impossível?
Expliquem essa ateus.

Rodrigo
Rodrigo
10 meses atrás

Mais uma vergonha desse regime autoritário, ditatorial e terrorista. Pena das vítimas e das famílias que talvez não recebam nada desse governo tirano.

Fabio
Fabio
10 meses atrás

Alguém vai perder o emprego e a cabeça juntos.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Fabio
10 meses atrás

Eles vão pegar um inimigo qualquer do regime, meter uma farda e enforcar…

Andre
Andre
10 meses atrás

E os sistemas aa soviéticos continuam mostrando que são ótimos para abater aeronaves amigas.

Coutinho
Coutinho
Reply to  Andre
10 meses atrás

Se o sistema fosse americano, francês, turco ou alienigena, o erro teria acontecido do mesmo jeito. Neste caso, a culpa foi de quem lançou.

Madmax
Madmax
Reply to  Coutinho
10 meses atrás

Será? Fico me perguntando se os sistemas ocidentais não são capazes de diferenciar um Tomahawk de um Boeing?

Coutinho
Coutinho
Reply to  Madmax
10 meses atrás

Tambem acho que a essa altura e dado o avanço tecnologico atual, os sistemas de radar já deveriam ter essa capacidade.

Andre
Andre
Reply to  Coutinho
10 meses atrás

Pois é Coutinho, mas nos últimos anos os sistemas soviéticos se mostraram mais eficientes nessa tarefa. Foi assim na Ucrânia, na Síria e agora no Irã.

Nos últimos 40 anos, houve apenas um caso de avião “não inimigo” abatido por um sistema AA não soviético.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
10 meses atrás

Simples…

estavam com cag… da reação americana e atiraram no primeiro avião que apareceu.

Estas são as super forças armadas do Irã que irá varrer os EUA e Israel do mapa.

Tiago
Tiago
10 meses atrás

Engano? Imagine o Irã nuclear ☢️!!!!!!

Augusto L
Augusto L
10 meses atrás

Geralmente mísseis de cruzeiro fazem manobras pop-up antes de acertar seus alvos.
Devem ter confundido o avião com um míssil fazendo essa manobra

Daniel
Daniel
Reply to  Augusto L
10 meses atrás

Augusto,
Seria melhor explicar em detalhes essa possibilidade.

Há quem ache os sistemas iranianos piores que os nossos… então talvez valha a pena.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Augusto L
10 meses atrás

Nunca vi um míssil de cruzeiro desse tamanho

Fernando OP
Fernando OP
10 meses atrás

Tivessem assumido desde o começo ficaria menos ridículo. Volto a dizer: países como Irã, Iraque e Arábia Saudita são despreparados pra operar qualquer equipamento. Como têm petrodolares compram de tudo, mas não têm treinamento, não tem doutrina, etc. Compram, ou em poucos casos produzem, e pronto. Aí é sírio derrubando avião da própria Rússia que lhe vendeu a bateria, saudita levando ataque de drone de fundo de quintal e Iranianos matando mais de uma centena de inocentes. Prova disso é que Israel voa onde quer, bombardeia, onde quer, e ao “resto” do oriente médio só cabe espernear e ficar lançando… Read more »

Jorene
Jorene
Reply to  Fernando OP
10 meses atrás

Bem isso, Fernando OP. Lembrando que o exército iraquiano de Sadam não conseguia operar muitos de seus equipamentos sofisticados, mas mesmo assim os compravam. Isto é recorrente nesses exércitos porque em grande parte o nível educacional de seus comandados é baixíssimo.

Nemo
Nemo
10 meses atrás

Acredito que o Irã admitiu pelo medo de ter seu espaço aéreo transformado em uma zona de exclusão aérea para a aviação civil ocidental.

O que certamente isolaria ainda mais o pais.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
10 meses atrás

Estão tendo protestos no Irã pedido a renúncia do Aiatolá Ali Khamenei por conta do governo ter mentido negando que o avião tenha sido abatido!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
10 meses atrás

Duas infelicidades do Irã nesses ultimos dias… melhor… 3 infelicidades:

1) derrubada do Avião
2) vergonha de demorar tanto tempo para assumir o óbvio
3) essa nota ridícula

Obs.: Teriam alguns outros aviões sobrevoados outras bases Iranianas (ou essa mesmo) com mais sucesso???

Antunes 1980
Antunes 1980
10 meses atrás

O Irã cometeu um ato premeditado contra uma aeronave ucraniana, país este não alinhado com Rússia, China e Irã.

Não consigo acreditar em um erro, mas sim em uma demonstração macabra de força.
Admitir o erro, foi a maneira fácil de negar um crime pensado.
Admitir a culpa neste formato não acarreta uma reação militar dos Estados Unidos e aliados.
Esses aiatolás são criminosos.

Condolências às famílias.

Jef2019
Jef2019
Reply to  Antunes 1980
10 meses atrás

Amigo a maioria das vitimas foram iranianas….ou seja se sua teoria estiver correta foi uma estrategia burra que resultou em um tiro no pe….havera agora pressao interna contra o regime, alem da externa…

Henrique
Henrique
10 meses atrás

Temos algumas conclusões com este lamentável acontecimento … a primeira é que tudo que é feito por reatividade e sede de vingança dá errado, a segunda é a clara deficiência do sistema de defesa iraniano que não foi capaz de identificar uma aeronave civil (que emite sinal de vôo portanto é rastreável por qualquer torre de controle) designando-a como um “míssil de cruzeiro”?!, a terceira é que Trump conseguiu o que queria… com as falácias do regime e erros táticos básicos, envolvendo agora civis, está ai o convite para mais intervenção político-militar… vai ser um ano interessante.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
10 meses atrás

Esqueceram do caso do 747 da Korea do Sul derrubado pela ex URSS ?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
10 meses atrás

A altitude da anv não justifica o erro grosseiro.

Falha de comunicação dentro da capital ?

Essas FA’s dos ……. São uma …….

Kemen
Kemen
10 meses atrás

Dispõe de baterias e misseis anti aéreos e não sabem identificar um avião civil de um avião militar de ataque. Mataram também seus compatriotas. Tem algo mais para se se acrescentar?

Ricardo Rosa Firmino
Ricardo Rosa Firmino
10 meses atrás

Boa noite a todos.. Tudo muito estranho..vôo comercial da Capital do País…plano de vôo..Tudo aparentemente normal. Em que pese o estado de alerta, muitos vôos partiram aquela noite..não é possível que não tenha comunicação aeroporto x militares…algo muito estranho mesmo.

Maurício.
Maurício.
10 meses atrás

É surpreendente o Irã ter admitido o erro, vindo do lado deles já é uma grande coisa.
Só erraram nesse trecho: “Um erro humano provocado pela ação aventureira dos Estados Unidos levou ao desastre.”
Não adianta tentar colocar a culpa nos americanos, foi um iraniano que apertou o botão de lançamento do míssil, é culpa de todo comando e controle iraniano que não soube diferenciar um Boeing 737 de um Tomahawk, e o mesmo vale para os americanos no vôo 655.

Jef2019
Jef2019
10 meses atrás

Nossa, confundiram um boing 737 com um missil….erro grotesco….coitado dos inocentes que pagaram este alto preço…pode resultar na queda do lider do Irã…ja resultou em protestos contra o lider daquele país

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Jef2019
10 meses atrás

Pois é… Missil em inclinação ascendente, a menos de 500 nós e que estranhamente estava seguindo um corredor aéreo civil…

João Bosco
João Bosco
10 meses atrás

com essa , o Irã se ferrou…… a desconfiança de Trump estava certa.

Rodrigo
Rodrigo
10 meses atrás

Trump 10 x 0 democrata….vai ser a reeleição mais fácil da história dos EUA

Jorene
Jorene
10 meses atrás

Hoje, sábado, começaram novas manifestações contra o xiísmo radical dos aiatolás. Podem saber que a Guarda Revolucionária e a Força Qods vão assassinar mais algumas centenas de estudantes.

XFF
XFF
10 meses atrás

Tem gente chamando os Iranianos de radicais e tal,mas e os radicais e falcões de guerra da casa Branca? São muito mais perigosos e cometem crimes horríveis pelo mundo. Ah… são protegidos por “liberdade e democracia”.

Doug Schuindt
Doug Schuindt
10 meses atrás

Isso mostra que o nível de preparo dos iranianos não é muito diferente dos sauditas e sírios.

Jagderband#44
Jagderband#44
10 meses atrás

Ah…
“Bola pra frente”;
– da lua, tonho; (2020).

Gustavo
Gustavo
10 meses atrás

Erro patético e trágico… pelo menos uma atitude digna de líder em reconhecer. Não ficaram com a baboseira negacionista e arrogante. Que agora indenizem as famílias das vitimas.

Mgtow
Mgtow
10 meses atrás

O Irâ não pode ser culpabilizado por isso. Foi uma fatalidade num momento e circunstacias ultra-especiais. Ja reconheceram o erro e pediram desculpas. Segue o jogo.

Mauro
Mauro
10 meses atrás

A teocracia do Irã está começando a desmoronar. Cadê aquele pessoal que elogiava o “programa de mísseis” do Irã e ao mesmo tempo com o mesmo bla bla bla de sempre… “nós” nunca, “nós” estamos 100 anos atrasados e bla bla bla… viva o Irã;;; bla bla bla… olha pra “nós”…. O problema do Irã é acima de tudo econômico, usam toda a receita do petróleo e gás em armas, e olha que do ponto de vista militar são capengas.. é só olhar pra vizinhança… mísseis e mais mísseis e o povo na pior… sua população dobrou desde 1979 pra… Read more »

Carlos Eduardo Broglio Gasperin
Carlos Eduardo Broglio Gasperin
10 meses atrás

O cara do radarr deveria ter pensado que nunca virou um tomahawk sozinho. Não lembro de ter tido qualquer ataque com somente um míssil.

Jorge Faustino Filho
Jorge Faustino Filho
10 meses atrás

Eu tinha dúvidas sobre a queda do avião. Desfeita, em parte, com o incrível reconhecimento do governo Iraniano.
Mas uma dúvida persiste. Como um sistema de defesa antiaérea não consegue identificar um avião decolando de um aeroporto civil dentro do seu território? O alvo estava em ascensão, partindo do solo iraniano, e mesmo assim foi identificado como uma ameaça?
Erro humano?