Home Conflitos em andamento EUA devem considerar atacar refinarias de petróleo do Irã, diz senador americano

EUA devem considerar atacar refinarias de petróleo do Irã, diz senador americano

4979
234

Investigadores sauditas e norte-americanos determinaram “com uma probabilidade muito alta” que o ataque de fim de semana à indústria petrolífera saudita tenha sido lançado a partir de uma base iraniana no Irã perto da fronteira com o Iraque, segundo uma fonte familiarizada com a investigação.

O ataque envolveu mísseis de cruzeiro voando a baixa altitude, disse a fonte, e sua trajetória foi do norte do complexo de Abqaiq, atingido por mais de uma dúzia de projéteis nas primeiras horas da manhã de sábado. A fonte acrescentou que não há absolutamente nenhuma indicação de que esses mísseis vieram de uma região sul e, especialmente, do Iêmen.

Os mísseis, de acordo com a avaliação atual dos investigadores, voaram sobre o sul do Iraque e através do espaço aéreo do Kuwait antes de atingir seus alvos. A trajetória implicaria que o ponto de lançamento do ataque estava sendo mascarado.

O Kuwait anunciou na segunda-feira que havia iniciado uma investigação sobre relatos de avistamentos de drones ou mísseis pouco antes dos alvos sauditas serem atingidos.

Míssil de cruzeiro iraniano Soumar

Preços do petróleo disparam

Os preços do petróleo dispararam na segunda-feira após o ataque ao coração da produção de petróleo da Arábia Saudita.

Os contratos futuros de petróleo nos EUA saltaram 14,7%, ficando em US$ 62,90 por barril. Foi o maior pico desde janeiro de 2009. Os futuros do petróleo Brent, a referência mundial, registraram alta de 14,6%, a U$69,02 por barril.

Kuwait determina alerta máximo às forças armadas após ataques à indústria de petróleo saudita

O ministro da Defesa do Kuwait pediu na terça-feira que as forças blindadas do país estejam em alerta máximo e “exerçam a máxima cautela e vigilância” após os ataques de fim de semana às instalações petrolíferas da Arábia Saudita, de acordo com a mídia estatal KUNA do Kuwait.

Sabah Khalid Al Sabah, durante uma reunião com comandantes de segurança de alto escalão, pediu às Forças Armadas do Kuwait “que redobrassem seus esforços para defender o país de qualquer perigo possível”.

O ministro da Defesa reiterou a condenação do Kuwait aos ataques à indústria de petróleo saudita.

Ele acrescentou que o Kuwait se posicionará com a Arábia Saudita contra qualquer coisa que “possa afetar sua segurança, estabilidade e segurança de seu povo”.

Senador Lindsey Graham: EUA devem considerar atacar refinarias de petróleo do Irã

O senador Lindsey Graham disse que os EUA devem considerar atacar as refinarias de petróleo iranianas em resposta ao ataque saudita.

Graham, que é o presidente do Judiciário do Senado, disse que também deve haver uma resposta regional ao ataque.

FONTE: CNN

234 COMMENTS

      • E a resposta do Irã será que seira na mesma proporção? Ou após os ataques, iriam ficar calados? Pois creio que se os EUA o fizerem isso, é a vez que entram em guerra.

        • Mas se o Irã fizer os EUA então também não teriam que entrar em guerra ?
          Se portanto o Irã saber que se ele atacar a AS, tanto os americanos quanto os sauditas irão o ataca-lo, ele ira se restringir.
          A lógica serve para os 2 lados.

          • Augusto L,Nao,porque uma guerra contra o iran nao sera uma guerra apenas contra o iran,uma guerra contra o iran envolvera muitos paises da regiao,isso inclui,Arabia saudita,turquia,siria,libano,palestina,catar,bahein,oman,iemen,afeganistao e finalmente israel,alem da russia,o iran causara tantos danos quanto possivel se uma guerra for deflagrada na regiao,eles sabem que os eua sabem disso,eles sabem que trump tem medo desta guerra porque tera impacto em sua reeleiçao em 2022,os iranianos sabem que trump nao quer esta guerra,entao eles tentarao provocar o quanto podem os eua na regiao,porque a saida dos eua do JCPOA e as sançoes estao doendo na economia iraniana,entao eles continuarao a causar problemas aos emericanos e seus aliados esperando que os eua levantem as sançoes ou respondam a estes ataque,causando uma contra-ataque do proprio iran e isso levara a guerra,coisa que donald trump nao quer,eles estao jogando com os eua,eles sabem que podem perder a guerra contra os eua,mais causarao tanta dor e danos que os americanos pensarao 3 vezes antes de reagir a seus ataques,entao o que vale para os eua talvez nao funcione para o Iran.

          • Já penso diferente… Com o apoio de Arabia Saudita, Kwait, Israel, etc… Ai é que os americanos não perderiam a oportunidade.

          • Você não conhece os americanos, se tiverem que sentar o pau não vão pensar duas vezes.Os EUA possuem as maiores reservas estratégicas de petróleo do mundo e o complexo industrial militar ia adorar. Se sentirem que seus interesses na área estiverem seriamente ameaçados vão agir, ainda mais tendo Israel, Arabia Saudita e outros países árabes ao lado contra um inimigo declarado como é o caso do Irã.

          • Odeio ser o corta clima, mas tu sabe que os 644 milhões de barris americanos duram literalmente só um mês do consumo americano né?

          • A produção dos EUA é de 7.5 milhões de barris por dia, com duração aproximada de 30 anos para as reservas atuais.
            Devido ao avanço da tecnologia de extração, é previso um aumento ainda de mais 30% desta quantidade.
            Eles já alcançaram sua auto-suficiência e não dependem mais da produção estrangeira.
            O que impressiona é a adaptatividade do setor privado americano. Apenas o setor ferroviário investirá 5 bilhões de dólares ao ano, nos próximos 20 anos e exclusivamente na criação de novas malhas, para agilizar a distribuição deste petróleo para o mercado interno.

      • Vai ser lindo ver imagens de destroyers e submarinos disparando mísseis contra a ditadura iraniana na noite do Oriente Médio.

        Vai parecer ano novo!

        Inclusive, será um belo lugar para testar os mísseis de cruzeiro dos novos submarinos brasileiros (inclusive o nuclear) na próxima década.

        • Vai ser lindo ver os americanos enfrantando outro atoleiro politico e militar 3 vezes pior que o iraque e afeganistao
          Advinha quem vence?,eua?,iran?…Nao,quem vence e a china kkkkkkk

          • Não sei como a China venceria se o preço do petróleo aumentaria e a China é mais dependente do petróleo de lá do que os EUA é atualmente.

          • @SmokingSnake imagine que esta guerra vai acelerar o declinio do imperio americano,vai aumentar o deficit publico dos eua,no afeganistao/iraque ja gastaraom mais de 5 trilhoes de dolares,imagine no iran um pais 3 vazes maior,provavelmente o custo sera acima de 6 trilhoes e quem paga sao o povo americano
            A china podera comprar petroleo de outros lugares durante a invasao como a russia,venezuela e do proprio eua

            O iran sera um atoleiro muito pior depois da ocupaçao,o novo governo do iran pro eua e os eua começarao e serem atacados por terrorristas da Al Qaeda ( a al qaeda esta torcendo para os eua invadiir o iran),estados slamico e os terrorristas locais,sera guerra de guerrilha que os eua nao podem vencer,pense no afeganistao multiplicado por 3,no final sera pior do que o iraque,hoje os terrorristas nao tem como passar pelas fronteiras entre afeganistao e iraque porque o iran esta bem no meio,agora imagine que depois da invasao americana os terrorristas poderao atravessar entre o paquistao,afeganistao,passando pelo iran ocupado pelos eua,iraque e chegando ate a siria,sera o paraiso dos terrorristas kkkkk
            No final a china ganha a guerra porque os eua ficarao ainda mais endividado,e a china assume as petroliferas do iran como ja tem feito

            No final, a china e a grande beneficiaria desta guerra,sai fortacecida porque vai aumentar seu capital estrategico investindo em tecnologia enquanto os eua estarao pagando o preço da guerra.

          • Grande estrategista, só não lhe ocorreu perguntar aos EUA e seus aliados se eles querem invadir e ocupar o Irã ou simplesmente atacar e destruir as defesas iranianas e seu complexo industrial militar e petrolífero incluindo ai, ora vejam, as instalações nucleares iranianas.

          • O que o Nacionalista diz não é absurdo, não podemos achar que só por que os EUA podem literalmente varrer um pais do mapa isso não traria consequências para eles, sejam morais, sejam econômicas, e os estrategistas deles, que tem muito mais informações que nós entusiastas, devem estar analisando isto, e apesar de achar o Trump um imbecil, tenho que reconhecer que ele não é bilionário a toa, ele não rasga dinheiro, sabe o que é bom ou não é bom para os negócios, e do ponto de vista estritamente econômico, para ele, iniciar um conflito que com certeza escalaria, só causaria prejuízo, pelo menos agora.

          • @Conan o que voce nao imagina e que,caso os eua ataquem o Iran e guerra na certa,voce esta confundindo as coisas,nao importa se os eua vao ocupar o iran ou simplesmente bombardea-lo,o que importa e que isso iniciara a guerra,e isso que voce nao entende
            O iran vai contra atacar,os eua e seus aliados nao vao deixar barato ai ja era,e guerra em toda aquela regiao,a estrategia e saber qual sera a resposta das açoes do eua sobre o iran,e isso que voce nao esta imaginando,se os eua responder militarmente as açoes de sabotagem e ataques iranianos a guerra estara iniciada
            Guerra e politica sao a face da mesma moeda,nao adianta querer separar as duas coisas,uma esta ligada a outra,e porque eu estou falando isso,porque se trump invade ou bombardeia o iran isso trata a guerra,trump so olha para ele,porque a guerra sera prejudicial a sua reeleiçao em 2022,alem de ser prejudicial aos eua como um todo e a propria economia do mundo
            Hoje trump aumentou as sançoes sobre o iran,em vez de fazer um ataque as bases militares de teeran como voce quer,mais ele nao fara isso porque ele tem medo da guerra,de perder a reeleiçao,ele nao quer ver os eua em mais um atoleiro politico e militar,veja que absurdo,os eua esto negociando com os terrorristas do taleban,como se o taleban nao fosse tomar todo o afeganistao depois da retirada parcial dos eua,o Iran sabe dessa porra toda e esta jogando muito bem,usando dissuaçao maxima para ver se os eua caen na armadilha de atacar o Iran,o que concerteza iniciaria a guerra.

        • Vai ser lindo esses mesmos dronezinhos atacando refinarias em terriorio americano, já que foram atacados e são “patriot-proof”. Não há provas ainda que o ataque saiu do Irã.

          • O Presidente atualmente chama-se Donald Trump, portanto outro 11 de Setembro, signficaria o fim do territorio iraniano.

            Um ataque da US Navy ou USAF causaria tantas mortes, e danos na infraestrutura, que o povo iraniano derrubaria seu proprio regime.

          • Sim.
            E o Irã é muito mais poderoso que meia dúzia de radicais islâmicos barbudos.
            Seria um 11/09 de proporções dantescas.

          • Imagina Teran sendo transformada em um gigantesco cemiterio radioativo em poucos minutos.

            Essa briga de cachorro grande.

          • Tadeu,
            Esse pessoal acredita que o Irã é uma potência militar e não há nada que você diga que os demoverá de suas certezas.

          • É impressionante…

            Eles devem ter 10-12 anos n é possível…

            Não viram o que os EUA fez com o Iraque nas duas Guerra do Golfo…

            O que salva o Irã é a mesma coisa que salva a Venezuela..

            Derruba e aí ?

          • Rodrigo Martins Ferreira concordo contigo
            Mais uma cois a se pensar e….O que acontecera depois da guerra?,voce citou iraque e afeganistao,no iraque os eua vencerao o exercito de sadan durante a invasao mais nao venceram a guerra,e porque?,porque quem domina politicamente o iraque e o iran,inclusive com bases militares de seus proxys dentro do iraque,bases pelo qual provavelmente lancaram ataques as refinarias de petroleo dos sauditas,o iraque e um maldito atoleiro politico e militar de terrorristas e sequitarios de varias vertentes do slamismo,voce pode começar contanto com os mais importantes,Al qaeda,estado islamico,e toda sorte de organizaçao terrorristas que eu nem me atrevo a escrever os nomes de tao estranhos que sao,ja no afeganistao,quem domina mais de 60% do territorio e o taliban liado ao paquistao,e la tem dezenas de outras organizaçoes terrorristas inclusive o estado islamico,os eua estao tentando fazer um acordo com terrorristas do taliban,inclusive parece que eles iriam viajar para a capital americana,o que e um verdadeiro absurdo,um conselho que deve ser seguido a risca e,nunca faça acordo com terrorristas,isso so prova o quanto os americanos estao desesperados para sair nem que seja parcialmente do afeganistao,eu acredito que uma guerra no iran sera 3 vezes pior devido ao iran ser 3 vezes maior.

            Existe uma percepçao entre os diplomatas e militares americanos de que,”Todas as guerras que os americanos começam eles perdem,acho que isso e verdadeiro,os fatos provam isso.
            Finalmente percebo que…Começar uma guerra e muito facil,o dificil e sair dela.

          • Rodrigo, Sem contar que Irã e Iraque travaram uma guerra que durou cerca de 8 anos e não houve vencedores, apenas uma leve vantagem de fortalecimento do Iraque.

          • Bosco,

            Exatamente. Acreditam; ou seja, eles vivem no mundo da fantasia.

            Depois reclaman quando os EUA baixam o porrete.

          • Neste ponto não concordo!

            O Irã pode não ser uma grande potência militar, mas é 3 x mais populoso que o Iraque, tem uma grande cadeia de montanhas, com uma uma geografia completamente diferente do Iraque (bem mais favorável a uma guerrilha ), o Iraque tem uma população de 50% xiita 25% sunitas e 25% de curdos sendo que o Sadam era sunita, ou seja 75% da população queria ver ele na cova.

            O Irã tem uma população persa com quase 100% de xiitas, Sadam era um ditador político, o Irã é uma teocracia religiosa onde a maioria está disposta a lutar por sua religião.

            O Irã tem forças armadas mais autônomas, eles conseguiram manter em operação um grande arsenal de origem americana do final dos anos 70 até hoje sofrendo um embargo total, tem sim alguma propaganda enganosa, mas na real eles tem uma produção de armas desde pequeno calibre até mísseis balísticos e mini submarinos, eles tem uma espécie de grande guerrilha xiita preparada para um combate assimétrico.

            Não sei ao certo o resultado final disto mas não vai ser um simples passeio para os EUA!!

          • Munhoz. Pode até ser, mas e o crescimento econômico fica aonde?
            Numa eventual guerra o que você achar que ocorrerá?
            O Irã será devastado, assim como foi o Iraque. É ficção quem pensa ao contrário. Veja que não estou analisando a consequência de um eventual ataque.
            Uma vez devastado, enquanto não mudar seu regime ou, pelo menos, suas intenções, não vai conseguir reerguer sua economia.
            Existe uma diferença muito grande entre patriotismo e orgulho. Some isto a um fanatismo religioso e teremos a formula perfeita para o desastre.

          • @Munhoz muito boa analise,minha visao e que caso os eua fizerem uma invasao e ocupaçao do iran,sera 3 vezes pior que iraque e afeganistao juntos,os eua vao sofrer toda sorte de ataques terrorristas,guerra de guerrilhas alem de um custo gigantesco para seus cidadaos pagarem,milhares de soldados morrerao,e centenas de mlhares de pessoas no iran perderao suas vidas,no final os eua vao sair mais endividados do que ja estao e nao vao ganhar a guerra,assim como afeganistao e iraque.

          • Tadeu Mendes>>>
            Não há espaço para uso de arma nuclear no Oriente Médio. Todos os países são próximos, uma arma nuclear atinge todos. Uma arma nuclear contra Irã por exemplo, atinge Arábia Saudita, Iraque, Afeganistão, Kuait e por aí vai…
            Arma nuclear hoje é mais pra intimidar do que usar.
            Você tem que lembrar que o Irã já possui bomba nuclear suja, que pode ser acoplado num míssil balístico e lançar. O programa nuclear do Irã está numa fase avançada.

          • O pessoal acha que é só apertar o botão e jogar um nuk que ta tudo resolvido, realmente vcs acham guerra é apenas eliminar o inimigo e acabou? Jesus, tem centenas de outros atores na área, centenas de interesses envolvidos, milhares de vidas em jogo, não é vídeo game. Graças a Deus, nos EUA tem gente inteligente tomando conta das armas, por que se fosse pelos comentaristas já estaríamos em guerra e dane-se, por que sou macho.

          • XFF,

            Voce sabe o que e’ uma arma nuclear tatica?

            Outra coisa; se o Iran possuisse a capacidade de colocar uma bomba nuclear suja em um misssil, Israel ja teria eliminado o Iran ha muito tempo.

            Os ayatolas, devem gostar de jogar poker. Sao muito embusteiros.

          • Claro, agora seria diferente, afinal, aquele comunista que estava na presidência na época era um…. não péra! Rsrsrsrs

      • Com certeza, caso seja necessário algo de maior monta será feito com protagonismo de Israel (apos as eleições pois como nos EUA o momento politico não esta bom para acoes mais extremas rs)
        E claro havendo resposta de infantaria o grosso das tropas será compostas por nações na região alinhadas com a Arabia Saudita que deverão ser coordenadas com apoio da inteligência norte americana e também com o arsenal do Tio Sam, Israel deverá atacar também mas muito possivelmente terá muita coisa para fazer nas suas fronteiras imediatas (Hezbollah/Hamaz) para conceber (e acho que os árabes nao iriam querer mesmo rs) participar de algum esforço conjunto…

      • Eu acho que os americanos não irão deixar essa passar….

        Embora fujam da responsabilidade… Foram navios petroleiros próximos de suas fronteiras… Drone americano… E agora essas refinarias, com artefatos de sua fabricação !

      • ‘Se ocorrer ataque, será com mísseis de cruzeiro.’

        Melhor que seja, porque se mandarem aviões e algum for abatido e o piloto capturado, poderá ter um tratamento proporcional à indignidade do ataque.

          • Caro Saldanha
            O ataque às refinarias esta inserido no contexto de uma guerra iniciada e mantida pela Arábia Saudita. Até que se prove o contrario , o que não foi feito até agora, o ataque foi promovido pelos iemenitas! Portanto as refinarias eram um alvo militar legítimo.

          • O critério “Legitimo” naquela região do mundo esta intimamente ligado a lógica que nos diz: Devemos escolher sempre o menor dos males.
            No Iemen há radicais que uma vez derrubando o governo central irão instituir uma nação para servir como coadjuvante a permanente campanha de desestabilização do Oriente Médio movida pelo Irã.
            O regime Al Saud é ruim? Sim, mas comparado ao que poderia ser uma Arabia Saudita nas mãos dos clérigos radicais é um Primor de democracia e estabilidade não só local mas para TODO O MUNDO OCIDENTAL (China inclusa) devido a um fator chamado “ECONOMIA”.
            Ela em constante oscilação coloca em risco o dia a dia de todos nós que vivemos de salario e não de especulação…

          • ‘Ué mas atacar a refinaria da AS foi digno?’

            Sim, pois o assunto é entre Iêmen e Arábia Saudita.
            Os EUA não têm nada a ver com isso.

            Saudações tricolores!

          • O assunto é entre os rebeldes do Iêmen (que você apoia, diferente dos rebeldes da Síria, que você não apoia) e a Arábia Saudita, mas passou a ser assunto dos EUA a hora que o Irã inventou de atacar as refinarias sauditas.

          • Assista um das centenas de vídeos que os houthis colocam na rede atacando e destruindo alvos sauditas.
            Eles sempre gritam: Allah é grande! Morte aos EUA! Morte à Israel’
            Acho que eles não são muito amistosos com qualquer coisa que cheira a Ocidente.
            .

      • Galante,

        Creio que a única certeza, até agora, é de que houve um ataque. Por quem, direta ou indiretamente, tenho lá minhas dúvidas.

        O Irã não pode ser tão ingênuo a ponto de achar que conseguiria lançar um ataque dessa escala de seu território sem, ao menos, um grande risco de ser descoberto.

        Também tenho dificuldades em entender como mísseis de cruzeiro e drones militares (que não são pequenos) cruzaram os céus do Oriente Médio por horas e atingiram o coração do Reino, que está metido em um conflito de médias proporções no Iemêm, sem serem detectados.

        Eu sei, e eu mesmo prego isso, que no tabuleiro geo estratégico são feitas apostas muito complexas, por vezes para anos à frente. Mas não me parece o caso e, assim, vou à pergunta clássica, que explica muita coisa: a quem interessa uma guerra no Oriente Médio, considerando a devastação que um conflito naquelas paragens faria na economia global?

        Tenho considerado tudo isso muito conveniente, parece um enredo de filme muito bem amarrado: petroleiros explodem, é o Irã. Carros bombas explodem, é o Irã. Refinarias são bombardeadas, é o Irã. Mesmo colocando os fatos sob o prisma do fundamentalismo, custa a crer que sejam tão levianos a ponto de partir para um conflito aberto com os EUA ou com seus aliados mais próximos, como AS e Israel.

        No mais, concordo contigo: a primeira resposta norte-americana seria um pesado ataque com mísseis de cruzeiro partido de submarinos, destróieres e talvez bombardeiros. Mas e a resposta? Ficaria o Irã quieto? Temo que estejamos, de fatio, caminhando para um conflito armado com potencial de ser tornar regional ou mesmo mundial.

        • Helio,

          A escatologia iraniana preconiza uma guerra devastadora; ainda que suicida, com o objetivo acelerar a vinda do Mahadi.

          Esses caras nao racionais. O fundamentalismo deles lhes causara uma devastacao generalizada.

          A geopolitica iraniana tem origem teologica. O secularismo nao faz parte da visao de mundo deles.

          • Caro Tadeu
            A geopolítica de origem teológica não é uma prerrogativa iraniana. O Destino Manifesto e o Povo Eleito são exemplos teológicos sustentam certos fundamentalismos nocivos à humanidade!

          • Caro Alexandre,

            Mas a geopolitica teologica iraniana tem como objetivo, desencadear um conflito para dar cumprimento as premissas escatalogicas deles.

            Esses caras exaltam a morte, e ao mesmo tempo que desprezam a vida.

            O fundamentalismo cristao, admoesta sobre o futuro Apocalipse, mas nao busca acelerar o evento, mas os iranianos querem, planejam e pretendem detonar o Apocalipse.

            Ainda nao foi executado, porque eles (iranianos) querem estar seguros deque vao levar Isarael junto com eles para o abismo.

            Se algum dia viessem a possuir armas nucleares (coisa que nem Israel e nem os EUA) toleram, eles atacariam Israel imediatamente.

          • Vc cita fatos para confundir e misturar conceitos.
            Nenhuma das nações em questão apesar de deter arsenal nuclear pregou no contexto pós 2º segunda Guerra ( de forma reiterada e por seu líder de estado) a D-E-S-T-R-U-I-C-A-O de outra Nação democraticamente constituída e legitima.
            Então vamos dar uma “segurada” e procurar fazer analogias minimamente proporcionais…rs

          • Leônidas defina democrática?
            Depois prove que Israel é democrática e a quantos anos seu líder está no poder, e o que ocorreu na última eleição?

          • O líder Israelense esta no poder a 9 ou dez anos pois o sistema deles é parlamentarista e o sistema deles permite reeleição ué.
            Aqui no Brasil somos presidencialistas e sendo reeleito vc fica 8 anos, se alguém propor reeleiçao por + de 1 vez (como o FHC fez) e conseguir passar no congresso o caboclo pode ficar 12 fácil.
            Agora diz pra mim qual é a sua ideia de democracia…rs

          • Caro Tadeu,

            Desculpe-me por não concordar, mas tento, eu disse que apenas tento, não pintar tudo com cores ideológicas ou religiosas.

            O fundamentalismo – qualquer um, diga-se de passagem – é um caminho sem volta para a não racionalidade e para uma pseudo justificativa de absurdos, com a história nos ensina. No entanto, depreciar alguém por tal comportamento é errado. Julgar que o Irã não é capaz, seja lá do que for, porque é fundamentalista, é perder a batalha antes mesmo do primeiro tiro.

            Não tenho dúvidas de que, apesar das bravatas que vez por outra aparecem na web, o Irã se preparou para contestar os EUA. Hoje, devem ser capazes de causar dor, não obstante eu tenha certeza de que serão derrotados porque, para mim, hoje ninguém é capaz de enfrentar os EUA e suas alianças. Mas não se engane com os dirigentes iranianos, não desceram para o “play” apenas para passear, querem brincar.

        • Helio eduardo,o que o Iran fez foi fazer um mapeamento das defesas aereas e radares da arabia saudita,em seguida contornou estas defesas usando drones e misseis ao mesmo tempo,as refinarias nao tem defesas aereas,entao foi facil penetrar para dentro do territorio sudita porque os drones voaram baixo e os misseis de cruzeiro tambem,entao os radares nao conseguem encontrar ,inclusive eles usaram o terrirrotio do kwaite para penetrar na arabia saudita apartir de bases no iraque,evitando passar pelo golfo persico que e bem vigiado
          Ninguem acredita nas alegaçoes americanas e sauditas porque eles estao sem credibilidade,outra coisa,o iran pode causar muitos danos e dor aos paises da regiao por isso os eua e sauditas nao responderam imediatamente a este ataque,isso so prova que uma guerra com o iran sera muito dolorido para todos na regiao,entao eles estao receiosos de revidar esta provocaçao do iran.

          • De acordo com sua análise, mas efetuar um ataque furtivo usando misseis com numero de série pintado, como sugerem algumas fotos, é ter o “inimigo” como um idiota completo.
            Não estou acreditando ou incrementando teorias da conspiração, mas nem sempre o óbvio é a melhor resposta.

      • @Alexandre Galante,sim provavelmente
        O Instituto washington fez uma analise sobre o que os eua e aliados deveria fazer depois deste ataque bem sucedido as instalaçoes petroliferas saudita

        https://www.washingtoninstitute.org/policy-analysis/view/a-credibility-test-for-u.s.-saudi-defense-relations-and-iran-deterrence

        E tambem as consequencias se os sauditas ou eua nao responderem a este ataque
        Eles concluem que e provavel que o Iran aumente a aposta indo ainda mais loge fazendo novos ataques na regiao.

      • Não precisamos fazer isso.
        O Irã tem milhões e milhões de voluntários para isso.
        E Israel e os EUA sabem muito bem desta situação.

          • Conan.
            O Irã evoluiu muito.
            Agora serão ondas e ondas de mísseis balísticos.
            Suspeita-se até que possam ter ogivas nucleares.
            Melhor não pagar para ver.

    • Kings, por favor conta para nós o que você acha sobre a seguinte questão. O agressor da Arabia Saudita merece ser retaliado ou os Árabes devem se ferrar para valer?

      • Essa ‘coalizão’ árabe deve sair do Iêmen.
        É uma guerra civil que seria facilmente vencida pelos Houthis.
        A atuação da A.S e seus aliados é uma clara intervenção em assuntos que não são deles.

    • Outra possibilidade seria o aumento dos preços se dá de tal forma a elevar os preços de todas as commodities e até nos ajudar sair da crise. Saindo da crise e o dinheiro entrado são dois tempos pro preço dos combustíveis voltar a ser subsidiado, mas além de arriscado moralmente é detestável.

      • Mestre Bosco

        Boa noite – me permita uma pergunta: concordo com o seu ponto de vista plenamente – mas, com esta certa indecisão americana/saudita de contra golpear o Irã(ainda mais se considerarmos os ativos militares americanos, e mesmo sauditas) – os mesmos não estão demonstrando fraqueza, dando uma certa razão aos argumentos do Antonio Kings de declínio americano – se não declínio militar – pelo menos declínio da força do povo em apoiar guerras? Ou pelo menos algum receio devido à situação econômica americana?
        Saudações

      • Infelizmente o escoamento da produção brasileira ainda recai sobre as rodovias, assim como a maior parte da mobilidade urbana usando ônibus. Nossos governantes são realmente visionários, não?

  1. Investigação da Arábia Saudita não tem relevância nenhuma. Eles mal conseguem operar um sistema de defesa, imagina uma investigação. Ele vão culpar o Irã por tudo automaticamente.

    • Isso e verdade,eles nao tem credibilidade,varios paises do mundo ja desconfiam das alegacoes americanas imagina da arabia saudita
      Todos lembram do jornalista Jamal Khashoggi assassinado a mando do principe saudita certo?,pois e!,o reino esta sem credibilidade.

  2. aparentemente a arabia saudita não quer atacar…então ela tbm não pode esperar q outros o façam…eles tem q agir militarmente de alguma forma é muito facil ficar parado esperando q os eua ou israel ataquem!

    • @horatio nelsen, o Iran esta dando um recado,entao e melhor os sauditas ficarem parados,concertar os estragos,melhorar suas defesas e nao revidar,caso contrario sera guerra na certa,todos estao vendo claramente que o iran ira revidar com força qualquer ataque ao seu territorio,isso significa guerra de verdade,e ninguem quer uma guerra naquela regiao porque o estrago sera grande,embora o Iran provavelmente perdera a guerra,mais deixara um estrago grande e muita dor,entao todos estao calculando seus passos.

      • concordo plenamente nacionalista…agora cedo ou tarde alguem vai ter q se livrar do irã prefiro q os sunitas q nutrem um odio mortal pelos xiitas o façam.

  3. Algum alvo dos EUA foi atacado? Estes tipos ai bem iguais os Runsfeld da vida é que jogam os EUA nas roubadas. Os filhos deles não vão pegar em armas. Facil mandar os dos outros morrer.
    Ja não basta o odio dos radicais islámicos mundo afora? Quer outro 11/9 agora com um estado por trás?

    • Tirando o ataque a economia mundia você diz?
      Não!
      Se não considerarmos que o fornecimento regular de petróleo é decisivo para a segurança nacional dos EUA (via economia mundia) nenhum alvo que interessa aos Yankees foram atacados, e o “único” prejudicado nisso seriam os sauditas… rs

      • Leônidas, a situação já está normalizando e petróleo tem que venda. Vale a pena comprar uma briga pela AS e tocar fogo no golfo pérsico por se meter em uma quizila entre dois governos assassinos e despóticos? Fazer os xiitas tonarem os EUA o objetivo de mais terrorismo? Eu penso que não. O custo benefício de uma campanha seja de que natureza for não se justifica por conta deste ataque.
        So alguns elementos na casa branca é que gostam de guerra a qualquer custo, quiçá com o lobby bilionário da industria de armas por trás de suas campanhas politicas e apoio financeiro. Os mesmos que na noite de 11/9 já falavam em atacar o Iraque que nada tinha que ver com a situação (Rumsfeld). Resultado a gente vê lá agora e nos milhares de mortos do ISIS criado, aliás, dentro da prisão de Camp Bucca, sem falar nos mortos dentro dos EUA e dos que ainda vão morrer pela horda de fanáticos que as fotos de Abu Ghraib gerara. Dezenas de células hoje operando secretamente na europa e EUA.
        O Oriente médio é como aquela substância que sobra do processo alimentar. Quanto mais mexe mais fede. Melhor politica é ficar longe o quanto der daquele lugar e daquela gente que vai se matar entre eles enquanto o sol nascer no leste.
        Eu apoio integralmente o Trump quando quer partir para uma politica de redução de intervencionismo em tudo o que não diga diretamente respeito aos EUA.

    • Existem senadores dos Estados Unidos. Que humilham os daqui em sandices. Este pessoal simplesmente quer tocar fogo no mundo para aumentar as receitas da indústria de armamentos para as quais eles trabalham. O Irã estava pianinho depois dos tratados assinados. Estes caras encheram o saco e tratado foi rasgado. Os Estados tem condições de moer o Irã. Porém como vão explicar se tiver um porta aviões afundado, indo para no fundo do mar ao receber uma saraivada de mísseis ? A economia do planeta vai virar um caos. Começar uma sandice é fácil, os detalhes são fazer parar.

      • Escrever do celular no trem do metrô é terrível. Quis dizer. Os Estados Unidos tem condições de moer o Irã. Um porta aviões afundado indo parar no fundo do mar.

      • Claro, pensamentos como o seu é que permitiram ao nacional socialismo montar a maquina de extermínio alemã debaixo dos narizes das nações centrais europeias.
        Que em nome de uma suposta paz optaram por adiar o inadiável, o que só piorou o resultado final.
        Não é questão de querer guerra ou achar que pela merda do Bush filho no Iraque e da Otan na Líbia agora todo ato militar deve ser condenado e evitado.
        Estamos falando de uma nação que parece não conhecer limites a sua insanidade e por isso deve ser contida enquanto é possível.
        O preço em vidas e mesmo econômico de fato será alto mas nada parecido ao que ocorrerá caso permitam que o Irã alcance o estágio da Coréia do Norte…

    • Colombelli, pessoalmente concordo com você. Entretanto, você certamente já ouviu aquele lugar-comum: “se não quer brincar, não desça para o play”. Se os EUA desceram para o play ao decidirem agir como polícia do mundo, em interesse próprio e de aliados, quando as coisas esquentam, eles têm que agir como deles se espera, ou a credibilidade vai para o beleléu.

      • Quem desceu pro play fou a AS dando uma de potência e Tomou esse direto de direita , agora ficam ai esperando os americanos resolverem o pepino

        • Vocês implicam com os aliados dos EUA. rssss
          Que coisa mais estranha.
          A OTAN é toda formada por “amiguinhos”. O ex Pacto de Varsóvia idem.
          O Toinho e outro que não lembro quem vive reclamando de quanto os EUA doa para Israel. Vocês vermelhuxos vivem reclamando que na hora H Israel, Arábia Saudita, Japão, Taiwan, Coreia do Sul, etc. vão chamar o seu aliado, EUA, para defendê-los.
          Ora! O que a Rússia faz na Síria? O que a Rússia faz na Venefavela?
          Agora, se o Putin não tiver culhões de ajudar seus “amigos” iranianos na hora que eles levarem chumbo grosso dos EUA e os deixar apanhando sozinho como foi o caso do Iraque e do Afeganistão, aí, não culpem os EUA de agir de forma diferente com seus aliados.

      • Carlos a AS e o Irã é um concurso pau a pau pra ver quem é o mais caco e cínico. Este pessoal ai esta por trás de todo terrorismo do planeta. São farinhas do mesmo saco. Enquanto eles estiveram se matando entre eles é menos gente de bem no ocidente e em Israel que more. Isso ai tem que deixar “abixar” a podrecer. Não vale um pila de investimento ou uma gota de esforço. Quem se meter nisso ai vai acabar como inimigo ou mais inimigo ainda do que vencer. Sempre é bom lembrar aliás que a maioria dos elementos do 11/9 era saudita. São trairas.

    • Colombelli,
      Não concordo. Se os EUA não fizer nada será criticado e será alvo dos terroristas que apoiam a AS e continuará sendo alvo dos terroristas apoiados pelos iranianos, se fizer algo será criticado pelos terroristas islâmicos que apoiam o Irã e continuará sendo alvo dos terroristas apoiados pelos sauditas e pelo Irã.
      Ou seja, ele tem que ver se seus interesses no longo prazo serão afetados mais ou menos no caso de existir um Irã forte e uma AS fraca, e agir conforme essa decisão, independente do filho de quem vai a guerra.

      • Bosco até agora o Irã não criou grandes problemas para os EUA com terrorismo. Um ataque como este não inverteu a balança de poder em favor do Irã. Foi so uma rateação da AS. Atacar lá por este motivo vai so inflamar os xiitas. Ai ao invés do KSM e de seu sobrinho e de uns gatos pingados financiados por iniciativa privada se terá um estado de fanáticos praticando terrorismo organizado contra os EUA. E não vão ser os que vão pra guerra que irão perecer. Se os do 11/9 fizeram o que fizeram imagine-se os recursos de um estado agindo contra. Esta briga ai não vale a pena.
        Tentar resolver por força até agora so legou a baderna do Iraque e o ISIS. Tem formas melhores na questão nuclear e nesta ai da AS x Irã eu se fosse o Trump ia fazer cara de paisagem.

  4. Se o Irã tivesse arma nuclear, os americanos que se acham donos do mundo pensariam dez vezes antes de atacar qualquer um, os estados unido vivem de guerra , esse é o negócio lucrativo pra eles , o mundo seria mais pacífico se os americanos não fosse cheretas e gafanhotos por petróleo , exemplo a reunião entre as duas Coreias sem intermediação dos Estados Unidos ,os americanos não gostaram muito e mandou fazer “exercícios” militares pra esfriar essas reuniões ,e o mais patético é ver esse povo vira-lata que defende interesse dos Estados Unidos e Israel , sendo que nasceu no país das maravilhas deitado em berço esplêndido

      • ‘Antes de o Irã desenvolver as armas nucleares, os EUA derrubam os aiatolás. É fácil para os americanos.’

        Coreia do Norte mandou lembranças.

        • Se não fosse os EUA a Europa hoje estaria falando alemão ou russo, e essa internet que todos usamos foi inventada pelas forças armadas americanas para fins militares. Coreia do Norte é só um país miserável com um ditador com milhões de escravos.

          • Se nao fosse EUA e Israel, nao existiria terrorismo islamico, que foi criado pela Arabia Saudita tao defendida pelos americanos e israelenses.

          • Se os EUA tivessem bombardeado nuclearmente a URSS e a China logo após a SGM e escravizado a todos o mundo seria uma maravilha, sem terrorismos, sem dicotomia, sem comunistas…
            Mas o problema é que o “se” não conta.

          • @Bosco,eu concordo com voce em parte,porque os eua no maximo iriam democratizar a urss e a china,pondo homen pro eua no governo,de modo que nao teriamos resquicios ate hoje desta ideologia nefasta chamada comunismo,se os eua tivessem dominado a russia e a china o mundo de hoje seria bem diferente,o problema foi a democracia,ou seja o humanismo dos eua nao permitiu que o general Douglas MacArthur dominasse a china com armas nucleares,ou seja tiveram medo,e quando o medo domina os politicos sem visao estrategica do futuro acontece o que estamos vendo hoje em dia,a china ha poucas decadas de ultrapassar os eua economicamente e em um futuro mais distante militarmente tambem,ninguem jamais imaginaria isso,Winston Churchill tinha um plano de atacar a russia no meio do ano de 1945,mais nao foram adiante porque os russos estavam em maior numero,duas decisoes tomadas sem carater estrategico garantiu ao mundo quase sua anquilaçao na guerra fria,esta possibilidade de guerra nuclear entre eua,china e russia sempre estara na mesa porque foram tomadas pessimas decisoes politicas em vez de seguir boas decisoes militares,a propria democracia ocidental esta levando os eua a seu declinio,isso demora decadas,seculos e e por isso que muitos nao conseguem enchergar o futuro,falta visao estrategica de como uma decisao atual podera levar ao declinio de uma naçao no futuro,uma das piores decisoes jamais tomadas por um imperio em toda a historia do homem foi os eua transferirem seu parque industrial para a china,enssinaram aos chineses o que eles nao sabiam,hoje os chineses estao usando toda esta gama de apredizado contra o ocidente e os eua,mais agora os eua sera capaz apenas de atenuar os efeitos que estao diminuindo ano apos ano a distancia tecnologica e militar entre eua e china.
            Cedo ou tarde a china vai voltar a ser o que era antes mesmo dos eua existirem,a prancipal potencia economica e militar do mundo,os eua continuarao muito poderosos,as vezes mais ate que a china,mais no geral a china dominara economicamente o mundo.

        • Antônio a questão é que ai a briga é com Israel e ai o buraco é mais embaixo. Israel não tolerará o Irã com armas nucleares. Osirak é quem mandará lembranças.

    • Claudio,Quem nao deixaria o Iran ter Nuks muito mais do que os eua seria Israel,israel jamais permitira que o Iran adquira Nuks
      Outra coisa errada sobre armas nucleares e achar que as Nuks sao muito perigoso e devem ser proibidas,sim devem ser proibidas para paises nao confiaveis como o Iran,mais sao as armas nucleares que garantem a paz no mundo,nao o contrario,sim,as armas nucleares garante que paises como eua e russia que tem os maiores arcenais nao entrem em guerra,porque isso seria suicidio,ninguem ganha uma guerra nuclear,entao de certo modo isso garante a paz
      Sem as armas nucleares de paises como eua e russia,china e eua,china e russia,israel e arabia saudita,india e paquistao,russia e reino unido,eua e coreia do norte ja teriam entrado em guerra a muito tempo e o mundo seria muito pior porque nao existiria a garantia de destruiçao mutua, e este e um pretexto para os paises entrarem em guerra constatimente.

      • E nem sabemos se o Irã já não tem algo preparado.
        O progresso deles na área militar é notável e não me surpreenderia se já não tivessem uma surpresa.

        • @Antoniokings,sim o iran tem muitas opçoes preparadas para esta guerra,e se chama proxys,ataques terrorristas as infra-estruturas de varios paises,missseis de cruzeiro que podem penetrar ate as defesas americanas e incendiar um navio ou porta avioes (dificil mais nao impossivel) todos sabem os danos que o iran pode causar,o que ninguem sabe e o que advira depois da guerra
          mais eu posso imaginar vide afeganistao e iraque
          Embora o iran perdera a guerra tem muitas surpresinhas prepradas.
          Como dizia Mark Twein,a historia nao se repete mais rima,pense nisso.

          • Nacionalista

            E certo que Hezbollah tem centenas de milhares de foguetes e mísseis de todos os tipos preparados para lançar sobre Israel.
            E isso que é um grupo pequeno.
            Imagine o Irã fornecendo homens e material e posicionando nas fronteiras de Israel.
            É essa pressão que estou sempre me referindo

          • Sim Kings,eu entendi seu ponto de vista,bem realista,realmente se a guerra estourar naquelas bandas,sera bem quente com muitos atentados e bombardeios em varios paises,ataques terrorristas diarios inclusive em israel,fronteira da cisjordania,iraque e afeganistao
            Emfim,vai ser um estrago grande.
            Os americanos vao estar enfiados nesta merda ate o pescoço,e quem vai pagar a conta sao os cidadaos americanos.

    • Eu estou achando que os desempregados do PT, resolveram baixar aqui para zoar.

      As coleguinhas do Antoniokings formaram uma quadrilha virtual e decidiram fazer um ataque enxame no blog.

  5. Os EUA não devem atacar, a AS que revide. Agora, se depois da retaliação o Irã quiser escalar o conflito, ae sim o EUA deve entrar em ação.

  6. Se o Iran for atacado com certeza eles fecharão o estreito e dessa vez não vai ser com minas navais mas levas de drones e misseis cruzeiro,será que os americanos e sauditas possuem planos de contingência para esse cenário?. será que os efeitos colaterais na economia global valeriam a pena ?

    • A questão no meu ver é que o Irã já passou dos limites, então tentar apaziguar Teerã seria o mesmo que fazer um novo “Pacto de Munique” onde aquele imbecil do Chamberlain disse ter garantido a paz mundial com a Alemanha.
      Se os caras estão ousados assim agora imagine como serão quando se transformarem em uma Coréia do Norte parte II?
      Já passou do tempo de aceitar um inferno curto agora para não ter que lidar com uma nação absolutamente inconsequente, lembrando que pouco ou muito a Coreia do Norte tem a China do lado com a mão no pescoço, o Irã age por sua conta e risco movido a fé lunática fundamentalista.
      Uma nação que fez algo impensável no mundo pós segunda guerra ou seja, anunciou via seu líder de estado (apoiado pelo conselho dos guardiões da revolução) que tinha como objetivo varrer da face da terra outro estado democraticamente eleito e legitimo!!!
      E pior que isso, reiterou a afirmação.
      Desconheço caso idêntico, favor mencionarem se souberem de algo igual
      realizado no mundo pós 2 º guerra.
      O que esperar de uma nação deste tipo armada com ogivas nucleares e seus respectivos lançadores?
      Não dá…

      • Está a ver, eu por exemplo até vejo as coisas ao contrário, quem passou dos limites foi os Estados Unidos, Trump e os seus fantoches para com o Irão. Este próprio ataque, eu acho ele bem estranho e, sinceramente, conveniente, e não para o Irão/Irã.

      • Com certeza serão mas a que preço?será que o mundo está preparado para aguentar o choque que seria a interdição do estreito de omuz a destruição da infra estrutura petrolífera do iran,a sabotagem e danos que seriam causados aos sauditas que vimos o exemplo do impacto que pode causar.e uma desestabilização total da região.?

  7. Não existe almoço grátis. Agora a surpresa não existirá mais a favor do Irã (agora nem pernilongo voa solto na Arábia Saudita). Só poderão esperar a “Chinelada” que virá e que não demorará muito. Foram muito burros em atacar os árabes. Aproveitem para tirar fotos dos F-14 enquanto ainda estão lá.

  8. Mísseis de segunda linha e alguns drones causaram o aumento de 20% no preço do Petróleo… imagina se o Irã lançasse seus mísseis de 1ª linha como o Fateh 110 e seus melhores drones como o Shahed129. Não creio em uma ação direta por parte dos USA.

    • Sub Urbano, o ataque, ou melhor, a fragilidade da Arábia Saudita (mais essa!) é que causa a variação dos preços, mas não se engane: os bons e velhos lobos de sempre – em todos os lugares do mundo, por que dinheiro não possui ideologia – é que ganham rios de dinheiro na especulação nos mercados, nos futuros e em derivativos. E estou falando de rios de dinheiro na categoria fábula…

      Trabalho no mercado financeiro a mais de 15 anos e sei muito bem como funciona. O duro mesmo é que sou assalariado e não tenho bala na agulha para “brincar” um pouquinho.

      De todos os negócios que o homem inventou, a especulação é, sem dúvida, o mais lucrativo e guerra (ou ameaça dela) é um excelente combustível para especuladores.

    • Nesse caso seriam interceptados, o problema é que os sauditas deram mole em não proteger as refinarias com defesas de ponto para interceptar mísseis de cruzeiro ou drones voando baixo.

      • @SmokingSnake eu concordo,mais eu acho que eles vao concertar este problema nas maiores refinarias,mais ainda sobrarao muitas fabricas,usinas e outros portos e petroquimicas menores que ficarao sem proteçao,e o iran sabe disso,entao em breve poderemos ver mais ataques bem sucedidos dos hutis,quero dizer do iran kkkkkk

  9. Seria colocar fogo na região, os tentáculos do Irã se estendem por toda a região veremos o Hamas, o Hezbollah e vários outros grupos se levantando em apoio ao Irã, e o próprio Irã que reagiria fechando o estreito de Ormuz gerando uma nova crise mundial de petróleo! Mas mais cedo ou mais tarde vamos ver essa região pegar fogo pois, Irã, Israel, Arábia Saudita e agora até a Turquia estão esticando a corda e uma hora a corda vai romper, não sei quem deles vai ser o responsável final por incendiar tudo, mas todos eles vão ter sua parcela de culpa!

    • Fabio,

      Deveriam ter medo de Israel. O perigo de uma guerra total veria por parte da IDF.

      Hamas, Hezbolah e o Iran, seriam profundamente devastados.

      • Em termos de força militar o Irã é pouca coisa menor que Israel, isso sem levar e conta as armas nucleares que Israel tem e o Irã não, mas o Irã tem uma população muito maior o que pode fazer a diferença numa guerra mais longa, mas uma coisa seria certa tanto Israel quanto o Irã iriam sofrer muito por conta do poder militar do outro!

      • É e de onde iria sair a grana para Israel gastar numa guerra total? A terra que emana leite e mel iria emanar dólares? Um dia desses Israel estava pedindo penico ao FMI.

        Imagino a grana que Israel teria que gastar para caçar cada célula dos proxys iranianos. Se os EUA já arriaram por causa de tantos gastos no Afeganistão, imagine Israel que é um toco de amarrar jumento.

  10. O Irã deve estar em alerta máximo desde os ataques e creio que Israel deve estar muito mais afim de atacar do que qualquer outro país depois que mostraram ter aumentado a quantidade de enriquecimento de urãnio. Agora, de graça este ataque não ficará, nem o que fizeram contra as refinarias e nem o que ,por ventura, venham a fazer os EUA .

    • Se voce verificar na web vera que algum pais nao identificado atacou as bases da guarda revolucionaria do iran na fronteira da siria/iraque,houve bombardeios a luz do dia que matou dezenas de soldados e destruiu arsenais de armas do IRCG,quem atacou as bases iranianas nas ultimas 24 horas na siria?,eua,sauditas ou israel?
      Eu sei a resposta,voces sabem a resposta.

  11. Um problema naquela região é que a maioria dos países não se formaram naturalmente, foram criados pelas potências ocidentais, são formados por um agrupamentos de tribos que não se enxergam como um único povo e um único país, muitas destas tribos tem rivalidades históricas entre elas, e que sem o governo central forte ( infelizmente muitas vezes ditatorial ) estes países podem ruir como aconteceu com a Líbia. São poucos países como a Turquia, o Egito e o Irã que tem o sentimento de um país, que tem história e em sua maioria é um povo de uma mesma etnia.

  12. Acho que é a oportunidade dos EUA e ISRAEL acabarem de vez com o programa nuclear iraniano, se ficar comprovado que foram os iranianos, eles deram foi um presente para EUA e Israel. Vejamos o desenrolar da história.

  13. A opção de um ataque americano ao Irã assim de uma hora pra outra seria difícil de justificar, aos seus aliados, principalmente aos europeus, os aliados americanos regionais apoiariam direta ou mesmo indiretamente sem apoiar explicitamente, o agravante da situação é que o ataque não tem um autor definido provavelmente vindo do Iêmen e do Irã.

    A segunda opção seria há adoção de uma doutrina de aviso prévio após detectada à ameaça, a certeza de um massivo contra ataque, mas isso, porém, requer inteligência militar combinada a vontade política, os americanos já usaram desse recurso quando o presidente D. Trump avisou ao Irã que atacar ativos americanos iria acionar um contra ataque americano, o que fez os iranianos se restringirem e não atacarem. Mas mesmo essa opção não livrou os EUA de críticas, principalmente dos europeus que querem uma politica de contenção com apaziguamento e não uma de contenção/confrontação.

    Também há uma terceira que seria um ataque imediato americano mas sem aviso ou reconhecimento de autoria, dando ao Irã o mesmo gosto de seu veneno, mas essa opção não livraria os EUA do escrutínio dos europeus, que no meu ver em qualquer hipótese vão criticar os EUA até os americanos adaptarem sua política às dos europeus, é dai que pode vir uma quarta opção aos americanos, que ainda sim teria críticas mas seria mais fácil de lidar para os políticos de Washington.

    Que seria a de apoiar incondicionalmente os sauditas e dar carta branca à eles para atacar o Irã, caso forem atacados e ao mesmo tempo aumentar a cooperação técnica em inteligência militar e em defesa aérea.

    A AS pode muito bem com uma inteligência maior estar preparada para um ataque as suas infraestruturas estratégias posicionando os sistemas antes do ataque e impondo uma derretencia com a certeza de um contra ataque, mas isso só funcionaria contra ameaças de alto valor como as atacadas recentemente e não os alvos menos valiosos atacados perto da fronteira.

    Quanto aos meios que os sauditas podem adquirir para complementar às defesas, o melhor ao meu ver seria a compra de radares pequenos como Saber que o Brasil usa, combinado a mísseis portáteis de ombro e canhões, são ativos baratos que podem ser adquiridos em quantidade e quando combinados podem abater tanto drones voando baixo e lentamente quanto as ameaça de mísseis de cruzeiro, também podem começar a pensarem em comprar interferidores, os russos mesmo que ofereceram o S-400 tem uma variedade interessante de interferidores baratos que podem ser usados contra os drones e os mísseis degradando sua precisam e ate mesmo os fazendo perde sua comunicação com seus pilotos (no caso dos drones) e se a AS quiser ainda uma abordagem mais moderna e um pouco mais cara mas extremamente eficiente seria a compra imediata de sistemas de energia, como o THOR da USAF e o MRZR LMADIS dos fuzileiros.

    Aqui 2 listas de armas de energia para emprego contra drones.
    https://www.thedrive.com/aerial/11505/the-7-most-significant-anti-drone-weapons

    https://interestingengineering.com/drone-hunters-9-of-the-most-effective-anti-drone-technologies-for-shooting-drones-out-of-the-sky

  14. O que o senador Lindsey Graham esquece e sao as consequencias que tal ataque pode provocar
    Uma resposta militar americana ou saudita aos ataques do Iran na regiao causara guerra,porque o iran ira responder a estes ataques direta e indiretamente (proxys)
    E como sera esta guerra?
    Uma guerra contra o Iran nao sera apenas uma guerra contra o Iran,serao uma guerra com quase todos os paises da regiao,isso inclui:Arabia saudita,iraque,kwaite,afeganistao,bahein,catar,emirados arabes,oman,iemen,turquia,siria,libano,palestina,curdos e finalmente israel,alem de provavelmente envolver a russia com fornecimento de armas ao iran,apenas para atrapalhar os eua.
    Em uma guerra contra o iran,os misseis e foguetes do Iran vao destruir o parque industrial e petrolifero da arabia saudita e outros paises da regiao, causando aumento no preços do petroleo e gasolina,causando problemas economicos em todo o mundo,inclusive nos eua,china e europa,logo podemos ter uma nova crime economica no mundo
    O iran vai tentar causar dor e danos aos paises do golfo tanto quanto puder,logo a guerra vai se espalhar para israel,libano e palestina,porque o hezbola vai começar a atacar israel a pedido do iran,Israel como todos sabem vai responder atacando o iran diariamente
    Entao uma guerra contra o iran apartir do golfo persico vai se espalhar pela regiao como fogo no cerrado,o ataque ao iran sera a fagulha que vai espalhar esta guerra para todo o oriente medio,O IRCG vai espalhar o terror e sabotagem contra as forças americanas e seus aliados na regiao diretamente e indiretamente,isso inclui ataques terrorristas tanto em instalaçoes civis,militares bem como contra pessoal dos governos da regiao

    Finalmente podemos concluir que os americanos sao superiores militarmente e claro que os eua ganharao a guerra contra o iran,sim e verdade,mais o que vem depois e o que vai causar a sua derrota,os eua entrarao em um atoleiro politico e militar muito maiores do que o afeganistao e iraque juntos,porque a al qaeda,isis e outros grupos terrorristas usarao o iran ocupado pelos yankees para fazer ataques terrorristas e guerra de gerrilhas contra os eua e o novo governo pro americano,imagine os terrorristas cruzando desde o paquistao,passando pelo afeganistao,iran,iraque ate a siria,eles terao um corredor gigantesco desde o oceano indico ate o oceano atlantico no mediterraneo
    Lembre-se que ate agora a guerra do iraque custou aos eua mais de 5 trilhoes de dolares,se esta guerra do iran acontecer,provavelmente custarao muito mais

    O grande vencedor desta guerra sera a china
    Provavelmente esta guerra vai aumentar o declinio do imperio americano.

  15. Eu continuo apostando, que essa situação não fica no 1×0 a favor do Irã por muito tempo.
    Para os EUA, algum país precisa virar “exemplo” para o mundo, de que os seus interesses não podem ser constantemente contrariados, e os seus aliados ameaçados.
    Para os Americanos, já tem muito franguinho cantando de galo no terreiro, vide Venezuela, Coreia do Norte, Irã, etc.
    Eu me posiciono neutro nessa situação. Mas essa é a percepção que eu tenho do cenário.

    • Esta guerra quem ganha e a china,o futuro e a historia dira que a guerra do iran acelerou o declinio americano e colocou a china como principal imperio economico e militar do mundo em 2050,a china sera a unica beneficiaria indiretamente deste guerra,porque vai aumentar o endevidamento dos eua e acelerar seu declinio economico,pode apostar,esta guerra sera vista como o ponto de virada aonde a china subvertera primeiro o poder economico americano e militar um pouco mais tarde.

      • Até 2050 muita água vai rolar. Econimia é uma caixinha de surpresas. A China também tem gasto muita grana na área militar, mesmo sem se envolver em conflitos, por enquanto. Fora ilhas artificiais, etc. Varios países ocidentais, tem se atentado para as aéreas de monopólio da economia chinesa (terras raras e micro-eletrônicos), buscando formas de quebrar este monopólio. Neste cenário o Brasil pode vir a surpreender nos próximos anos.

        • Observador,eu concordo em parte,sim a china tera muitos gastos,inclusive com sua populaçao envelhecendo rapidamente o que podera vir a ser uma bomba relogio,mais eles ja estao resolvendo isso permitindo que as familias tenham mais de um filho,isso podera ser paliativo,no futuro a china tera muito mais pessoas velhas precisando de ajuda e o estado pagando por isso sem ter gente jovem suficiente para pagar por isso,concertesa e uma bomba relogio,vamos ver como a china resolvera este problema
          Eu amo a cultura antiga da china e sua historia e filosofia,o problema e sua ideologia comunista,se nao fosse o comunismo a china seria um lugar muito melhor e agradavel

          Sobre as terras raras,a india e o congo tem ainda mais deste recursos que o brasil,entao os americanos poderao usar estes paises para tentar contrabalancear o monopolio da china,mais no fim a china tomara a dianteira economica e da inovaçao tecnologica,os eua ainda seram muito poderoso claro,principamnete militarmente,a china nao suplantara militarmente os eua tao cedo,economicamente sim em 2030,mais militarmente pode demorar muitas decadas,se e que isso vai acontecer,agora economicamente sim a china passara os eua na proxima decada,talvez ja em 2025,espero que isso aconteça sem um conflito militar como quando o reino unido foi subistituido pelos americanos.

  16. Variavel importante da equação geopolítica da região são as eleições em Israel que estão acontecendo hoje. Se o Bibi for reeleito, pressão contra o Irã vai continuar extremamente alta.

    É difícil imaginar um concerto entre Israel e Arábia Saudita (acho que ambos países nem possuem relações diplomáticas oficiais), mas é indisputável que ambos possuem o Irã como um inimigo comum e são os maiores aliados dos EUA na região.

    Se os ânimos não se acalmarem, de um lado Israel poderia atacar as instalacões nucleares iranianas e de outro lado, Arábia Saudita ataca as instalações de óleo e gás, tudo com benção dos EUA. Será que veremos um novo choque do Petróleo tal qual o de 1973?

  17. As vezes as pessoas bebem drogas e escrevem besteiras como se os dirigentes das nações, civis e militares fossem pessoas desprovidas da capacidade de análise de conjuntura e sua consequências imediatas.
    Fato concreto é que a Arábia Saudita foi atacada e que suas defesas não foram eficientes provavelmente na AS algumas cabeças vão rolar literalmente, por outro lado o Iran faz o jogo que é não afirmar mas também não faz esforço pra negar, diferentemente do episódio do drone Americano abatido por eles, quanto ao paspalhão americano tenho dúvida sobre sua “pouca vontade de ser beligerante” acho que é falta de uma melhor oportunidade.

    • Claro,e assim que donald trump quer,porque ele nao pode se dar ao luxo de começar uma guerra com o iran que sera catastrofica para a regiao e economias do mundo e ele podera perder a reeleiçao,no final ele esta pensando apenas nele,como dizo o ditado,quem tem c.u tem medo kkkkkk

  18. A grande pergunta neste momento e……….Quem venceria uma guerra entre EUA e IRAN?
    Os eua?,O iran?
    Nao….o grande vencedor seria a China,kkkkkkkkkkkk 🙂

      • Tadeu Mendes,em parte eu concordo,seria ruim para a china,aumento do preço do petroleo e um resultado deletereo se a guerra vinher,mais a china tem opçoes,russia e venezuela etc,alem de poder usar suas reservas estrategicas compradas anos atras
        Eu estou pensando o que acontece depois da invasao ao Iran,e a china estrategicamente falando quem ganha com esta guerra,muito embora voce esteja certo sobre o abastecimento de petroleo da china duranta a guerra.

        • Por que haveria invasão igual a do Iraque? Ninguém mencionou isso.

          Caso haja uma guerra ela deverá ser aérea e Naval, as tropas americanas seriam mandadas para garantir a segurança da região.

        • China ganharia o quê, além de bilhões de prejuízo?

          Talvez a Rússia ganhe com alta do petróleo e com Oriente médio “fechado”, aí sim.

        • Ninguém, em sua sã consciência, pensaria em invadir o Irã hoje em dia. O que se faria seriam ataques ‘punitivos’ contra alvos iranianos. Se com isso o Irã declarar guerra à Arábia Saudita, EUA, ou quem quer que seja, beleza. O Irã vai fazer o que? Invadir alguém? Kwait? Iraque? No momento em que forças convencionais Iranianas deixarem seu território, eles seriam pulverizadas à partir de diversas direções e não há nada que eles, Rússia ou China poderiam fazer. Então os Iranianos SABEM que não invadiriam ninguém sem que houvessem consequência para eles também.

          O que os Iranianos parecem acreditar, é que podem simplesmente armar os rebeldes Iemenitas e com eles coordenarem ataques à Arábia Saudita, armar pequenas forças e grupos na Síria para ações contra Israel, armar o Hezbollah, e ameaçar navios petroleiros no Golfo Pérsico porque eles acreditam que as lideranças ocidentais atualmente são um bando de molengas e que podem fazer todas essas coisas sem quaisquer tipo de retaliações à altura porque a opinião pública americana está dividida e cansada de Guerras no Oriente Médio.

          A percepção deles não é totalmente incorreta, mas no momento em que Washington perceber que o Irã simplesmente não tem muito para onde correr em relação à isso, sua única preocupação antes de atacar o Irã, é justificar moralmente essa decisão em termos que sejam palatáveis para a opinião pública americana e internacional. Reagan tinha um charme que conseguia qualquer coisa na lábia e não houve muito mimimi quando ele retaliou contra alvos iranianos na década de 1980. Infelizmente Trump não tem esse mesmo charme, mas se ficar provada ligação direta entre Teerã e esses ataques, tudo é possível.

    • Verdade @Rene Reis,A Al Qaeda,o Estado islamico,o taliban e outros terrorristas que existem dentro do iran no baluquistao por exemplo estao torcendo por esta guerra,alem da china claro que estrategicamente sera indiretamente a grande beneficiaria desta guerra,esta guerra vai endividar ainda mais os eua,acelerando o declinio americano e diminuindo a distancia entre eua e china tanto militarmente quanto economicamente,economicamente a china sera maior que os eua ate 2030 e ate 2050 terao paridade militar e tecnologica,com os eua com uma leve vantagem sobre a china,eu diria que ate 2060 (pense longo,e assim que a china esta jogando) a china sera a principal potencia militar do mundo,contra o qual os eua nao poderao ter certeza de vitoria.

  19. Quem deve estar curtindo muito tudo isso é Nicolás Maduro, pois o preço do barril de petróleo irá disparar!…A queda do valor do petróleo fez a economia da Venezuela despencar e os eua impuseram embargos econômicos que minaram qualquer possibilidade de recuperação econômica…os eua tem interesse econômico e geopolítico tanto na Colômbia quanto na Venezuela…Maduro é sim um ditador, mas não cabe aos eua e qualquer outro país interferir nas questões internas seja da Venezuela ou de algum país do Oriente Médio…A Venezuela é um problema dos venezuelanos e cabe aos outros países encontrarem soluções pacíficas…Se os eua tem a legitimidade de invadir um país ou destruir a economia da Venezuela, o que impediria os eua de fazer o mesmo no Brasil?…

    Se o governo chavista tivesse dado importância para coisas como a segurança alimentar e investido no desenvolvimento da indústria nacional e em outras fontes de atividade econômica, não estariam passando por tudo que passam agora…pois praticamente toda a economia do país gira em torno só do petróleo e da mineração…recursos não renováveis e finitos…investem apenas em programas assistencialistas e populistas…

    Para os marxistas os programas assistencialistas do chavismo são a solução para os problemas da Venezuela…mas assim como os ansiolíticos e antidepressivos…o assistencialismo trata apenas um sintoma, mas não a causa dele…só é livre de fato hoje a nação que investe na indústria, tecnologia, infraestrutura, educação, toda nação que quer ser independente e autossuficiente tem que ter poder econômico e militar isso é fato histórico..!!!!…investir na indústria e tecnologia nacional traz a independência além do desenvolvimento econômico para o pais…traz a geração de empregos e o desenvolvimento do know-how e da capacitação da mão de obra profissional…todos os países sérios priorizam e investem nestas coisas…

    • Em termos clássicos no governo do Cel. H. Chaves não havia nenhuma tese marxista em curso, o assistencialismo tem origem judaico cristã e que serve muito bem a qualquer governo enquanto política, nesse sentido o Cel. H. Chaves se apropria dessa estratégia apoiada na venda do petróleo e esta correto sua observação quanto ao fato de não ter tido a decisão de não diversificar a economia venezuelana para não ficar dependente do petróleo.

    • A melhor defesa é o ataque, os israelenses que o digam.
      Se o Irã souber que um ataque resultaria em um contra-ataque, eles pensariam 2 vezes ao atacar.

      • @Augusto L eu te digo uma coisa,os eua e sauditas nao contra atacam porque o iran atacaria de volta e seria guerra,tu acha que trump quer esta guerra?,o iran vai perder esta guerra mais vao causar tanta dor e destruiçao a arabia saudita,eua,e outros estados do golfo que eles estao com medo de que esta guerra seja realmente quente,e vai envolver muitos paises da regiao,o dano sera grande o soficiente para eua e sauditas ainda nao terem contra-atacado porque neste caso seria guerra de verdade.

  20. Vamos atacar as refinarias daqueles países que não usam dolar no comércio de petróleo 🤔🇺🇸

    É uma boa estratégia 🤔‼️

      • Bosco
        O país que sofreu o ataque não é a arábia saudita?
        O que tem a ver com o estados unidos?
        A arábia saudita é da Otan?
        Cada um no seu quadrado.
        Se os EUA realizar qualquer ataque ao Irã dará direito a uma nação qualquer a atacar a AS.
        Ou seja a Rússia poderá atacar os outros 5% de produção de petróleo do mundo.

        Na minha opinião se foi o Irã quem deve atacar se quiser revida é a arábia saudita.

        Agora fica chamando o amigo forte para briga de vizinho não é bom para ninguém.

        • Renan,
          mas quem disse que o mundo funciona pela sua lógica?
          A lógica que funciona é a do galinheiro. A da força. Qualquer um pode atacar qualquer um desde que arque com as consequências.
          Se nesse mundo real (e não o idealizado pelos seus nobres sentimentos de justiça e lógica) os EUA sentir que o Irã com seu ataque à AS de algum modo tentou lhe atingir e aos seus interesses na região ele , pela legítima lei do galinheiro que rege as relações internacionais, irá responder com força igual ou maior, quer você ache justo , quer não.

        • Renan, eu sinceramente não sei dizer, mas talvez uma pesquisa rápida possa confirmar, mas existe a possibilidade que Arábia Saudita e EUA tenham tratado de Defesa, e se os EUA simplesmente deixarem a Arábia Saudita à própria sorte, isso poderia influenciar negativamente outros parceiros dos EUA com os quais tenham tratados similares.

          Seja como for, um parceiro estratégico americano foi atacado e tudo indica que o Irã tem um dedo bem forte nisso tudo. As investigações não podem ser deixadas exclusivamente nas mãos dos Sauditas.

  21. Nunca devemos subestimar adversários. O 11 de setembro está aí para comprovar esse princípio. O ataque dos rebeldes do Iêmen foi bem planejado, bem executado com equipamento de boa qualidade. O resultado não deixa dúvidas. Quanto à Arábia Saudita, infelizmente trata-se de uma monarquia absolutista, beirando uma tirania. É pouco provável que suas forças armadas sejam bem treinadas tanto do ponto de vista intelectual (principalmente), quando do ponto de vista físico. Não adianta entregar equipamento militar de ponta para ser operado por militares mau treinados.

  22. Eu já disse o que fazer: Trump chama o Irã para negociar um novo acordo nuclear, e Israel e Arábia Saudita que se virem sozinhos com os extremistas em suas fronteiras.

    O Irã já deve ter mapeado cada refinaria, cada gasoduto, cada rota de petroleiros na região. Ao menor sinal de bomba caindo no Irã, estes irão disparar o que tiverem contra as instalações petrolíferas na área. O Irã seria riscado do mapa é fato, mas o mundo inteiro amargaria uma crise daquelas, pois tudo hoje tem petróleo pelo meio.

  23. Eu acredito que numa eventual incursão militar do ocidente contra o Irã…a Pérsia se valha da mesma estratégia que a Coreia do Norte…a maior dissuasão do regime coreano não esta na capacidade de atingir e infligir danos aos eua mas sim aos países da região, em especial a Coreia do Sul…seguindo uma doutrina de guerra irregular eles fariam de seu principal alvo a produção e o fornecimento de petróleo da região para o mundo…no sentido de causar uma crise energética mundial com o máximo de danos e desestabilização possível…

  24. Duvido, pois isso vai ter retorno e olhem o estrago que foi feito com 12 misseis. Imaginem 26, 60 ou 120. A arabia saudita fica sem petroleo por meses, o Iran tambem e o resto do mundo junto. Só quem ganha com isso e a Russia e a Venezuela pois são grandes produtores e estão bem longe.

    • Sim,e verdade,dinheiro quem vai ganhar sao russia,venezuela e outros paises exportadores de petroleo,incluido os eua,mais no final quem ganha e a china, esta guerra apenas acelerara o declinio americano.

  25. Olha, isso do senador americano só precisa de uma informação da CIA dizendo que foi o Iran, tipo “informação a la Iraque e suas armas quimicas” para provocar outra invasão ou destruir os poços de petróleo do Iran. Se realmente foram misseis e, se realmente foram lançados do Iraque é sinal que após anos e anos o Iraque não esta totalmente pacificado.

  26. Desde os anos 80 com a Ascenção da economia japonesa que ouço essa historia de declinio americano….e os caras continuam ai….Se os americanos atacarem será com ataques aereos destruindo as defesas antiaereas, instalaçoes nucleares e instalaçoes petroliferas….vao jogar o Irã na miseria….o preço do petroleo sobe….sauditas e outros locais compensam pra ganhar dinheiro…israelnao mexera um aviao pra atacar….vai apenas cuidar dos que fugirem pra Síria.

    E ainda deixa um recado…maduro tu és o proximo….

    • O declinio de um imperio nao se da de repente ou do dia para a noite,pense em decadas e seculos,um dia ou outro todos os imperios terminam ou sao subistituidos por outros sem realmente ter um grande declinio,Se voce leu meu comentario sobre a china suplantar os eua como principal superpotencia global isso ja esta acontecendo,a guerra economica entre eua e china na verdade nao se trata de guerra economica,mais de guerra tecnologica,os eua perceberam que em breve os investimentos massvos chineses nesta area deixara os yeankes para tras em algumas decadas,entao os eua estao apenas reagindo o que seus estrategistas estao vendo,nada mais e do que uma batalha de um imperio em declio e uma potencia em escençao.

  27. Caso seja comprovado que os ataques partiram do Irã, a força aérea saudita tem capacidade de fazer um belo estrago as refinarias iranianas como retaliação, Tornados,
    EF-2000s, F-15s e com apoio de bastidores dos EUA , podem fazer um ataque em massa a alvos iranianos e fazer um belo estrago….

    • Nao conte com isso,porque isso significaria guerra e nao apenas um contra-ataque
      Ataque diretamente o iran e voce tera guerra e este o recado que os iranianos estao dando

      • Provando que os ataques vieram do Irã ou mesmo ocorrendo o envolvimento dos mesmos, a declaração de guerra já ocorreu, a Arábia Saudita terá todo o direito de revidar….

  28. O problema do Irã sera que estao aumentando o numero de paises cujo o beneficio do ataque a eles é maior que o prejuizo.

    Russia…ira atacado aumenta o preço do petroleo, melhor pra economia russa e pro putin….imagem americana fica feia.

    Paises produtores de petroleo….os preços puxados pra cima….

    Paisrs sunitas….reduçao do prestigio do principal opositor xiita.

    Americanos, nao esqueçam que sao enormes produtores de petroleo tambem e do gas de xisto, que fica muito competitivo com petroleo caro.

    Paises europeus…fim da pertubaçao com estreito de ormuz…e vao fazer seu papel de bom moço torcendo pro cauboi americano fazer seu trabalho sujo.

    Ou seja, o numero…

    Quem realmente se lasca é a siria….

    Da pra destruir toda a infraestrutura iraniana….e apagar a economia iraniana por anos…..e sem botas no chão.

  29. Pelo andar das coisas..Povo falando de Rússia e Venezuela..petróleo..etc..
    Mais fácil os EUA se voltarem pra Venezuela e tirar o maduro do poder, petróleo barato, fácil e mais perto deles….do que entrar em guerra contra o Iran….( só acho)

  30. Minha visao da situaçao (talvez isso mude)
    O iran nao vai parar de atacar seja diretamente ou indiretamente paises aliados dos eua na regiao do golfo persico ate conseguir uma mudança na politica americana.
    Os eua querem mudar a politica do iran na regiao,mais o iran nao fara isso.
    O iran quer fazer os americanos levantarem as sançoes economicasantes de iniciar qualquer tipo de conversaçao sobre seu rpograma nuclear,trump nao fara isso,sabendo que trump nao quer a guerra,os iranianos entao vao continuar atacando navios petroleiros no golfo persico,fazendo sabotagens e usando seus proxys como os hutis para atacar a infra estrutura economica e militar dos paises da regiao,o iran vai continuar atacando direta e indiretamente ate haver uma mudança na politica americana,mais isso nao vai acontecer,e talvez estejamos caminhando para uma guerra,porque uma hora os eua ou sauditas terao que revidar os ataques do iran e seus proxys,e isso nao sera bom,bombardeie o iran e voce tera guerra.

  31. Eu acho que algumas refinarias iranianas tinham que ser atingidas por mísseis ou drones “de ninguém”,mandadas pelo Fantasminha Camarada, e aí, a AS e os EUA negariam veementemente que tiveram alguma relação com o ocorrido.
    Os iranianos terão que aceitar já que as refinarias iranianas foram atingidas pelo mesmo evento fantasmagórico tendo em vista que os rebeldes houthis são guerreiras de havainas e não poderiam ter lançado ataque tão sofisticado ao coração da AS e os iranianos juram de pés juntos que não foram eles.
    Ou seja, a possibilidade de eventos fantasmagóricos pirotécnicos, verdadeiros poltergeists com combustão espontânea, voltar a ocorrer na região é altíssima.

    • Bosco isso sim é possível, escaramuças sem dono definido.
      Mas acharem que o Trump vai jogar a reeleição pela janela, em um momento que a economia dos EUA está indo muito bem, é o mesmo que acreditar em terra plana.
      Alguém lembrou Chamberlain, o Trump não é da mesma turma, ele está é realmente se lixando para o resto do planeta, simples assim.

  32. Geopoliticamente acho os EUA um pais pretensioso, prepotente e mesquinho, tudo é na base da porrada e quando perdem batem o pé e causam verdadeiras aberraçoes geopoliticas..

  33. Muitas pessoas torcendo para os eua bombardear o Iran,ok,os eua e seus aliados vencerao esta guerra porque o iran e inferior militarmente,embora nesta guerra o iran causara muitos danos o que vem depois da guerra e o que ninguem quer imaginar,exemplos disso sao iraque e afeganistao

    Começar uma guerra e muito facil,sair dela e que e muito,muito mais dificil.

    • O pessoal confunde um exercício de futurologia, que é o que estamos fazendo analisando as possibilidades, com posição politica. NINGUEM, em sã consciência (tirando uns perdidos) acredita que os EUA perderiam uma guerra convencional, mas existem tantos interesses envolvidos que não temos condições de saber, com certeza, as consequências futuras, tanto econômicas quanto politicas. Mas se vc diz que os EUA vão passar apertado, ou que qualquer outro País pode vir a se tornar potencia, então você é comunista. Coitados dos analistas do Pentágono, tudo vermelhuxo.

      • Pois e @marcelo baptista,eu sempre faço conjecturas politicas baseados em fatos e na realidade,e quando isso deixa de satisfazer algumas pessoas voce e tachado de comunista,o que eu mais ideia na china e sua ideologia do mal que nunca dara certo em qualquer lugar da galaxia,o comunismo e uma ideologia anti social,anti cientifica e anti biologica,a china e politicamente e ideologicamente comunista,mais a china e economicamente agressivamente capitalista,quem nao acredita nisso ou nao consegue entender a diferença e um idiota,a china usara de todos os meios possiveis para suplantar economicamente e militarmente o ocidente ,os eua cegos por sua ideologa esquerdista nao conseguirao enchergar as intençoes da china durante decadas,apenas agora eles despertarao para isso,mais a china ja esta a passoss largos no caminho de rivalizar os eua militarmente e economicamente,tudo graças ao eua e seus aliados europeus,a china esta infiltrada nas universidades americanas e europeias como nenhum outro pais no mundo,e isso tudo foi a democracia e a visao esquerdista dos politicos que deixou isso acontecer,o problema da democracia americana e europeia e que ela pode ser destruida por dentro,e depois conquistada por fora,e isso que levara a ruina do ocidente,nao se trata de liberdade,democracia ou qualquer coisa do tipo,no fundo o que importa e dominio economico,tecnologico e militar.

  34. As reservas de petróleo nos EUA são estratégicas. O Irã esta a mexes com os Arabes e com os EUA. Não vai ficar barato para o Irã. Não precisa um homem do exercito americano entrar no Irá para que a destruição total de sua infraestrutura se de em questão de dias.

  35. Muito provavelmente, esse local era um dos mais ptotegidos de todo o Oriente Medio. E agora? – virá uma nova guerra? Que arma é essa, que invadiu de maneira fulminante a maior refinaria do mundo e super protegida? Qual sera a resposta da Arábia Saudita e seus aliados?

  36. Quer dizer então que o ataque não só ludibriou sistemas de vigilância sauditas, mas iraquianas e kuwaitianas também ?
    Isso é passar atestado triplo de incompetência. Ficaria com a teoria dos houtis para não passar vergonha maior.
    .
    Aiiinnn o que o Ocidente cristão deve fazer ?
    A mesma coisa que o Israel judeu: assistir de camarote os muslims se matarem. Com muita pipoca e refri 2 litros com tampinha de rosca.

    • Eu também assistiria isso da mesma forma, caso isso não envolvesse a economia global. O dia em que não houver mais petróleo no Oriente Médio, ou a base energética mundial mudar, aquilo tudo vai ser cercado de alguma forma, e eles que se matem como bem preferirem, mas até lá (e vai demorar muuuuuuuito mas muuuuuuito tempo), estamos todos ferrados mesmo.

  37. Essa discussão tola,tudo em função do viés ideológico,que não querem reconhecer a capacidade dos USA de,sem o uso das armas nucleares,mandar para a idade média o Irã.
    Os USA já travam em várias frentes guerras dispendiosas e impopulares.A maioria do povo,dos políticos e até dos militares não querem mais uma.
    O Irã é um tigre de papel,só lhes restaria lutar contra os USA via terrorismo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here