Home Aviação Militar VÍDEO: Primeiro voo do drone russo S-70 ‘Hunter’ (Okhotnik)

VÍDEO: Primeiro voo do drone russo S-70 ‘Hunter’ (Okhotnik)

3180
50

O UCAV (Unmanned Combat Air Vehicle) russo S-70 Okhotnik-B (Hunter), desenvolvido pelo Sukhoi Design Bureau, fez seu primeiro voo no dia 3 de agosto, segundo o Ministério da Defesa da Rússia.

O voo, que durou mais de 20 minutos, foi feito a cerca de 600 metros com várias passagens sobre o aeródromo e concluído com um pouso bem sucedido.

O drone Hunter, que está sendo desenvolvido desde 2012, tem peso estimado em 20 toneladas e velocidade subsônica, e poderá carregar um amplo leque de armas e sensores, dependendo da missão.

O Okhotnik tem um esquema aerodinâmico de asa voadora e é feito de materiais compósitos, com um revestimento de absorção de radar.

Presume-se que o drone irá operar em conjunto com os caças furtivos Su-57 para penetrar as defesas aéreas inimigas.

50
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
39 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
32 Comment authors
Marcelo Henrique DiasMauro CambuquiraJorge MarquesPaulo S RLeo Neves Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Valdez de Araujo
Visitante
Valdez de Araujo

Alguns anos atrás o Irã “pousou” um drone americano bem parecido com esse…na época houve rumores que engenheiros russos ajudaram na engenharia reversa.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

existe comum, apenas o esquema de “asa voadora” e é isso.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

A super hiper mega tecnologia russa, não precisa copiar nada no ocidente

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Bem, mostre o exemplo do S-70 e do troféu iraniano, o fato de copiar e eu concordo com você.

Flanker
Visitante
Flanker

????…..

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

A Rússia falida não consegue copiar nada. Fique tranquilo. Por que você se preocupa tanto com a Rússia se ela é fraca? se não tem tecnologia? ela é tudo de ruim e você preocupado? esquece a Rússia, os EUA são o bam-bam-bam e tá tudo certo, ok?

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

À propósito, os EUA não puderam nem com Vietnã, não aguentam Irã ou Venezuela e querem enfrentar Rússia?

XFF
Visitante
XFF

Os EUA são tão poderosos que precisam de aliados para tudo. Não se arriscam a entrar numa guerra.

Bosco
Visitante
Bosco

Rodrigo,
É cópia da asa voadora nazista.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Ho-229… Sempre me lembro dele quando vejo algum design ‘asa voadora,’ mas esse eu acho até mais parecido do que os outros.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

E para aqueles que viveram a época, sempre uma lembrança forte do excelente ‘Secret Weapons of The Luftwaffe’ da trilogia de combate aéreo da Lucasfilm. 😉

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Pelo tanto de negativadas, nem eles acreditam no que eu escrevi.

Mirade
Visitante
Mirade

Depois de 70 anos… não seria mais plausível eles terem copiado logo no pós guerra? como os americanos fizeram ?

BMIKE
Visitante
BMIKE

Muito interessante os Russos estarem desenvolvendo um drone de penetracão para ser utilizado em conjunto com o su57, Penso que a FAB poderia usar esse conceito no desenvolvimento do GRIPEN F + drones furtivo….

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

É isso.
Equipamentos autônomos, utilizando Inteligência Artificial, operando conjuntamente com jatos convencionais.

Chris
Visitante
Chris

Eqto isso.. Todos os sistemas da Russia rodam Windows ou Linux… heheh

Brunow Basillio
Visitante

“E no Pentágono rodando um anti-vírus da Kaspersky” rsrs….

Mauro Cambuquira
Visitante

Pior que é verdade. Mas vamo lá. A gente só assiste a tudo que o mundo vive. Estocamos ven-tos, isso sim é tecnologia a avançada e impossível ser copiada.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

https://pplware.sapo.pt/informacao/militares-russia-windows-astra-linux/

Por pouco tempo.
E os chineses estão fazendo a mesma coisa.

MMerlin
Visitante
MMerlin

Acredito que esta será a tendência.
Para um serviço de acompanhamento, defenderia um drone furtivo, mas menor, consequentemente reduzindo ainda mais sua assinatura no radar.
Assim, a aeronave “controladora” seria o foco de uma atividade inimiga, enquanto esta já teria uma consciência amplificada com os drones “camuflados” assumindo dianteira.

Jorge Marques
Visitante
Jorge Marques

Aqui se fizer uma baladeira (estilingue) voadora os americanos vem e compram a preço de água adicionada de sais. Pra eles temos que ficar só com laranjas, bananas e carne. Ha’…as sucatas de tanques deles também.

Flanker
Visitante
Flanker

Primeiro voo agora? Então ele foi pra Síria pra ser colocado ao lado dos Su-57 e Su-30/35, em solo, apenas pra ser fotografado pelos satélites espiões?

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

O Su-57 estava na Síria apenas oito anos após seu primeiro voo. O que decolou agora é todo cravejado de sensores e nem sequer tem um bocal regular. Síria, apenas cinco anos depois.

Marcelo
Visitante
Marcelo

O S-70 não foi para a Síria…

Bosco
Visitante
Bosco

Ele é bom o problema é que será detectado a 500 km por radares de baixa frequência e sabe-se lá a quantas centenas de quilômetros por radares quânticos e fotônicos.
Ele devia fazer Mach 3, manobrar a 12 g e ter meia dúzia de mísseis R74 e dois canhões de 30 mm e dois pods DRFM Khibiny dependurados. Desse jeito aí já é um frangote natimorto anunciado.

MMerlin
Visitante
MMerlin

Bosco, você é um cara que tem muito conhecimento e é respeitado.
Mas está se deixando tomar pela revolta com relação aos comentários sem noção de alguns personagens daqui.

JSilva
Visitante
JSilva

Concordo plenamente, um dos comentaristas mais técnicos do site ultimamente só faz comentários irônicos em resposta a comentaristas que só fazem zueira. E isso se aplica a muita gente boa que comentava aqui mas que se deixaram contaminar pela questão ideológica, e isso acaba afetando o nível de seus comentários.
O que aconteceu com aquele conceito de ignorar comentários sem noção, será que eles cresceriam ou diminuiriam se fossem ignorados?

Ramon Grigio
Visitante
Ramon Grigio

Eu ri do modo irônico ;D
Tem horas que só assim pro pessoal se tocar.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Natimorto com 20 minuto de voo? detectado por radar quântico e fotônico de quem?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa
Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Bem nesse caso não tem o que contestar né.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Kkkkkkkkkkkkkk

leonidas
Visitante
leonidas

Eu só achei estranho essas “entradas de ar” no dorso dele, isso não compromete sua assinatura radar?

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Existem sensores instalados. Eles são temporários.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Podemos imaginar um bichão desses recheado de sistemas eletrônicos.
Vão detectar até o que os americanos estão pensando.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Sim, consigo imaginar esse bichão todo equipado com sensores e SENDO detectado a 600 Km com a assinatura de um Space shuttle. Ganha a guerrea quem vê primeiro, quem tem a melhor consciencia situacional.

leonidas
Visitante
leonidas

Mas pelo menos não tem calotas pintadas em verde abacate, graças aos céus parece que os russos pararam com esse costume abominável…rs

Paulo S R
Visitante
Paulo S R

Verdade, aquele verde nas calotas é de doer.

LEONARDO CORREIA BASTOS
Visitante
LEONARDO CORREIA BASTOS

Pelo formato do bocal de saída do motor, parece claro que os russos ainda têm deficiências quanto ao desenvolvimento de um formato que seja furtivo na emissão de calor!!

Rprosa
Visitante
Rprosa

Segundo informações o Caçador russo esta equipado com motores AL-41F, provavelmente os mesmos que equipam o SU-35 (AL-41F1S), porém acredito que ante o fato do Caçador se destinar a operações conjunats com o SU-57, provavelemnte deverá usar o mesmo motor que este o Izdeliye 30, o qual é menor, possibilitando um ‘encaixe” melhor na estrutura do Caçador, bem como, possui as aclamadas bordas serrilhadas, o que os colocarão num patamar acima em termos de invisibilidade radar.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

A impressão que eu tenho é que esse motor é temporário, já que não existe versão dos AL-31 sem pós-combustor. Repare que ele acelerou e decolou com empuxo seco.

Assim como o B-2 usa versões do motor GE F110 sem PC (de nome F118), imagino que esse drone iŕa usar uma versão “seca” do motor do Su-57 no futuro.

Paulo S R
Visitante
Paulo S R

Pelo visto, é um protótipo em fase de finalização. Com certeza algo será feito no motor, ou já vai receber o motor novo do Su57. É possível ver vários penduricalhos, então…

Sergio Prado
Visitante
Sergio Prado

Teve alguém aqui que criticou os “600 m”…..Acho que depois destas imagens fica evidente o profissionalismo e seriedade do projeto….
Este brinquedo vai “dar trabalho” aos concorrentes…..

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

KKKK repara no tamanho dessa turbina, vai brilhar no radar como um ICBM, comparem com o tamanho da do X-47b

Rprosa
Visitante
Rprosa

Desculpe Space mas em termos de tamanho a turbina do X-47B praticamente tem a mesma dimensão, vez que o X-47 B e impulsio0nado por uma turbina Pratt & Whitney F100-220, semelhante a usada no F-15, a diferença e que no X-47 a turbina esta acondicionada dentro da estrutura, so sendo visível a área de escape do motor, enquanto a turbina do Caçador esta com o bocal da turbina exposto, e não deve mudar já que segundo comentarios o Caçador terá TVC 3D, igualmente aos SU-57, de forma a maximizar sua monobrabilidade. Assim em termos de tamanho a turbina do Caçador… Read more »

Leo Neves
Visitante
Leo Neves

E o TVC 3D da a capacidade desse drone mudar de direção sem precisar usar suas superfícies moveis , ajudando a manter a capacidade stealth.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Mas está mascarando a saída dos gases do bocal, isso diminui muito a assinatura IR e radar, ja esse russo esta com o bocal nú.

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

Sinistro o bichão ai

Bruno
Visitante
Bruno

Galera baixem o jogo ace force no play store, estamos montando uma equipe brasileira estamos precisando de pilotos

Marcelo Henrique Dias
Visitante
Marcelo Henrique Dias

Esse o futuro que caminhamos, o futuro sem precedentes…