Home Aviação de Ataque Primeira entrega de caça Rafale ao estado do Qatar

Primeira entrega de caça Rafale ao estado do Qatar

5948
67

MERIGNAC, França – No dia 6 de fevereiro, uma cerimônia organizada por Eric Trappier, presidente e diretor executivo da Dassault Aviation, foi realizada na instalação de Merignac para a entrega do primeiro caça Rafale à Qatari Emiri Air Force, sob o patrocínio de Sua Excelência Dr. Khalid bin Mohamed Al Attiyah, vice-primeiro ministro e ministro de Estado para Assuntos de Defesa do Qatar, e Geneviève Darrieussecq, secretário de Estado francês do ministro das Forças Armadas, e na presença do comandante da Força Aérea do Qatar, general Mubarak Al Khayareen.

A primeira entrega do Rafale, dentro do cronograma, vem após a assinatura em maio de 2015 do contrato para a aquisição pelo Estado do Qatar do 24 caças Rafale para equipar sua Força Aérea, e um adicional de 12, em dezembro de 2017, para um total de 36 aeronaves para voar sob as cores do Qatar.

No âmbito deste contrato, um grande grupo de pilotos do Qatar, bem como técnicos, estão sendo treinados na França, tanto pela Força Aérea Francesa quanto pela Indústria Francesa.

O altíssimo nível dos convidados presentes à cerimônia reflete a importância da parceria histórica e estratégica entre o Qatar, a França e a Dassault Aviation, e o Rafale, seguindo o Mirage F1, o Alpha Jet e o Mirage 2000, continuará a tradição e contribuirá para garantir a soberania do estado do Qatar.

“Pela quarta vez em nossa longa e confiável parceria com o Qatar, uma aeronave da Dassault Aviation servirá orgulhosamente na Qatari Emiri Air Force. Esta primeira entrega é o culminar de um relacionamento iniciado há mais de 40 anos e estou muito satisfeito e grato que mais uma vez o Estado do Qatar, renovou a sua confiança na nossa dedicação e confirmou não uma vez, mas duas vezes, a escolha do Rafale proteger suas terras e pessoas”, declarou Eric Trappier, presidente e CEO da Dassault Aviation.

Com mais de 10.000 aeronaves militares e civis entregues em mais de 90 países no último século, a Dassault Aviation acumulou expertise reconhecida mundialmente no projeto, desenvolvimento, venda e suporte de todos os tipos de aeronaves, desde o caça Rafale até a família Falcon de jatos executivos e drones militares. Em 2017, a Dassault Aviation reportou receitas de € 4,8 bilhões. A empresa possui 11.400 funcionários.

FONTE: Dassault Aviation

Subscribe
Notify of
guest
67 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sidney
Sidney
1 ano atrás

De fato um país tão grande precisa de no mínimo 36 Rafales. Quando o dinheiro dá em árvores ou brota do solo, você gasta fácil. Errado será pensar que num país de 200 milhões de habitantes com tantas demandas sociais e demanda por geração de empregos se possa agir assim também. Os números que sempre tivemos a mim sempre – sou leigo mas um dos que paga a conta – pareceram adequados. E ter qualidade em nosso caso e cenário considero mais relevante do que quantidade, se precisar mobiliza o país e aumenta as quantidades.

FICO SÓ OBSERVANDO
FICO SÓ OBSERVANDO
Reply to  Sidney
1 ano atrás

“Se precisar mobiliza o país…” o amadorismo é o que nos distingue como país medíocre um país rico em minérios em biodiversidade e etc… se não tiver uma forças armadas de dissuasão e preparada será inevitavelmente destroçada por outras potencias A miséria reinante em nossa país é uma atitude POLÍTICA poderíamos ser uma potencia tecnológica vide ISRAEL não o somos por pura questão de dominação das classes empresarias-políticas que querem a perpetuação da situação como está.

Sidney
Sidney
Reply to  FICO SÓ OBSERVANDO
1 ano atrás

Como já dito por outros participantes do fórum, teria sido melhor se só observasse. Mas vamos lá. Não temos problemas de fronteiras. Não temos inimigos declarados. Os yankees não irão nos invadir, muito menos os argentinos. Apesar de existir algum amadorismo em grande parte da população também existem centros e núcleos de excelência na esfera pública, que inclui as FAs, e muito no setor privado. Que se mobilizados e organizados podem muito rapidamente gerar uma enorme sinergia de forças para a defesa do Brasil. Dizer que seremos destroçados é de uma estupidez enorme, mesmo que joguem um artefato nuclear em… Read more »

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
Reply to  Sidney
1 ano atrás

lembrando que nossa maior defesa e o nosso imenso território , população e um relevo complicadíssimo para invadir e ocupar.

Alfredo RCS
Alfredo RCS
Reply to  Sidney
1 ano atrás

O tamanho das FFAA de um pais estao diretamente ligadas as riquezas que possui e o potencial de seu povo. O Brasil, sendo a nacao com maior riqueza natural e populacao avida por gerar riquezas ataves da producao, deveria, no minimo, ter efetivos necessarios para nao apenas proteger seu territorio como tambem projetar esses efetivos, deixando claro que qualquer forma de ameaça a nossa soberania não será tolerada.
Espero que o governo de Jair Bolsonaro multiplique por dez os recursos disponibilizados as FFAA, e acho que ainda será pouco.

Sidney
Sidney
Reply to  Alfredo RCS
1 ano atrás

A maior ameaça a nossa soberania é interna! Que soberania existe em áreas que o crime domina? E que soberania existe quando os corruptos dominam estatais, órgãos público ou políticas públicas? NENHUMA! O Brasil é grande sim, mas já temos um gasto militar grande, o que precisamos ver é como e para onde vai esse gasto. Sei que aqui é um blog de defesa, mas a defesa real e verdadeira é total e envolve tudo do país. Um povo educado, com empregos e com saúde estará muito apto a defesa da pátria e com moral para isso.

Rui Chapéu
Rui Chapéu
1 ano atrás

Novidade que não é novidade e é relacionado com Rafale, Typhoon e projetos europeus em geral: Alemanha proíbe venda dos Meteros para os Typhoon da Arábia Saudita. Resumindo: Agora a Alemanha não vai deixar a frança vender Meteors para outro país, da mesma forma que os EUA não deixaram vender o SCALP pro Egito. Ou seja, mais uma arma Europeia que não vai tem “independência” e não pode ser vendida pq um ou outro partido político de um país proibe a venda para outro. Resumo do resumo: Vcs acreditam ainda que aquele projeto europeu vai bater o F-35 ????? O… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Rui Chapéu
1 ano atrás

Para você ver! Não bastasse a empáfia francesa também há a renitente chatice alemã para dificultar a vida do tal caça europeu. E falando nos teutônicos não custa lembrar que eles também estão dificultando o desenvolvimento do Radar AESA do Typhoon ao criar um impasse com os britânicos pois enquanto os súditos de sua majestade querem uma maior capacidade de guerra eletrônica a turma da Frau Merkel quer mais modos de combate ar-ar. Ocorre que tendo em vista que de fato os russos aumentaram suas capacidades de guerra eletrônica os britânicos estão mais certos.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
1 ano atrás

O Qatar confia tanto no Rafale que encomendou 36 F-15QA (que serão os verdadeiros caças Hight da equação) com mais 36 opções e 24 Typhoons ( que se vierem com radar AESA e o pacote Centurion serão aeronaves magníficas) mais 12 opções.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  HMS TIRELESS
1 ano atrás

Mas aí, Tireless, vou te dar duas outras possíveis versões disso, seguindo a sua lógica:

1- O Qatar confia tanto no F-15QA, que encomendou 24 Rafales e exerceu a opção para mais 12, e ainda por cima mais 24 Typhoons com opcional de mais 12! Ou…;

2- O Qatar confia tanto no Typhoon que encomendou 36 F-15QA com mais 36 opções e 24 Typhoons com mais 12 opções.

😛

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Leandro.
Esqueça esse sujeito.
Ele foi à Disney quando criança e até hoje não voltou

Maurício.
Maurício.
1 ano atrás

O mundo é complicado mesmo, o Qatar foi acusado por alguns países de cooperar com terroristas, um desses países que acusou o Qatar foi a Arábia Saudita, os franceses estão envolvidos na guerra contra o terror, atacaram a Líbia e Síria mas vendem Rafale para o Qatar, Trump falou que o Qatar financia o terrorismo em um ‘nível muito alto’, dias depois o os americanos reforçam sua aliança, de acordo com o secretário de estado americano o Qatar é um amigo e aliado, vai entender esses líderes hipócritas. Falando do Rafale em si, é um caça muito bonito, mas na… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Sem falar no erro grosseiro que foi a interrupção da linha de fabricação do Mirage 2000.

Maurício.
Maurício.
Reply to  HMS TIRELESS
1 ano atrás

Mas Tireless, o Rafale já vende pouco, acho que a interrupção do Mirage-2000 foi para tentar facilitar a venda do Rafale, mas concordo com você, o Mirage assim como o F-16, se bem atualizado, ainda poderia obter algumas vendas, talvez tenha sido um erro da Dassault.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Podemos imaginar um duelo Mirage x F-16 em um filme em ‘preto e branco’.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Dassault….
The Aviation Porn Company

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Peter nine nine
1 ano atrás

Credo, menos oito likes, era uma piada poo…. Era em alusão a beleza do Rafale.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Maurício, não é muito credevil a Arábia acusar o Qatar de apoio ao terrorismo 🤔😂

Maurício.
Maurício.
Reply to  Peter nine nine
1 ano atrás

Sim Peter, é o sujo falando do mal lavado, e em relação a Dassault, infelizmente muitas empresas vendem armamentos para ditaduras, até a nossa Avibras.
Na verdade, quando eu critiquei a França e os EUA em relação a guerra ao terror, o que me incomoda é esse discurso de liberdade e direitos humanos para inglês ver, por mim, franceses e americanos poderiam aproveitar e atacar a AS e o Qatar, de resto é só países defendendo seus interesses, é a mesma história da Rússia “defendendo” a Síria.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

A Arabia Saudita tem principes envolvidos com EI, Al Qaeda e os EUA vendem armas para eles, esse negócio de Libia, Egito, Siria, Iemen etc não é por democracia é por dinheiro,

Luiz Brandão
Luiz Brandão
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

A Força Aérea Francesa realizou com sucesso uma missão de ataque nuclear com aeronaves Rafales, enviando aeronaves em uma missão de 11 horas para lançar um míssil de cruzeiro nuclear através de defesas aéreas inimigas simuladas e atingir as areias de uma área de testes ao sul de Bordeaux. A missão de 4 de fevereiro, anunciada pelo Ministério das Forças Armadas como “representante da operação”, apresentava um caça Rafale lançando um míssil ASMP-A, fabricado pela MBDA. Autoridades projetaram o exercício para incluir “todas as fases características de uma missão de dissuasão nuclear”, incluindo o sucessivo reabastecimento com aviões-tanque C-135 e… Read more »

Fawcett
Fawcett
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

É irônico ver um país como a Arábia Saudita acusar alguém de apoiar o terrorismo. Os saudis reconheceram o governo do Taliban quando estes ascenderam ao poder no Afeganistão, financiaram milícias sunitas na guerra da Síria que culminaram com o surgimento do ISIS, sem contar que dissemina o wahabismo, a teologia favorita dos extremistas sunitas, aos quatro cantos do globo.

Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

O melhor caça ocidental. Sem dúvidas.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

com muitas dúvidas, caça caro, atrasado tecnologicamente, demorou uma eternidade para receber um aesa por exemplo

Lewandowski
Lewandowski
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Defina atrasado tecnologicamente; Não estas confundindo com o Typhoon?
.
Depois dos EUA, o Rafale fo i o primeiro caça no mundo a receber um AESA…
.
O SPECRTÁ é um dos melhores, se não melhor em sua categoria…
.
Hoje, sinceramente, multifunção no ocidente, de patrão, são o F-15 e o Rafale…
.
Ademais, caro é pra todos; barato, pra alguns…
.
Sds

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Lewandowski
1 ano atrás

Lew, o eurofighter também não é um exemplo de atraso tecnológico, bicho capaz e reconhecido, tal como o Rafale… Sim sei, nem todas as tranches são o exemplo, mas ambas as plataformas já contam com importantes tecnologias desenvolvidas ou em fase final de desenvolvimento, já incorporadas ou por incorporar, conforme o operador. Avioes multi role exemplares, como você disse, o F15 e Rafale, mas por exemplo o Typoon e F18 também entram na lista sem problema, assim como os mais leves que não nos devemos esquecer como o gripen e F16 (este último, um exemplo para os multi-role modernos, ainda… Read more »

Jean Jardino
Jean Jardino
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

VC entende tudo de aviacao de guerra em, meu Deus so falou besteiras.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Carlos, sim o Rafale teve os seus problemas, mas atrasado tecnologicamente ele não é.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Pelo que custa o Gripen tem melhor custo x benefício.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Afirmar que o Rafale seria o melhor caça do ocidente é aquela bravata que por si só se destrói…rs!

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  HMS TIRELESS
1 ano atrás

Para mim nem à melhor, a bons, aceitáveis e maus.
Mas o Rafale apresenta se como uma excelente plataforma ao nível do que ah de melhor na sua geração, sem dúvida um dos bons.

Tutu
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Infelizmente, beleza não ganha guerras

Sidney
Sidney
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Sim o melhor! Enquanto tiver os americanos para limparem o caminho a frente. Europeu gosta mesmo é de deixar os MARINES irem na frente.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Sidney
1 ano atrás

Sidney, comentário lamentável. Refere se a que? Primeira guerra mundial? Chegaram no fim.
Segunda guerra mundial? Confira quantos soldados europeus perderam a vida.
Todo o soldado e nação merece respeito.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Peter nine nine
1 ano atrás

Perfeito, Peter.

Americanos entraram na guerra depois que os demais já haviam suportados muitas baixas e conviviam com esforços de guerra há anos.

Sidney
Sidney
Reply to  Peter nine nine
1 ano atrás

Tenho a humildade de admitir que fiz um comentário que pode ter tido essa conotação negativa. Reconheço e se dei a entender desrespeito aos combatentes Europeus peço desculpas. De fato na WWl e WWII os Europeus sacrificaram muitas vidas, muitas vezes inutilmente. E sim os jovens Europeus lutaram bravamente pelo que acreditavam. Mas após a WWII os Europeus se acomodaram um pouco embaixo do guarda-chuvas americano e debaixo dos gastos de defesa dos EUA. Vide atualmente o estado das FAs de alguns países. Hoje as FAs e os jovens europeus já não tem o espírito de sacrifício do passado, o… Read more »

CRSOV
CRSOV
1 ano atrás

O Emirado do Qatar hoje está mais próximo do Iran do que dos demais países do Golfo como a Arábia Saudita, Kuwait e EAU !! Não duvido nada que cientistas e técnicos iranianos possam dar uma bisbilhotada de leve nesse e em outros equipamentos ocidentais !!

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  CRSOV
1 ano atrás

O Qatar não vai permitir que iranianos bisbilhotem esses aviões! O que o Qatar faz é tentar manter uma distensão com o regime dos aiatolás sem forçar a amizade. E não custa lembrar que há uma enorme base aérea norte-americana aí e que será ampliada.

rosario
rosario
1 ano atrás

nao sei porque, mas nao gosto destes canopis que se abrem lateralmente.sei la paresse que aqueles que se abrem para cima da a impressao de um caca mais robusto imponente e bonito como sao o caso dos f18 f16 mirages etc… sei que nao tem nada a ver mas paresse uma gambiarra fragil e amador…

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

Infelizmente a única forma do Brasil investir em vetores, é da Venezuela ou a Rússia atacar algumas capitais da região norte ou mesmo derrubar alguma aeronave brasileira.
Pois não ter nenhuma ameaça externa, nos força a ainda utilizar vetores das década de 70 e demorar 22 anos para adquirir aeronaves novas!
Parabéns catar ! Seus Rafales são top !

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

A Rússia atacar o Brasil??? Porque fariam isso, não tem nenhum perigo disto acontecer no cenário atual.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

No cenário atual e, no mínimo, em um cenário de longo, looongo prazo hehehehe.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Brasil vai investir bilhões de reais nos Gripen nos próximos anos não tá bom para vc? Bom a Venezuela ao contrário do que alguns aqui dizem tem medo do Brasil, pq não suportaria uma guerra, seria muito pior para eles do que para nós, já a Rússia tem boa relação com o Brasil e vendemos comidas para eles, e até compramos alguns armamentos mais básicos tipo os Igla,

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Ou então a Bolívia invadir uma refinaria brasileira. Não péra…
Investimento em Forças Armadas nunca deu voto, por isso o descaso total. Agora com Bolsonaro que talvez a situação melhore.

Leonardo ferreira Ferreira
Leonardo ferreira Ferreira
1 ano atrás

Incrível Catar comprou Rafalle Eurofighter F15k ,país chamado Brasil 36 gripem vergonhoso !

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Leonardo ferreira Ferreira
1 ano atrás

Talvez você não tenha dado uma olhada na imagem mais importante da matéria. O mapa no final dela. Vale à pena conferir. É uma imagem poderosa. Diz muito 😉

PauloSollo
1 ano atrás

Estas oligarquias árabes montadas em bilhões de petrodólares têm que fazer o papel de vaca leiteira e comprarem de todo mundo para garantirem apoio e sua consequente sobrevivência. Senão podem facilmente serem colocados na condição de párias terroristas e terem o mesmo fim de Saddam e Kadafi.

FICO SÓ OBSERVANDO
FICO SÓ OBSERVANDO
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

Quanto a má educação de alguns membros isso e problema de educação familiar o fórum de debates não lhe pertence portanto atente-se a comentar o que acha certo ou errado e não achar-se o dono da verdade : um conselho: a História está cheia de exemplos de nações que achavam que tinham amigos e aliados e portanto não precisavam cuidar da segurança da pátria a maioria delas deixaram de existir e nem são lembradas por ninguém a defesa da pátria é uma questão de princípios somos donos das maiores riquezas minerais da terra fora outros tipos de riquezas temos o… Read more »

PauloSollo
Reply to  FICO SÓ OBSERVANDO
1 ano atrás

Não entendi bulhufas desta sua reação agressiva ao meu comentário. Creio que o fórum de debates também não lhe pertence para se achar no direito de querer determinar como os outros devem comentar. inclusive isto demonstra sim, falta de educação, de tolerância e prepotência de sua parte. É melhor deixar as repreensões aos moderadores e realmente “ficar só observando” ao invés de usar os espaço para extravasar frustrações pessoais em cima dos outros.

FICO SÓ OBSERVANDO
FICO SÓ OBSERVANDO
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

Paulo a mensagem não foi para voce erroneamente entrou na sua opinião nada tem haver com você era para outro visitante descupe-me

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

O maior inimigo desses países do oriente médio é a Rússia. O caos nesses países produtores de petróleo nunca interessou aos EUA e a Europa porque joga o preço do petróleo lá para cima, mas isso beneficia a Rússia já que são um dos maiores produtores e exportadores de petróleo e gás do mundo. Acha que a Rússia gostaria, por exemplo, que a Síria fornecesse gás para a Europa? A Rússia iria perder muito dinheiro. Esses países árabes que são aliados da Rússia vivem na pobreza porque nunca conseguiram entender que a Rússia é um concorrente deles, enquanto isso os… Read more »

Paulo1
Paulo1
Reply to  SmokingSnake 🐍
1 ano atrás

Acho que o fumo do cachimbo da snake está estragado.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Preço do petróleo alto = bom para a economia da Rússia. Simples assim. Devem estar adorando a queda da produção na Venezuela, outro país que conseguiram dominar e estragar.

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
Reply to  SmokingSnake 🐍
1 ano atrás

vai me desculpar mas vou ser obrigado a discordar, oque ouve na Venezuela foi um problema latino americano mesmo . lembre-se que estávamos indo pro mesmo caminho, a Russia só viu ali uma oportunidade de fazer um $$ e de quebra aporrinhar a vida dos americanos.

Jean Jardino
Jean Jardino
1 ano atrás

E o Brasil eternamente esperando os Gripens….

Mercenário
Mercenário
Reply to  Jean Jardino
1 ano atrás

Que dor de cotovelo, hein?!

Percebe-se que é oriundo do país das estatais e da bandeira branca.

Paulo1
Paulo1
1 ano atrás

O seu comentário precisa de avaliação.

Paulo1
Paulo1
1 ano atrás

O Rafale deveria ter sido o caça para a FAB. O grispen é a rainha do projeto.

Rafael Grispen Boing Boing
Rafael Grispen Boing Boing
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Grispen??? Pelo menos escreva o nome do avião corretamente. Melhor a Rainha do projeto que vai poder voar sempre do que a Rainha do hangar que quase nunca voa. Embora eu acredite que o Brasil poderia operar o Rafale apesar do custo.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Rafale era o caça do propinoduto do desgoverno anterior.

Gripen foi a escolha acertada.

Alguns acreditam que não existem profissionais na FAB. É brincadeira…

Paulo1
Paulo1
Reply to  Mercenário
1 ano atrás

Qual o Presidente(a) que escolheu o gripen??

Aerokicker
Aerokicker
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Não foi um presidente quem escolheu, foi um brigadeiro.
O caça que o Presidente queria – que ironia – era o francês.

Paulo1
Paulo1
Reply to  Aerokicker
1 ano atrás

Está sabendo muito Aerokicker. Só que não.

Paulo1
Paulo1
Reply to  Aerokicker
1 ano atrás

Quem escolhe é o Chefe de Estado e Poder executivo que seria o Presidente da República, dentre os relatórios dos Finalistas do processo de aquisição dos caças. Os relatórios dos Finalistas já estavam prontos, Rafale descartado, o F-18 era o Finalista, mas com a espionagem denunciada pelo Snowden o SH foi desclassificado, logo o segundo colocado que era o Gripen NG passou a ser o escolhido pelo certame, o Brigadeiro apenas avaliou as aeronaves e fez 3 relatórios dos caças para o Chefe de Governo e líder do executivo. Foi publicado o relatório final do ganhador depois que o Presidente(a)… Read more »

Paulo1
Paulo1
Reply to  Mercenário
1 ano atrás

Desculpe, mas o gripen D, que foi escolhido, esteve em combate??

Fawcett
Fawcett
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Que eu saiba o Gripen nunca se envolveu em combates mas isso não desmerece o avião. No ponto de vista tecnológico ele está pau a pau com os demais aviões europeus.

Paulo1
Paulo1
Reply to  Fawcett
1 ano atrás

Sim, Fawcett.