Home Aviação de Ataque Este é o capacete de piloto de caça mais avançado do mundo?

Este é o capacete de piloto de caça mais avançado do mundo?

27316
37
Striker II
Striker II

Um novo capacete inteligente conhecido como “o mais avançado do mundo” está sendo desenvolvido pela BAE Systems. Com tecnologia de rastreamento de cabeça e câmera de visão noturna integrada, o Striker II tem como objetivo ajudar os pilotos a acessar mais informações do que nunca.

Ele se baseia no bem estabelecido Striker Head-Mounted Display (HMD), que tem sido usado em combate em aviões Typhoon e Gripen C/D ao longo de décadas.

Mark Bowman, diretor de Comunicações de Voo e piloto de testes na BAE Systems, disse: “Onde sistemas aéreos estão ficando mais e mais complexos, temos que olhar para formas de transmitir informação ao piloto para ajudá-lo a tomar essas decisões muito rápidas.”

A capacidade de exibir cores, em vez de apenas o tradicional verde monocromático, visa facilitar o trabalho para o piloto.

Ele permite, por exemplo, a capacidade de exibir o inimigo em vermelho e amigos em azul, o que poderia ser um fator crítico para o sucesso de uma missão. O Sr. Bowman acrescentou: “Usando a forma e a cor, podemos transmitir informações ao piloto”.

A câmera de visão noturna digital está incorporada no capacete, permitindo que o Striker II para ser usado dia e noite, sem a necessidade de óculos de visão noturna pesados ​​e intrusivos.

Striker II Helmet

A repórter Ali Gibson testou o capacete em si mesma: “Além disso, a Striker II vai suportar a tecnologia picture-in-picture, exibindo imagens ao lado da tela.”

Isso é indispensável em situações em que os pilotos estão se aproximando de um alvo ou pesquisando uma área de interesse.

Significantemente mais leve do que os HMDs atuais, o Striker II também visa permitir que os pilotos voem em missões mais longas com fadiga reduzida.

O novo HMD também incluirá uma capacidade única de áudio 3D, bem como redução ativa de ruído.

O áudio 3D irá fornecer ao piloto áudio de 360 ​​graus completo, permitindo-lhes ouvir a ameaça relevante para a sua posição, enquanto irá reduzir o ruído aéreo e acusticamente transmitida.

Usando sensores ópticos embutidos na aeronave, o Striker II também calculará a posição exata da cabeça do piloto e o ângulo.

Isso fornecerá informações precisas de designação de alvos e simbologia quando o piloto mover sua cabeça, com latência “quase zero”. O Sr. Bowman acrescentou: “Esta é a tecnologia para o futuro”.

FONTE: British Forces News

37
Deixe um comentário

avatar
17 Comment threads
20 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
25 Comment authors
jorakjotakMauro HenriqueMarceloBosco Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
João Argolo
Visitante
João Argolo

Ninguém falou em preço pra eu me decidir melhor se vou querer um ou dois, mas pelos benefícios acho que serão dois. Espero que venha com conexão com a Netflix e Youtube em banda larga. Enquanto atravesso o oceano daria pra assistir minhas séries favoritas. Gostei do som 360º. Show de pelota. #partiuatlãntico

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

O preço desse ai eu nao sei… O capacete do F35 custa quinhentas mil doletas, cada!!

jotak
Visitante
jotak

só uns 2 milhões de reais kkkj

Bueno
Visitante
Bueno

Com a quantidade de informações nos caças multiuso/Multirole o capacete tornou um hardware poderoso.

jorak
Visitante
jorak

sim são mais de 8,2 milhões de linhas de codigo

Anderson
Visitante
Anderson

Muito interessante essa tecnologia. Realmente a SAAB tem uma visão ampliada acerca da consciência situacional do piloto que poderá fazer toda a diferença num combate.

No entanto, hoje em dia onde a principal tecnologia é a furtividade, o capacete não faria diferença se o oponente travasse o GRIPEN como alvo, visto que possivelmente seria muito difícil fugir do ataque e posteriormente contra-atacar se não conhecemos de onde vem a ameaça.

Adler
Visitante

Uma vez que o doppler começar a soar, a ameaça é conhecida kkk

Thiago
Visitante
Thiago

o capacete fabricado pela ael sistemas está no mesmo patamar desse da bae systms?

Bueno
Visitante
Bueno

O Gripen E vira com este capacete ou a FAB vai ter que paga a parte ?
Este capacete é uma peça chave pela quantidade de sensores que tem o caça

Daniel
Visitante
Daniel

Conforme disse no final do texto esta é uma tecnologia para o futuro e não agora, estão viabilzando estudos para tal.

FelipeR
Visitante
FelipeR

Nem perto. E como comparar um Gol com uma Ferrari… Mas a comparação nao eh justa. São dois tipos diferentes de capacete, com aplicações e requisitos bem diferentes.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Como seria o interfaceamento entre o WAD da AEL e esse capacete ? No video divulgado em que o WAD esta sendo simulado o piloto virtual estava usandi esse capacete?

Bardini
Visitante
Bardini

O capacete dos Gripen E/F da FAB está inserido no pacote AEL, será uma nacionalização do Targo da Elbit System. A AEL também vai fornecer esse mesmo capacete para os suecos operarem seus Gripen E.
.
http://www.ael.com.br/targo.html

Marcelo
Visitante
Marcelo

Pois é, em nenhum lugar do texto está escrito que o capacete é da Saab ou que o Gripen E irá usá-lo. Parece que será um upgrade para os Typhoon ingleses e para uso no futuro Tempest, se este vingar. A Suécia vai parar de usar a 1a versão pois está obsoleta.

willhorv
Visitante
willhorv

Mas funciona no MAC, Windows 10, Xbox e Play Station?
Se não, não presta!
Kkkk
Revolução vai ser mesmo quando o piloto estiver em terra, com um destes, e estar vendo tudo como se estivesse no caça…on line, quase em tempo real.

Humberto
Visitante
Humberto

Nop..
Existem diversos sistemas que possuem sistema operacionais próprios (normalmente alguma versão do Linux alterada), depende da sua especialidade.
Especificamente para um dos sistemas de visualização, estão usando o POSIX que é basicamente uma interface para que programas possam rodar em diferentes Sistemas Operacionais UNIX (a explicação é um pouco mais profunda, mas acho que isto basta), neste caso em especifico estão utilizando uma versão do Linux (LynxOS®-178 é um RTOS muito utilizado para sistemas embarcados).
http://www.lynx.com/f-35-joint-strike-fighters-jsf-cockpit-display-system/
Este capacete deve custar o preço de uma ferrari hehehehe

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Vai ser mais avançado do que aquele usado pelos pilotos do F-35?
Aliás, e aquele capacete do F-35, que “prometia´´ uma imagem de 360º pro piloto, e que era pesado demais pro pescoço?

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Wilber Rodrigues,

Aquele problema com o capacete do F-35 ja foi resolvido. Desenvolveram um modelo mais avancado.
Uma firma israelense praticamente desenvolveu um novo modelo, tanto para corrigir os problemas do software anterior como untilizou materiais mais leves.

Delfim
Visitante
Delfim

Se quisermos este capacete, além de pagarmos por este, pagaremos à AEL/Elbit pela integração ?

Marcelo
Visitante
Marcelo

O HMD do Gripen E/F será o Targo da Elbit, isso já está definido.

Bruno
Visitante
Bruno

Eu só daria a sugestão para os desenvolvedores de deixar apenas os inimigos em vermelho, e todo o resto em verde, pois, três cores ao mesmo tempo em um pequeno espaço (o visor) atrapalha ao meu ver a concentração e atenção, tendo em vista que já haverá a simbologia, não há necessidade para vários símbolos e cores diferentes ao mesmo tempo em um pequeno espaço como o HMD, fica poluído de cores e simbologia, muita coisa pro cérebro interpretar ao mesmo tempo, três cores, vários símbolos e outras informações aparecendo ao mesmo tempo tiram muito a atenção. É claro que… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Bem legal!

Leonardo Araújo
Visitante
Leonardo Araújo

Muito superior ao Targo AEL. Seria interessante se fosse homologado no Gripen NG

Bardini
Visitante
Bardini

Pq ele é muito superior?

Leonardo Araújo
Visitante
Leonardo Araújo

Peso, nível de interação, câmera já integrada ao capacete.

Bardini
Visitante
Bardini

Qual o peso dos dois capacetes?
Quais as diferenças no nível de interação?

Leonardo Araújo
Visitante
Leonardo Araújo

Quer provocar discussão. Quem é você pra ficar tirando uma de superioridade aqui.
Pesquise e tire suas conclusões.

AVISO DOS EDITORES: MANTENHA O RESPEITO, NÃO HOUVE QUALQUER ATAQUE OU DESRESPEITO À SUA PESSOA POR PARTE DO OUTRO COMENTARISTA NA DISCUSSÃO ACIMA. VAMOS MANTER O AMBIENTE CIVILIZADO.

Leonardo Araújo
Visitante
Leonardo Araújo

Pesquise você é faça sua dedução.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Voce tem razao Bruno, Nesse caso especifico de HMI (Human Machine Interface), o problema nao reside na tecnologia, e sim no cerebro humano. Overload Information, pode gerar riscos, ao mesmo tempo em que se trata de eliminar os mesmos atraves do aumento da consciencia situacional. Varios testes e estudos sao feitos na area de neuropsicologia, para determinar a carga de informacao visual que p cerebro pode manipular ao mesmo tempo dentro de um limite de tempo. No laboratorio fica mais facil estudar os efeitos produzidos e a resposta do piloto ao input visual, mas durante um combate verdadeiro, a adrenalina,… Read more »

Jacinto Fernander
Visitante
Jacinto Fernander

Esses capacetes enormes não são problemáticos em caso de ejeção?

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Jacinto,

Aparentemente, esses capacetes são mais leves e menores que os tradicionais. Precisamos de ver uma tabela comparativa.

Bosco
Visitante
Bosco

Eu não acredito muito nessas histórias que capacete prejudica a ejeção. Quando o piloto ejeta ele posiciona adequadamente a cabeça de modo a conter a força g. Se a ejeção fosse automática e pegasse o piloto desprevenido eu até entenderia, mas não é assim que ocorre sendo a ejeção uma ação deliberada. Ao meu ver um capacete mais pesado até ajudaria a firmar a cabeça do piloto quando da ejeção.
Pra mim essa é mais uma lenda da internet que se firmou por conta da prática recorrente de jogar pedra na Geni… ops!.. no F-35.

Bosco
Visitante
Bosco

Retiro o que disse. Por esse vídeo dá pra ver que a cabeça do piloto não fica apoiada no encosto da cabeça, mas vai para a frente quando da ejeção.
https://www.youtube.com/watch?v=0_GzW7zG6_E
Mas vale salientar que tem determinados assentos ejetores que são disparados puxando com as duas mãos uma alça que fica acima da cabeça do piloto e que portanto ajuda a manter a cabeça posicionada, sem cair para a frente.

Marcelo
Visitante
Marcelo

Esses assentos são antigos. Os mais novos tem a alça entre as pernas do piloto, o motivo é que o piloto deveria levantar os braços para puxar a alça, e isso pode ser difícil ou impossível em altas cargas g.

Jacinto Fernander
Visitante
Jacinto Fernander

A questão sobre a qual pensei nem é tanto de peso, mas de arrasto aerodinâmico. Se o avião estiver voando em alta velocidade, o arrasto aerodinâmico é enorme, mesmo sobre uma superfície relativamente pequena como um capacete. É só colocar a mão para fora do carro a uns 100km/h e sentir como a resistência do ar é forte. Se estiver em alta velocidade, causa aquele efeito “chicote” que pode quebrar pescoços. É para evitar este efeito “chicote” sobre o pescoço que os carros vêm, obrigatoriamente, com encosto de cabeça.

Mauro Henrique
Visitante
Mauro Henrique

Ejeção já é um negócio problemático, imagina o caça girando em alta velocidade e desgovernado.

É a salvação mas é uma paulada que o banco da para sair do cockpit.

Gustavo
Visitante
Gustavo

e tudo muito lindo até o protótipo final ficar acima do peso máximo para uma ejeção com segurança. Aí é que são elas.
Quando pronto, e tudo funcionando, aí sim podem falar, o mais avançado do mundo…