Home Aviação de Ataque Rússia testa sistemas de caça de 6ª geração no Su-57

Rússia testa sistemas de caça de 6ª geração no Su-57

8877
51
Su-57
Su-57

Equipamentos testados envolvem sistemas de voo e navegação e de controle de armas

MOSCOU, 16 de julho / TASS /. Alguns sistemas embarcados do futuro jato de combate de 6ª geração da Rússia estão sendo testados a bordo do caça Su-57, disse uma fonte da indústria doméstica de fabricação de aeronaves à agência TASS na segunda-feira.

“Não há planos para criar a versão não-tripulada do Su-57. Ela está atualmente sendo usada para testar alguns sistemas do futuro caça de sexta geração, que será um drone em sua versão básica e apenas opcionalmente pilotado”. disse a fonte.

Os sistemas em testes envolvem “equipamentos de controle e navegação e sistemas de armas”, disse a fonte.

A United Aircraft-Building Corporation, da Rússia, não quis comentar esta informação para a TASS.

O então vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Rogozin, anunciou em março de 2016 que a Rússia havia lançado o trabalho para desenvolver o avião de combate da sexta geração. Como Rogozin observou na época, o Escritório de Design da Sukhoi apresentou um trabalho preliminar “sobre a criação do jato de combate de sexta geração”.

Os especialistas observam que o caça de sexta geração apresenta a capacidade de realizar missões não tripuladas de combate e inteligência artificial, a disponibilidade do radar radio fotônico e o potencial para desenvolver a velocidade hipersônica e entrar no espaço exterior e a possibilidade de usar armas com base em novos princípios físicos.

O caça russo Su-57 de quinta geração possui tecnologia stealth com amplo uso de materiais compostos, é capaz de manter a velocidade de cruzeiro supersônico e é equipado com o mais avançado equipamento rádio-eletrônico a bordo, incluindo um poderoso computador chamado segundo piloto eletrônico, o sistema de radar distribuído pela fuselagem e algumas outras inovações, em particular, o armamento transportado dentro de sua fuselagem. Estes aviões deverão chegar às forças em 2019. O lote piloto será composto por 12 aviões Su-57.

FONTE: TASS

51
Deixe um comentário

avatar
29 Comment threads
22 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
34 Comment authors
hipolito herreraAdriano MadureiraAlexandre GalanteClaudio LucchesiEli Freitas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Sempre Fiel
Visitante
Sempre Fiel

Tem um motor que eu a olho nu veria o calor, e diz que está testando equipamentos de 6° geração.
Ah sim, claro.

Antonio
Visitante
Antonio

E que siga o bom caminho.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Ri muito, Su-57 não é nem de 5ª geração. Se não conseguiram nem fazer um de 5ª, e só vão comprar 12 unidades, quem dirá um de 6ª.

Bravox
Visitante
Bravox

Parece que vão cancelar a produção em massa vendo que o tal caça tem enormes deficiências contra o F-35 .

ScudB
Visitante
ScudB

Não ha nenhuma informação que comprava essa afirmação.Ao contrario , estão preparando o primeiro lote para entregar ao Centro Estatal 929 / Gagarin em Akhtubinsk e , em seguida , durante 2019 entregar 12 unidades (dentro de contrato firmado) para Centro de Aviação em Lipetsk.
Alem disso todas as unidades vem com atualizações na canopy feita com novos materiais com redução de RCS em 80% em relação da versão usada nos testes.
Um grande abraço!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Olha Scud eu o respeito muito como o comentarista honesto que você é! Contudo esses últimos dias vimos muitas declarações de altas autoridades russas no sentido de que a produção do Su-57 ficaria nesses 12 exemplares.

ScudB
Visitante
ScudB

Não foi isto que o ORIGINAL da declaração do Youri Borisov contem (sabe como os “jornalistas pagos” fazem a festa com pequena distorção das palavras).. Foi dito que NO MOMENTO a produção de Su-57 não vais ser ACELERADA!
Ou seja , assinaram o contrato das 12 unidades e vão entregar elas em 2019 para re-equipar a melhor unidade russa da aviação de Lipetsk (declaração do comandante da unidade de 14/07/18 – Ten-Gen Youri Sushkov ). Com isso MD/VKS russa quer receber as recomendações e instruções junto com táticas novas pois Su-57 requer novos “manuais”.
Não vejo nenhuma contradição ate ai.

Antonio
Visitante
Antonio

Interessante que ontem anunciaram a morte do Su-57.
E hoje, que estão testando novos sistemas.
A internet é fantástica.

Baschera
Visitante
Antonio
Visitante
Antonio

Como dito, a internet é fantástica

Antonio
Visitante
J-20
Visitante
J-20

Business insider.. já provoca aquela desconfiança…

Rafa_positron
Visitante
Rafa_positron

O PAK FA vai seguindo adiante…
não adianta a gente acreditar em noticias de internet se não existe comunicado oficial… o mundo da intenet é puramente especulativo

Agora, é muita má-fé falar desse motor do Su-57 mesmo sabendo que ele não é o definitivo e que o novo motor já está em fase de testes….

Pedro
Visitante
Pedro

Malta, estamos em 2018 e ainda ninguém acredita no SU57, PORQUE?
Basta ir a outros sites e fóruns e a opinião muda drasticamente mas aqui o SU57 não passa de um SU30 com corpo diferente?
O SU57 é uma aeronave perfeitamente capaz tendo em conta a fase em que vai, tem bom design, não existe razão, ainda, para duvidar da sua tecnologia e se os motores de facto forem um problema a verdade é que um novo está a ser desenvolvido. Portanto o mais adequado para suportar o realismo seria mesmo aguardar antes de sentenciar este belo avião (bonito ele é).

Petardo
Visitante
Petardo

Os fãs estão ouriçados. Os haters também estão.
O fato de estarem testando alguns equipamentos da sexta geração não salva o Su-57, nem quer dizer que a Rússia tem a tecnologia para um avião inteiro. Mas também não quer dizer que a Rússia não é capaz de já ter alguns equipamentos adiantados.

Vão com calma, jovens.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Uma versão não tripulada para mim é um drone, ou a vodka esta vencida ou turbinaram o teor alcoólico.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Os russos publicam tanta sputnice que não apenas acreditam nelas como também começam a forçar a mão.

Bruno w Basillio
Visitante

Estão em desenvolvimento 14 tipo de armas ,traje anti G,novos motores etc … Exclusivamente parar este caça …Agora a mídia ocidental quer fazer acreditar que tudo isso foi feito apenas parar 12 caças ….sei… Em nenhum momento, em nenhum lugar disseram que vão comprar só 12 e pronto…
Disseram que não vão produzir em “massa”,ou seja grandes quantidades ,como outras aeronaves Russas…

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

ScudB 16 de julho de 2018 at 16:14

Está em toda imprensa internacional especializada, simples assim !

Pesquise.

ScudB
Visitante
ScudB

Pesquisar o que? Que as palavras foram retirados de contexto ? E depois , com acréscimo dos achismos , chegaram algum lugar? Gosta pesquisar ? Então ache o original da entrevista e localize a parte de texto onde esta citado que “Su-57 não vai ser mais produzido”.Simples assim. Sem esta citação original todas essas “mídias especializadas” podem ir sabe aonde.. So adiantando. Borisov falou monte de besteira infeliz sobre “ótimo caça”, sobre motores, sobre testesem andamento , falta dos pilotos preparados, sobre tecnologias avançados e etc etc .. Pesquise.Talvez Voce muda de opinião sobre essa tal “imprensa internacional”. Se precisar… Read more »

André Vedoze
Visitante
André Vedoze

Demonstrações de boa vontade com este caça que faltam quando o assunto é F35.
Mesmo sabendo-se que uma centena de F35 foram produzidos e o motor do SU57 ainda está em testes. _________________

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ROTULE OS OUTROS PARA NÃO SER ROTULADO.

Alex
Visitante
Alex

Pronto! basta uma simples noticia do Su-57, testando tecnologias avancadas que os experts de internet afirmam que nao passa de “Sputnice”, e que o projeto esta morto, so com 12 encomendas….

O Deus! tenha piedade de mim!

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Mas você concorda que em determinado momento os Russos forçam a barra é claro que os outros forçam menos.

hipolito herrera
Visitante
hipolito herrera

Nossa não entendo como que com tantos especialistas o Brasil não consegue fazer um caça seja de terceira geração, como podem falar tão mal ou tão bem de um caça que na realidade não conseguem ter acesso as suas reais caracteristicas ou vcs acham que os russos vão dar as reais capacidades pra qualquer que seja as revistas ditas especializadas, tudo o que se fala é pura especulação , tem gente que sei são até oficiais aeronauticos dizendo que são sucatas, porcarias só porque são russas, acordem os caras são feras, dez anos depois da guerra que destuiu quase todo… Read more »

Cbamaral
Visitante
Cbamaral

O SU-57 nunca foi, é ou será um caça Stealth, é sim um caça que parece ser muito avançado, mas não tem como bater de frente com um f-35 ou f-22, e pra piorar a mídia russa exagera demais, radar radio fotonico ? Por que não criam logo a nave enterprise ?

Delfim
Visitante
Delfim

Mesmo como um “Flanker Mk.2” já o acho formidável.
Se a Sukhoi vendesse a licença para fabricação, seria interessante.

Topol
Visitante
Topol

Talvez deva ser inspirado no temível radar de bolinhas chinês

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Os Indianos foram espertos e pularam fora dessa bomba antes que explodisse.

O Su57 ainda não morrreu más ja entrou em coma.

Antonio
Visitante
Antonio

E o mesmo estão fazendo os italianos e ingleses.
Saindo fora e criando os seus.
Franceses nem precisaram.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

O Su57 voou na Siria. Foi detectado pelos F-22 da USAF e pelos F-35 Adir daIAF.

Julio Costa
Visitante
Julio Costa

Quando o Su-57 foi à Síria, o mesmo foi escoltado por 4 Su-30. Todos eles voando em formação estrela. O Su-57 ao centro, e os demais aviões nos lados e na frente e atrás. Isso foi feito, porque os russos sabem que o espaço aéreo Sírio é o mais vigiado de todo o planeta. Seria impossível qualquer aeronave voar por lá sem ser detectado, não existe aeronave 100% stealth. O objetivo formação empregada pelos russos era fazer com que os radares detectassem os Su-30 ao invés do Su-57. Segundo eu li, a intenção do Su-57 na Síria não era testar… Read more »

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Fontes? Gostaria de ler tal matéria, pois desconheço o fato…

hipolito herrera
Visitante
hipolito herrera

cara eles colocaram 30 aviões na base da Siria e os fodasticos só descobriram quando a Russia informou que começaria a operar na Siria, os Su-57 fizeram uma operação na Siria, destruiram a base de Ghouta onde os revolucionarios moderados iriam fazer uma encenação de ataque quimico, mataram dez tecnicos estrangeiros que estavam ensinando como os capacetes brancos deveriam agir, um dos motivos de ódio dos americanos.

Valdez Oliveira de Araujo
Visitante
Valdez Oliveira de Araujo

“”entrar no espaço exterior e a possibilidade de usar armas com base em novos princípios físicos””
Estamos falando de dogfights no espaço? :O

O Su35 tem muita coisa de um caça de 5a geraçao…qual o problema de um caça de 5a já ir testando coisas de um de 6a? Nào há nenhúm problema nessa noticia.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Antonio,
Nem italianos e nem franceses irão criar coisa nenhuma. Êles não dominam essa Tecnologia.
Forma não é conteúdo.
Você entende o que estou querendo dizer?

O F-35 sim é stealth. O Su57 é uma bomba,enquanto o F-35 despeja bombas.

Kommander
Visitante
Kommander

Rapaz, com certeza ele despeja bombas, foi feito pra isso. Tem mais, a LM todo ano despeja bombas no governo dos EUA com seu mega, fantástico, super poderosíssimo F-35 que nunca fica pronto e a cada ano só aumenta o custo de produção, de compra, de operação…

Julio Costa
Visitante
Julio Costa

Tecnicamente falando, o F-35 é a maior bomba que o governo americano já produziu.
Um projeto fruto de um lobby gigantesco no Congresso; ambições técnicas sem precedentes por parte do Pentágono e DoD; o devaneio do Pentágono de ter toda a frota de caças compostas por aeronaves stealths; e vista grossa por parte da Casa Branca com os recursos e prazos que esse projeto já consumiu.

A sorte do F-35 é que o mundo passa por momentos de instabilidade. Se não fosse por isso esse projeto já teria sido cancelado.

ROBERTO DIAS
Visitante
ROBERTO DIAS

Uma coisa que noto é que todo o sucesso Russo em termos de caça nos últimos anos derivam do Su27, todos as outras tentativas pararam, falam muito em termos de modernização de antigos vetores, mas acho que a Rússia está é com falta de capital para ir além… não acho a tecnologia russa ruim, mas fazem muita publicidade enganosa, querem passar uma imagem de superpotência, mas acho que está faltando planejamento, visão da real situação do país, saber até onde pode chegar, não adianta querer se equivaler a Otan, não adianta querer erguer uma nova potência militar, até um pacto… Read more »

Mauro Cambuquira
Visitante

Mania de falar de algo que acham que é, pois leram lá não sei onde, e se é negativo, então é verdade! Só para se ter uma ideia, eu li na imprensa alemã e inglesa falando sobre o que viram na Russia durante a copa. Ele acharam que seria uma desorganização generalizada, encontrariam pessoas bêbadas nas ruas sujas das cidades de pessoas carrancudas e pouco abertas a um sorriso. Mas essa expectativa caiu por terra. Viram tudo ao contrário e elogiaram tudo que viram. Tanto que foi considerada uma das melhores Copa do Mundo de Futebol. Agora olhando aqui para… Read more »

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Independente de qualquer coisa, o Su-57 é lindo,minha opinião, tem tudo pra ser um baita de um vetor 5 g, queiram os especialistas da vida ou não, vai suprir os russos daquilo que idealizaram no projeto e não daquilo que nós achamos que deve suprir, superar e etc.
Como dito acima, internet é fantástica e facilmente uma mentira ou distorção se torna uma verdade quase absoluta.rs

Kommander
Visitante
Kommander

Também acho o SU-57 uma beleza, é muito bom ver essa multipolaridade de vetores, quando apenas um país possue o monopólio dos céus a coisa fica chata, então essa disputa F-35 x SU-57 ainda tem muito o que render, quanto mais desafios, melhor!

E nós, como não tem um vetor de 5ª geração, ficamos só olhando e admirando os poderosos duelarem.

André
Visitante
André

Pena que vai para o buraco. Daria um ótimo low para a Rússia usar com o hi j20 chinês.
Mesmo sendo semi-stealth e ainda não tendo o motor que vai ter na década que vem, é uma bela evolução do su27.

E pensar que a jaca era o F-35 e suas centenas já produzidos.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

André,

Não seria um mix Low Su57 + Hi J20. Seria um mix Low Su57 + Super Low J20.

O J20 é pior ainda que o Su57. Não se Deixe enganar pelo formato da jaca chinesa.

Andre
Visitante
Andre

Pelo menos o J-20 está sendo entregue com motor para o operador e tem mais de uma dúzia encomendado. Só isso já faz com que ele seja melhor que o Su-57

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Kommander, O F-35 nunca fica pronto? Parece que voce nem sabe do que esta falando. Vives em outro planeta? Vai perguntar aos russos , aos iranianos e sirios, e veja o que eles te respondem. O F-35 entrou, e entra e sai, bombardea, e ninguem viu. Nem radares russos das bateris SAM viram nada. Nem os Su-57 operando na Siria detectaram qualquer coisa. A LM projetou e produz, o jato de combate mais avancado na historia da aviacao. Ninguem tem a a capacidade de produzir um jato desse nivel. Nem russos rsrsrs., nem chineses kkkkk., e nem europeus. Para voce… Read more »

hipolito herrera
Visitante
hipolito herrera

É tão bom o F-35 que a maior economia da europa mandou o ministro da defesa embora só porque ele cogitou a compra do F-35.

Guilherme Lins
Visitante
Guilherme Lins

como ja dito senhores, esse projeto não é um avião da 5 geração, os indianos perceberam isso e os russos insistem nele pelo simples fato que os derivados do su-27 e mig-29 ( leia-se su-35 e mig-35 ) estão anos luz atrás do f-22 e do f-35. Esse avião sequer possui seu motor definitivo, e a LM juntamente ao EUA, que possui investimentos, tecnologias e experiencia infinitamente maiores, mesmo apos bilhões de dólares investidos, ainda aprimora o F-35 para adequação total desse aos requisitos da 5 geração. Não adianta, para chegar nesse patamar, não basta fazer caças “quadrados”. O mesmo… Read more »

Hannibal
Visitante
Hannibal

O “avião invisível” nunca existiu. Quem disse foi um dos criadores do F-16: o especialista Pierre Sprey. O Su-57 nunca foi projetado para ser totalmente stealth exceto quando visto de frente e de lado – eis porque carrega TRÊS radares (dianteiro, principal, mais dois auxiliares) além de dois sensores nas asas. Os russos não são brasileiros – ainda bem! – portanto sabem que a Sukhoi elaborou uma aeronave para enfrentar o F-35 e F-22. Não se trata de concorrência porém de estratégia: radares de ondas de baixa frequência (s-400) a operar com sistemas aéreos integrados. Entretanto, os chineses acabaram de… Read more »

Eli Freitas
Visitante
Eli Freitas

Os russos já deixaram claro que a furtividade não é a prioridade maior do SU-57. O SU-35 supera qualquer caça americano de G4, o que elimina qualquer dúvida quanto ao domínio, pelo russos, de tecnologias avançadas para emprego em caças.

Claudio Lucchesi
Visitante
Claudio Lucchesi

Muitos aqui escreveram sobre problemas de credibilidade do que se lê na web. Foi pensando nisso que convidamos o especialista em aviação soviética e russa, o búlgaro ALEXANDER MLADENOV, autor de vários livros de aviação publicados pela prestigiada editora Osprey, para escrever um artigo exclusivo para a revista ASAS sobre o Su-57. A matéria está na edição 104, que está nas bancas. Tem muitas informações, inclusive sobre as reais capacidades da aeronave, seus índices de “invisibilidade”, e o andamento e perspectivas do programa. Espero que gostem. Abraços e parabéns ao amigo Galante pelo trabalho sério que faz! Claudio Lucchesi, editor… Read more »