Home Aviação Comercial Indústria Aeronáutica Brasileira em 1981 – poster da revista Flap Internacional

Indústria Aeronáutica Brasileira em 1981 – poster da revista Flap Internacional

5819
47

Poster Indústria Aeronáutica Brasileira - 1981

Reprodução do poster “Indústria Aeronáutica Brasileira em 1981”, da revista Flap Internacional, em mais uma contribuição histórica do amigo e colaborador Roberto Santana.

Além das aeronaves da Embraer, da Neiva e da Aerotec, o poster também incluiu os helicópteros Gavião e Esquilo da Helibras, este com as cores da Marinha do Brasil.

O EMB-110 Bandeirante ainda era o carro chefe da Embraer, empregado pela Força Aérea Brasileira e por várias companhias aéreas, mas o projeto do EMB-120 Brasilia já estava no forno e voaria em 1983.

O jato de ataque AMX que aparece no poster ainda tinha um perfil preliminar, diferente do projeto definitivo que seria amadurecido depois de alguns anos.

O treinador turboélice EMB-312 Tucano ainda era um produto novíssimo, pois tinha voado em 16 de agosto de 1980. O Tucano acabou se tornando um sucesso de exportação e mais tarde foi usado como base para o EMB-314 Super Tucano.

Também aparecem os pequenos aviões comerciais da Piper que foram fabricados pela Embraer sob licença.

47
Deixe um comentário

avatar
24 Comment threads
23 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
24 Comment authors
Vitor RodriguesJose de Fatima Nogueira PeixotoRicardo BigliazziCanarinhoElton Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Fabiano
Visitante
Fabiano

Que Helicóptero é esse Gavião?

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

OFF-

Vcs viram que vai ter um tal de Vintage Air Rally e vai passar por Bento Gonçalves (RS) , Caçador (SC) e Foz do Iguaçu (PR) ?

Mk48
Visitante
Mk48

Sempre achei o Xingu um projeto muito interessante é o avião em si muito lindo também.

Uma pena que foram vendidos tão poucos.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Se existe alguma dúvida basta perguntarmos a Força Aérea Francesa o quanto é bom o Avião.

Chego a dizer que mais do que uma geração de pilotos da Força Aérea Francesa se formaram dentro de um Xingu (parte da instruções de aviões multimotores é feita no nosso Xingu).

Andre
Visitante
Andre

Saudades do Xavante na FAB.

Joli Le Chat
Visitante
Joli Le Chat

O fabricante Aerotec foi incorporado pela Embraer. O fabricante Neiva foi incorporado pela Embraer. Parece que não há lugar para os pequeninos na fabricação de aeronaves.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

O princípio de Pareto (também conhecido como regra do 80/20, lei dos poucos vitais ou princípio de escassez do fator)[1] afirma que, para muitos eventos, aproximadamente 80% dos efeitos vêm de 20% das causas.

Essencialmente, Pareto mostrou que aproximadamente 80% da terra na Itália pertencia a 20% da população.

É uma rule of thumb comum em negócios, por exemplo, “80% das suas vendas vêm de 20% dos seus clientes”

————————–
Boeing com Embraer……

E isso é praticamente em tudo na vida.

Joli Le Chat
Visitante
Joli Le Chat

Fabricante pequeno faz um treinador para a Força Aérea, depois as coisas desandam. Parece que a Novaer entrou nesse caminho também. Dessas aventuras saem aqueles engenheiros que sabem fazer avião do desenho inicial até o último aperto de parafuso.

Joli Le Chat
Visitante
Joli Le Chat

Neste momento nostálgico, recomendo a leitura do capítulo 9 do livro a seguir:
http://ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/livros/livros/170626_livro_agricultura_no_brasil.pdf

Marcos10
Visitante
Marcos10

Joli Le Chat 20 de Abril de 2018 at 17:33
O fabricante Aerotec foi incorporado pela Embraer.
O fabricante Neiva foi incorporado pela Embraer.
O fabricante Embraer foi (será) incorporado pela Boeing.

Gil
Visitante
Gil

Linha de tempo da evolução

Embraer estatal
Embraer privada
EmbraEra

Rui chapéu
Visitante
Rui chapéu

Embraer estatal
Embraer privada
Embraer parte de um grupo multinacional de tecnologias de aviação e espaço

Hélio
Visitante
Hélio

Ou seja, embraera, a Embraer não fará parte de nada, sequer a marca vai ser preservada.

Henrique
Visitante
Henrique

Uma correção, a Embraer não fará parte de grupo internacional nenhum. Será criada uma nova empresa controlada pela Boeing. Somente para esclarecer os fatos.

Roberto Santana
Visitante
Roberto Santana

Xingu, de turboélice só tinha o motor e a asa. A fuselagem era de jatinho executivo.
O avião mais bonito do poster.

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

Também sou fã do Xingu…
Por coincidência, semana passada estava vendo uns videos dele na Armée de l’Air.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Eu servi na Segunda Esquadrilha de Ligação (2ª ELO) na BAeNSPA (Base Aeronaval de São Pedro da Aldeia) e vi a transição do T-25 Universal para o AT-27 Tucano, o Regente L-42 ELO. Só não vi aqui o Sêneca que ainda serviu por um bom tempo ainda.
Mais tarde a 2ª ELO viria se transformar o esquadrão 3°/3° Grupo de Aviação em Campo Grande.

Manuel Flávio
Visitante
Manuel Flávio

off-topic.
Segundo a Jane’s, a India se retirou do projeto do FGFA:

Military Capabilities
India withdraws from FGFA project, leaving Russia to go it alone
Rahul Bedi, New Delhi and Reuben F Johnson, Kuala Lumpur – IHS Jane’s Defence Weekly

http://www.janes.com/article/79457/india-withdraws-from-fgfa-project-leaving-russia-to-go-it-alone

Gbeck
Visitante
Gbeck

De fato Roberto Santana, também acho o Xingu, junto com o Corisco, os mais bonitos. Uma vez fiz um vôo noturno “de saco” num Xingu, tive uma ótima impressão!

André Bueno
Visitante
André Bueno

O Xingu é belíssimo, pena não ter podido enfrentar os King Air. Não sei se era intensão da Embraer…

Rui chapéu
Visitante
Rui chapéu

Pq ele não conseguiu competir?
Preço?
Qualidade?
Ou foi pq sua utilização ficou obsoleta por algum motivo?

Marcos10
Visitante
Marcos10

A Embraer era uma empresa desconhecida. A única coisa que havia produzido era o Bandeirante.
Mais: era uma estatal. Gorda, pesada e ineficiente. Ineficiente do ponto de vista econômico.

Marcos10
Visitante
Marcos10

E quando disso gorda e pesada, é que uma empresa estatal tem toda uma burocracia que uma empresa privada não tem.

Nonato
Visitante
Nonato

Prefiria essa Embraer, nossa, com vários projetos, a um elefante estrangeiro…
Tantos países investindo na indústria e projetos nacionais…
Turquia, Israel, Japão, Coréia do Sul, França…
Não podemos entregar…
Proteste…

Marcos10
Visitante
Marcos10

A Embraer é uma empresa privada, portanto seus acionistas podem vender suas ações para quem quiserem.
Mas é por esse “eu sou contra”, contra isso, contra aquilo, que o Brasil está do jeito que está.
O Brasil vive pelo “social”, seja lá o que for isso. Nossa Constituição impõe ao proprietário da terra um fim “social”. E ai?
Sinceramente, gostaria que a Embraer tivesse seus acionistas, seus diretores, no Brasil.

Gil
Visitante
Gil

Em verdade não podem, não dessa forma, para algo esta o voto de ouro.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Nonato 20 de Abril de 2018 at 23:00
“Prefiria essa Embraer, nossa, com vários projetos…”
Essa Embraer quase foi à falência.

Nonato
Visitante
Nonato

Se for vendida dá no mesmo. A empresa desaparece. A Golden Share é justamente para isso. O governo tem poder de veto em casos estratégicos. Inúmeros países investem em suas empresas e projetos próprios. Turquia, Japão, Índia, Israel, Coreia do sul, França, Suécia etc. Todos querem autonomia e desenvolvimento interno. Entregar uma empresa nacional em troca de uns poucos bilhões nas mãos de seus acionistas não vai melhorar a situação do Brasil. Só para começar vai gerar desemprego, vai derrubar nossa balança comercial e derrubar o PIB. E vamos passar a comprar aviões no exterior, gerando empregos para os EUA… Read more »

Marcos10
Visitante
Marcos10

A verdade é que a venda da Embraer não vai mudar a situação do Brasil para melhor ou pior.

Nonato
Visitante
Nonato

Já argumentei em sentido contrário. Se depois de todos esses argumentos continua defendendo algo que é contrário ao que qualquer país sério faria… Os suecos têm orgulho da Saab. Não querem comprar typhoon nem Rafale. Querem gripen. A França não quer typhoon nem F16… A Alemanha não quer F35… A Itália quer freem fabricadas pela Ficantieri. O Brasil levou anos para atingir esse estágio. Um sonho da década de 1960, que se tornou realidade, é que agora, em troca de uns 3, 4 bilhões de dólares, está para ser entregue a um pedrador que só tem a ganhar. Estamos prestes… Read more »

Marcos10
Visitante
Marcos10

E2: túnel de vento.
https://youtu.be/WW73Z-B_n6I

vanicio
Visitante
vanicio

bom ,, vamos pensar um pouco,,, digamos que sua familia tenha uma lojinha ,,, e sde repente , do nada , uma grande loja de rede apareça e le faça um agrande oferta de junçao a vc ,,, pois bem ,,, esta lojinha que foi criada pelo seu pai a muitos anosa , nao deve estar saendo sondada e atoa , com certesa ela esta atrapalhando os negocios da loja grande , seja na sua rua, bairro ou cidade que vc tem a lojinha.. a loja grande vai (e claro) le oferecer grandes vantagens pra vc aceitar se juntar a… Read more »

Marcos10
Visitante
Marcos10

A Embraer, quando estatal, quase se foi.
E o futuro? Nãoo há garantiads para nada no futuro.

Marcos10
Visitante
Marcos10

O real motivo de não quererem a venda da Embraer é porque ela é uma empresa que deu certo em um país que está todo errado.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Acho gozado: as pessoas reclamam do Estado brasileiro, mas para tudo querem que o governo intervenha.
Depois não sabem porque pagamos R$ 4,00 por uma gasolina que faz 11 km/l na estrada e no Paraguay se paga R$ 2,65 por uma gasolina que 14 km/l.

Canarinho
Visitante
Canarinho

No que tem a haver uma coisa com a outra? Sao áreas e situacoes completamente diferentes.

Mas ja to acostumado com a “viagem“ da galera aqui do fórum para tentar defender tudo quanto eh ideia sem noção.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Não querem a venda da Embraer para a Boeing? Façam uma vaquinha e comprem a empresa.
Juntem um milhão de brasileiros; cada um dá R$ 20 mil; pronto! A Embraer e nossa!

vanicio
Visitante
vanicio

acabei de dar meu pitaco aqui e li num jornal mineiro que a embraerr discute com a boeing o direito de ter um representante no vomando da nova empresa a ser criada ,, e pelo que disse o jornal, a boeing nao aceita isso ,,, entao a embraerr vai levar o caso na comiçao do governo brasileiro que esta a discutir a negociaçao entre as duas ,,, outra coisa que li e que na nova empresa a ser criada a embraeer detera 20 por cento e a boeing 80 por cento de dominio , nada mais justo , ja que… Read more »

Canarinho
Visitante
Canarinho

Pra vc ver que negocinho bom esse que a embraer ta pra fazer, o famoso cara-c*. Nem precisa dizer com qual o lado brasileiro vai entrar ne?

Elton
Visitante
Elton

A Embraer na mão do brasil já deu o que tinha que dar sabem por que ?não existe investimento forte em P&D a própria força aérea faz poucas compras e as companhias aéreas nacionais preferem comprar da Airbus e Boeing do que da Embraer

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Concordo contigo, cade os EMB na GOL e LATAM???? Muito “diz-que-diz” para pouca efetividade. É uma pena sim a EMBRAER ser vendida, também fico sentido, porém não podemos nos ater por um simples “sentimento de posse” em uma área em que o futuro é mais do que nebuloso. Vamos imaginar o cenário mais provável entre os dois gigantes da industria: A Airbus já enche o saco da Boeing no Mundo tudo e com a linha de aviões da Bombardier poderá complementar a sua linha de produção e avançar ainda mais em todos os mercados que atua através de sua capacidade… Read more »

Jose de Fatima Nogueira Peixoto
Visitante
Jose de Fatima Nogueira Peixoto

Participei um pouco da história deste poster, primeiro trabalhei na Aerotec que fabricava o Uirapuru e eu montava os cones de cauda do Sertanejo, Seneca e Minuano para a Embraer, depois trabalhei como ilustrador dos manuais da Embraer por que 30 anos!

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Um ponto definitivo sobre a EMBRAER: Ela vai ser vendida para Boeing e ela vai acabar como uma empresa brasileira de aviação. As outras discussões são pura balela e perda de tempo. O nosso querido imortal vampiresco Presidente já bateu o martelo. Eu pessoalmente sou contra mas o que dizer para uma empresa que nem minha é?!? Ahhhh é do Brasil! Não. Não é! Foi mas não é mais! Infelizmente é mais uma consequência de um povo inculto e que não sabe votar… Aliás… Quando dizem que nós somos uma democracia, nós não somos. Somos uma pseudo-democracia aonde nós somos… Read more »

Vitor Rodrigues
Visitante
Vitor Rodrigues

Se não formos “obrigados a votar” quem irá as urnas serão os políticos, seus parentes e o pessoal do “bolsa qualquer coisa” e continuaremos nas mãos do populismo!