Home Aviação Comercial Boeing propõe até US$ 6 bilhões pela Embraer e ‘golden share’ mantida,...

Boeing propõe até US$ 6 bilhões pela Embraer e ‘golden share’ mantida, diz Reuters

10341
181

SÃO PAULO – A Boeing está estudando como superar as condições dos militares brasileiros para conseguir chegar a um acordo com a Embraer (EMBR3), disse a agência de notícias Reuters nesta quinta-feira (18). Diante disso, a empresa americana estaria disposta a manter a “golden share” do governo brasileiro e ainda garantiria salvaguardas aos programas de defesa do Brasil, disseram quatro fontes.

A companhia foi obrigada a voltar a fazer um novo planejamento depois que as autoridades brasileiras recusaram na semana passada a ideia de transformar a Embraer em uma subsidiária, como a Boeing opera na Austrália e Reino Unido, segundo a Reuters.

“A Boeing veio para comprar a Embraer, não para uma parceria ou uma joint venture que estaríamos dispostos, mas para assumir o controle da empresa. Isso foi rejeitado”, disse uma das fontes, que é funcionário do governo. “A Boeing que volte com uma nova proposta”, completou.

Ainda segundo uma fonte da agência de notícias, a proposta da Boeing precificaria a Embraer em algo entre US$ 5 bilhões e US$ 6 bilhões. Atualmente, a companhia brasileira tem um valor de mercado de cerca de US$ 4,7 bilhões, o que coloca o “prêmio” sobre o preço atual entre 6,5% e 28%, considerando o piso e o teto proposto pela americana.

Por outro lado, há preocupações em Brasília de que, no fim, Washington tenha poder de decisão sobre os programas brasileiros de defesa. A empresa norte-americana estaria disposta a preservar a “golden share” do governo brasileiro na Embraer, disseram as pessoas familiarizadas com o assunto, mas isso pode não ser suficiente para ganhar apoio para a prosposta.

FONTE: InfoMoney

181
Deixe um comentário

avatar
180 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
76 Comment authors
DantonEdson ParroAerococusRubensAlessandro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Acabou para a Embraer.

_RJ_
Visitante
_RJ_

Isso ainda parece uma ridícula guerra de factoides na imprensa. Ainda lembro da época em que 20% da Embraer foi da Dassault, e que depois deixou de ser, em manobras única e exclusivamente no mercado de ações. Se o interesse da Boeing fosse de comprar a Embraer, ela teria começado por aí e ido até o limite legal, para depois negociar os 1% que lhe dariam controle da fábrica. Também lembro de negociações entre Boeing e Embraer para unificar o portfólio de vendas, onde a Boeing poderia oferecer os produtos da Embraer e vice-versa, dentro de pacotes de vendas incluindo… Read more »

Silva
Visitante
Silva

“A Boeing veio para comprar a Embraer, não para uma parceria ou uma joint venture que estaríamos dispostos, mas para assumir o controle da empresa. Isso foi rejeitado” Pelo jeito, a Boeing tinha certeza que aqui no Brasil ela iria impor sua vontade e transformar a Embraer em uma mera filial, como ela fez em outros países. Ainda bem que o Governo Brasileiro entende que a Embraer é um empresa estratégica para o país e bateu o pé e disse um sonoro NÃO! Do contrário, teríamos duas “APERTAPARAFUSOBRAS” no país, que não desenvolvem ou produzem um único parafuso sequer! Já… Read more »

João Machado
Visitante
João Machado

Boa tarde a todos.
Será que as negociações se concluídas, facilitariam (preços e condições) aquisições de equipamentos da própria Boeing?
Como o Ah 64 e outras aeronaves.
Acredito que devem haver propostas neste sentido; estou correto?

Silva
Visitante
Silva

“há preocupações em Brasília de que, no fim, Washington tenha poder de decisão sobre os programas brasileiros de defesa”

Ora, mas se a Embraer se transformar em subsidiária da Boeing, é óbvio que a área de defesa estará submetida ao “humor” do governo e congresso americano. Seria suicídio tenológico para o Brasil, entregar a Embraer para a Boeing e deixar as forças armadas brasileiras ainda mais dependentes e vulneráveis aos fornecedores estrangeiros.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Golden Share não é para a Boeing preservar, é para se submeter… Está virando insulto essa negociação. O que a Boeing propõe é como você ter o direito de impedir o ingresso e o controle de outrem na sua casa e este entrar à força dizendo que concorda em manter o seu direito …

ivo
Visitante
ivo

_RJ_ 19 de Janeiro de 2018 at 16:28
até o limite legal, para depois negociar os 1% que lhe dariam controle da fábrica.

o limite legal para empresas estrangeiras adquirir ações da EMBRAER é de 40% + 1% não daria o controle sobre a mesma.

ivo
Visitante
ivo

Ozawa 19 de Janeiro de 2018 at 16:45

você ter o direito de impedir o ingresso e o controle de outrem na sua casa e este entrar à força dizendo que concorda em manter o seu direito …

Ozawa, seria cômico se não fosse trágico…….

JOEL EDUARDO SOARES
Visitante
JOEL EDUARDO SOARES

O que a Boeing está enxergando na Embraer agora, e na visão de projeção de futuro que nos não estamos vendo, ou eles ACHAM QUE NÃO??!!
Nunca esquecendo que soberania nacional vem primeiro ACOMPANHADO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO NACIONAL.
Sds

Glasquis7
Visitante

Silva
“Ora, mas se a Embraer se transformar em subsidiária da Boeing, é óbvio que a área de defesa estará submetida ao “humor” do governo e congresso americano.”

Com ou sem a EMBRAER estamos todos submetidos ao “humor” deles . Quem fornece motores e avionicos pro KC e o A 29 são eles e seus aliados. Então …

diego
Visitante
diego

Tudo que a EMBRAER tem dentro e fora do Brasil vale apenas 4,7 Bi ? só isso?? se fosse algo em torno de 30 bi tudo bem mais 4,7 bi é muito pouco, penso que tem caroço nesse angu ai…

Robsonmkt
Visitante

O que a Reuters noticiou me parece pouco para convencer o governo. O que o governo quer e a garantia de que a empresa Embraer continuará existindo com marca própria é um mínimo de autonomia administrativa. Sem isso, não haverá decreto presidencial alterando a participação estrangeira com direito a voto. E mesmo que haja o decreto, precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional.

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

_RJ_ 19 de Janeiro de 2018 at 16:28 “A verdade só saberemos após o fato consumado, quando não poderemos fazer mais nada a respeito.” ____________________________________________________________________________ Colega: “Nós” não influenciamos e muito menos decidimos nada. As duas empresas são privadas e estão negociando relações. É óbvio que não sabemos nem 10% do que realmente pretendem, onde concordam ou onde discordam. Essa discussão com posicionamentos polarizados já cansaram demais, pois, dizem sempre as mesmas coisas indefinidamente e não agregam nada como informação e muito menos como decisões. Resumindo: Estão negociando e vai sair coelho desse mato. Se o coelho vai parecer um… Read more »

Robsonmkt
Visitante

diego 19 de Janeiro de 2018 at 17:19
Tudo que a EMBRAER tem dentro e fora do Brasil vale apenas 4,7 Bi ? só isso?? se fosse algo em torno de 30 bi tudo bem mais 4,7 bi é muito pouco, penso que tem caroço nesse angu ai…
____________

Oi Diego. Este é o valor da Embraer no mercado de ações. Seu patrimônio físico é maior que isso, mas não muito. O mercado de ações tem regras próprias. A Amazon, por exemplo, sempre teve papéis valorizados mesmo sem dar lucro por mais de dez anos.

Caio
Visitante
Caio

Acho que só o investimento do governo brasileiro nos programas militares já somam muito mais do que o ofertado pela Boeing, eu não sei, não valerá a pena. Mesmo que o Brasil continue com o Golden Share a pressão dos Estados Unidos será o fator final nas decisões da empresa, por fim, acredito que a melhor saída para a Embraer é continuar nos seus negócios e, se possível, fechar uma parceria com a Boeing ou a SAAB no futuro.

Gustavo Borges
Visitante
Gustavo Borges

É só notícia ruim desde quando a Boeing cresceu o olho na Embraer. Ou a Boeing compra a Embraer ou a relação entre as duas empresas azedam. Duvido que os americanos aceitem ter nossa empresa só como aliada.

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Palhaçada tal oferta .. n sabia q a Embraer estava decretando falência ……mesmo o Gov brasuka mantendo o golden share em parceria com a BOEING .. eu duvido q nossa gov , seja la qual for ,, va entrar em atrito com tal empresa .. pois significa entrar em atrito direto com o gov dos EUA .. ou seja .. alem de humilhante tal oferta .. e um verdadeiro cavalo de troia .. esse valor n deve pagar sequer o desenvolvimento do E-2 e do KC-390 …

Jorge Marques
Visitante
Jorge Marques

Viram que a EMBRAER está crescendo muito e querem detonar. FATO.

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

Ivo

Concordo com todos os seus comentarios
Onde assino

Marcos
Visitante
Marcos

“disse uma das fontes”
Essas fontes participaram das reuniões?
Qual a orientação social dessas fontes? São esquerzoides, batatinhas, milicos melancia?

Pereira
Visitante
Pereira

É isso mesmo? O preço da Embraer com know-how, instalações, vendas garantidas de aviões para FAB e outros muitos comerciais, por um pouco mais do que a SAAB nos vendeu 36 Gripens?
Que precificação é essa?

OSEIAS
Visitante
OSEIAS

Eu já havia comentado que o programa AMX, tirou a Embraer da idade media para o “céu” literalmente. Acabamos de comprar tecnologia de ponta, mais moderna que o F18, e entregamos a Embraer. Vamos jogar fora isso? É o povo que vai pagar essa conta? Senão fosse a transferência de tecnologia, o custo seria bem menor. Mas imagine daqui a alguns anos, seremos nós comprando essas senhoras gordas, cheia de vícios e lenta. Vamos apostar nesse jogo, nosso povo é muito calejado, nós somos bem mais rápidos que eles. Se nos mantivermos assim, e usarmos essa tecnologia para os produtos… Read more »

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

A cotação da maconha vencida despencou…liberou geral..meu Deus. Haja paciência.

Marcos
Visitante
Marcos

Pereira 19 de Janeiro de 2018 at 18:19
É isso mesmo? O preço da Embraer com know-how, instalações, vendas garantidas de aviões para FAB e outros muitos comerciais, por um pouco mais do que a SAAB nos vendeu 36 Gripens?
Que precificação é essa?

Qual a margem de lucro da empresa?
Quanto vale seus ativos?
E quanto tem de passivo?

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Já cansou… Assunto repetido, recheado de comentários ridículos, cheios de filosofia de bar.

Sérgio Luis
Visitante
Sérgio Luis

É pelo mesmo preço dos 36 Gripen?!
Pelo amor de Deus!!

housemaq
Visitante
housemaq

Não xinguem por favor, mas…
O gambá subiu no telhado, rs

John
Visitante
John

Faço apenas 3 perguntas;
A primeira pergunta que faço é: Qual será o verdadeiro motivo da “boeing” “GOVRRNO AMERICANO querer a embraer?
Segunda: Para quê vender?
Terceira: O que vai ser feito com essa merreca?

Marcelo-SP
Visitante
Marcelo-SP

luiz antonio, 19 de Janeiro de 2018 at 18:42
A cotação da maconha vencida despencou…liberou geral..meu Deus. Haja paciência.

——

Hahahaha!!! Boa, Luiz Antonio!!! Realmente a coisa ficou maluca, mesmo! Tem gente misturando receita com avaliação de ativos e mais um monte de salada contábil sem nexo.

RL
Visitante
RL

Por 6 bilhões da pra levar só a azeitona.

O resto da pizza 🍕 está lá na casa dos 30/40 Bilhões.

Fora o dinheiro do busão e do café na padaria do português.

Jmgboston
Visitante
Jmgboston

Voces deveriam se sentir orgulhos pela ambev ser dona da maior cervejaria americana. E embraer é menor que a bud.

Marcos
Visitante
Marcos

Jmgboston
Lembrando que lá atrás foram os belgas que compraram a Ambev.

Muitos não devem ter ligo a piadinha que ainda hoje circula por ai e coloquei em um outro post:
“A McDonnell Douglas pegou o dinheiro da Boeing e comprou a McDonnell Douglas, desse modo tornou-se dona da Boeing”.

Marcos
Visitante
Marcos

Faz o seguinte: pela cotação do dólar de hoje, esses mais ou menos US$ 6 bi, darão R$ 18 bi. Juntem todos os funcionários da Embraer, que dá umas 18 mil pessoas… Noves fora… Cada um desembolsa R$ 1 milhão. Não precisa nem estatizar a companhia novamente, como querem os Sindicatos.

Adriano R.A.
Visitante
Adriano R.A.

Boeing A-29 Super Trump?
Brincadeira… rsrsrsrs.
Caríssimos, muita especulação ainda. Tem que esperar…

José Lemos filho
Visitante

Nós, aqui neste sufoco e o restante dos brasileiros preparando-se para o carnaval!!! É, galera, preparam o coração, serão fortes emoções. E que DEUS tenha misericórdia de povo e do país.

Wagner
Visitante
Wagner

“A EMBRAER deve continuar brasileira por uma questão de segurança nacional”

MODE IRONY ON
Verdade, afim de manter a extensa frota de aviões militares ultra modernos em ação no BR.
MODE IRONY OFF

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Volto a repetir… Só não enxerga quem não quer ou é pau mandado do adversário… A intenção dessa negociata da Boeing é acabar com a Embraer. – Cada vez surge mais à luz sua completa indiferença por qualquer tipo de joint venture. Ou seja, a Boeing não precisa da Embraer, e se não precisa, a intenção não é unir forças nenhuma, a finalidade de sua negociata para cima de nós é muito mais estratégica em nível governamental, e menos comercial, do que querem dar a entender e atrás da qual tendam se camuflar. – Fique de olhos bem aberto Brasil!… Read more »

JoliLeChat
Visitante
JoliLeChat

Essas notícias dão a impressão de que o governo negocia a venda de um fabricante de aeronaves como se estivesse vendendo soja ou minério de ferro. Espero que eu esteja enganado.

Alessandro
Visitante
Alessandro

eu entendo os colegas em ridicularizar os esquerd0patas, afinal eles merecem… mas entendam um coisa tbm, a Embraer é uma empresa estratégica para o Brasil, e o governo brasileiro possui o Golden Share, e NÃO ESTÁ A VENDA o controle da empresa! Sabe quando vc possui algo que não tem preço, pq aquilo é muito importante pra vc ? Eae vem uma pessoa e oferece um bom preço por aquilo, mas vc imediatamente recusa pq simplesmente não está a venda, então é isso, entendam ! Ae vejo algumas pessoas nos comentários forçando a barra e quase que exigindo que o… Read more »

Robsonmkt
Visitante

Prezado Farroupilha, na minha opinião, a Boeing precisa da Embraer porque a sua linha de produtos complementa perfeitamente à do gigante americano sem que este precise reinventar a roda gastando bilhões de dólares e milhares de horas. Uma linha completa de aviões regionais já está pronta e conceituada no mercado. Ainda há produtos na área da aviação executiva que vendem tanto quanto os regionais e de brinde, produtos na área de defesa, inclusive para brigar com sua principal concorrente nos EUA oferecendo um cargueiro militar realmente novo. Isto é importante pois ao perder para a Lockheed no JSF, a Boeing… Read more »

Alessandro
Visitante
Alessandro

Eu queria ver se fosse a AVIC querendo o controle total da Embraer, se os mesmos “entusiastas” estariam com a mesma opinião rsrs… iria ser interessante ver os comentários.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

“Estatais da China e da Rússia são os exemplos mais recentes. Somente em 2017 o orçamento chinês para a defesa foi de 150 bilhões de dólares. Fabricantes estatais do país uniram-se para lançar um jato para 160 pessoas e finalizaram o projeto de um avião para 70 a 105 passageiros, o nicho da Embraer. A China ainda está trabalhando com a Rússia no desenvolvimento de um avião maior, para 250 pessoas, segmento da Boeing e da Airbus.” É não esqueçam a azul que é a maior compradora dos aviões da Embraer, recentemente compro Airbus pra suprir as novas rotas maiores,… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

A estratégia é outra e a GS será mantida de forma direta:

http://www.valor.com.br/empresas/5267173/boeing-e-embraer-discutem-um-novo-modelo-de-negocio

E reitero, o negócio será fechado e as viúvas ficarão chorando, juntem-se as viúvas do A 12.

O que a Boeing farão vai muito além ….

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Robsonmkt 19 de Janeiro de 2018 at 23:43 Prezado, Vc citou um X da questão “associação, joint-venture ou parceria”. Estas coisas cada vez mais se revelam não serem nem um pouco do interesse da Boeing. Situações estas amigáveis de empresas que unem o útil de cada uma a outra. A Embraer recentemente fez isto com a Sierra Nevada, porque precisava da SN apenas como facilitador de negócios, absolutamente conveniente para seu crescimento. Nenhuma se prejudicou, nem seus países. Então, se a Boeing precisa da Embraer para lhe facilitar seu crescimento, por que não uma simples parceria, inclusive sem a necessidade… Read more »

Silva
Visitante
Silva

Caro Farroupilha, No meu entender, a Boeing deseja adquirir a Embraer, não apenas para obter uma complementariedade de portifólios e aumentar sua participação de mercado, mas também para matar um possível concorrente no futuro, como se deslumbra a Embraer. É sabido que o mercado da aviação muda constantemente de tempos em tempos e que no futuro, próximo ou não, existe sim a possibilidade de a Embraer ser obrigada a competir com a Boeing, através de uma aeronave maior que o E-195 E2, seja por mudanças naturais no mercado de aviação ou mesmo pela necessidade de crescimento da própria Embraer. Tecnologia… Read more »

ODST
Visitante
ODST

@Glasquis7 É diferente, a EMBRAER importa peças do EUA por escolha, não por obrigação, pois os mesmos equipamentos importados do EUA podem ser importados de outros países, e lugares para isso é o que não falta; Rússia, França e Alemanha, só para citar alguns. Além disso, se a Embraer não encontrasse fornecedores eu tenho certeza que eles mesmos desenvolveriam suas próprias soluções, capacidade eles tem de sobra (o interesse da Boeing nela não me deixa mentir). Mas caso a Boeing adquirisse a Embraer a coisa iria se inverter, e eles passariam a usar peças importadas do EUA por obrigação, e… Read more »

Jean-Marc Jardino
Visitante

Como ja tinha comentado antes, no mundo teremos apenas duas gigantes nesse setor, Airbus Group e Boeing, o resto aos poucos serao devorados pelas mesmas.

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Seis bi é pouco.

Antunes Neto
Visitante
Antunes Neto

Lembrando que esse dinheiro apontado pela Boeing não comprando as Golden Shares, obviamente, não incluem os investimentos do governo. Não podemos cobrar pelo investimento governamental (ou seja nosso) se esperamos manter o controle da empresa, isso não faz sentido. . Dito isso, se o valor de mercado de ações é menor que o de valor “construído”, o que dizer do valor intangível da divisão de engenharia que certamente é maior que a soma anual dos salários dos que a compõe. . A regra de compras de ações de 40% +1 com 150% do valor de mercado me parece uma regra… Read more »

Larri Gonçalves
Visitante
Larri Gonçalves

Parece que alguém se acordou no Governo Federal, se a BOEING não quiser tchau ! Vamos manter nossa soberania e ponto final, e além do mais, ainda querem comprar a preço de banana, esses caras são cara de pau, mesmo.