Home Aviação Comercial Dubai Airshow 2017: Boeing e flydubai assinam acordo para 225 aviões 737...

Dubai Airshow 2017: Boeing e flydubai assinam acordo para 225 aviões 737 MAX

1790
10

A Boeing e a Flydubai assinaram um acordo para um total de 225 aviões 737 MAX com um valor de preço de lista de US$ 27 bilhões no Dubai Airshow 2017.

Assinado no Airshow de Dubai de 2017 na cidade natal da flydubai, o acordo inclui um compromisso para 175 aviões – MAX 8, MAX 9 e pelo menos 50 jatos 737 MAX 10 – e direitos de compra para 50 MAXs adicionais. O negócio representa o maior pedido de jatos de um único corredor – por número de aviões e valor total – de um transportador do Oriente Médio, de acordo com a Boeing.

“Congratulamo-nos com a continuação da nossa longa parceria com a Boeing. Os seus aviões possibilitaram uma base para o sucesso do nosso modelo de negócio, proporcionando-lhe a flexibilidade operacional e o alcance para construir uma rede de 95 destinos em 44 países”, disse o presidente da Flydubai, Alteza Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum. “Compreender a demanda por viagens em nossa rede, nossa abordagem inovadora para o nosso design de cabine e o desenvolvimento de um produto exclusivo do nosso mercado nos permitiram superar as expectativas dos nossos passageiros em sua experiência de voo”.

“O pedido de aeronaves de hoje sublinha o sucesso da visão fundacional da flydubai, ajudando a fortalecer os links comerciais e turísticos em toda a rede e contribuiu para a maior conectividade do centro de aviação de Dubai”, acrescentou Al Maktoum. “Em menos de uma década, a flydubai ampliou sua rede para 97 destinos em 44 países e esperamos a chegada da nova aeronave a partir de 2019 em apoio às nossas ambições futuras”.

“Hoje marca o próximo capítulo da história de sucesso do flydubai”, disse Ghaith Al Ghaith, diretor executivo da flydubai. “Desde que lançamos em 2009, a flydubai abriu 67 mercados anteriormente desatendidos que atendem nossos passageiros em toda a região. Congratulamo-nos com a continuação da nossa longa parceria com a Boeing. Nós pedimos este modelo de aeronave, pois nos deu a versatilidade e flexibilidade para transportar 44 milhões de passageiros desde o nosso primeiro voo”.

“Estamos extremamente honrados de que a flydubai tenha selecionado ser um operador de Boeing durante muitos anos. Esse acordo recorde baseia-se em nossa forte parceria com a flydubai e as outras principais operadoras desta região”, disse o Boeing Commercial Airplanes President & CEO Kevin McAllister. “Com o modelo de negócios comprovado da flydubai e os ambiciosos planos de crescimento, aguardamos centenas de modelos 737 MAX da Flydubai conectando Dubai com o resto do mundo”.

Este novo acordo ultrapassa as encomendas anteriores da flydubai de 75 MAXs e 11 Next-Generation 737-800s no Dubai Airshow 2013 e a flydubai colocou sua primeira encomenda para 50 Next-Generation 737-800s em 2008. Até a data, a flydubai recebeu 63 jatos 737-800 e três 737 aviões MAX 8, de acordo com a Boeing, mas a companhia aérea afirmou que só terá uma frota de aeronaves Boeing 737-800 Next-Generation 737-800 e aeronaves Boeing 737 MAX 8 até o final de 2017. Além disso, há uma programação de 70 aeronaves que deverá ser entregue em 2023. Com o anúncio de hoje, a flydubai terá 320 aeronaves em encomenda.

10
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
EmmanuelCarlos Alberto SoaresPC de BordoAugustoDelmo Almeida Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nonato
Visitante
Nonato

Eita. Os emirados árabes unidos têm quantas companhias aéreas, afinal de contas?
Pensei que eles só faziam vôos de longa distância. Tipo Europa, EUA, Brasil.
Alguém sabe a diferença em termos de consumo entre um 737 Max e um A320 neo?
Na última isto é dinheiro há uma matéria interessante sobre a Azul que está implantando os neo.
Comparaso ao E190 convencional, o E 2 195 é 25% mais econômico e o neo 28%.
Só não sei se por assento ou por avião…

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Nonato, não sei responder a sua pergunta, mas o A320NEO com 174 passageiros necessita de menos combustível que o E195 com 118 DE JPA pra VCP. Isso me impressionou muito! Os A320NEO estão sendo usados ao limite na Azul, fazendo muitos vôos, mesmo tendo recebido o nono só na semana passada que eu nem sei se já tá voando comercialmente (foi o primeiro com o kit SHARP). O E195 E2 vai ter uma economia de até 24% de combustível por assento e poderá ser mais competitivo. O Embraer é competitivo em rotas mais curtas, tipo mil km, ou no máximo… Read more »

Augusto
Visitante
Augusto

Delmo, alem do preco do combustível tem o fator do preco da manutenção que o Ejet deve ser menor

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Isso. Os custos operacionais, manutenções mais extensas e seguros devem ser todos mais baratos…

PC de Bordo
Visitante
PC de Bordo

Nonato ————————————————- ” O 737 MAX proporcionará às companhias aéreas a grande economia de combustível que esperam para o futuro. A aeronave traz um novo motor, o LEAP-1B da CFM International, que reduz a queima de combustível e as emissões de CO2 em 13%, quando comparado à maioria das aeronaves de corredor único mais econômicas da atualidade. As atualizações recentes no design da aeronave, inclusive o winglet desenvolvido com moderna tecnologia, reduzirão o arrasto e realçarão ainda mais o desempenho do 737 MAX, principalmente em rotas de longa distância. Quando comparado a uma frota de 100 das aeronaves mais econômicas… Read more »

Nonato
Visitante
Nonato

Se o 737 for tão mais econômico poderia explicar as compras…

Nonato
Visitante
Nonato

Obrigado Delmo e PC de Bordo.
Aí vai o link da matéria da Azul…
https://www.istoedinheiro.com.br/o-voo-sem-turbulencia-da-azul/

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Delmo Almeida
Avião é para voar não para ficar na chon.
_______________________

A Gol voará para NY com 737MAX 8.

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Airbus: 430.
Boeing: 225.
Bombardier: 24.
Sério mesmo que a Bombardier quer entrar nessa briga????
Por isso que a EMBRAER faz muito bem de ficar no seu nicho sem querer reinventar a roda.
Abraço.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

CAS, não entendi a frase. A TAP deve voar pro Brasil com o A321NEO-LR e a Azul estuda fazer também a ligação com a Europa. Depende de onde você parte e também se tá disposto a operar restrito é até que ponto. Não ouvi falar nessa rota pra NY, mas ouvi pra MIA que parece muito mais plausível.
PC de Bordo, as duas falam basicamente a mesma coisa sobre seu produto. A Airbus tá vendendo mais, mas o volume da Boeing não permite dizer que seu produto é pior.