Home Estratégia Reestruturação da FAB: como ficam as ALAS e os PAMA

Reestruturação da FAB: como ficam as ALAS e os PAMA

11357
100
reestruturacao-da-fab
Confira no gráfico acima a distribuição de bases e unidades da FAB em suas respectivas ALAS, na reestruturação planejada da Força.
Sobre os Parques de Material Aeronáutico da FAB (PAMA), seguem informações mais atualizadas.
O PAMA-AF hoje é NuPAMA-AF (núcleo de Parque), ou seja, está sendo preparado para ser fechado, o que ocorrerá em DEZ/2017. Atualmente 3 projetos são gerenciados e manutenidos por ele: C-95, C-97, que passarão para Lagoa Santa, e o UH-1H, que será extinto com o fechamento do Parque.

Assim restarão na FAB os seguintes parques: Galeão, Lagoa Santa e São Paulo, que são responsáveis pelos seguintes projetos:

  • PAMA-SP: F-39 (Gripen), VANT, F-5, H-34, H-35-, H-36, H-50, H-60L, AH-2;
  • PAMA-GL: C-130, KC-390, A-1, VC-1, VC-2, C-105, C-99, E-99, R-99, P-3, B-767; e
  • PAMA-LS: T-25, T-27, A-29, R-35, C-98, IU-50 (Legacy GEIV), IU-93 e  G-19 (rebocador AFA).

100
Deixe um comentário

avatar
98 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
44 Comment authors
Flávio PitameiaJosias Alves da SilvaJorge AraújoWalfrido StrobelAlexandre Galante Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Interessante observar que algumas ALA (antigo COMAR) tiveram seu comando reduzido de 3 para 2 estrelas. E Anapolis e Campo Grande permanecem com Coronéis. Esse slide faz parte da apresentação que o TB Rossato fez em todas as OM, muitos meses atrás. Mais modificações virão. E a Marinha? Quando fará a sua? Pra entubar a Segunda Esquadra no Nordeste foi uma novela. Almirante quer morar no Rio.

Marcio Cardoso
Visitante

Rinaldo estava me perguntando exatamente a mesma coisa.

camargoer"
Visitante

Olá a todos. Entendo que pela experiência, fornecedores, etc, que o PAMA/SP dê manutenção aos F5M, mas não seria o caso de buscar um outro local para os F39, já pensando na desativação das instalações militares no Campo de Marte? Talvez o Galeão ou até mesmo uma estrutura nova em Anápolis?

Marcio Cardoso
Visitante

Afonsos fechará só o PAMA ou vai fechar a base toda ?

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

A Base toda.
Camargoer, está na pauta. Era o desejo do TB Paes de Barros, ex COMGAP e ex CEMAER, hoje na ANAC. A idéia não morreu.

JT8D
Visitante
JT8D

Desculpem minha ignorância, mas não consigo entender a concentração de bases militares no Rio de Janeiro. Sem dúvida um lugar aprazível para se morar, mas estrategicamente não faz muito sentido

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

JT8D, concordo. Muita coisa ainda pode ser feita, inclusive juntando o 1° GT e o 1°/1° GTT e tirando ambos do Rio. Com todo o respeito aos cariocas, não acho o Rio nada aprazível. Pelo contrário. Já morei lá. O pessoal da Brigada de Operações Especiais do EB devem ter dado graças a Deus quando saíram de Deodoro pra Goiânia. Sem comparação.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Não só a MB e a FAB, que mesmo com essa reestruturação, ainda faz concentrar ainda mais em algumas bases e estados o que, como estratégica em busca de apoio do poder político (parlamentares de mais estados), é um erro na minha opinião, no caso do EB também. Pra quê um Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, e um Comando Militar do Leste, no Rio de Janeiro?! – Quanto ao redirecionamento e/ou estabelecimento de novas bases aéreas, hoje penso que a BABE deveria ser desativada e seus esquadrões redirecionados para São Luiz e Amapá. A possibilidade de expansão dos… Read more »

Érico
Visitante
Érico

Senti falta do 1/16 em AN. Se o gráfico mostrou 2018, dá a entender que até lá, nada dele ser desativado de Santaca.

Sergio Cintra
Visitante

Gente!! Perdi algo e faz tempo! PAMA-RF foi-se! Qual o significado T4? Embora paulistano, resido no Rio. Convivo com pessoal do Exe no Rio, e o caminho é fora p/ as Unidades operacionais. A Vila Militar é um deserto hoje. Inúmeras unidades se foram. Fortes e Fortalezas são só atrações turísticas. Restarão escolas (Urca) e pesquisas (Ctex em Guaratiba) só. Sou de opinião que Unid. Militares Operacionais ficarem fora dos grandes centros. Santa Cruz hoje já está cercada por bairros. Afonsos também. Galeão com a ampliação do aeroporto, já esta ficando num canto. e ainda, por incrível que pareça a… Read more »

Flávio Pitameia
Visitante
Flávio Pitameia

Eu ainda espero a interiorização da marinha e o fim da “Sede” Rio de Janeiro.

control
Visitante

Srs Curiosamente, tanto o Paraná (regiões oeste/norte) como São Paulo (regiões oeste/sul) que concentram uma boa parte do parque de geração de energia elétrica e os sistemas de transmissão mais importantes do país estão totalmente a descoberto quanto a defesa aérea, pois estão muito distante de Santa Cruz, Anápolis e Canoas. Nada adiante haver aviões em prontidão nestas bases se os possíveis alvos estratégicos a serem protegidos estão muito distantes. Afinal, porque a FAB precisa de tantas bases e tanto efetivo no RJ? E, porque insiste em manter bases em grandes cidades inclusive em aeroportos com restrições operacionais devido ao… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Control, as Bases chegaram primeiro, MUITO antes. O que determinou foi a História. Já postei essa explicação em outra matéria, muitos meses atrás. Agora a FAB está tentando corrigir isso. Vai dar pra mudar tudo ao mesmo tempo? Não. Envolve recursos. Ninguém vai atacar hidroelétricas ou linhas de transmissão de repente. Quando houver uma crise, um Exame de Situação vai ser realizado e as UAE serão desdobradas. Hoje, o maior problema é tráfego ilícito vindo Paraguai. Eu já operei a partir de Cascavel pra coibir esses tráfegos. E a FAB deslocará seus meios pra onde for necessário: Cascavel, Chapeco, Caceres,… Read more »

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

“Rinaldo Nery 16 de setembro de 2016 at 20:50
A Base toda.”
Caramba, e a Vila Residencial …. está cheio de prédios novos lá !
__________________________________________

O patrimônio é da União, á área é de alta especulação imobiliária, eae Coronel ?

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

“control 16 de setembro de 2016 at 22:28”
Boa Vista e Manaus são mais críticas nessa sua questão, minha opinião.

control
Visitante

Srs

Jovem Cel

Se podemos contar com avisos que nos permitam se preparar para a defesa, qual é a lógica da FAB em manter caças em alerta em Santa Cruz, Anápolis e Canoas? Observe que o Brasil é extremamente dependente da energia elétrica, particularmente a indústria e as grandes cidades do SE.

Jovem Carlos
O sistema de transmissão do oeste/norte do PR e oeste/sul e centro de SP garantem a energia para o SE. SP e todo o SE ficarão a meia luz.
Manaus e Boa Vista, apesar de possíveis perdas, não são tão estratégicas.

Sds

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

A lógica de Anapolis é Brasília. A de Santa Cruz é o parque fabril do eixo RJ/SP. A de Canoas, nenhuma. Tinha mais importância quando tínhamos rusgas com os argentinos.
E também temos o exemplo do 11 de setembro. Nenhum maluco vai jogar uma aeronave no Planalto, Congresso (não entrarei no mérito das vantagens…. kkkk) , no centro de São Paulo ou no Corcovado.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Quanto à área de Afonsos, existe a possibilidade de permuta. Você cede a área em troca da construção de uma nova Base Aérea, por exemplo. Tentou-se algo semelhante com Santos. Quanto à especulação imobiliária, a área dos sonhos é a Restinga da Marambaia. A da BAFL também. Marechal Hermes é bem ruinzinho….

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Cel Nery
Numa boa, quando me aposentar darei no pé desta Cidade Marabichosa. Vou subir a serra. Saturou. Prefiro mil vezes trabalhar na Baixada, acreditem.
.
JT8D
As bases em Deodoro são resquício da Capital Federal. E como foi colocado acima, ninguém queria sair.
Ainda há muitos órgãos federais com representação ou até mesmo sede no RJ, Petrobrás é exemplo.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Esta questão de Canoas é interessante, Cel Nery, eu sou da opinião que o melhor seria manter BAFL e desativar BACO, o RS já tem Santa Maria e Florianópolis ficaria melhor localizado para cobrir o litoral Sul e Sudeste. Penso que poderíamos ter lá dois esquadrões, um de patrulha equipado futuramente com o C-295 MP é outro de transporte com mais C-295 (para apoiar as tropas no Sul). Os F-5M de Canoas iriam para BASM. É o que penso.

Até mais!!! 😉

Rafael M. F.
Visitante
Rafael M. F.

A Marambaia não é reserva biológica federal? Áreas de restinga geralmente são consideradas APP.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Rafael, é reserva até subornarem alguém com 10 apartamentos. A Praia Brava, em Itajai – SC, era área de proteção ambiental até comprarem alguém.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Coronel RN
Sulacap colada, Jacarepaguá próximo, estrada do catonho e redondezas, sei lá ….
_______________________________________________________________________

O Museu da Aeronáutica vai para onde ?

_______________________________________________________________________

Aliás o assunto Museu da TAM morreu ?

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

“control 16 de setembro de 2016 at 23:38”
Não há motivos para sua preocupação, nada vislumbra que Paraguay, Uruguay, Bolívia e a temível FAA vai nos atacar.
Os F 5M no RS estão sobrando, mais lógico se uma parte estivessem em BAMN e BABV.
——————————————————————————————————————–

Reiterando pela centésima vez:
Cadê os 767-300ER da IAI ?
Control
Estes sim farão a diferença.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Aliás, o GTT continua no RJ ? Jesus …….

MFVieira
Visitante
MFVieira

Nery,

Vc disse que a área dos Afonsos há a possibilidade de permuta. Vc sabe se está de pé ainda aquele projeto do final da década passada de levar o 1/1 GTT para uma aérea central do país acompanhando a Bda PQD?

Jagunço
Visitante
Jagunço

Essa reestruturação ainda vai dar muito pano pra manga. — Ouvi uma história sobre a chegada dos H60L em SM, e o esquadrão havia solicitado a construção de um novo hangar (só caberiam 2 no Hangar do 58, e o 58 receberia 8 astronaves). Na época da visita do chefe do 5Comar o assunto foi trazido, ainda se argumentando “construir uma instalação nova para os Amx e deixar a antiga para os H60”. Uns 3 dias antes houve um vendaval que levantou uma telha de um hangarete junto com um pedaço do concreto, que caiu em cima do hangar de… Read more »

Sergio Cintra
Visitante
Sergio Cintra

Opinião
Brig. PQD deveria ter um asa fixa (Exerc.) orgânico.

XO
Visitante
XO

Para conhecimento, está em trâmite o planejamento de reestruturação da MB… medidas de curto prazo (até 2019) e médio prazo (2030)… abraço…

control
Visitante

Srs Entende-se que a defesa aérea, particularmente o esquema de alerta, é para evitar qualquer ataque de surpresa. Dada a escassez de meios, era de se supor que a FAB colocasse seus esforços na defesa daquilo que fosse de importância mais estratégica para o país. Um ataque a pontos críticos do sistema de transmissão que atende ao Sudeste pode parar todo o setor industrial do eixo SP-RJ e deixar no escuro toda a região, as cidades de SP e RJ inclusas (plenamente nas primeiras horas/dias e com racionamento bravo nos próximos meses). Isto afetaria mais do que um ataque a… Read more »

Klesson
Visitante

Dúvidas para o entendimento.

O que s/ignifica ALA?
Bases Aérea T1, T2, T3 e T4?

Porque Brasília (ALA 6) e Anapolis (ALA 1)? Devido a proximidade Brasília/Anapolis uma só ALA seria suficiente. Não há justificativa para uma ALA Presidencial. Uma destas deveria ser deslocada ou para Mato Grosso ou Rondônia.
Já foi debatido aqui. Duas Bases Aéreas CO e SM? Uma só resolve, distribui uma delas em local menos protegido.

Grato as respostas.

Abraços.

control
Visitante

Srs

Jovem Cel

Considerando os estragos que os ocupantes de Brasília causam ao país, nenhum inimigo do Brasil com bom senso atacará Brasília. Seria contraproducente.

Sds

JT8D
Visitante
JT8D

control 17 de setembro de 2016 at 9:45
Não sei se é pra rir ou pra chorar

Celso
Visitante
Celso

Sem entrar em meritos , mas novamente se apresenta um plano de reestruturacao operacional de uma das forcas e novamente o q se ve eh uma completa miscelania na distribuicao dos meios e nem de longe se toca nos problemas mais graves dos soldos , aposentadorias , diminuicao dos ativos imoveis distribuidos pelo Brasil e c alto valor imobilario e custos de manutencao, reducao no numero de proscritos, oficialidade e patentes q se sobrepoem as necessidades ( pqe tantos oficiais brigadeiros…..), gestao mais equilibrada, nao consigo entender o pqe de tantos solddos e oficiais numa forca q mal sai do… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Como diria Ja k, o estripador, vamos por partes: MFVieira, sim, o GTT e a Brigada Pqdt vão sair do Rio. A END assim o determina. Discussões infindáveis: Anapolis, Goiânia, Campo Grande, Palmas…. Jagunço, concordo. Mas creio que não será a toque de caixa, pelo contrário. Os estudos não são de hoje. Mas, daí, os foristas vão postar que “está” demorando demais. Control, em linhas gerais, seu raciocínio está correto. A lógica são, dentre outras, os recursos. Não dá pra mudar a OBA radicalmente da noite pro dia, construindo centenas de novas instalações. A idéia sempre foi sair dos grandes… Read more »

jesse lopes de oliveira
Visitante
jesse lopes de oliveira

Nestes tempos de escassez de recursos acho que estas modificações visam a venda de imóveis pela FAB, tudo isto é reflexo da situação econômica do nosso País.

Jagunço
Visitante
Jagunço

Cmt Nery e demais foristas, — Se a FAB já definiu que vai movimentar unidades permanentemente, ficam 2 questões: 1- por que investiu dinheiro em estruturas que vão ser fechadas ou vão ficar ociosas ao invés de investir nos novos locais para absorver a demanda, mesmo por que nas novas cidades acredito que não deve estar tudo 100%; e 2- Não seria mais interessante prover estruturas adequadas nas localidades de destino dos novos esquadrões, hangares, pistas, alojamentos, etc antes de mandar o pessoal pra lá? E adicionalmente: 3- essa designação de unidades da FAB vai obedecer algum critério lógico ou… Read more »

Jorge F.
Visitante
Jorge F.

Falar que Santa Cruz é aprazível está um pouco fora de sintonia. Graduados e Oficiais preferem servir em PV BV ou até mesmo MN do que em SC. Quanto a distribuição das aeronaves de transporte, essas ficam onde a logística seja barata.

Jorge Alberto
Visitante
Jorge Alberto

“sim, o GTT e a Brigada Pqdt vão sair do Rio. A END assim o determina.” – Meu finado Pai (PQDt), deve estar se revirando no tumulo!!!
.
A base aerea dos afonsos eh uma das mais tradicionais que ha!!! Sua historia se mistura com a vila militar (PQD).
.
Nao posso crer, mas entendo os motivos…

E no RJ de hoje, na da pra ficar treinando recrutas para serem PQDs….

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

E o Museu vai para onde ?

uito
Visitante
uito

A BASC possui uma grande área livre ( ocupadas por plantações de Aipim ) que poderiam ser utilizadas para a construção de um PAMA.
Apesar do crescimento urbano há área livre que faz ” fronteira” com o Distrito Industrial de Santa Cruz e uma das cabeceiras de pista está voltada para a baia de Sepetiba.
Muito mais lógico do que o PAMA SP no Campo de Marte

Bardini
Visitante

Pelo jeito, a região norte do país será onde a doutrina de dispersão dos meios será estabelecida e melhor desenvolvida.
.
Muito bom diagrama a respeito da reestruturação. Deu para compreender bem.
.
Um ponto que gostaria de destacar é o “buraco” sobre Mato Grosso. Campo Grande é um pouco longe… O Centro Oeste deveria ter maior importância, afinal, a vizinhança por ali não ajuda muito.

Celso
Visitante
Celso

Prezado Rinaldo, lamento, mas vc foge do assunto……..sei q vc conhece a fundo as bases e seus quarteis. Nem tudo o q esta a vista esta de acordo e nem deveriamos aqui discutir assuntos q nao estao ao alcance de nossas decisoes ou de opiniao unica. A FAB tem proporcionalmente, uma forca q nao eh de combate e esta totalmente desbalanceada……mas isso o Sr c certeza ja sabe tbm. Faltam-lhes bons administradores e boa gestao no amplo sentido da palavra. Uma boa p[arte de seu efetivo, nao contribue c a operacionalidade da mesma.maioria q la se encontra, nao contribue diretamente… Read more »

Celso
Visitante
Celso

Bardini, este diagrama pode ser bem apresentado entre aspas, mas eh confuso, alias como ate acho q seja a intencao. Eu nao consigo entender essa miscelania apresentada, isso nao tem pe nem cabeca ou motivos criveis…do jeito q esta, o Brasil esta aberto a aventuras e ou incursoes……aproveito o gancho e faco mais uma ressalva ao Rinaldo…..vamos deixar de achismos ou de que o mundo vai acabar…tipo vamos acabar c as FAS……….como de fato o q nos aqui desejamos mesmo , eh uma otima organizacao militar em todos os niveis q possam nos proteger qdo necessario. Tbm ja estamos fartos… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Celso, seu raciocínio contém vícios, quando você AFIRMA que a FAB não tem bons administradores. Todos os oficiais superiores com MBA em Administração Pública, centenas de Mestres e dezenas de Doutores. Daí não há mais argumentação. Quanto ao numero de oficiais, por que há demais? Mostre os números, por posto, e me convença com bons argumentos. Nada de achismo. Não imagino quem sejam seus amigos na Força. Discuta esse tema com eles regado a um bom single malt. Com você, como se diz na Força, “knock it off”, combate encerrado. Carlos, há muitos anos atrás tentou-se fazer uma permuta com… Read more »

XO
Visitante
XO

Celso, desculpe, mas como é que o contribuinte vai colaborar ? Quem conhece as particularidades, possibilidades e limitações somos nós… se não, eu que só entendo de Navio e Sistema de Armas deveria poder piruar na tua empresa… pode ser também ?

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Jagunço, fiquei com algumas dúvidas: 1- Qual OM que será desativada que recebeu investimentos? 2- Prover estrutura adequada nas novas localidades. Óbvio que sim. Ninguém no EMAER é estupido. Pergunta: na atual conjuntura, tem recursos? 3- Desde quando designação de UAE tem que seguir critério lógico? Baseado em que? As da USAF tem? Os Batalhões, Grupos e Regimentos do EB seguem alguma lógica? 4- Mudança de sede nesse momento vai ser difícil. Ora, descobriram isso só agora? É pra mudar ou não? Celso disse que vai levar 30 anos, e não tem “motivos criveis”, ou seja, a FAB é desonesta.… Read more »

Peter Lenhart
Visitante
Peter Lenhart

Não tem grana para fazer uma mudança profunda e também é difícil fazer isso. Mas já é um avanço. Todos sabemos que o principal objetivo das localizações das bases das forças armadas era para atuar no Brasil e não fora. O problema, na época, estava dentro do país. Desde a redemocratização as coisas vem mudando, em compasso lento é verdade, mas mudando. Aos poucos teremos nossas forças estrategicamente localizadas para a defesa externa do país e não interna.

XO
Visitante
XO

Aceitar e ouvirb criticas são boas formas de enxergar melhor os problemas… mas, convenhamos, às vezes vem cada uma…

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Caro Rinaldo Nery, Atirar predas simplesmente é muito mais fácil e cômodo do que discutir com argumentos. O que você sente ao se “atirar” tais pedras na nossa honrada FAB (também fui Fabiano) é o que sinto quando fazem o mesmo com a Embraer. Tanto a FAB como a Embraer tem seus problemas, seus vícios… Mas o país é muito melhor com elas do que sem elas. Ambas são instituições sérias e cheias de gente competente, muito dedicada e trabalhadora. Essas críticas, da maneira como são feitas, vazias, como se todos que lá estivessem fossem estúpidos, preguiçosos ou mal intencionados…… Read more »

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Valeu Cel R. Nery
Shalom