YC-130 Hercules
YC-130 Hercules

Esta semana a Lockheed Martin comemorou a entrega do C-130 Hercules número 2.500, uma marca incrível para um avião que está em produção desde 1954.

O pessoal mais antigo deve se lembrar do livro de Martin Caidin, da década de 1960, que trata do famoso quadrimotor. O livro foi traduzido em várias línguas e foi publicado no Brasil pela antiga Distribuidora Record.

A publicação ainda pode ser encontrada em sebos e no Mercado Livre.

livro-hercules-martin-caidin-o-mais-poderoso-versatil-avio-241601-MLB20368589685_082015-F

livro-hercules-avio-mais-poderoso-e-versatil-martin-caidin-22768-MLB20235758137_012015-F

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Francisco
4 anos atrás

Avião lindo! Meu avô que era Brigadeiro da FAB pilotou muito ele, foi o qual mais teve horas de voo.

sergio peixoto
sergio peixoto
4 anos atrás

Caramba !!!! Eu não conhecia esta versão sem o “bico” não !!!!!!!

Jeff
Jeff
4 anos atrás

Nossa que foto fantástica essa. Quase lembra o nosso KC esse modelo sem “bico”. Isso que é projeto de grande sucesso!!!

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

O Título do tópico é Show e merecido.
Editores é possível publicar a edição no PA, em PDF/Link ?
Gostei deste vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=yLeWar4z5sc

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
4 anos atrás

Caro Bob Roberto F Santana 18 de dezembro de 2015 at 7:45
Tem um vídeo da IAI acelerado, desde a chegada até o final do MRO no C 130 …. Show.
A Célula fica mais que “pelada”, sai Ok !
Vou ver se acho e postarei !
G Abraço.

João Bosco
João Bosco
4 anos atrás

Linda e clássica aeronave. Li em um livro que ele tem mais de 40 versões. Quem sabe o KC-390 chegue perto um dia?

Rui Barbosa
Rui Barbosa
4 anos atrás

Quando se dará a reorganização da Aviação Militar no Brasil ?
Considerando os problemas econômicos que temos acho que a marinha deveria formar Pilotos de Helicóptero para as três forças e a FAB os de Avião para as três. Deveriam ainda reativar a aviação de asa fixa no Exército tanto de transporte quanto de caça, e a de Transporte na Marinha e a FAB manter a sua de transporte para apoio as suas tropas. Visto que o Para-Sar foi transformado em tropa de combate e ponto emprego. É a Força de operações Especiais da FAB.