Home História da Aviação Poder Aéreo nos Estados Unidos: Fort Worth Aviation Museum – parte 2

Poder Aéreo nos Estados Unidos: Fort Worth Aviation Museum – parte 2

723
8

A-12 Avenger Mockup - 3

Em nossa visita ao Fort Worth Aviation Museum no Texas tivemos uma grande surpresa: esbarramos com o “mockup” do caça-bombardeiro “stealth” McDonnell Douglas/General Dynamics A-12 Avenger II, doado pela Lockheed Martin ao museu. O mockup tinha acabado de chegar e ainda precisava ser restaurado para exposição ao público.

O avião era uma proposta da McDonnell Douglas e General Dynamics para o programa ATA – Advanced Tactical Aircraft da Marinha dos Estados Unidos, iniciado em 1983. Seria uma aeronave baseada em navio-aeródromo para substituir o Grumman A-6 Intruder.

O desenvolvimento do avião foi complicado, sofreu vários atrasos e acabou sendo cancelado em 1991. Em seu lugar, a US Navy adquiriu o F/A-18E/F Super Hornet.

Nas imagens do mockup pode-se notar alguns detalhes, como as entradas de ar e o compartimento de armas da asa esquerda aberto, com um míssil AIM-120 à mostra.

A-12 Avenger Mockup - 4

A-12 Avenger Mockup - 1

A-12 Avenger Mockup - 2
As pontas das asas do A-12 Avenger II aguardando montagem
Concepção artística em 3D do A-12 Avenger
Concepção artística em 3D do A-12 Avenger

A-12

A-12 Avenger II

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Baschera
Baschera
4 anos atrás

O A-12 (sigla que me dá arrepios…) é o “pai” do Northrop Grumman X-47B….

Sds.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
4 anos atrás

Dia desses um canopi dele apareceu num leilão de venda de sucata.

Eu pensava que essa aeronave nunca tinha sido mostrada ao público.

Iväny Junior
4 anos atrás

Um triangulo perfeito. Seria stealth?
O design é menos avançado que o do Horten 229.

Alexandre Galante
4 anos atrás

Era stealth sim.

Rafael M. F.
Rafael M. F.
4 anos atrás

Go-229. Ou Ho-229

Sou muito fã dessa arraia. Obra-prima dos irmãos Horten.

Fizeram um documentário sobre ele onde reconstruíram um mock-up usando as mesmas técnicas e os mesmos materiais da época (ele tinha asas de compensado e uma estrutura metálica tubular).

Pois bem, testaram o shape dele reproduzindo a faixa de frequência dos radares da Chain Home e constataram que o mesmo era “invisível” para os radares da mesma.

Para se ter uma idéia da importância do mesmo, basta afirmar que o design do B-2 Spirit bebeu da sua fonte.

Rafael M. F.
Rafael M. F.
4 anos atrás

Iväny Junior
4 anos atrás

Pois é Rafael

A estrutura da asa voadora sem deriva é um desafio até hoje. Já vi alguns depoimentos de pilotos do B-2 que este, mesmo sendo avançadíssimo e com controles full FBW ainda se mostra temperamental em condições climáticas adversas.

A sorte do mundo é que hitler era um péssimo estrategista de guerra. Fossem as máquinas construídas a tempo (quando do pedido de seus respectivos marechais, almirantes e brigadeiros) a guerra provavelmente teria tido outros vencedores.

Ademais, gostaria de um post sobre a bela asa voadora stealth.

Saudações a todos.

Ícaro Luiz Gomes
Ícaro Luiz Gomes
4 anos atrás

Certa vez fui em busca de saber se haveria algum museu militar em minha cidade. Para minha felicidade descobri tres, um da Marinha que nem militares lotados no mesmo predio sabiam que existiam, um da FAB com um acervo tao rico que quase nai se podia circular no mesmo e um terceiro do terceiro setor muito bem organizado, rico e explicativo, mas sem sede.