Home Noticiário Internacional Rússia transfere seus primeiros caças para base aérea na Síria, diz Pentágono

Rússia transfere seus primeiros caças para base aérea na Síria, diz Pentágono

909
26

Sukhoi

ClippingNEWS-PAWashington, 18 – A Rússia transferiu os primeiros caças para sua base militar na Síria, de acordo com oficiais de Defesa dos Estados Unidos. O movimento levantou novas preocupações de que Moscou está se preparando para desempenhar um papel direto no apoio ao presidente sírio, Bashar al Assad, contra militantes do Estado Islâmico.

A chegada de pelo menos quatro aviões na base aérea de Latakia, na costa síria, foi detectada após o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, se reunir com o secretário de Defesa da Rússia, Sergei Shoygu, no primeiro encontro das autoridades neste ano.

Durante a conversa de 50 minutos, Shoygu disse que a atuação militar da Rússia na Síria é de “natureza defensiva”, de acordo com um alto funcionário da Defesa americana.

“Os movimentos dos russos foram projetados para honrar compromissos assumidos com o governo sírio”, afirmou o oficial.

Oficiais americanos disseram que não sabem como Moscou pretende usar os jatos, mas observaram que os caças soviéticos são projetos para realizar combates contra outros aviões.

A crescente atuação militar dos russos na Síria é uma preocupação para os EUA, que realizam frequentes voos de vigilância no país e ataques aéreos contra os militantes do Estado Islâmico.

FONTE: www.em.com.br / Dow Jones Newswires

26
Deixe um comentário

avatar
26 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
Rinaldo NeryLeonardojoseboscojrVaderleo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
athalyba
Visitante
athalyba

Desdobraram 4 Su-30 SM com armamento ar-ar. Zonas de exclusão aéreas ficam mais difíceis de implementar e revelam que a Russia vai jogar pesado para manter sua base em Tartus e ampliar sua presença na região.

Jogo delicado esse …

Fonte:
https://www.bellingcat.com/news/mena/2015/09/20/clarification-russian-su-30sm-in-syria-not-su-27/

[OFF TOPIC]

As fontes da versão mobile do site estão muito pequenas, dá uma canseira danada nos olhos. Gostaria de sugerir que elas fossem aumentadas um tanto para que tiozinhos como eu não sofram tanto 🙂

Gardusi
Visitante
Gardusi

Fiquei olhando a foto e me chamou a atenção que parece ter uma armação sobre o assento dianteiro do avião. O que é aquilo?

Mauricio R.
Visitante

O trilho da cortina p/ treinamento de voo (cego) por instrumentos????

groo
Visitante
groo

Ao que parece a guerra na Síria se encontra em um impasse, nem os rebeldes e nem o governo sírio possuem força para uma vitória.

Se o apoio da Rússia conseguir fazer a balança pender para o lado do Assad, talvez o conflito tenha fim.

Isso seria uma grande vitória para o Putin. Lembrando que um regime ditatorial, por pior que seja, apesar de não ser tão desejável como uma democracia, é melhor que uma guerra civil.

tadeumar
Visitante
tadeumar

E uma situacao bastante perigosa e poderia gerar uma crise internacional.

Nao estou nem me referindo aos EUA voando por essas bandas, mas Israel poderia se ver cara a cara com jatos russos.

Ja imaginaram os jatos da IAF derrubando jatos da Russia…outra vez.

Mauricio R.
Visitante

Israel já passou o seu recado…

“He reiterated Israel’s policy of responding to attacks emanating from Syrian soil and preventing transfers of advanced weapons from reaching the hands of Lebanese Shiite forces fighting alongside Iran in support of the Moscow-backed Assad regime.”

e recebeu de volta uma mensagem, digamos tranquilizadora:

(http://www.defensenews.com/story/breaking-news/2015/09/21/putin-netanyahu-syria-cant-open-new-front-against-you/72555586/)

Mauricio R.
Visitante

Enquanto isso Obama, que adora escorregar em cascas de banana tanto qnto nossa Presidenta, reclama de seus críticos: “We urge you to respond decisively by imposing meaningful consequences on the Assad regime. At a minimum, the United States, along with willing allies and partners, should use standoff weapons and airpower to target the Syrian dictatorship’s military units that were involved in the recent large-scale use of chemical weapons. It should also provide vetted moderate elements of Syria’s armed opposition with the military support required to identify and strike regime units armed with chemical weapons.” “Moreover, the United States and other… Read more »

PicaretasNightmare
Visitante
PicaretasNightmare

Não vai haver confronto algum.. Achar que é Rússia vs Ocidente nesta questão é delírio no melhor estilo Plano Barril. Os russos estão lá porque o Assad cobrou um apoio mais forte, até para se manter no poder e os russos manter a base naval russa no país. Tirando esta questão do Assad, que rapidamente será resolvida.. Rússia, Israel, EUA e EU tem um inimigo comum, a ISIS. O Putin e o Netanyahu já se reuniram para acertar os ponteiros e as respectivas zonas de ação de cada um. Óbvio que o Putin não vai sentar com o fraco Obama,… Read more »

Claudio Donitz
Visitante
Claudio Donitz

Tadeumar,

Eis sua resposta.

Netanyahu: Israel, Russia to Coordinate Military Action in Syria to Prevent Confrontation

h t t p : / / w w w .haaretz.com/news/diplomacy-defense/1.677027

Claudio Donitz
Visitante
Claudio Donitz

A Rússia teria enviado 12 Su-24 e 12 Su-25 para a Síria. Há uma foto de satélite cuja autenticidade ainda está para ser confirmada. Mas ao que parece a Rússia expande ainda mais sua presença na Síria. Ao se confirmar é um claro apoio direto ao governo sírio.

h t t p : / / alert5.com/wp-content/uploads/2015/09/syria-latakia-airbase-satellite-sept-20-092115-b1-500×391.jpg

Russia Expands Fleet in Syria With Jets That Can Attack Targets on Ground

h t t p : / / w w w . nytimes.com/2015/09/22/world/middleeast/russia-deploys-ground-attack-aircraft-to-syrian-base.html?_r=0

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Na falta de uma thread similar no Naval, vai aqui mesmo:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/09/22-russian-warships-headed-to-med.html)

O navio na 2ª foto é ameaçador pelos motivos errados.

Mauricio R.
Visitante

Na falta de uma visão estratégica americana, fale c/ os russos:

“Russia is filling that vacuum and the Israeli’s are simply dancing to the new music.”

“Consider this. If we can see this part of the puzzle then what’s going on behind the scenes? Our influence in the region is now zero. We are looking at a total collapse of our Middle East strategy.”

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/09/22-russian-warships-headed-to-med.html)

Mauricio R.
Visitante

Ooopppsss!!!

Link errado, o correto é este ai embaixo:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/09/russia-is-new-powerbroker-in-middle.html)

Ricardo
Visitante
Ricardo

O Netanyahu foi pedir “bensa” ao Putin, mas a moral do Obama no exterior está mesmo baixa. Na guerra dos 6 dias Israel destrui centenas de caças da URRS (maioria esmagadora no chão) e perdeu dezenas de caças graças as baterias antiaeres fornecidas por Moscou. Para que Israel ainda não superou o trauma.

leo
Visitante
leo

Israel e Rússia acordaram em dividir os horários de ataque com um atacando de noite e outro de dia, segundo fontes a Rússia colocada cerca de 90 aeronaves na síria.

tadeumar
Visitante
tadeumar

Ricardo, Durante a Guerra dos Seis Dias, Israel liquidou a forca aerea egipcia. Na Guerra do Yom Kippur, Israel sofreu perdeu varios jatos Phantom por causa das baterias SAM que os russos implataram e operaram no Oriente Medio. Mas isso foi concertado depois. Mas durante o conflito em 1982, os jatos israelenses abateram praticamente todos os jatos russos da Siria, sendo alguns deles pilotdados por russos. E tem mais; Israel nao foi pedir a bencao a Putin. Ele foi advertir que Israel se ve com o direito de fazer ataques pre-emptivos dentro da Siria e que seria melhor que os… Read more »

tadeumar
Visitante
tadeumar

Picaretas,

O ISIS nao e uma forca indestruitivel, muito pelo contrario.

O que nao existe por parte do governo Obama, e uma estrategia para destruir esta organizacao.

Ai entram os russos, pelos menos na Siria, eles irao limpar a casa.

Mas o inimigo do regime de Assad nao e o ISIS (que so esta aproveitando a situacao), mas uma minoria etnica que gostaria de depor o ditador.

Por isso Assad cometeu tanta barbaridade e carinificina, e nao conseguiu destruiur totalmente seus opositores, cuja uma grande parcela esta inundando a Europa nesses momentos.

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

Caro Tadeu, Em 1982 havia uma diferença de doutrina abissal entre as forças aéreas de Israel e da Síria naquele conflito, no mais as gerações eram bem distintas foram F-15 e F-16 x Mig’s 21 e 23, uma diferença tecnológica de quase 20 anos em favor dos sionistas, além disso a IAF estava sob cobertura dos AWACS, sem a proteção C3I tenho minhas dúvidas de tal vitória tão esmagadora. Tanto que no conflito um dos caças F-15 perdeu tal cobertura e foi atingido por um míssil não se sabe se voltou a voar, caso não tenha retornado, pode ser considerado… Read more »

Vader
Visitante
Member

Ricardo 22 de setembro de 2015 at 18:35

Bibi pedir benção (é com cedilha, criatura…) ao Czar?

Ahahahaha, faz-me rir muito!!! 🙂

Foi é avisar os russos que se armas russas forem vistas nas mãos do Hezbollah ou dos iranianos o caldo vai entornar e os F-15 (logo logo F-35) vão começar a despejar fogo.

O pamonha, estrangeiro, comunista e sarraceno do Obama pode até ter medo do Czar de Todos os Russos.

Bibi não tem medo de nada. E Israel tem bala na agulha mais que suficiente para se impor perante a Rússia, como aliás já fez várias vezes.

Vader
Visitante
Member

Leonardo 24 de setembro de 2015 at 12:29

Mimimimimimi…

O fato é que Israel ganhou TODAS as guerras que lutou, a esmagadora maioria delas contra material de guerra russo.

E vai continuar ganhando enquanto houver um Israel.

O resto é nhém nhém nhém de mau perdedor…

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Leonardo,
Mas o tempo dos duelos entre cavalheiros já passou. Israel nunca estará em “igualdades de condições” com seus “inimigos”.
Você cita o fato de Israel se preparar melhor para se combater como se fosse algo pejorativo. rrsrss
Sem falar que Israel tem 200 bombinhas nucleares pra desequilibrar qualquer conta de padaria.
Vale salientar que o arsenal nuclear russo e a capacidade de torrar os EUA é citado sempre quando se fala de um hipotético conflito convencional entre a Rússia e a OTAN.
Pau que dá em Francisco dá em Chico.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

E Israel irá adquirir o F-35 e novamente estará em vantagem em termos de “geração” de caças em relação aos Flankers e aos MiG 29.
E eles só não têm o F-22 porque os EUA não vendeu. E duvido que eles ouçam a voz rouca dos opositores e deixem de adquirir um caça de 5ªG só pra poderem se dar ao luxo de dizer que ganharam ou perderam no mano a mano sem contar com a superioridade tecnológica mas única e tão somente pelo maior nível de seus pilotos. rsrsss

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

Vader e Bosco Acho que vcs não entenderam o que eu quis dizer, não existe essa de choro de perdedor e esse bla, bla, bla todo, acho que o Vader pensa que isso é futebol, só falta criar um organizada!!!! kkkkkkkkkk O que estou dizendo que em igualdade de condições a historia teria sido diferente e se houvesse troca de equipamento o resultado seria parecido, com o apoio de AWACS fica muito mais fácil, pois em ocasiões que houve igualdade de condições como o episódio dos F-16 abatido pelo Mirage 2000 grego ou do pelo F-16 paquistanês abatido por um… Read more »

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

Roberto,

Não foi somente este o episódio, os próprios americanos provaram desse veneno da perda de cobertura C3I no primeiro dia da 1° campanha no Golfo, bastou um F/A- 18 da USN sair “debaixo “ das asas protetoras da “mamãe AWACS” que foi para o saco abatido por um Mig-25 da força aérea iraquiana, o abate inclusive casou a morte do piloto.

Se vc tiver um link desse episódio que relatou pode enviar? Desde já agradeço.

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

Valeu Roberto, Obrigado.

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Gente, o AWACS não deve cruzar a linha de contato, o que não ocorreu na Guerra do Golfo ( conversa que tive com oficial da RAF comandante de Esquadrão AWACS, em Brasília ). Haverá um momento em que os caçadores sairão da cobertura radar dos AWACS (no caso dos E-3, por volta de 300 NM), e daí estarão por sua conta. Chamam, na OTAN, de “surfing in” e “surfing out”, o fato de sairem e voltarem pra cobertura radar. Os AWACS não saem de dentro das áreas que chamamos Watch, e que constam do Plano de Controle de Espaço Aéreo… Read more »