Caça Mitsubishi F-2 será a oitava plataforma a operar o casulo Sniper ATP

Caça F-2 da JASDF

Caça F-2 da JASDF

A Lockheed Martin noticiou que recebeu um contrato de compra da japonesa Mitsubishi Heavy Industries para integrar seu Sniper Advanced Targeting Pod (ATP) no caça Mitsubishi F-2 da Japan Air Self-Defense Force.

O contrato inicial de 2014 inclui o casulo, componentes e equipamento de apoio para integração. O F-2 será a oitava plataforma a ser equipada com o Sniper ATP, juntando-se ao F-15, F-16, F-18, A-10, B-1, B-52 e Harrier.

Mais informações em inglês no Defense Forces.

Subscribe
Notify of
guest

25 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Existe uma configuração de carga que esse leva que nem o Rafale nem o Rhino levam:

https://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2009/03/f-2-asm-2-2.jpg

Melhor versão do F-16, IMHO.

Rhayder castelo

Nada se cria,tudo se copia

Pangloss

Clésio,

Respeito muito a sua opinião, mas a minha versão favorita do F-16 é a XL, que jamais virou realidade.

Mas devo reconhecer que é sempre mais fácil gostar daquilo que não foi exposto ao desgaste da realidade (Tancredo Neves que o diga).

Clésio Luiz

Taí uma coisa que eu queria ver são gráficos de desempenho do F-16XL, principalmente se compilados com o de um F-16 convencional com o mesmo motor.

E uma pena que o F-16 FSW não ganhou a concorrência da DARPA, que foi para a Northrop com o X-29.

Delfim

Esta versão japonesa do F-16, transportando mais armas e mais combustível em asas maiores, seria ótima para o Brasil.

phoxdie

Essa camuflagem é tão feia…..

Danilo José

Sonhei muitas vezes em ver a FAB usando o caça F-16, ficou apenas no sonho…

claudio quadros

Sim esta versao ideal para fab temos faze convenio japones compra esse F 16 Fab

Reinaldo Deprera

Clésio, serve um vídeo?
https://www.youtube.com/watch?v=8D3k82768K0

Segundo o locutor houve incremento na carga paga, encurtamento na distância de decolagem e a carga bélica foi dobrada.
Como o vídeo é dos anos 80, estão falando do XL em relação ao A/B

Save Ferris!

Delfim

Impressão minha ou os americanos tem alguma barreira cultural com asas delta ?

Pangloss

Reinaldo Deprera,

Excelente vídeo! Muito obrigado!
O título, no YouTube, menciona o F-16C (além do F-16 AFTI).
E lembrei de outro membro de família, nascido em terras distantes, que também não chegou à operacionalidade: o Lavi. Creio que seria um avião fantástico.

kfir

Т-50 ушел в «штопор». Эксклюзивные кадры
https://www.youtube.com/watch?t=36&v=64w68L2Swzo

groo
Delfim

Groo

Olhando essa foto do F-18SH dá vontade de chorar.

Bosco

Delfin, No passado os americanos já usaram muito a asa delta. Eles só não embarcaram na configuração delta/canard que nos anos 80 era tido como superior em relação à manobrabilidade. Combinando o TVC com a configuração delta/canard seria possível a operação SSTOL e o avião podia apontar o nariz para um ponto diferente da sua trajetória, o que seria interessante no dogfight e no tiro terrestre. Essa configuração foi muito estudada mas fato é que a configuração tradicional se mostrou mais atraente para os americanos e um dos motivos é que dizia-se que canards eram piores em relação à redução… Read more »

Mario Heredia

O Vôo do T50 impressiona!!!

Vou pedir a tia Dilma pra comprar meia duzia

Clésio Luiz

Delphim, Bosco, o F-22 usa asas delta, assim como o MiG-21 e o futuro T-50, só que com uma cauda convencional.

Então temos os delta puros, cujos modelos mais famosos são a família Mirage (menos a ovelha negra chamada F.1…), mas representam praticamente metade dos caças dos anos 50;

Os delta com canards, que começou com o Viggen e cujo futuro é o J-20 chinês;

E os delta com cauda, que começaram com o Gloster Javelin, passando pelos MiG-21 e Su-9, e atualmente se encontra nos F-22 e T-50.

Clésio Luiz

Se fizermos um esforço talvez pudéssemos considerar o A-4 Skyhawk e o F-16 como modelos com “asas delta de enflexamento moderado”…

Mas eu deixo o Roberto F. Santana dar o veredicto sobre o A-4. O que ele disser, é lei.

E tem também o Douglas F4D Skyray, cujas asas tem formato aproximado de um coração. Para mim aquela asa funciona como um delta.

Clésio Luiz

@Reinaldo Deprera

O vídeo é interessante, mas ainda assim gostaria dos gráficos.

O Mirage 2000 tem números de manobrabilidade parecidos com o do F-16, mas a taxa de curva sustentada é muito inferior, por causa da asa delta pura. Queria saber como ficou esse parâmetro no XL.

Eduardo Pereira

Ae gente o bichinho não esta com dois em cada asa mais esta levando dois RBS-15;
https://3.bp.blogspot.com/-pKFUxSUYN9Q/URz9KHmCSJI/AAAAAAAAAzM/pdBHIdlYLOk/s1600/rbs-15.jpg

Eduardo Pereira
Bosco

Clesão,
A asa do F-22 é dita ser trapezoidal e não um delta clássico.

Tomcat

Esqueceram dos Convair Delta Dart e Delta Dagger?

Clésio Luiz

Delta forever. A Convair foi a mais prolífica fabricante de deltas nos EUA. O XF-88, F-102 e F-106, além do B-58 Hustler.

O SR-71 também é delta viu?

Bosco, poteto/potato. Aquela asa tem todos os efeitos de um delta. Não é a toa que o F-22 sofre um pouco de arrasto em curvas sustentadas à baixa altitude, como os outros delta. Alto e supersônico, a conversa é outra.

Tomcat, até o nosso F-14 é delta metade do tempo. O Grumman é o camaleão dos ares 🙂

Tomcat

De fato, Clésio. Com as asas totalmente enflexadas, formando um delta, o F-14 fica muito bem na foto!

P.S.: Como fui me esquecer do B-58?!