quarta-feira, outubro 20, 2021

Gripen para o Brasil

Pacau treina na casa do Pampa

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Esquadrão Pacau (1º/4º GAV) realiza treinamento de combate aéreo na Base Aérea de Canoas

O Esquadrão Pacau (1°/4°GAV), unidade aérea recém-transferida para a Base Aérea de Manaus, encontra-se, desde o dia 1º de março, em deslocamento operacional na Base Aérea de Canoas, no sul do país, para treinamento de missões de combate aéreo de curta distância, com uso de mísseis infra-vermelho Python 4, e média distância, com mísseis BVR Derby. Entre os objetivos do treinamento destaca-se a manutenção da capacidade operacional da unidade para todos os envolvidos direta ou indiretamente na atividade.

As atividades do esquadrão ocorrem de dia e de noite, todos os dias da semana, visando aumentar a capacidade de pronta resposta, além de capacitar a mesma desenvolver suas atividades em qualquer cenário de conflito. As técnicas de combate utilizadas pelo Esquadrão Pacau são treinadas, avaliadas e aperfeiçoadas em conjunto com o Esquadrão Pampa (1º/14º GAV).

FONTE / FOTOS: FAB

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

11 Comments

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Giordani RS

Haverão lançamentos reais? Não…claro que não…
Uma ótima oportunidade para o setor de comunicação fazer umas imagens do Mike armado decentemente, tanto no solo quanto no ar…e distribuir para o mundo! principalmente naquele site yanke aonde a FAB foi motivo de chacota(bullying? hehehe) por aparecer de AIM-9B!

G-LOC

É um Python 4, eu acho que é 5, disfarçado de AIM-9P.

Marcelo

Nunão,
para resumir: o míssil na ponta das asas da foto acima é uma versão inerte de treinamento do Python 4.
Abraços.

juarezmartinez

É um P4 de treinamento, acopla mas não dispara.

Abraço

Taz Miranda

Realmente é o P4… Só um detalhe… É meio esquisito pra um Pacau entrar no hangar do Pampa e ver escrito… “Os melhores são da caça… Os melhores da caça são Pampa!!!” Hehehe…

Taz Miranda

Aliás, eu quis dizer “Os melhores são de caça. Os melhores de caça são Pampa!!!”

Grifo

É meio esquisito pra um Pacau entrar no hangar do Pampa e ver escrito… “Os melhores são da caça… Os melhores da caça são Pampa!!!” Hehehe…

Caro Taz Miranda, provocação faz parte da brincadeira. E os gaúchos tem mesmo este problema de auto-afirmação, sempre tem que dizer que são os melhores, os outros esquadrões entendem… 😉

DrCockroach

Grifo, Indio Velho, que tal?

Mas nao vai descambar a madeira nos gauchos ou o macanudo pode acabar se embretando num entrevero e acabar mais enrolado que linguica em acougue.

Na proxima vez que o indio velho visitar as bandas do sul estah convidado p/ uma charla e uma roda de mate com os amigos no boliche, tudo macanudo. E depois um churrasco com farofa e bergamota.

Oigalete!

🙂

[]s!
P.S.: DrCockroach, carioca de nascimento, gaucho de criacao e cidadao do mundo por profissao.

Roberto F Santana

É de se ficar estupefado com tamanho atraso tecnológico. A ilusão, o esquecimento, a ignorância, o desprezo, chegam a obscurecer os mais simples raciocínios. Como uma força aérea de uma das maiores economias do mundo pode se apoiar em equipamentos que beiram a meia centena de século? Os mesmos aviões que há pelo menos 36 anos já passeavam por estes pátios. Seria como Zeros, BF-109s,Thunderbolts serem ainda usados no inicio da década de oitenta, em 1982 por exemplo, e diga-se também, por que não?! Um mil novecentos e oitenta e dois, que era um ano em que um país que… Read more »

Últimas Notícias

ADEX 2021: SAAB propõe o GlobalEye para o requisito AEW-2 da Força Aérea da República da Coreia

O sistema de vigilância aerotransportada multifuncional GlobalEye da Saab está sendo proposto pela empresa sueca para atender ao requisito...
- Advertisement -
- Advertisement -