Home Sistemas de Armas F-5EM com míssil Python IV

F-5EM com míssil Python IV

1996
83

Nas fotos, enviadas pelo leitor Carlos Eduardo, um F-5EM equipado com o míssil Rafael Python IV nas pontas das asas e o Derby sob as asas. Observar na última imagem a geometria de engajamento do míssil, que só pode ser alcançada com o uso de HMD.

FOTOS: Rafael Lopes – Globalspotter / COLABOROU: Carlos Eduardo

83 COMMENTS

  1. Se dá para derrubar???? Dá sim e com uma tremenda eficiência, ainda mais com HMD. Os F-5 sempre foram caças letais no seu tempo e hoje continuam letais com os diversos tipos de modernizações que sofreram ao redor do mundo. São tão eficientes em sua principal função que foram por anos, responsáveis em treinar os melhores pilotos da USAF e USN, e isso não é pouca coisa. Um SU-30 ou um F-16 B50/52, são infinitamente superiores aos F-5M, mas ao menor descuido, BUMMMM….

  2. Daqui a pouco vai aparecer o pessoal falando que o míssil é de plástico, que não tem ogiva, que está estocado em Israel, zzzzzzz.

  3. Já faz tempo que a FAB adquiriu esses mísseis !

    Eu fico olhando muita gente postando as mais variadas bobagens em vários tópicos sem saber o que está acontecendo por trás dos bastidores .

    Com certeza existe muitos adolescentes por aqui e estrategistas de vídeo Game , que vivem falando mal do Brasil ao invés de procurar saber o que realmente está acontecendo no país .

    E pra saber isso , é necessário que se leia bastante e não só , sites e revistas especializadas em assuntos militares .

    Tem coisa que não sai em todo meio de comunicação , até porque o segredo é a alma do negócio !

    Vamos estudar mais e contribuir mais com o Brasil , garotada !

  4. Sou apenas um entusiasta, mas salta aos olhos o baixo poder de fogo dos Mikes, acho que não dá para ter ilusões quanto ao caça em combate, exceto se o seu número for muito superior ao do inimigo. Mas sinceramente, ainda acho que o Brasil não estaria jogando dinheiro fora se resolvesse adotar dois caças para sua força aérea como padrões, um usado como treinador, e quanto a isso o país poderia adquirir o projeto abandonado do tiger shake e atualizá-lo, e outro caça superior para defesa nacional em menor número. Isso parece ser dispendioso, mas acho que seria necessário para treinar e capacitar maior quantidade de pilotos.
    Manter forças armadas bem treinadas e capazes pode ser dispendioso para uma nação, e podem nunca ser usadas, mas elas existem para isso mesmo para treinar para uma coisa que pretendem sempre evitar, a guerra.

  5. Aliás, andei vendo umas fotos de 06 (seis) M-2000 da FAB chegando à Cruzex 2010…
    Será que os “expertos” poderiam explicar tamanha façanha para um avião da Dassault?
    Não faz muito, alguns diziam que os M-2000 da FAB estavam todos “na chon”…
    Engraçado que no desfile de 07 de setembro eu tbm vi um vídeo com 06 M-2000 sobre a Esplanada dos Ministérios…
    São ruim de manutenção esses quejios franceses…mas quem experimenta diz que são saborosos…

  6. Falando em queijo francês, quem leu a RFA nº 28 sabe qual é opinião de um ex-piloto da MB sobre o EC 725… Muita parecida com o de um certo piloto do EB que mantem certo blog….
    E muito difente da maioria das opiniões lançadas por aqui…
    Engraçado ver que quem já voou no Caracal não reclama…

  7. E você acha que o figura vai falar mal do helicóptero em uma matéria que foi paga pela helibrás? Acha que o figura vai falar mal do helicóptero dentro exército? Por favor…

  8. “F-5EM do 1º/14º GAv, Esquadrão Pampa”
    “Belas fotos feitas em set/out de 2008, pelo amigo “Francisco AMX”, participante assíduo das discussões do Poder Aéreo.”

    “Francisco AMX disse:
    30 de outubro de 2010 às 11:28

    Zoran, hoje não sei…

    mas neste dia, como vc podem ver, no hangar estavam 6 F-5EM e 1 F-5FM…
    2 estavam com revisão dos motores
    2 estavam “desmanchados” – motores, conopy, painel… flaps.. ailerons…
    2 estavam com pane eletrônica, um deles era o F…

    2 estavam no hangarete, sofrendo pequenas manutenções… estavam em teste (fotos)

    1 estava, segundo um sgt., no hangarete de cabeceira, de prontidão… armado só com canhão…

    ao todo 9 caças estavam na BAC, 6 estavam indisponíveis…”

    “Zorann disse:
    30 de outubro de 2010 às 11:48

    Francisco

    Valeu! Obrigado pela resposta. Isto talvez demonstre que realmente a disponibilidade dessas aeronaves é baixa. Talvez os comentaristas da matéria anterior sobre esta aeronave, que comentaram que somente 16-18 F5 estejam disponíveis seja verdade, oque é lamentável.

    Realmente alguma solução deve ser tomada. Não podemos ter tão poucos aviões disponíveis”

    “Eleazar Moura Jr. disse:
    30 de outubro de 2010 às 16:06

    Por mais patriotas que sejamos eles serão trucidados na CRUZEX, pois enfrentarão caças da Força Aliada contra os quais não há mínimas condições de vitória ex: Rafale, F-16 Chileno e Mirage 2000-5 c/ MICA.”

    “Galileu disse:
    30 de outubro de 2010 às 18:52

    Francisco AMX
    É o que eu sempre digo, “ahh mas a carroça do F5 junto do R99 tem vantagem” sim, mas cada incursão do F5 terá o R99 a disposição? claro que não!! logo, é lixo já passou muito da hora de tirar.

    Uma pena, essa situação”

    “Francisco AMX disse:
    30 de outubro de 2010 às 22:23

    “A coisa so vai bem quando na arena de combate vc dispõe das informaçoes exatas e no tempo requerido. Ainda assim, vem o fator eficiencia de armas + fator humano e ai sim o fator aviao.”

    Caro Celso, isso que vc falou é lógico, tanto para nós e principalmente para os profissionais… sendo assim, nem deveríamos nos aprofundar em coisas básicas e lógicas… o que penso é o seguinte: se nós podemos ter isso tudo que vc descreve acima, sem investimento significativo, o que impede de nosso adversário/vizinho/inimigo os tenha também? nascemos com dom único e supremo? não mesmo! precisamos ter equipamentos que acompanhem ou ultrapasse, senão os melhores, os mais próximos a nós!
    amigo, o que eu vi e escutei na BAC, não é desesperador, mas não é nada bom também.
    Hoje temos na AL, Chile com os F-16B50/52 + AMRAM e na Venezuela os SU-30, além de F-16 e Migs-29 e em países como Peru, que estão passando por modernizações.
    Tem muita falácia sobre os SU-30 do Chaveco, mas te digo, amigo, estes caças detectam nosso R-99 a uns 150km de distância e podem atacá-lo com seus R-27 efetivamente a mais 100km… logo nossa vantagem estaria anulada… nossos Derbys, já um pouco defasados, tem alcance efetivo de 40km…
    Os pilotos da Venezuela estão recebendo treinamento dos russos, só aí vc pode entender que a coisa não é Ultra-super vs Meia-boca, como alguns acreditam aqui…
    Se eles são ameaça? provavelmente não! mas quem é ameaça para nós hoje? acho que ninguém… mas se formos entrar por esta linha, devemos extinguir todas as FAs brasileiras… deixar só polícia para “segurar” nossa vida.

    A verdade é dura para nós meu amigo…”

    A defesa aérea alem de ser insuficiente quantitativamente/tecnologicamente para o pais…Passa a maior parte do tempo desmontada para reparos ou remendos(“mudernizações”) constantes e sem fim……Isto não é segurança…É faz de conta…Estão fazendo de conta que guardam o pais….Quem acredita é feliz…Quem dúvida é sábio…………A maquilhagem diz-nos mais que o rosto……..O destino não manda sinais….Ele é muito sábio ou muito cruel para fazer uma coisa dessas….

  9. Noosssssssssssaaaaaa……Vixxxxxxxxxxxxxxi…..Somos imbatíveis….O F-5 tem Python IV……Conquistamos a AL…..Olha…………..Eu acho é pouco…Continuem votando nas mesmas desgraças………A distinção entre passado, presente e futuro é apenas uma ilusão teimosamente persistente…….Albert Einstein…………

  10. Ademar,
    Concordo “PLENAMENTE”, o segredo é a alma do negócio, realmente manter em segredo fotos de cockpits, seja ele qual for; T27, A-29, AMX, M2000[etc] e dados de armas[bombas e mísseis] é uma boa estratégia.

    Falando sério, não vejo motivo pra FAB esconder tantas coisas que ja são conhecidas por diversas forças aéreas do mundo.

  11. Engraçado que no desfile de 07 de setembro eu tbm vi um vídeo com 06 M-2000 sobre a Esplanada dos Ministérios…

    Caro Tales, só se foi um vídeo com efeitos especiais, porque somente quatro M-2000 participaram do desfile.

    Falando em queijo francês, quem leu a RFA nº 28 sabe qual é opinião de um ex-piloto da MB sobre o EC 725…

    Minhas críticas aos EC 725 se focam no processo de escolha e compra dos mesmos, que causou e está causando um enorme dano a FAB. Se você acha que opinião de piloto de revista é o suficiente para fazer uma compra de EUR 2 bilhões…

  12. Cor Tau

    Não entendi!
    será que agora vamos começar a reclamar que os aviões da FAB são manutenidos?? Pior seria se não o fossem, não acha?
    Pelo amor de Deus, não crie pânico.. os aviões estão parados pq simplemente foram usados, pq não existe avião parado que sofra manutenção… é uma coisa normal em qualquer FA do mundo!! É uma questão de segurança aérea, graças a Deus!…

    O QUE NÂO SIGINIFICA que esses mesmos referidos “Mikes” não possam estar na “caça” em CURTISSIMO prazo CASO SEJA NECESSÁRIO.. se é que vc me entende…

    De qualquer modo eu concordo mesmo que pode haver melhorias e mais investimentos.. aliás, unanimidade, nesse ponto…

    Sds.
    Berk

  13. Lucas disse:
    4 de novembro de 2010 às 22:47

    Lucas, o Pyton IV esta anos luz a frente do velho AIM-9P… seria mais ou menos como vc atirar com um 38 cano de 2″, ou usar um 7.62 com mira telescópica…. obvio que o 38 seria o 9P…rssrsrsrss

  14. Quero ver os A-Darter “pendurados” neste avião! Um missel aerodinamicamente mais “limpo”! E igualmente mortifero… em se concretizando aquilo para o qual foi progetado! E aguardo ansioso por notícias do nosso futuro AAM de médio alcance….

  15. Gabriel T. disse:
    5 de novembro de 2010 às 3:11

    Pois é…

    O povo viaja.

    RFA não dá para ler, é de um ufanismo irritante.

    Devem ter contratado o Galvão Bueno para ser o editor da revista.

    😀 😀 😀 😀 😀 😀 😀

    ——————————

    grifo disse:
    5 de novembro de 2010 às 7:05

    Pode descer a ripa sem dó…

    Se o EC225 fosse superior ao concorrente, não teria um terço das encomendas.

    O EC725 segue rastejando porque é único na categoria militarizado. As outras opções ocidentais são muito menores ou muito maiores..

    Mas o H-92 vem aí, para acabar com a festa 😀 😀 😀

    O S-92B também já está saindo, para o mercado civil.

    O que é mais legal é que teremos mais dinheiro entrando no Brasil e de verdade.

    ——————————

    Berkut disse:
    5 de novembro de 2010 às 7:08

    Nave no solo também demanda manutenção, só não terá nenhuma se ela estiver “scrapeada”.

  16. Com esses misseis Python 4 + Derby + HMD, com Radar de Controle de Tiro desligado+vetoração por E-99….

    Esses F-5EM ainda podem dar trabalho, visto que além disso tudo o caça tem um rcs reduzido não só pelo tamanho, mas também com um tinta especial que a FAB aplica nos seus caças 😉

    Maior problema deles é o alcance reduzido, e claro o fato das células estarem chegando ao limite de suas vidas úteis.

    Sobre a baixa taxa de disponibilidade, além do fato da FAB ter seus orçamentos sempre contigenciados, o que obriga ela fazer milagre com essa miséria de verba de custeio, o fato de estarmos em tempos de paz provoca um “relaxamento” na prontidão. Se houver um prenúncio de guerra, é claro que o nível de disponibilidade subiria, assim como a quantidade de misseis e bombas em estoque.

    []’s

  17. Cor Tau

    Com todo respeito aos seus comentários, mas parecem baseados em dados de “super-trunfo”.

    Uma coisa é você ter um equipamento…outra coisa é saber usar o equipamento…outra coisa é usar o equipamento dentro de uma doutrina de emprego…

    Então meu amigo, as coisas não são tão simples como você apresenta.

    Fatos:

    – F-5M + R99 + Derby ainda não tem igual na América Latina (arena BVR);
    – Todos os SU da Venezuela estão no “chão”;
    – O Chile só possui um avião do padrão R99 e ainda não “casou” com o F-16 (mas é só questão de tempo);
    – Tanto o Mig-29, quanto o Mirrage 2000 do Peru estão sucateados;

    O resto é especulação.

    Por isso a importancia da Cruzex, pois a FAB além de já saber fazer, pode montar um exercício e aprender ainda com americanos e franceses.

  18. “Uma versão do SU-30MK foi encomendada pela Venezuela em meados de 2006. Os dados indicados para esta versão, são os dados conhecidos para o Sukhoi SU-30MKV, no entanto, é necessário considerar que várias fontes apontam equipamentos para o SU_30MKV que não são os mesmos que estão atribuidos à versão standard SU-30MK.

    Entre esses, encontra-se a possibilidade de o avião venezuelano ser equipado com motores mais recentes, no entanto até ao momento estas informações, embora referidas pela imprensa russa, não foram confirmadas.

    As aeronaves Su-30MKV foram declaradas operacionais na Venezuela em Abril de 2007 e têm constituido um importante argumento de projecção de políticas do estado venezuelano em termos regionais.

    Nota:
    Os aviões da Venezuela, embora mencionados como Su-30MK, estão equipados com o motor AL-31 menos potente instalado nos Su-27 mais antigos.”

    O Pessoal vem confundindo a tempo o Su-30 venezuelano com o MKi da India que usa componentes ocidentais, o Radar do chaveco é o – NIIP-Tikomirov N-001M-VE – Multi-modo/Pulso Dopler (Alcance médio: 74Km), portanto o R-99 Ainda é uma arma de dissuasão eficaz, só para comparação os Su-30 MKi da india usam o Radar – NIIP-Tikomirov N-011M BARS – Tipo «Phased array» (Alcance médio: 184Km).

  19. Nick..
    sobre a capacidade do Mike + Python4 …. OSSO DURíSSIMO!
    O off-boresight tem acabado com a graça do WVR, pra quem ama as Scissors, 3-9line e lag/lead persuit da vida… como eu. heheeh

    Já os BVR… ainda não foram os divisores de agua, como foi o “all-aspect” pro combate aéreo.. são mais comumente usados pra botar o oponente da defensiva, entre outras táticas… claro tem sempre a chance de levar um desse pra casa no colo… se bobear… mas isso já foi discutido aqui.

    Sds.

  20. ADEMAR:

    Belo sentimento pela Pátria!

    Acontece que não é só gurizada que tem aqui no Blog não. Tem muita gente que já serviu, em alguma das 3 Forças, e que acompanha e debate e, inclusive, pode falar com experiência de vivência como é a vida dentro dos quartéis.

    Eu servi na AAAé e treinei nas já arcaicas Mtr. Mtp. .50, arma da II WW e comentava com o pessoal que aquilo ali estava nos qualificando muito pouco, mais era para ter contato com arma de fogo e criar fibra e caráter, o treinamento para caso de combate teria de ser todo revisto e aperfeiçoado com muita tecnologia para os dias atuais. E as Mtp eu dizia que só servia contra helicoptero, C-130 e paraquedista (em vida ou morte não se pensa em crime de guerra). Se falava muito na vinda de mísseis Igla, mas era só lenda.

    No rancho, ainda não faltava comida, mas 2 anos depois que saí começaram a fazer meio turno para o pessoal se obrigar a almoçar em casa.

    Essas são algumas das desventuras encontradas nos muitos quartéis do país que por falta de investimento apropriado, criam margem para os comentários que o amigo tenta rebater.

    Duvído que o próximo governo mude alguma coisa, pois vai ter Copa ( sou contra), Olímpiada, e a presidente eleita sempre foi avessa aos militares.

  21. Caro Cristiano GR e Demais leitores deste Blog

    Estive na caserna por 08 anos (1996 a 2004), fui pé preto na infantaria do EB, passei em praticamente todos os pelotões, qualifiquei em .50, MAG, Lança Rojão 2,36 (60mm), sei o que o Cristiano GR esta falando, nossas instituições militares vivem na penuria total, meio expediente virou rotina nos quartéis por que não tinha comida, imagine, se o exército não pode dar uma refeição ao soldado quiçá um treinamento descente, só comia quem estava de serviço e acreditem as vezes meu cachorro comia melhor do que eu no quartél, quantas vezes olhei pra carne e pensava isso é de um ser que voa, anda sobre a terra ou é aquático.
    Hoje revendo o treinamento que tive no período básico me dá calafrio, eu dei 18 tiros de FAL e me qualificaram para tirar serviço….. brrrrrr

    Quando fiz o curso de formação na Guarda Municipal de Florianópolis (foi na Academia de Policia Civil) dei mais 600 tiros de pistola e toda a legislação pertinente ao uso de arma, hoje, todos os anos fazemos qualificação na PC ou PF, semana que vem tenho mais uma. Mas o EB me deu um FAL com carregador pleno depois de um curso de 18 tiros e sem legislação nenhuma e disse que eu estava pronto… caraca

    Senhores nossas FAA tiram leite de pedra para se manterem, por que se depender só da boa vontade de Brasilia já estariam extintas.

    Os equipamentos salvo raras excessões que mais parece amostra grátis estão supersucateadas.

    Se a FAB tem P IV em seu inventário alguma coisa ela teve de sacrificar para comprá-los, vamos dar mais valor ao que temos, tenho a certeza de que assim como eu os senhores gostariam de ver uma FAA forte, bem treinada e com os melhores equipamentos, por que os senhores são brasileiros patriotas como eu e se dedicam a discutir nossa segurança nacional enquanto o resto na nação vê novela e futebol (pentacampeão).

    Vamos ter uns derby, uns pyton e uns Gripen ainda.. huahauhauhaua

    Abraço

  22. “Junior / São José-SC disse:
    5 de novembro de 2010 às 9:34
    nossas instituições militares vivem na penuria total, meio expediente virou rotina nos quartéis por que não tinha comida…”

    É…sei bom como é…passei por isto nos meus dois períodos… 🙁

  23. Mestre disse:
    5 de novembro de 2010 às 0:27
    “Os caros colegas do blog, poderiam fazer um comparativo entre os F5 brasileiros “modernizados” e os iranianos “Saeqeh”.”

    Não tem como, um possui celulas restauradas, o outro dizem, apenas dizem ser celulas totalmente novas e radar produzido localmente, com turbinas remanufaturadas e aperfeiçoadas.

    Já li que são muito perigosos e que na mão de pilotos bem trinados (que o Irã possui) são eficazes.

    Nossos Mikes tem aviônica moderna mas celulas gastas (Jordanianos), mas quando suas turbinas “rugem” é bonito de ver…

    Sds.

  24. Cristiano GR e demais participantes :

    Não disse que é só gurizada no blog , mas existe com certeza .

    Dá pra perceber claramente .

    Quanto aos equipamentos , todos queremos ver nos desfiles , armas modernas , tanques , mísseis , carros , caças de última geração e concordo com tudo isso .

    Só que existe alguns equipamentos que não estão a disposição de todos ainda e que não são utilizados e manuseados por soldados .

    Pode até ser errado que todos não saibam utilizá-los , mas nenhum exército do mundo dá um Abrams pra um soldado pilotar .

    Daí o segredo que se tem para com alguns equipamentos que certamente existem mas infelizmente , ainda são em pequeno número .

    O inimigo tem que ficar com a pulga atrás da orelha se temos ou não e eu acredito que temos uma força muito maior do que o que é falado .

    É o caso do estudo feito pelo físico Dalton Ellery Girão Barroso do IME que desvendou o segredo de uma bomba atômica dos EUA , a W-87 de 300 Kilotons , ou seja , com poder de destruição 20 vezes maior que a de Hiroshima e foi revelado recentemente e com a finalidade dissuasória pra mostrar que sabemos fazer e temos como fazer se quiser-mos .

    – Não precisa fazer a bomba. Basta mostrar que sabe – diz o físico.

    Creio que vai melhorar !

  25. hum, tem alguns países da AL que estao olhando e vendo o crescimento das nossas forças armadas, acredito que não muito longe o brasil tera os melhores equipamentos da AL, seremos um gigante belico, e ai alguns ditadores vao vir na mesma balada

  26. quando for ver F-5 da FAb ja vai tar hiper sonico, com armas a laser sendo eles os mesmo caças comprados a 50 anos a trais….
    Uhul vamo bater o recorde de a maior frota de caças antigos e renovados. F-5 FOREVER
    Pergunat sem zuação: Os F-5EM são os melhores F-5 da atualidade???

  27. Bah…o Derby parece uma “âncora” no F-5…um mal dos aviões pequenos…
    Armado até os dentes e sem tanque ventral, como mostra a imagem, não vai muito longe…

    Alguém perguntou se o “Mike” é melhor que o Tiger III. Ora, se não for, passa a régua, fecha tudo, e admite de vez que a FAB é uma força de transporte VIP e socorristas!

    Pergunta: O A-1M será capaz de combate BVR? Mesmo sub-subsônico?

  28. Nesta edição da Cruzex,o Chile ,a Usaf,a França não vieram com aviões melhores ?,ou seja os combates ficaram mais dificeis,então Python 4 neles…
    Quem faz combate aereo,deve ter carta na manga,muito provavel tivemos tempo para treinar os F-5m com R-99,P-4 com HMD,eles talvez não tiveram tempo de criar taticas de defesa contra o F-5m,dai que disseram que os
    R-99 não iriam participar ?,com medo de um pau geral neles ?……
    Os F-5m que chegaram na Cruzex vieram com o P-4,ja operacional,e vai ser
    simulado no pilone/computador de bordo,acredito que foi um choque neles…

  29. Paulo Costa disse:
    5 de novembro de 2010 às 12:29

    “dai que disseram que os R-99 não iriam participar ?,com medo de um pau geral neles ?”

    Não entendi muito bem o que vc quis dizer, mas o R-99 consta que irá participar sim. Apenas não irá participar com os “agressor”, ou seja: não apoiará os F-5EM contra F-16 e Rafale, p. ex.

    Sds.

  30. Tales disse:
    5 de novembro de 2010 às 2:55

    Caro…de uma passada lá no GDA e veja quantos M-2000 estão de prontidão.. ou seja, quantos sobraram..!!

    A info que tenho é não haverão E-99 na Cruzex V.

    Alguém pode desmentir com informações confiáveis ??

    Sds.

  31. grifo disse:
    5 de novembro de 2010 às 7:05

    “Caro Tales, só se foi um vídeo com efeitos especiais, porque somente quatro M-2000 participaram do desfile.”

    4 em formação + 2 em formação REVO…gravei em HD o desfile de Brasília…

    “Se você acha que opinião de piloto de revista é o suficiente para fazer uma compra de EUR 2 bilhões…”
    Piloto de revista, sim, mas tbm ex-piloto da MB.
    Nada obstante, não é o único: dá uma olhada no site do vôo tático e veja a opinião de um piloto do EB sobre o Caracal!
    É óbvio que uma simples opinião não é “suficiente para fazer uma compra de EUR 2 bilhões”. Essa aquisição foi examinada por diversos Ministérios. Mas ainda não vi nenhum piloto militar brasileiro QUE TENHA VOADO O CARACAL falar mal dele… Só li elogios…

  32. Baschera disse:
    5 de novembro de 2010 às 12:52

    “Caro…de uma passada lá no GDA e veja quantos M-2000 estão de prontidão.. ou seja, quantos sobraram..!!”

    Caro, estou longe da BAAn, mas perto da BACO… Contudo, se tu tiveres umas fotos ou vídeo para postar da BAAn seria interessante…
    Mas se 06 M-2000 estão na Cruzex e ao menos dois estão cobrindo o alerta 24h (titular e reserva), dá para concluir que ao menos 08 dos 12 M-2000 estão operacionais, o que dá um percentual de 66,66% – índice que, se não é o ideal, é razoável para a atual conjuntura…

  33. Baschera disse:
    5 de novembro de 2010 às 12:52

    “A info que tenho é não haverão E-99 na Cruzex V.”

    Não é o que consta do sítio de referido exercício… aguardemos…

  34. Cor Tau disse:
    5 de novembro de 2010 às 6:13
    “Noosssssssssssaaaaaa……Vixxxxxxxxxxxxxxi…..Somos imbatíveis….O F-5 tem Python IV……Conquistamos a AL…..Olha…………..Eu acho é pouco…Continuem votando nas mesmas desgraças………A distinção entre passado, presente e futuro é apenas uma ilusão teimosamente persistente…….Albert Einstein…………”

    Sonhar não custa nada. Gostaria que o Brasil tivesse a mesma qualidade nos serviços públicos do que a Suécia, mas…
    Agora para quem usava até a pouco AIM-9B, Python III e MAA-1, o IV tá de muito bom tamanho para o TO da AL!

  35. Nem acredito que estou vendo uma foto com um F-5M com carga plena de mísseis!
    Os F-5M da FAB sempre andam “desdentados” em termos de armamentos modernos.
    Lamentavelmente as compras da FAB em termos de mísseis sempre foram ridiculamente mínimas.

  36. É o tigre mostrando as suas garras!!!

    Durante e xercício no deserto do Atacama em 1996,um Major americano ficou impressionado com os Tiger II chilenos,equipados com radares Elta 2032 da Elta,mísseis Pyton IV e visores montados no capacete do tipo Dash da Elbit,se mostraram um osso duríssimo de roer,pelo menos na arena visual,os exercícios que reuniram americanos e chilenos no deserto,oresultado favoreceram os chilenos com certa tranquilidade..

    O F5-M armado com o míssil BVR dERBY,míssil Pyton IV montados em capacete e E-99/R-99 A&WC é com certeza um adversário perigoso,em grandes quantidades,pode aniquilar qualquer força aérea na AL. por enquanto.

  37. No Cavok foi dito que o esquadrão pampa fará parte da “força de coalizão”. Pergunto, nesse caso eles voarão pelo país azul ou vermelho? Se for pelo azul não haverá perigo de um dogfight entre o 14 e os Rafale da Adla e a FAb estará escondendo o jogo para não mostrar o que tem de melhor, mas nesse caso quem serão os agressor?
    Sds

  38. Nick disse:
    5 de novembro de 2010 às 7:48
    Com esses misseis Python 4 + Derby + HMD, com Radar de Controle de Tiro desligado+vetoração por E-99….

    Esses F-5EM ainda podem dar trabalho, visto que além disso tudo o caça tem um rcs reduzido não só pelo tamanho, mas também com um tinta especial que a FAB aplica nos seus caças

    Nick é para rir, conta outra piada que esta está sem graça. F-5EM é lixo mais nada que isso.Sucata voadora, isso é perda de tempo, olha me dá uma raiva a nossa defesa entregue a este monte de carcaça voadora , é triste o nosso grande país ser defendido por um caça fabricado em 1957 isso é além de um absurdo é ridículo e irresponsável da nossa FAB aceitar isso.FX 2 ou Fx3 que ande logo com isso.Porque me dá medo.Desculpe errei F-5EM não é caça é apenas alvo.

  39. Seal disse:
    5 de novembro de 2010 às 14:40
    É o tigre mostrando as suas garras!!!

    Durante e xercício no deserto do Atacama em 1996,um Major americano ficou impressionado com os Tiger II chilenos,equipados com radares Elta 2032 da Elta,mísseis Pyton IV e visores montados no capacete do tipo Dash da Elbit,se mostraram um osso duríssimo de roer,pelo menos na arena visual,os exercícios que reuniram americanos e chilenos no deserto,oresultado favoreceram os chilenos com certa tranquilidade..

    O F5-M armado com o míssil BVR dERBY,míssil Pyton IV montados em capacete e E-99/R-99 A&WC é com certeza um adversário perigoso,em grandes quantidades,pode aniquilar qualquer força aérea na AL. por enquanto.
    Nossa eu não acredito que estou lendo isso, desculpe, mais é a maior besteira que já li na vida. Há só rindo mesmo, eu não consigo acreditar nisso.F-5EM foi idealizado em 1954, lembrando estamos em 2010…Há nossa eu se estivesse piloto estes F5-EM e visse um F 16 , sairia correndo porque simplesmente eu seria apenas um alvo,morreria na certa.

  40. ¨Fonkerr,

    vc ta parecendo que comeu alguma coisa estragada no almoço e ainda ta c aquela indigestao rrsrsrsrsrrsrsrs toma um anti acido que passa hheheheheheheheh.
    Eu e outros com certeza entendemos sua descrença no nosso Bicudo (F5M), porem, afirmo a vc que a conjugaçao de esforços numa batalha aerea onde recursos em rede sao inestimaveis, a nossa FAB hoje ja pode botar na arena de combate um pouco de medo ou receio em seus adversarios (que felizmente nao os tem). Este trinomio R-99,F5M,DERBY projeta sim respeito aos adversarios.
    Alem disso, acredite vc ou nao, por aqui todas as matizes de opinioes, algumas mais profissionais , outras amadoras e empiricas sao eventualmente exclarecidas e garanto a vc que ninguem e dono de nenhuma verdade.

    Afinal meu caro, tudo o que vem de Governos, Judiciario e igual a bunda de nene…..nao se sabe o que vem……..rsrsrsrsrsrsrsr e aqui duvido que alguem saiba.
    Opinioes diversas fazem parte de nossas vidas e nao apreciei teu comentario a respeito das besteiras (de quem ??), alias sob este prisma tbm posso entender a mesma coisa acerca de tuas opinioes .
    Desculpe minha franquesa e bom fim de semana (tome sonrisal hemmm rsrsr)

    Sds

  41. Nossa se o lixo do F5 com Pyton IV é tão letal pra que FX?? fala sério…

    Também não entendo esse de sigilo sobre armas nas forças, será vergonha?? só pode…

  42. Francisco AMX,

    Li seu comentario a respeito de minha observaçao onde vc relega o mesmo sob a simples otica do OBVIO.
    Meu caro, leio sempre tuas opinioes e posiçoes aqui neste blog e acredite….aprecio muito.
    Porem, nao ha nada que vc possa me ensinar a respeito deste topico Aereo.
    Outrossim, nao fico aqui tentando vender absolutamente minhas ideias, alias nem poderia, visto que como a maioria sou um Autodidata sobre aviaçao desde pequeno. Dito isso, acredito q vc somente leu acerca do radar deste Sukkoy Venezuelano em revistas especializadas, portanto salvo melhor juizo tuas afirmaçoes sao completamente equivocadas.
    O radar deste caça Russo (PESA) nao tem toda esta capacidade que vc aventa , quer em alcance e quer em outras capacidades. Jamais que os Russos forneceriam o melhor dos seus equipamentos aos seus clientes (principalmente a este ditador Venezuelano) alias ninguem fornece no mundo. Duvido tbm sobre estas capacidades do missil que vc indicou, sobre isso alias, existem dezenas de fatores que podem interferir no resultado almejado por quem dispara. Va ao site da Sukkoy e ali com certeza vc encontrara maior e melhores informaçoes a respeito do mesmo e seus sistemas .
    Desculpe minha franquesa, porem nem vc e nem ninguem que por aqui milita esta 100 % certo sobre qualquer coisa. Agradeço receber de tua parte maiores e melhores informaçoes a respeito do que as que tenho aqui.

    Sds

  43. Galileu,

    Voce e todos aqui gostariam tbm de saber, se vc tiver alguma novidade por favor nos avise hehehhehehehehehehehh

    – ha mais coisas entre o ceu e a terra que imagina vossa va filosofia –

    heheheheheheh essa eh nova viuuu hehhehehe

    Sds

  44. Está bem amigo Celso, entendo sua conotação, sei que aqui todos são peritos, eu apenas acho que não devemos engrandecer algo que faz parte do passado, com relação aos armamentos concordo plenamente, eu só fico com medo da FAB achar que isto basta para defender a nossa amada pátria.Bom final de semana para todos também, há o sonrizal vou tomar para ver se acaba a minha indigestão com este F-5EM, mais será que você não tem outro para acabar o meu medo não, esse F5EM me dá caláfrios.Rssrss.Desculpem eu respeito a opinião de todos aqui com certeza.Mais F5 ecaa….me dá dó.

  45. Caro Fonkker,

    Entendo sua posição, mas, querendo ou não eles são o principal meio de defesa aérea do Brasil. E o serão até 2018/2020, pelo menos. Eu também quero caças de ponta, de preferência de 5ª geração. Mas não despreze todo o trabalho da FAB/Embraer e outras empresas que participaram da modernização desses F-5 E.

    Acredite, só supertrunfo não se ganha guerra. Doutrina de emprego pode fazer a diferença. E lembre-se, que eu citei o conceito de usar o F-5EM linkado ao E-99, e não sozinho.

    No mais, repito, concordo que precisamos de caças novos, mesmo porque os F-5 EM não vão durar para sempre. 😉

    []’s

  46. Nick concerteza eles a FAB e a Embraer estão fazendo milagres, alguns não gostam da comparação que faço sobre carros, atualizar um caça de 1954 é quase a mesma coisa que você atualizar um fusquinha de 1960, ele será um fusquinha atualizado,se ele tiver que disputar com o carro novo, ele sempre estará em desvantagem, isso é a realidade, agora nós devemos sim, como patriotas não mais aceitar este absurdo que acomete em nossas Forças Armadas, antes não tínhamos esta grande tecnologia em nossas mãos como a Web 2.0, esta tecnologia hoje serve para que não mais aceitamos a covardia na qual foi imposta a nossa força aérea, que tem homens bravos e inteligentes, respeito o grande milagre que estas empresas estão fazendo para atualizar nossos armamentos, mais estamos perto de acabar com isso, por isso o FX2 apareceu, agora que estamos a poucos passos de uma atualização é o momento certo para que possamos mostrar que o nosso grande país deve ter caças dígnos de nossa grande nação.Para um país que quer uma cadeira no conselho de segurança da Onu, não deve ter em suas forças, caças da década de 50 (F-5 começou a ser criado em 1954), temos que sempre cobrar das pessoas competentes e mostrar o perigo que estamos passando sendo amparados por caças inúteis como os que estão aí.Um abraço amigos.

  47. Vader,fiquei sabendo que os R-99 tambem ficarão com os azuis,ou seja
    os agressors ,vermelhos,com alguns F-5 ,ficarão impedidos de seu potencial
    sem os R-99,inclusive os Pampas ,que tem mais treino,não vem por causa disto,pode ser que não queiramos mostrar o F-5m com os P-4,e Derby,
    ou tem alguem importante ,que não quer arriscar passar vexame,e ainda querer vender algo para nos mais tarde.Isto que fiquei sabendo,vamos aguardar,e torço pelo F-5m,pois é o que temos no momento,
    um abraço Paulo Costa

  48. Amigos,

    O F-5M hoje está no ponto ótimo de sua utilização operacional.
    Em 2015 servirá apenas como apoio e, a partir de 2020, teremos que pensar em sua desativação. Para isso foi planejada a sua modernização.

    F-X entra em 2015, com ponto ótimo em torno de 2020. Em 2025/2030 teremos que pensar na sua modernização aviônica. E a vida segue…
    Abraço,

    Justin

    “Justin Case supports Rafale”

    Obs.: F-5M NÃO É LIXO!!!

  49. F-5EM só serve para apoio mesmo, o resto é cumprir tabela.Nossa que cabeças duras tem nesse país.Querer dizer que aquilo presta, só mesmo rindo…

  50. Os Gripen suecos ,agora da Otan desde a tres anos,no ultimo ano ganhou
    o Tiger Meet da Otan,o mais prestigiado treino na arena ar-ar da Europa,
    o segredo?Binomio Gripen e os Awacs suecos,com d-link,rede etc,mataram
    a pau.Sabem quem estavam por lá,EF-2000,Rafales,Mirages,Tornados IDS,
    Phantoms,F-16,etc.Na Cruzex,com o binomio R-99 e F-5m,talvez não tenha a mesma eficiencia,mas no custo beneficio é melhor,poderia ser com outro caça
    mas é o F-5m que temos aqui,vamos aguardar a Cruzex,e ver o que vai dar….

  51. Fonkerr disse:
    5 de novembro de 2010 às 16:39

    “Nossa eu não acredito que estou lendo isso, desculpe, mais é a maior besteira que já li na vida. Há só rindo mesmo, eu não consigo acreditar nisso.F-5EM foi idealizado em 1954, lembrando estamos em 2010…Há nossa eu se estivesse piloto estes F5-EM e visse um F 16 , sairia correndo porque simplesmente eu seria apenas um alvo,morreria na certa.”

    Explica uma coisa: que F-16 tu estaria voando na América Latina? Seriam os F-16 A/B da Venezuela, os F-16 MLU do Chile ou os F-16 Block 50/52 da FACh?
    Se for os F-16 A/B da Venezuela, quem vai rir sou eu por tu ter saido correndo de um F-5M… Talvez tu prefiras os Dagger da Argentina, os Kfir C-7 da Colômbia, os MiG-29 de Cuba ou do Peru, os Mirage F-1 do Equador ou os M-2000C do Peru….

  52. celso disse:
    5 de novembro de 2010 às 17:19

    “Fonkerr,
    vc ta parecendo que comeu alguma coisa estragada no almoço e ainda ta c aquela indigestao rrsrsrsrsrrsrsrs toma um anti acido que passa hheheheheheheheh.
    Eu e outros com certeza entendemos sua descrença no nosso Bicudo (F5M), porem, afirmo a vc que a conjugaçao de esforços numa batalha aerea onde recursos em rede sao inestimaveis, a nossa FAB hoje ja pode botar na arena de combate um pouco de medo ou receio em seus adversarios (que felizmente nao os tem). Este trinomio R-99,F5M,DERBY projeta sim respeito aos adversarios.
    Alem disso, acredite vc ou nao, por aqui todas as matizes de opinioes, algumas mais profissionais , outras amadoras e empiricas sao eventualmente exclarecidas e garanto a vc que ninguem e dono de nenhuma verdade.”

    Explicaste bem Celso. Não sei se o Fonkerr vai entender. Mas eu é que não quis “gastar bala com chimango”, como diz um ditado daqui do Sul.
    Sauds.

  53. Morbach disse:
    5 de novembro de 2010 às 15:05
    “No Cavok foi dito que o esquadrão pampa fará parte da “força de coalizão”. Pergunto, nesse caso eles voarão pelo país azul ou vermelho?”

    Força de colaização = país azul. Tradicionalmente nos exercícios da Usaf e, por conseguinte, nos países que adotam, ainda que em parte, a doutrina dessa, relevam a cor vermelha aos inimigos. Resquícios de tempos passados…

    Isso não quer dizer que não haverá chance de dogfight entre os F-5M e os Rafale da Adla, pois tbm haverá F-5M entre os agressores, se a FAB seguir o modelo da Cruzex anterior. Aguardemos…

  54. Celso, se vc quiser acreditar…
    Segundo um piloto que conversei, do 14, o SU-30 da FAV seu radar tem alcance, fácil, para aviões pequenos, F-5… de 100km e aviões de grandes emissões radar/rcs/ir como o R-99 além dos 150km… isso tudo já bem pessimista… teve uma época que falei do R-27… e depois saiu aqui mesmo no blog fotos… conclua vc sobre…

    confere aí:

    http://www.aereo.jor.br/2009/12/10/o-brasil-adia-mais-uma-vez-o-f-x-e-a-venezuela-mostra-o-su-30mkv-com-aa-10/

    Sds!

  55. 4 em formação + 2 em formação REVO…gravei em HD o desfile de Brasília…

    Caro Tales, tem razão. Esqueci os dois simulando REVO.

    Piloto de revista, sim, mas tbm ex-piloto da MB.
    Nada obstante, não é o único: dá uma olhada no site do vôo tático e veja a opinião de um piloto do EB sobre o Caracal!

    Acho que o meu ponto passou longe. É ótimo que os dois pilotos acima tenham gostado do helicóptero. Mas são suas impressões pessoais, algo irrelevante para justificar a escolha de uma aeronave. E acredito que os próprios seriam os primeiros a dizer isso.

    Como exemplo, os pilotos (nenhum deles da FAB) sabem das necessidades da força? Avaliaram os outros concorrentes? Conheceram as propostas financeiras? Verificaram o suporte logístico? Negociaram as condições de offset?

    Infelizmente nada disso foi feito. Houve uma decisão “de cima” e os militares tiveram que se virar para arranjar o que fazer com os EC-725. Espero sinceramente que sejam bons helicópteros, mas se forem ruins não vai mudar nada porque a compra está feita.

    Apenas para voltar ao tema do post, sou um fã do nosso F-5M, um excelente exemplo do que a FAB é capaz de fazer quando deixam ela trabalhar em paz. Acho que a Cruzex irá demonstrar para muitos incréus que não é nem nunca foi necessário “tampão” aqui no Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here