A insensatez continua

    107
    15

    Sérgio Paulo Muniz Costa

    No início dos anos 80 o Brasil não prestou atenção quando fontes militares de Buenos Aires disseram a um jornalista brasileiro que retomariam as Malvinas. Por conta de mais um episódio da nossa bonomia, em pouco tempo o Brasil se veria constrangido a precária neutralidade, assistindo um poder naval expressivo operar defronte ao seu extenso mar territorial e tendo de fazer apressadas interceptações de aeronaves estrangeiras. Felizmente, tudo ficou nisso.

    O que mudou desde então? Nada. Trinta anos depois, os caças brasileiros são versões distintamente modernizadas dos Mirage e F-5 que interceptaram o Ilyushin cubano e o Vulcan inglês. Exceto nas contingências que viram improviso, por aqui se privilegiam as adaptações que geram acomodação. O setor de defesa não foge à regra brasílica de mudanças por gravidade, que no caso da aquisição do caça de última geração da FAB está em um inacreditável lugar nenhum.

    Prevalece a crença na inexistência de ameaças externas e mesmo a aspiração ao Conselho de Segurança da ONU acontece sem consciência das correspondentes responsabilidades militares. Nem a riqueza do pré-sal sacode a inércia. E como a força de ação rápida do Exército acorrerá aos pontos do território nacional ameaçados por um inimigo convencional? A já limitada condição de o país projetar força no seu próprio espaço é impensável sem poder aéreo. Queremos vender um dos melhores aviões do mundo para resolver problemas urgentes de outros, mas abdicamos de ter o melhor avião possível para resolver os problemas prioritários da defesa do Brasil.

    O Brasil está também diante de um dilema. Há tempos suas Forças Armadas são baseadas em capacidades, pois os ambientes fluídos da atualidade geram ameaças impossíveis de serem enfrentadas por estratégias de preparo e emprego apoiadas em inimigos ou hipóteses. Em contrapartida, faltam as condições para as Forças instrumentalizarem as respectivas capacidades. O país está num limiar além do qual suas pretensões de integração regional e relevância internacional serão frustradas pelo descompasso.

    Como aconteceu nas Malvinas, vontades políticas autônomas podem, a qualquer momento, provocar conflitos prejudiciais ao interesse nacional e regional, e isso só pode ser evitado se o Brasil assumir as responsabilidades que dele se esperam .

    Existem no mundo cerca de dez modelos de caças de superioridade aérea. O Brasil precisa escolher um, e já, pois a não disponibilidade de aeronaves de alto desempenho — uma condicionante do poder militar — pode ser interpretada como falta de compromisso da elite política com o projeto de protagonismo que ela anuncia para o país.

    O tempo passou, mas a insensatez é mesma.

    FONTEsergyovitro.blogspot.com

    15
    Deixe um comentário

    avatar
    15 Comment threads
    0 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    10 Comment authors
    ivanildotavaresObservadorRequenaBascheraGiordani RS Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    O mesmo F-5 que interceptou o Vulcan, foi o mesmo que recentemente interceptou um Boeing 707 cargueiro. Trinta anos separam um incidente de outro.

    Banarnia, Banarnia, oh!!!

    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    O descompasso é generalizado. Nossas forças armadas ainda estão na década de quarenta. Duvidam? É só entrar em qualquer base militar e ver um bando de soldadinhos raquiticos segurando um fuzil de quarenta anos atrás e usando fardas de péssima qualidade fabricadas na China. As FFAA de qualquer país sério são profissionais. Deviamos exigir provas de conhecimento e capacidade intelectual para entrar nas FFAA. Não! Ainda temos o serviço obrigatório de um ano. Deveriam ser três, quatro, cinco anos de intenso curso de preparação. Pior do que isso é ver a insensatez de uma Presidente da República e Ministros de… Read more »

    alphasr71a
    Visitante
    alphasr71a

    Isso só vai mudar quando atacarem o Brasil, não esperem mudanças antes disso.

    Júlio
    Visitante
    Júlio

    Infelizmente, nossos amados políticos honestos e íntegros, só vão sair da inércia quando o Brasil for ameaçado por alguma força externa (leia-se EUA e OTAN), aí meus amigos, será muito tarde! Aproveitando sobre o assunto do abaixo-assinado dos militares contra a presidente Dilma e contra o ministro da Defesa, Celso Amorim, aproveito para pedir aos militares: façam greve, que todos os oficiais de alto escalão, bem como os oficiais superiores e os comandantes militares, deem baixa, renunciem aos seus cargos…..utilizem da mesma arma que sempre o PT usou contra os governos, democráticos ou não. Sou anarquista? Não, apenas um brasileiro… Read more »

    Marcos
    Visitante
    Member
    Marcos

    E ainda por cima tenho de ouvir todo tipo de embuste, inclusive a tal de transferência de tecnologia que qualquer roceiro com algum neurônio sabe que não existe. Sabe-se lá o que há na cabeça dessa gente, se é que há alguma coisa. Parece um amontoado de coisas sem nenhuma conexão, que vão desde a real hipótese de aposentadoria para uma certa pessoa, conforme revelou um suposto espião, que mais parece um Zé Barnabé da vida, até as idéias espafurdias de militantes tupiniquins de esquerda, do tipo alunos de primeiro ano de alguma faculdade de quinta categoria em algum rincão… Read more »

    Corsario137
    Visitante
    Corsario137

    Daniel, Não sou nenhum entendido no assunto mas se não me engano a estória é mais ou menos essa: Um representante do governo cubano quis chegar às pressas a Buenos Aires antes da contra parte de Washington e, na pressa, “esqueceram de pedir autorização” e invadiram o espaço aéreo brasileiro, indo bem na direção de Brasília. Bem, os Mirages foram acionados para interceptação e essa assim ocorreu, mas com muita emoção, pois teve de tudo: temporal em Anápolis, falha em uma das aeronaves, ausência de comunicação via rádio, arremetida, acionamento dos F5 de Santa Cruz, enfim, foi um sururu só.… Read more »

    LuppusFurius
    Visitante
    LuppusFurius

    Não é Insensatez é INCOMPETÊNCIA e Estupides no duro….!!!!

    Corsario137
    Visitante
    Corsario137

    Bom texto mas né? Estamos chovendo no molhado. Este assunto já está por exaurir-me. Ainda bem que amanhã é Domingo e os posts serão sobre aeronaves antigas. Mostrei aquele do XB70 pra várias pessoas no trabalho e eles ficaram loucos.

    Giordani RS
    Visitante
    Member

    “Júlio disse:
    3 de março de 2012 às 20:38
    …aproveito para pedir aos militares: façam greve, que todos os oficiais de alto escalão, bem como os oficiais superiores e os comandantes militares, deem baixa, renunciem aos seus cargos…”

    Tá de sacanagem? (Comediante – Watchaman)

    E perderem seus soldos? Sua vida boa? O equipamento pode ser do anos 40, mas o sálario é do Século XXI…

    Júlio
    Visitante
    Júlio

    Oi Giordani, que bom que discorda de min, democracia é isso aí, cada um tem uma opinião e cada um de nós respeita a opinião dos outros, não é mesmo?
    Em relação aos salários, se eles são do século XXI, coitado de nossos militares, né…..um técnico judiciário, cuja exigência é ter o segundo grau completo, ganha melhor do que um 2º tenente, que leva 7 anos (EPCAR e AFA como exs) para se tornar um oficial e, são todos formados em administração. Discordo de ti em relação a isso, ok!
    Abração.

    Baschera
    Visitante
    Member
    Baschera

    Marcos, Clap…Clap…Clap….Clap….. ao(s) vosso(s) comentário(s) !! A fruta está podre…. bixada…. e não só a fruta, mas a árvore toda, as raízes, o país…. que parece que vive em outro planeta, em outro mundo, de fantasia, samba e carnaval…. Me digam uma ÚNICA coisa que preste no serviço público deste país gerido por um bando de falcatruas e espertalhões que lá estão unicamente para se locupletarem do que é público, pago e re-pago com suor, onde se tem a maior carga tributária do mundo e se recebe o pior, o mais vil e absurdo retorno: nenhum !! Defesa ?? Neste… Read more »

    Giordani RS
    Visitante
    Member

    É Baschera…a gente cansa…perde a vontade e se bobear acaba absorvida pela massa…acaba assistindo bbb e lendo jornalecos de R$0,25…

    “nefte paíf”, só quebrando tudo e começando de novo. Agora Eu entendo por que Deus arrasou Sodoma e Gomorra…dílúvio e tal…que cumpram-se as profecias maias…cansado…

    Requena
    Visitante
    Requena

    Lendo os comentários do Marcos e do Baschera me bateu uma depressão. A verdade machuca.

    Observador
    Visitante
    Observador

    O que é duro é ler comentários rasos como o da Rogileide, lá encima. A culpa não é (só) do FHC. É de toda esta _________________________ que governa o país há 17 anos. Sugiro à comentarista em questão a leitura do farto material deste blog, para ver o descaso com que a Defesa sempre foi tratada por esta gente. Muito do investimento feito nos últimos anos é caríssmo e suspeitíssimo. O FX-2 não saiu no governo do glorioso líder (Lula), por que deu muito na vista e porque os franceses roeram a corda na hora errada. Mas não vou explicar… Read more »

    ivanildotavares
    Visitante
    Member
    ivanildotavares

    A verdade é que o país está podre há muito tempo. Praticamente em todos os setores, instituições, tem quadrilhas instaladas. Nos DETRANs, na Previdência, na Educação, em todos os órgãos praticamente. Para você conseguir autorização para operar um táxi, tem que pagar a uma quadrilha, para conseguir um financiamento imobiliário rápido, idem. Até para ser camelô tem máfia, senão não tem um bom ponto. E por aí vai… Somos um país de quadrilhas, já dizia um professor do meu filho. O maior problema do Brasil é a corrupção, já dizia outro professor que eu conheço. Qualquer obra pública tende a… Read more »