Home Força Aérea Brasileira FAB tem de cortar 25 mil horas de voo dos pilotos

FAB tem de cortar 25 mil horas de voo dos pilotos

419
29

Na Aeronáutica, costuma-se dizer que o piloto brasileiro é o melhor do mundo no transporte de autoridades. Há um esquadrão, o Grupo de Transporte Especial (GTE), especializado no leva e traz constante de ministros e integrantes do primeiro escalão. Mas, fora daí, está cada vez mais difícil alçar voo. O corte feito no orçamento da Força obrigou o comandante Juniti Saito a determinar a redução de 25 mil horas de voo dos pilotos este ano.

Os pilotos da FAB, este ano, voarão no máximo 170 mil horas, 15% menos do que costumavam fazer durante os anos de 2010, 2009 e 2008, quando o volume foi entre 190 mil e 200 mil horas de voo por ano.

De acordo com informações obtidas pelo Estado, o corte destas 25 mil horas de voo irá reduzir a capacidade operacional dos pilotos. Os mais preservados são os militares que operam as aeronaves que atendem a Presidência da República e os aviões do GTE. Mas, mesmo neste caso, houve uma redução de número de horas de voo executadas já que a própria presidente Dilma Rousseff diminuiu a quantidade de viagens, comparada ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Evasão. Este tipo de corte desestimula os militares que, além de se queixarem dos baixos salários, são tentados pelas companhias aéreas. Segundo a Agência Nacional de Aviação, o transporte de passageiro vem crescendo, em média, 20% ao ano.

Mas o problema de evasão não é só na FAB. Em recente entrevista, o ministro Celso Amorim informou que o problema salarial está levando à evasão de militares no Exército, na Marinha e na Aeronáutica.

Levantamento feito pelo deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) aponta que, de 2009 para 2010, só no caso de oficiais da Força Aérea, a evasão mais que dobrou, passando de 27 para 54 oficiais que deixaram a FAB. Este ano, 26 oficiais partiram para a vida civil somente no primeiro semestre.

FONTE: Estadão

NOTA DO PODER AÉREO: reportagens de hoje do mesmo jornal tratam tanto do problema do contingenciamento / sucateamento das Forças Armadas quanto do desbloqueio das verbas, de forma a “reduzir tensão” e garantir recursos para programas-chave (veja os dois links a seguir, do site das Forças Terrestres). Mas não se pode esquecer um detalhe: estamos em novembro. Os estragos causados pelo contingenciamento , apesar de amenizados em parte pela liberação de recursos agora, já duraram os onze primeiros meses do ano, levando à redução de horas de voo, de operações, de treinamentos, de manutenção de meios, o que também motivou evasões etc.

Geralmente, quando se compara os orçamentos ao longo dos anos, pode-se mesmo perceber um aumento nos orçamentos de defesa, como mostra uma das matérias do jornal. Mas, indo para o detalhe dos contingenciamentos durante a maior parte de cada ano, “compensados” pela liberação ao final (recurso mais do que corriqueiro na administração pública), percebe-se que, na prática, isso gera grandes problemas como os relatados no texto da matéria acima.

No fim das contas, parte das verbas descontingenciadas ao final de um ano acaba servindo para reparar os estragos feitos pelo próprio contingenciamento: afinal, a perda de pessoal treinado em que se investiu muito,o vencimento de suas qualificações, o acúmulo de equipamentos sem reparo, a canibalização de aeronaves, navios e viaturas, tudo isso cobra um custo para reparar. E que não é desprezível.

VEJA TAMBÉM:

BATE-PAPO ONLINE: converse com outros leitores sobre este assunto no Xat do Poder Aéreo ou no Xat do Poder Naval, ou no grupo Forças de Defesa no Facebook.

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
edcreek
edcreek
8 anos atrás

Olá, Vamos acabar logo com a FAB vamos ficar apenas com Marinha e exercito, vamos no lugar ficamos com a guarda aerea nacional com mais uns 50 ALX e pronto acabamos com essa agonia lenta…..Politicos F>>>>>>>>>>>>>>>>, nunca na historia desse pais……..só tem grana para desvios…………. Cara tá demais esse ano…….. FAB 2012: Menos horas de voo, Treinadores no fim da vida util, recauchutangem de F-5 detonados, menos pilotos; FAB 2013: Projeto AMX-M é abandonado; FAB: 2014: Fim do GDA, fim do treinamento de caças; FAB: 2015: P-3 BR é colocado sob jurisdição da Marinha; FAB: 2016: Criada a guarda nacional… Read more »

tplayer
8 anos atrás

Edcreek, o exército vão manter, afinal os batalhões de engenharia são úteis para executar obras públicas e o resto do efetivo serve para época de desastres naturais.

A FAB podem manter só o GTE e a Fumaça, que são as únicas coisas com as quais o povo de Brasilia se importa (lembrando que a Fumaça é só para solenidades especiais).

A Marinha será transformada e uma estatal de transporte gratuito de petróleo do pré-sal.

Pronto, nesse cenário temos o Brasil potencia que o PT tanto deseja.

tplayer
8 anos atrás

Aliás, bela foto que ilustra o post.

Dario
Dario
8 anos atrás

Tpalyer …. esquece tbém os batalhões de engenharia! Com eles, não dará para tirar o ” leitinho “, através dos aditivos de obra.

Augusto
Augusto
8 anos atrás

Está aí o “Brasil Potência” dos petralhas. Quer aguardar a cadeira no conselho de segurança da ONU em pé ou sentado?

Nick
Nick
8 anos atrás

Entre os sonhos de uma cadeira no CS da ONU e a realidade vivida pelas FAs a distância só aumenta. Cadê o Dreher?

[]’s

tplayer
8 anos atrás

Dario, mas geralmente eles tiram o “leitinho” na licitação normal, cuja contratada mal começar a obra. Ai sobra pros batalhões de engenharia terminarem a obra.

Dario
Dario
8 anos atrás

Pensando assim, vc tem razão!

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Alguém ai falou em sucateamento das FFAA?
Talvez o objetivo seja este mesmo: sucateamento.
Há muita gente que ainda tem ressentimento de coisas passadas, embora a milicada que esteja ai hoje nada tenha a ver com isso.

Marcos
Marcos
8 anos atrás

E no post baixo, o terceiro protótipo do Pak-Fa da Sukhoi.
E os que sonham com o Brasil potência, acham que eventualmente possamos comprar umas 120 aeronaves dessas.
Não temos condições de comprar 36 aeronaves de quarta geração e querem 120 de quinta.
Pior os que ficam dizendo bobagens, do tipo, construir uma frota de porta aviões nucleares.

LuppusFurius
LuppusFurius
8 anos atrás

O último a sair apague a luz!!!!!

LuppusFurius
LuppusFurius
8 anos atrás

Ah!!!! Antes que esqueça…….podem acabar com o GTE também…….e comprar jatinhos para nossos politicos…….pronto resolvido.

E ainda querem desarmar o cidadão ………”prá quê será”??????

Espero mesmo que este governo seja Muito CorruPTo….. ou isto ou é o cumulo da burrice e incompetencia!!!!!!!!!!!!

Grifo
Grifo
8 anos atrás

Senhores, se alguém ainda precisava entender a resistência da FAB em ser entubada pelo Jobim com um caça de 21 mil dólares a hora de vôo, acho que agora não precisa mais.

Mas tem gente que acreditava no mundo mágico da END, onde dinheiro não era problema, ia dar praia todo dia e Rafales operavam normalmente no A-12 São Paulo…

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Como iremos defender o Pré-Sal do inimigo imaginário????

Ozawa
Ozawa
8 anos atrás

O agravamento de uma situação que acompanho a uns 15 anos… É o padrão. Os salários iniciais das FFAA, dos recém saídos das escolas de formação, seja para oficiais ou sargentos, são bem atrativos para alguém na faixa dos 18/20 e pouco anos, solteiro, morando com os pais, ainda formando sua vida e sua percepção de mundo. A vida nas escolas de formação para essa faixa etária é bem convidativa, e a formação intelectual é de 1ª qualidade, combinado com os desportos, a infra-estrutura, a bolsa-auxílio, e sim, O UNIFORME…, que nós, mancebos, envergávamos com não indisfarçável garbo… Mas o… Read more »

André
André
8 anos atrás

Perfeito comentário, Ozawa
Sds a todos

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
8 anos atrás

Amigos, Para piorar as coisas, o PT estara no poder para sempre. Ad Infinitum. Se a intencao do PT e desmontar as Forcas Armadas; entao eles (petralhas) tem todo o tempo do mundo para faze-lo. O PT nunca saira do poder. Me explico: Como o Brasil nunca estabeleceu uma politica de controle da natalidade, isso propciou a explosao demografica de uma sub-classe composta por pobres, semi-analfabetos e ignorantes, os quais podem ser facilmente manipulados pelo populismo barato da esquerda comunista. Parte da culpa esta na Igreja Catolica, que lutou veementemente para impedir a adocao de um plano nacional de controle… Read more »

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Simples!!!!
Corta as horas de vôo do GTE.

Vader
8 anos atrás

Ah é, mas na cabeça de um certo jornalista especializado e de uma cambadinha de PeTralhas e de gente que fugiu do sanatório o Brasil tem plenas condições de operar um caça de 142,3 milhões de euros a carcaça, e cuja hora-vôo é a mais cara do ocidente, salvo o F-22…

No mais nada de novo a comentar. Previsível.

jacubao
jacubao
8 anos atrás

Cinceramente ainda não sei o que eles estão esperando para acabar de vez com a FAB, Marinha e Exercito.
É melhor vender ou doar ($$$$$$$$$$$$) logo o Brasil para os gringos, pois dessa forma começaremos tudo de novo, do zero absoluto, e quem sabe as coisas melhoram para o povo que paga impostos e não tem nada em troca.

mmls10
mmls10
8 anos atrás

Aonde foi que vi, acho que foi er .. deixa eu ver .. hâ.. bom nao importa, a frase (de muitos) era:

“JA DEU RAFALE”

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Marcos
Marcos
8 anos atrás

As FFAA tem um orçamento de R$50 bi anuais e 80% disso é gasto com pessoal da ativa e os de pijama, sem contar as famílias que continuam ganhando pela eternidade. Em qualquer base militar dá para ver as casas com piscina do generalato. O efetivo chega a quase 400 mil homens, boa parte desses completamente despreparados: uns magricelinhos com “espingarda” na mão. Os 20% do orçamento restantante são gastos operacionais, justamente esses que agora estão cortando. Ou seja, as FFAA sofrem do mesmo problema do resto do país: estrutura inchada e excesso de gastos com pessoal.

ricardo_recife
ricardo_recife
8 anos atrás

Grifo disse: “Senhores, se alguém ainda precisava entender a resistência da FAB em ser entubada pelo Jobim com um caça de 21 mil dólares a hora de vôo, acho que agora não precisa mais”. Mais cristalino impossível. Além disso vamos colocar a situação pós-Copa. Vejam o que aconteceu com a África do Sul, se não fosse pelo Gripen C/D eles teriam que fechar a força aérea. O governo federal está transformando o país em um canteiro de obras por causa da Copa, o que claro da muito emprego e voto. Mas, o endividamento crescente vai ter de ser pago. Tenho… Read more »

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
8 anos atrás

Desculpem. Me deixei levar. Nao tenho preferencias partidarias no Brasil. Meu partido nao existe ai.

Mas e revoltante saber que o Brasil (GF) faz doacoes a torto e a direita com o dinheiro publico, a clientes ideologicos (republiquetas) e afinados com a corrente no planalto.

LuppusFurius
LuppusFurius
8 anos atrás

Voa quem for melhor no Jan Ken Pôn ?!?!?!? Ou cara/coroa?!?!?!?

edcreek
edcreek
8 anos atrás

Olá,

Como sempre o foco é desviado para ataques para o caça Françes, só para lembrar, estamos falando do F-5M ou AMX onde o custo da hora de voo é menos da metade do caça mais leve do FX2( custo que não sabemos exatamente qual é já que ele não existe) como parametro o JAS-39 tem custo de US$ 10 mil o NG deve ser maior.
Se for Rafale com o custo de 14 mil ou um hipotetico NG a 12 mil não teremos verba.
Não mudem o foco!

Abraços,

Cesar França
Cesar França
8 anos atrás

“como parametro o JAS-39 tem custo de US$ 10 mil o NG deve ser maior.” edcreek, esse custo de US$ 10 mil para a hora de voo do Gripen é totalmente incorreto. Faça uma pesquisa e vc verá que os valores variam entre US$ 3 mil e US$ 5 mil, de acordo com a fonte consultada. Esses valores não são muito maiores do que os pagos para mantermos os F-5´s e talvez sejam até inferiores aos gastos com os M-2000C. Também vale lembrar que não existe nenhuma indicação de que o custo da hora de voo do NG seria maior… Read more »

Alexandre Galante
Reply to  Cesar França
8 anos atrás

Quando estive na Suécia em 2010, a Saab informou aos jornalistas que a hora de voo do Gripen na Força Aérea Sueca era de US$ 3.000,00, segundo dados da Flygvapnet.

Rogério
Rogério
8 anos atrás

hehehheh 3.000 contra 35.000 do Rafale, mais de 10x e ainda querem vende-lo.

[]s