Home Noticiário Internacional Para Emirados, proposta do Rafale é ‘impraticável’

Para Emirados, proposta do Rafale é ‘impraticável’

187
32

O acordo para venda de 60 caças Rafale da francesa Dassault para os Emirados Árabes Unidos (EAU), que era esperado há muito tempo, parece ter atingido uma pedra no meio do caminho. Nesta quarta-feira, o príncipe da coroa dos Emirados disse que os termos propostos “não são competitivos e são impraticáveis” (uncompetitive and unworkable).

O príncipe da coroa de Abu Dhabi, Sheikh Mohamed bin Zayed, que também é responsável pelas forças armadas do país, disse, segundo a Reuters: “Graças ao presidente (Nicolas) Sarkozy, a França não poderia ter feito mais no campo diplomático ou político para assegurar o acordo para o Rafale. (Sua) intervenção pessoal no processo manteve a Dassault à frente de nossas considerações. Infelizmente, a Dassault parece não ter se dado conta de que todos os esforços diplomáticos e políticos do mundo não podem superar condições comerciais não competitivas e impraticáveis.”

Uma fonte próxima às discussões do acordo colocou a culpa do impasse na “arrogância” da Dassault, apesar de autoridades militares francesas terem dito que estavam confiantes em assegurar um acordo e esperavam finalizar a venda no Dubai Air Show 2011. Segundo a fonte, “há uma frustração compartilhada entre as lideranças dos EAU e da França sobre a aparente arrogância da Dassault. Ao invés de usar a força da relação bilateral para fechar o acordo eles estão tentando usá-la para segurar o preço e uma estrutura de acordo que não tem mudado em mais de um ano, e que tem sido batida de maneira significativa por todos os competidores.”

O comandante da Força Aérea Francesa, general Jean-Paul Palomeros disse à Reuters na segunda-feira que a Força Aérea dos Emirados estava “bastante entusiasmada com o Rafale”. Os EAU têm pressionado para uma melhoria nos motores da aeronave e de seu radar, segundo fontes da indústria, mas Palomeros disse que as autoridades dos Emirados estavam satisfeitas com o avião.

FONTE: Reuters (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTO: Força Aérea Francesa (Armée de l’air)

32
Deixe um comentário

avatar
32 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
MarcosjacubaoRogérioLuppusFuriusMauricio R. Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Bem, se isso não for uma tapa na cara (diplomaticamente falando), eu não sei o que é.

Mas essa notícia eu achei interessante por dar nome aos bois. Geralmente quando se trata do mercado de armamentos, sempre que vejo que o tal do “fontes” é que soltou a informação, eu a recebo com descrédito, pois jornalistas adoram inventar coisas (ou planta-las com fins lucrativos), mas esa daí deu nome a todos os envolvidos. Esse é o tipo de notícia que eu gostaria de ver com mais frequência.

Observador
Visitante
Observador

Senhores,

Enfim alguém com poder apontou para o rei e gritou: “O rei está nu”!

Quero ver o que falarão os ideólogos de Brasília favoráveis ao Rafale. Certamente inventarão uma desculpa.

É o que fazem de melhor.

Quanto à Dassault, parafraseando um famoso poema de Carlos Drumond de Andrade:

E agora Dassault?
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, Dassault?

Ozawa
Visitante
Member
Ozawa

Considerando a afirmação procedente, o sr. Fonte confiável, imagino que para os EAU do Sul…, sentado numa montanha de pré-sal…, isso não será problema… Em síntese, aquela afirmação pró-Rafale do nosso “Emir” em 7 de setembro de 2009, é que colocou o FX 2 num impasse… O atual governo, mais pragmático, mas não menos político, mormente com seu líder-espiritual, está com “dedos” e “pisando em ovos” para não melindrar o autor daquela patética afirmação… Se discordá-lo como explicarão seu total desconhecimento, descuido, temeridade, sobre o assunto ? Na verdade, como é cediço, agora tudo visto em perspectiva, nosso “ex-Emir” esperava… Read more »

Nick
Visitante
Member
Nick

Os franceses precisam rever seus conceitos. Ficar afirmando para o mundo que “tá-tudo-certo-nós-já-vendemos” sem a assinatura no contrato não dá mais certo.

Sejam humildes e deem o desconto que o Emir quer, e ainda peçam desculpas pela Dassault.

[]’s

Grifo
Visitante
Grifo

Senhores, o Sheikh Mohammed Bin Zayed Al Nayhan não é um jobim qualquer. Além de Ministro da Defesa dos EAU, ele é o príncipe-herdeiro e o manda-chuva de facto de Abu Dhabi. Se ele falou está falado.

O interessante é que um sheik árabe sentado em cima de 10% das reservas mundias de petróleo e um fundo soberano de centenas de bilhões de dólares acha o preço do Rafale impraticável, mas Nelson Jobim do orçamento contingenciado e 60% dos aviões indisponíveis achava a solução ideal para a FAB. Vai entender…

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Amigos, É natural que nem Rafale, nem Typhoon possam ter vantagem sobre os americanos em uma análise puramente comercial. Como dizia o sumido ZE, há o fator de escala, além do reconhecido menor custo americano em relação ao europeu. Há que se considerar também que os Emirados já têm uma infraestrutura completa para a operação dos F-16. Acho também inadequado associar os preços ofertados à postura “arrogante” do vendedor. Não há vendedor que jogue no lixo contrato de bilhões de dólares para “fazer bico”. Certamente há uma condição de custo por trás dos preços. Em suma: nem Rafale, nem Typhoon… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Eu aceito seu ponto de vista Nunão, mas quem é apenas leitor, é sujeito a todo tipo de informação errada e é difícil para a maioria separar o que é verdade do que é mentira. Veja o caso do relatório sobre o FX-2, por exemplo. Saiu que foi vazado por um jornal de grande circulação, mas até agora não vi nenhuma parte dele. Nenhuma foto, nenhum trecho completo, nada. Será que eu devo acreditar no que eles disseram só porque é um jornal de grande circulação? Ou porque beneficia o caça que eu torço fervorosamente nessa competição? No fim das… Read more »

DrCockroach
Visitante
DrCockroach

Ouchh! A Dassault jah sabia que os EAU solicitaram informacoes do Typhoon; o representante da Dassault nos Emirados eh o ex-comandante da Forca Aerea. O Principe herdeiro, educado na California, piloto treinado militarmente na Inglaterra (pilota seu proprio heli e aviao), faixa-preta de jiu-jitsu, e quem iria pagar pelos cacas deve ter perdido a paciencia com as repetidas notas da Dassault que o negocio estava p/ ser fechado e, ai, deu a porrada: Ouch! O consorcio do Typhoon tb jah foi solicitado p/ apresentar propostas de off-sets que devem incluir a nova zona aeroespacial sendo desenvolvida na cidade de Al… Read more »

antonio_nunesneto
Visitante
antonio_nunesneto

Essa notícia é um desastre…..para a Dassault! Tão importante quanto os custos de aquisição são os de manutenção e de operação. Parece que é aí onde os franceses não são competitivos. O próprio mercado da Dassault em termos de aviação civil e militar minguou muito nos últimos tempos, deixando a empresa muito fragilizada na hora de conceder descontos. Para haver um problema empresarial de difícil solução e que nem mesmo a promessa de compra dos Mirage 2000-9 dos EAU por parte da França parece ter equacionado. No caso do Brasil, isso dá subsídios pra explicar o porquê daquela festa toda… Read more »

antonio_nunesneto
Visitante
antonio_nunesneto

Parece****** haver um problema empresarial de difícil solução

edcreek
Visitante
Member
edcreek

OLá,

Sem duvida uma pessima noticia, só não é pior porque o Seike já voltou atraz varias vezes nesse processo. Porém fica evidente a má vontade da Dassault no caso além do empenho pessoal e positivo do governo Frances no caso( a exemplo do Brasil).

Como no caso da não venda, tambem ainda não se pode afirmar no cancelamento da compra, mas pelo visto a Dassault tem que baixar a bola.

Se for apenas por comercialmente falando os EUA são imbatitiveis, porém os EAU não vão comprar mais aviões deles para não ficarem na mão.

Abraços,

Clésio Luiz
Visitante
Active Member
Clésio Luiz

Está claro que os EAU querem uma caça de um fornecedor não-americano. Se a Dassault não conseguir baixar seus custos, essa pode ser a primeira venda de Typhoons novos depois da Arabia Saudita.

Observador
Visitante
Observador

Está faltando jogo de cintura por parte da Dassault.

Na situação dela, vale a pena fechar uma venda com prejuízo para quebrar este paradigma do Rafale não ter sido vendido para nenhum cliente externo.

Deixaria mais robusta a sua proposta junto a outros possíveis compradores (Suíça, Índia, etc.).

Por outro lado, talvez a Dassault não tenha a possibilidade de oferecer grande desconto, uma vez que o Rafale foi desenvolvido com dinheiro do Governo Francês e, por isto, é muito difícil justificar um desconto destes para um cliente do exterior quando a própria França paga muito mais caro.

É uma sinuca de bico.

ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Nos já vimos está história quando o Mollusco bebeu demais e falou bobagem. Várias vezes lemos noticias afirmando que a Dassault não ajudava, não baixava o preço. Lembro de uma reclamação do Mollusco direto ao Sarko sobre isto, era algo do tipo “depois de um ano discutindo e a Dassault não ajuda˜. Rolou ainda a informação que a empresa francesa havia baixado o preço do pacote de 10 para 6 bilhões de dólares, etc, etc, etc. Relembro aqui um post do inicio de 2010. A pergunta era: Até quanto a Dassault poderá baixar o preço do Rafale? . Acho que… Read more »

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Bem, a gente aqui do PA só não ganha na loteria. O Rafale virou um cheque sem fundo, ninguém o quer. O terceiro mundo idiotizado, lobotomizado e deslumbrado A-CA-BOU. Não se vende mais qualquer coisa a qualquer preço. Muito menos para os EAU. Eles são árabes, não burros. É o velho jeito colonialista de vender um falso progresso, de se criar um problema para ofertar uma solução, de empurrar o problema, enfim, de levar sempre vantagem. Talvez isto sirva para que a Dassault encontre um novo caminho, projetando produtos e serviços adequados ao seus potenciais consumidores, com preços competitivos e… Read more »

Vader
Visitante

MWAHAHAHAHAHAHAHA!!! 🙂 Eu já sabia!!! Ahahahahahahaha… Cadê agora as Rafaletes que apregoavam aos quatro ventos que o Rafale já estava vendido aos EAU? Cadê? Foram chorar na caminha que é lugar quentinho? Aahahahahahahaha… Oxente, mas não tava “vendido” já??? 🙂 Essa Dassault é uma piada. E o Rafale continua sua saga de ser o caça “quase vendido”: “Quase” vendido na Coréia. Deu F-15; “Quase” vendido no Marrocos. Deu F-16. “Quase” vendido na Indonésia. Deu Su-30. “Quase” vendido na Arábia Saudita. Deu Typhoon. “Quase” vendido no Brasil. Deu chafúrdio. “Quase” vendido na Líbia. Bomba na cabeça do Kadhafi. “Quase” vendido na… Read more »

edcreek
Visitante
Member
edcreek

Ola,

Nao comemore antes da hora, lembre-se do fracasso total do NG.
Quando os EAU virem o preco do outro caca vao voltar a negociar com os Franceses, o Rafale sendo algo em torno de 20 milhoes mais barato.

Abracos,

Vader
Visitante

Aham… Tá bom Edcreek… Rárárárárá… 🙂

Renato Oliveira
Visitante
Member
Renato Oliveira

Calma, lorde Vader, deixa as rafaletes sonharem mais um pouco…
Acho que nunca ouvi um NÃO mais sonoro que este. Le jaquê já era. Tomara que não emplaque no Brasil, pois a maioria da nossa população é indiferente e/ou ignorante demais para protestar decisões feitas por motivos escusos…

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Meu caro Vader! Parece que os Fabinanos tinham razão, apesar de um jornalistas fake expert em defesa não “frouxar” na sia campanha de desacredita ar força, junto com alguns mujahedins de alguns foruns que alardeavam aos quatro cantos que a FAB era arcaica, retrograda e não ousava, aí está a verdade, dita por ministro da defesa de um país que não precisa se preocupar muito com seu orçamento de custeio de defesa, parece que você, eu,o Grifo, e demais aqui do PA tinham razão……e principalmente os Brigadeiros Saito, Dirceu Noro, Sandin, Nicácio e Burnier, mas parece que ninguém desta lista… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

O problema de Le Jaca é que o Typhoon, aka “o outro caça” vale seu preço, pois tem desempenho p/ oferecer; além de um operador na região.
E como já vazou na Índia, esse papo de Le Jaca “mais barato”, é somente isso, “papo” do tipo “furado”.

Vader,

Acrescenta na listinha:

Cingapura, aonde a choradeira começou, batido pelo quarentão F-15.

No mais, até que demorou até sua alteza falar, por sí próprio…

LuppusFurius
Visitante
LuppusFurius

Sempre que conversamos O Diabo diz ” A Vaidade é o Maior Pecado.Graças a ela minha “BOATE” sempre está cheia.
E a dASSAULT, é minha maior cliente!!!!”
Lê Jakê bôta tua viola no saco………

Vader
Visitante

juarezmartinez disse: 16 de novembro de 2011 às 21:20 Pois é Juarez, a cada dia que passa mais se vê qual é o nível de falta de credibilidade que possui a legião de rafalíticos e da vermelhuxada asquerosa espalhada pela esgotosfera afora, liderados por um certo “jornalista” e alguns metidos a “insiders”… Eu sinceramente entendo o sujeito que recebe ordem do partido, de um político ou de uma corrente política para apregoar isso ou aquilo por aí, ainda que no processo se enxovalhe reputações de pessoas ilibadas e que dedicaram a vida a seu respectivo ofício, ou se denigra quase… Read more »

Rogério
Visitante
Member
Rogério

Cadê os “insiders” que apelidaram aqui de “Gripenlandia”, e diziam que as críticas ao Rafale eram ideolóligas devido ao preconceito que alguns tinha em relação ao mollusco???? Nada como um dia após o outro.

[]s

ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Juarezmartinez, você lembrou muito, muito bem. Quando a FAB disse não ao “Grande Guia Mundial Salvador de Todos os Povos” e colocou o Gripen NG como vencedor do FX-2 alguns fóruns detonaram a força, chamaram de tudo isto que disseste e ainda mais. Chegaram a comparar com uma pretensa “modernidade e qualidade” de outra. Agora a verdade veio, veio a Camelo, mas veio. A FAB não escolheu o Rafale porque não vale o quanto custa! Quem entende de aviação militar não é não político populista, mas piloto de caça. O Rafale nunca vendeu em 10 anos e a culpa não… Read more »

Grifo
Visitante
Grifo

Senhores, realmente os Emirados capricharam na humilhação aos franceses nesta feira. Veio todo mundo para fechar negócio, Patrouille de France, Rafale, presidente da Dassault, comandante da AdlA, ministro da Defesa, só para levarem uma RFP do Eurofighter e serem chamados de “arrogantes”. Eu nunca tinha visto nada igual.

Eu acho que acabou para o Rafale no EAU. Assim como aqui no Brasil, a Dassault não tem como baixar os preços porque os seus custos são muito altos. E ninguém vende mercadoria no prejuízo.

Também acho que a Eurofighter é distração, e que em breve veremos mais F-16 Block 60 chegando lá.

edcreek
Visitante
Member
edcreek

Olá,

Obviamente que por aqui na Gripenlandia como dizerm alguns, essa noticia seria muito comemorada, depois do desastre que o NG virou, porém como já tinha dito o Seiki muda de ideia conforme o vento, e ainda tem agua para rolar e como eu já disse na hora do preço eles verão a diferença, mais um capitulo do jogo que ainda não acabou.

Como disse o Vader vamos pegar nossa comissão e ficar quieto, já que somos todos alhienados, kkkkkk, cada piada que ouso por aqui só rindo mesmo, kkkkkkk, pelo menos nos divertimos por aqui.

Abraços,

antonio_nunesneto
Visitante
antonio_nunesneto

O Governo precisa ter inteligência e saber desconstruir esse negócio do Rafale. Fomos mais além do que devíamos na parceria com os franceses. Nem falo tanto na questão dos helicópteros, mas sim dos submarinos. Vamos ficar presos a eles por décadas nesse negócio pagando o sobre-preço obsceno que eles cobram. É hora de, diplomaticamente, desmontar a barraca e desembarcar o Rafale do FX-2. Motivos não faltam, mas um deles é especial: O PREÇO!!!!!! Como temos outros dois candidatos disputando a mesma concorrência, não dá pra querer inventar a roda e começar do zero. Tem que negociar, extrair o máximo possível… Read more »

jacubao
Visitante
jacubao

Diante de todos esses, eu sou fatos que sou a favor de adquirir o SH para a FAB e entrar em um programa de 5ª geração com outro país.

Marcos
Visitante
Marcos

Esta é a “Musica” mais tocada no Mundo para o Rafail, quando se trata de concorrencias para aquisição de aeronaves de combate.

http://www.youtube.com/watch?v=EPbUJ3-9O5s&feature=related

Vader
Visitante

edcreek disse:
17 de novembro de 2011 às 9:12

“Como disse o Vader vamos pegar nossa comissão e ficar quieto, já que somos todos alhienados”

Prezado Edcreek, creia-me, não estava a me referir a particularmente ninguém aqui do Poder Aéreo, mas se a carapuça lhe serviu, sinta-se à vontade para tomá-la.

Sds.