Home Sistemas de Armas Ministro Aloizio Mercadante visita a empresa sul-africana Denel

Ministro Aloizio Mercadante visita a empresa sul-africana Denel

372
5

A empresa estatal sul-africana de defesa Denel, que desenvolve o míssil ar-ar A-Darter em conjunto com a Força Aérea Brasileira, divulgou notas à imprensa sobre a visita da presidente brasileira Dilma Rousseff e do ministro de ciência e tecnologia Aloizio Mercadante à África do Sul. O ministro visitou a Denel no dia 17 de outubro, segundo a nota mais recente.

Talib Sadik, Chefe Executivo (CEO) da Denel, disse que a visita do ministro brasileiro demonstra a importância do programa do míssil A-Darter para ambos os países: “Este é o próximo passo no relacionamento entre as indústrias de defesa da África do Sul e do Brasil, que vai crescer em relevância e valor nos próximos anos”.

A presidente Dilma Rousseff está no país africano para o encontro IBSA, que reúne Índia, Brasil e África do Sul. Participam o presidente sul-africano Jacob Zuma e o primeiro ministro da Índia, Manmohan Singh.

Segundo Sadik, o programa A-Darter para um míssil ar-ar de curto alcance de nova geração, guiado por infravermelho, foi iniciado conjuntamente pela Denel Dynamics (subsidiária do Grupo Denel) e a Força Aérea Brasileira em 2006, sendo o primeiro programa cooperativo de defesa dos dois países, no contexto do acordo trilateral IBSA.

Os primeiros mísseis deverão ser entregues às Forças Aéreas Brasileira e Sul-Africana no início de 2013.  Nesta última, deverá equipar os caças JAS 39 Saab Gripen e jatos de treinamento / ataque BAE Hawk. O míssil já foi lançado, com sucesso, pelo Gripen.

De acordo com Jan Wessels, CEO da Denel Dynamics , “o A-Darter é planejado para ser um míssil de grande agilidade, capaz de manobrar em altíssimas cargas G. Sua cabeça de busca por infravermelho é projetada para ter ângulos de visão bem elevados. Com uma massa de menos de 100kg, o míssil é propulsado por um motor foguete de sustentação com empuxo vetorado.” Ainda segundo Wessels, apenas um punhado de países no mundo tem as habilidades técnicas e capacidade de desenvolver esses mísseis de quinta geração.

FONTE: Denel

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Corsario137
Corsario137
8 anos atrás

O Celso Amorim que é Ministro da Defesa vai a Europa falar com chefes de Estado enquanto o Mercadante visita fábrica de material bélico.

Mercadante, o homem que revogou o irrevogável.

Antonio M
Antonio M
8 anos atrás

Esse pessoal do (des)governo deveria abrir uma fábrica de bebidas de fermentados de uva, pois vão gostar de fazer espuma assim lá na ………

edcreek
edcreek
8 anos atrás

Olá,

Corsario137 essa foi boa, kkkkk

Ele deve ter ido acertar mais uma *comissão-sinha*, para mais liberacao de verba do projeto.

Abraços,

Storm Rider
Storm Rider
8 anos atrás

Mercadante…podia ser pior?

Vader
8 anos atrás

Ihhhhhh, agora o A-Darter tá lascado… o “revogador do irrevogável” é capaz de revogar a participação brasileira no projeto… 🙂