Home Aviação de Transporte Sucessor do ‘Breguinha’

Sucessor do ‘Breguinha’

585
0

O VC-2 operado pelo GTE

Em junho de 2008 a Embraer e o Comando da Aeronáutica (COMAER) assinaram um contrato para a aquisição de dois jatos Embraer 190, designados VC-2, para transporte de autoridades. Estes aviões destinavam-se ao Grupo de Transporte Especial (GTE) e visavam a substituição dos Boeing 737-200 (VC-96 na FAB), utilizados há mais de 30 anos. O valor do contrato divulgado foi de R$ 211 milhões, já incluído o pacote de suporte logístico de cinco anos que abrange serviços de manutenção, suporte de material, mão-de-obra especializada de engenharia em campo e administração de reparos e garantias.

O primeiro deles (FAB 2590) foi incorporado em setembro de 2009. A aeronave foi batizada de ‘Bartolomeu de Gusmão’. No final daquele ano, a Embraer entregou o segundo jato (FAB 2591), o ‘Augusto Severo’ . Assim como o primeiro exemplar do modelo, a segunda aeronave também recebeu configuração especial para cumprir missões da Presidência da República.

Ambos os aviões contam com diversos dispositivos, tais como sistema especial de comunicações seguras e capacidade para transportar 54 pessoas, entre passageiros e tripulação, podendo alcançar qualquer ponto na América do Sul, sem escalas partindo de Brasília.

No primeiro semestre desse ano as duas aeronaves passaram por manutenção programada (remodelação de interiores) e, por esse motivo a Embraer emprestou um Lineage 1000, aperado a partir de fevereiro deste ano. A aeronave foi operada temporariamente em missões de apoio à Presidência da República e recebeu a matrícula FAB 2592.

As fotos acima são do FAB 2590, o primeiro VC-2 recebido pela FAB. Elas foram tiradas durante o Domingo Aéreo -AFA 2011.

SAIBA MAIS:

 

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments