Home Sistemas de Armas J-10 em fotos

J-10 em fotos

366
65

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
10 anos atrás

Bonito. Mas e esse probe hein?

O dia que o equipamento chinês atingir padrões de confiabilidade e de qualidade ocidentais a China irá inundar os países periféricos com seu material bélico.

Aí país que ficar enrolando muito pra se reaparelhar vai começar a se sentir mais ameaçado.

Sds.

robert
robert
10 anos atrás

alguem sabe o que são aqueles coisas tipo janelas que tem na fuselagem na segunda foto?

logo em cima da asa, aqueles quadrados?

no mais, é um belo avião.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Será que vem descraqueado?

Robert,
São janelas feitas para facilitarem manutenções e revisões.

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Não sei se é grande coisa, mas acho este avião lindo.

Como eu falei no início do FX, se fosse a intenção do GF de quebrar o paradigma de fornecedores, teríamos que ir com russos ou chineses e fazermos o jogo deles.

Quer ToT ? Beleza, mas compre em grandes quantidades!

Do jeito que fizeram ficamos nas mãos dos picaretas de sempre.

Alexandre Galante
10 anos atrás

Vader, qual o problema com o probe? o F-5 tem probe fixo, o Rafale tmb e outros. Não vejo problema nisso.

Eu vejo problema no Brasil saber fazer apenas o probe e não a aeronave inteira, como os chineses…rs

Vader
10 anos atrás

Galante, penso que o sistema de probe retrátil é mais moderno e deve ajudar a diminuir a assinatura radar da aeronave. Sem falar que é mais bonito.

E salvo melhor juízo não exige uma reengenharia do outro planeta, a não ser quando o caça já não tem espaço interno para se instalar os equipamentos necessários para tanto, aparentemente o caso do Rafale, por exemplo…

O F-5, um projeto da década de 50, ter probe fixo, se entende. Já o Rafale… 🙂

Abs.

Alex
Alex
10 anos atrás

achei bonito

Sabre
Sabre
10 anos atrás

Podem falar o que quiserem, mas esse ai dá de pau no F-5M,opinião apenas, contudo pode-se dizer que é um caça multinacional, tem a mão de Israelenses, Chineses ,Russos e Paquistaneses!

Alexandre Galante
10 anos atrás

Vader, quanto mais partes móveis, mais fácild e quebrar ou emperrar. Os chineses não são bobos e mantêm a filosofia KISS no avião.

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

Lindo esse LAVI…ops…digo, J-10…hehehe…mas xing-ling está no caminho certo…
Pergunta: O F-5 é capaz de fazer frente a ele?

gustavo
gustavo
10 anos atrás

É lindo mesmo esse avião. mas o que intereça e se ele se garante em combate. poder ser mais barato para paises como venezuela ou bolivia comprar esses produtos chinas, mas pra nos tem que ser de marca, de grife mesmo.

Manock
10 anos atrás

As soluções simples são sempre a melhores. Não pensem que o Rafale tem um probe fixo por falta de capacidade de instalar um retratil. Duvido que comprometa a assinatura radar. Pelo menos no Rafale acho que não.
Já no caça chinês eu não sei.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Galante e Vader,
Tem mais de um milhão de coisas que podem quebrar, penso que um probe retrátil ficaria bem, do tipo do Jaguar.
O F-101 tem projeto mais antigo que o F-5 e tinha probe retrátil, aliás tinha os dois tipos, para lança e cesta.

Alexandre Galante
10 anos atrás

O F-5M mesmo com eletrônica de 4a. geração é inferior ao J-10 por não ter um controle de voo fly-by-wire e pelo fato de ser underpowered.

O J-10 com esse canard deve puxar muito bem na curva.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Posso estar enganado mas n aprimeira foto parece ser um com canhão GSh-23 e esse capacete que o chineses usam é o mais bonito na minha opinião.Gostaria de ver uma foto mais próxima.

Leandro
Leandro
10 anos atrás

Aeronave bonita!
Desenho mais suave do que a outra chinesa (desenvolvida em conjunto com o Paquistão).

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Galente, tem foto do painel dele ?

Francisco de Bem
Francisco de Bem
10 anos atrás

Os chineses seriam um convidado interessante para a próxima CRUZEX
Pergunta 1: Eles viriam?

Pergunta 2: EUA não iria fazer cara feia?

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

Em um outro site (war is boring), meses atrás saiu uma nota comentando que a PLAAF havia recusado alguns lotes, tanto de J-10 por controle de qualidade deficiente; como de J-11, por vibração.
Então esse probe, seria o menor dos problemas chineses c/ essa aeronave.

“O F-101 tem projeto mais antigo que o F-5 e tinha probe retrátil…”

Não era o Thundercheif???

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

É Francisco de Bem,
Se um dia isso acontecer, daí sim, não vai valer a pena ter um probe retrátil…

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

Daqui à pouco xing-ling acerta a mão…tio Sam está de olho…Ivan está de olho…o Japão está de olho…a Australia está de olho…o chile está de olho…e nós? De olho na copa do mundo!
Se a classe política do uruguai for esperta(ainda bem que não são!), fecham a compra de J-10 ao invés de F-5 usadásso!
Daqui a pouco tudo que é nanico vai ter esse ou assemelhado como caça padrão…já imaginaram? Paraguai, bolívia, eCUador e uruguai de J-10?!?!?!

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Maurício R.
O F-105 também, bem lembrado.Também tinha os doi tipos.
Curiosidade:o F-102 chegou a usar o probe fixo.

Yasser
Yasser
10 anos atrás

J-10 pro F-X2 ! ou melhor… F-X3 ! rsrsrs

Marcelo
Marcelo
10 anos atrás

Rodrigo, tenta este link, mas não se assuste, a 1a foto que aparece é do Chavez dando um abração no Ahmadinejad ! O cockpit do J-10 aparece mais para baixo. Não parece ser muito moderno não, parece ter telas monocromáticas (verdes).

http://www.strategycenter.net/research/pubID.54/pub_detail.asp

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Não me importo com o probe retrátil ou não.

Tudo é questão de requisito operacional.

Se o probe fixo, vai ser mais leve, mais simples, não vai atrapalhar a visibilidade e não comprometer muito o RCS, por que investir no retrátil que por natureza é bem mais complexo ?

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Valeu, Marcelo!

Gostei do cockpit…

Com certeza não é do nível do SH ou do Rafale, mas não faz feio.

É questão de custo e benefício.

Se for o caso de usarmos aviônica mais moderna a turma de Jerusalém está aí para isto, são careiros, mas são altamente competentes.

Senão me engano já existe uma versão dele para exportação ou ainda são planos ?

Fred
Fred
10 anos atrás

Para a CRUZEX , pode até ser os chineses… más creio que seria mais interessante e conveniente, em termos geopolíticos, convidar Africa do Sul e Índia.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Rodrigo,
A questão do probe é outra.
É o arrasto aerodinamico e a limitação de velocidade a baixa altura.
Um avião a 500kt de indicada ao nível do mar não tem probe no mundo que fique no lugar.

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Roberto, é um ponto.

Não tinha pensado nisto, mas não acredito que quem fez o projeto da nave não se ligou neste possível problema.

Alexandre Galante
10 anos atrás

Roberto, o AMX faz 500kt à baixa altura, com probe, sem problema.

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

Não só o A-1 faz 500kt a baixa altura como o A-6 também fazia. A vantagem da sonda retratil é que o equipamento não fica exposto a danos, como por exemplo o choque contra uma ave, um FOD ou até mesmo no hangar e a unica vantagem da Sonda fixa é seu menor peso.
O F-18 usa uma sonda muito bem projetada.

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“…e não comprometer muito o RCS,…”

Se eu não me engano, tem foto do J-10 no Sino Defence, em que a entrada de ar é diferente, não tem aquelas 3 peças dos lados e é chanfrada ao contrário.

“The J-10B features a chin-mounted diffuser supersonic inlet (DSI) air inlet. The traditional rectangle-shape air inlet…”

(http://sinodefence.com/airforce/fighter/showimage.asp?imagename=j10b_01large)

Vader
10 anos atrás

Giordani, penso que se um caça se chocar contra uma ave o menor dos problemas seria bifar o probe. A questão é: o probe fixo compromete significativamente o RCS? Com a palavra os que entendem do riscado (mas já li alguns dizendo que compromete, e significativamente). Se não, deixa como está. Sigamos a filosofia MISS. Arma tem que ser funcional. O A-10 (e outras tantas) taí pra provar que aquela história de o que é bonito voa bem é só mais uma historinha da carochinha. Se sim, façam-se as alterações pertinentes. O problema é que há algumas aeronaves que aparentemente… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

O probe fixo pode ser um corta fio..

Vai ver que o projetista já tinha sido motoboy 😀 😀 😀

No caso do J10 não seria por questão de espaço ?

O J10 já está disponível para exportação ?

Alexandre Galante
10 anos atrás

Maurício, já publicamos aqui no Aéreo fotos do J-10B:

http://www.aereo.jor.br/?s=J-10B

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Galante e Giordani,
Longe de duvidar de vocês mas gostaria da informação dos manuais de voo.
Mas tudo bem, uso justamente suas informações para argumentar o seguinte:
Imaginem sem o probe,ou melhor, com o probe retrátil, essas velocidades seriam superiores.

Sabre
Sabre
10 anos atrás

Galante, a 3 foto do novo J-10, ta com uma cara de De javu`,parece um irmão mal acabado do rafale!

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Amigos,
Não tenho o manual de voo do AMX,
Mas para efeito de esclarecer dúvidas repasso os números da conceituada revista Air International.Em uma matéria que faz comparando o AMX com o A-4,Jaguar e o A-7D.

“O AMX tem uma velocidade máxima de 565kts (1047 Km/h ou Mach+0,854) em configuração limpa.”

É bem possível que um probe não iria tirar 65kts mas com certeza esse número iria baixar.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
10 anos atrás

Ao nível do mar.

Galileu
Galileu
10 anos atrás

Até onde eu sei o RCS da aeronace sobe com o probe fixo…..por isso vantagens em ter um retrátil, sem contar melhor campo de visão e etc..

Quando se cria um projeto, no mínimo deveria haver a possibilidade de haver um do tipo retratil, o que não é o caso do rafaleco.

joel
joel
10 anos atrás

Até no post do j 10 o rafale aperece, o super etendard tem probe retratil se o porbe do rafale atrapalhasse tanto na assinatura tb o seria, mas tudo nele é só defeito segundo alguns .. defeito é não temos caças…
O amor viu?!
Voltando ao asssunto do post, já que o Fx 2 não vai sair do papel é bom comprarmos logo umas 3 duzias desses caças pra não ficarmos no chão…e se eles sacanearem a embraer lá fazemos o mesmo com o j 10 aqui…
Abraços

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Roberto, com certeza o probe tira alguns kt.

Acho que a questão da vibração que deve ser contornável.

Nick
Nick
10 anos atrás

Quem vê essas fotos, já imagina que esse caça seja tão capaz quanto um F-16 C B 50 ou Gripen C/D. Não dá para questionar que o caça é bonito mas:

a)Confiabilidade : Será que já está no mesmo níveis dos caças ocidentais ou ao menos os russos??

b)Sistemas embarcados : Será que o Radar e sistemas de Guerra Eletrônica estão no mesmo nível dos ocidentais??

Se as respostas forem afirmativas, a capacidade de produzir barato dos chineses podem abocanhar boa fatia do mercado de caças…

[]’s

Wagner
Wagner
10 anos atrás

Se for igual as canetas coloridas e aos despertadores deles…

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Esqueci de colocar no anterior… Precisa ver se o peso do retrátil, não vai atrapalhar o CG e o quanto de desempenho ele vai tirar. Aviação é assim mesmo. Não existe solução sem compromisso. Seja em avião de combate, de passageiros ou aviação leve. Este problema do Probe, me fez lembrar de uns opcionais que colocam em heli e a velocidade vai caindo, fora o quanto de carga que ele perde por causa do peso adicionado ou para não desbalancear o CG. O cara chega na Helibrás… Encomenda o EC155, capaz de +/-150kt de Vmax… Enche o heli de opcionais..… Read more »

Wagner
Wagner
10 anos atrás

Rodrigo, sua descrição me lembra aquele filme do Tenente Frak Drebin em que mostraram um helicoptero de um magnata por fora, daí mostraram por dentro e o cara estava numa sala de estar gigante !! ah ah ah !!

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Nick, digamos que o Brasil fosse cliente do programa. Se houvesse um controle de qualidade no nosso padrão no fornecimento das peças, já seria uma forma de capacitação nossa e deles. O que chegou para mim do Hind/Hip é o seguinte.. Ele é osso de manter, mas não é caro. Acredito que o produto chinês seja igual. Ai vejamos o gargalo maior. A manutenção/check dele é prevista para ser feita em linha de vôo ou sempre vai precisar ser retirado para o oficina ou parque ? Se tiver que ser retirado da linha e ser levado para oficina ou o… Read more »

Ricardo_Recife
Ricardo_Recife
10 anos atrás

Do Lavi para o J-10, um pulo e tanto. O Chengdu’s J-10 para mim não lembra em nada o pequeno Lavi (projeto cancelado em 1987 por pressão do Tio Sam). Amigos amigos negócios a parte, os israelenses venderam para os chineses um excelente projeto. A trajetória foi árdua e recebeu tecnologia (roubada ou comprada) dos EUA, Rússia e França. O J-10 pode ter ser uma opção interessante no mercado internacional pelo seu baixo preço (algo como 30 milhões de dólares). O problema dele é a confiabilidade dos fabricantes. Pelo menos cinco deles já caíram desde 1998. Apesar do bom projeto,… Read more »

Roberto
Roberto
10 anos atrás

Poutz. Acessei o site “http://www.strategycenter.net/research/pubID.54/pub_detail.asp” que o colega postou aqui.

Esses chineses são terríveis. Os caras copiam tudo. Imaginem se eles resolverem ter o ” american way of life” para toda a população???

Vamos ter MUITA guerra pela frente, e FX2 vai ser peido perto da cagada que será uma 3ª GM.

Vamos sentir falta do Tio San e provavelmente pediremos Benção novamente para eles entrarem na Guerra.

Amazônia Verde e Azul Bye Bye!!! Pelo menos eles não estão produzindo PA em larga escala.

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Ricardo, precisa ver outros dados.

Caíram cinco, mas de quantos produzidos e quantas horas voadas neste período.