terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

‘Dogfight’: Mirage 2000 grego versus F-16 turco

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Observar as baixas velocidades e as distâncias de enfrentamento. Por conta disso, algumas vezes jatos gregos e turcos chegaram a colidir.

- Advertisement -

48 Comments

Subscribe
Notify of
guest
48 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
paulomaffi

Talvez perto de mais para disparar um míssil de curto alcance; mas nada que uma boa e velha salva de tiros de canhão não resolva!
PS: O Mirage Grego ‘Enxuriçou’ a vida F-16 turco.

felipe alberto

ate parece eu jogando ace combate no estilo persegue, mira e atira

mario pimenta

É impressão minha, ou o Mirage poderia dar um pau no F-16??
Claro que a habilidade do piloto conta, e muito, mas parece que há um abismo entre o desempenho dos caças.

Wagner

Não sei se um Mirage 2000 bem equipado ficaria muito atrás do F16. O Mirage 2000 também é ágil e seu motor impõe respeito.
Por isso acho que se o Brasil comprasse uns 50 Mirage 2000 e os modernizasse, seria mais vantajoso e mais barato do que ficar nessa lenga lenga de FX2 que duvido que saia…

Giordani RS

O M2000 tem todas as condições de abater um F-16 turco, o problema é a HAL…anda mal das pernas…
Aqui o IRON MAIDEN detonou! Naquele filme fiasco “aguia de aço I” o F-16 foi detonado!
O Fighting Hawk não merecia!

Cláudio

Mario Pimenta disse:
16 de agosto de 2010 às 10:52

Isso mesmo Pimenta, o F-16 levou uma piaba do Mirage 2000….!!!

Wagner disse:
16 de agosto de 2010 às 11:15

Você tem dúvidas, as imagens não significam nada ???!!!!

Se os 50 M-2000 vierem por um preço baixo, acho que não existiria nenhum problema. Todavia, o FX-222222222222…. tem que ir até o fim.

Wagner

Se o Jobim concordar…

fredy

Gosto muito do designed do mirage 2000, mas o fato é que ele foi projetado para atuar como interceptador (para fazer frente ao Mig-25), e não como caça multiroler. Apesar disso, o caça francês não faria feio em um dogfight contra um viper. Seu designed lhe confere maior velocidade e aceleração que o f-16, apesar de possuir um motor bem menos potente do que o caça americano. Tambem é verdade que a turn rate do mirage é sensivelmente melhor que a do f-16, muito embora a capacidade de sustentar curvas fechadas seja melhor no viper. Assim, no que se refere… Read more »

fredy

No que se refere ao desempenho em missões de ataque ar-terra todas as vantagens são do f-16, que possui maior capacidade de carga e de combustível e maior alcance do que o mirage.

Eduardo

Tem que ver o seguinte, qual versão é a do F-16, pq se for o Block 60, a turbina é outra mais potente e os avionicos bem mais avançados, ou seja, a diferença drastica vista no video seria bem menor, daria uma briga boa!

Mas que deu gosto ver o Mirage dando um baile no F-16 isso foi!

Fazendo uma analogia dos caças adquiridos até hoje pelo Brasil, da pra perceber que foram belas escolhas!

Eduardo

É torcer que a escolha no FX-2, tb seja bem sucedida como as anteriores!

Madvad

Pessoal, de uma vez por todas: O M2000, em termos de desempenho, é “praticamente”, e em alguns quesitos superior ao Falcon (grande altitude por exemplo).

O M2000 é agilíssimo, quem assistiu Chevaliers Du Ciel, tirando a pataquada de qualquer filme de ação, pode ter uma base. Ele tem um roll rate nervoso, e um AOA ignorante. Não se esqueçam que foi referência de caça durante os ‘”80/”90.

Se eu tivesse que ir pra um pega pra capar, entre Falcon e M2000-5 , eu iria de Delta sem dúvidas.

Elenilson

O pessoal tá “viajando na maionese”! o mirage 2000 é tão igual ou até mais superior que o F16!
É bom ver um f16 apanhando!!! Nao é a toa que os gregos abateram um falcon!

Rodrigo

Até onde eu me lembre o parâmetro de manobrabilidade para o M2000 era o F16, porém os francesicos não abriam mão do desenho delta e alcançar Mach 2. O diferencial é que projeto do F16 cresceu muito e ainda continua crescendo, enquanto o M2000 parou no tempo em benefício do Rafale. Antes que falem que tem o -5 e o -9, são versões praticamente para exportação. Os franceses usam o -5 em número bem pequeno. Agora que a água está batendo nas nádegas dos franceses, com os custos astrônomicos do Rafale, que eles começaram a optar por um retrofit maior.… Read more »

Mauricio R.

Se o M-2000 é essa “maravilha” tda, pq raios a força aérea grega tem bem uns 3 Falcon p/ cada M-2000???
Aliás na Europa, alguém mais além de gregos e franceses voa M-2000???
Não né…

Mauricio R.

O upgrade dos Mirage 2000D da AA, está suspenso por falta de verba.

Edcreek

Olá,
Sobre o F-16 D Block 40 Turco derrubado pelo Mirage-2000 Grego com um missel magic 2, mais informações:

http://www.f-16.net/f-16_fighting_falco … -3371.html

http://www.acig.org/artman/publish/article_299.shtml

As armas Francesas sempre foram bem confiaveis, bastar ver nas Malvinas, Irã-Iraque(onde dois exocet acertaram uma fragata da classe Perry norte-americana.), nesse confronto contra o F-16, e nas guerras em Israel. Na hora da batalha de verdade as armas Francesas acabam por funcionar muito bem.
Abraços,

Gabriel T.

Estão censurando minhas mensagens?

Rodrigo

Realmente os argentinos derrubaram centenas de Harriers com o 530 e Israel idem..

Israel mal colocou o 530 em combate e já retirou, porque era ruim demais.

O Mirage III só foi o que foi graças ao Shafrir, senão iam estar dando tiro de canhão até hoje.

Gabriel T.

Turma não viaja. Vocês estão confundindo o Mirage III com o mirage 2000. O mirage III era um avião interceptador puro e não tinha como rivalizar com aviões mais manobráveis. Para suprir essa deficiência surgiu o Mirage F1. Mesmo assim os franceses viram que novos caças era muito mais manobráveis, como o F-16 e F-18. Por isso que lançaram o mirage 2000 com um motor muito bom, mas caro, e FBW. Isso coloca o mirage 2000 no mesmo nível do F-16 block 52 quanto à manobrabilidade. Vcs esquecem que a cada geração do F-16 ele fica bem mais pesado. Na… Read more »

Mauricio R.

“(onde dois exocet acertaram uma fragata da classe Perry norte-americana.),”

Ponto p/ o design americano, pois absorveu os danos que ao contrário do ct britânico atingido pelos mesmo míssil nas Falklands, não naufragou.

Guilherme Poggio

Mauricio R. disse:

“(onde dois exocet acertaram uma fragata da classe Perry norte-americana.),”

Ponto p/ o design americano, pois absorveu os danos que ao contrário do ct britânico atingido pelos mesmo míssil nas Falklands, não naufragou.

Realmente o projeto das OHP mesmo sendo de caráter modular, era muito bom. O ataque à Stark mostrou isso e a mina que atingiu a Sammuel B. Roberts também. Mas deve-se citar outros pontos que diferenciam os dois ataques (Sheffield e a Stark). Se não fossem as águas calmas do Golfo Pérsico o navio norte-americano já estaria no fundo do mar.

Alexandre Galante

Lembrando que os dois Exocet que atingiram a USS Stark não explodiram! E o que acertou o HMS Sheffield também não! o que provocou o incêndio foi a queima do combustível residual. Falha na espoleta.

Mauricio R.

“Na BAAN eu vi um Mirage 2000 sair do vôo nivelado a baixa altitude subir como um foquete, mesmo com um centerline.”

Na ex-Iugoslávia, durante a Deny Flight, os M-2000 da AA pastavam c/ somente 2 X tanques cabeçudos do -2000N(K) e 2 X Magic.

Galileu

hahahah R-530 é Kamikase não destrói o inimigo e te mata! ahah

…..Quanto a Dog, a ultima manobra do f16 no final do video, foi bem feita!

O Mirage 2000 teve controle da situação, mas acho que o piloto Turco é “noob” dava pra ter tirado mais do f16, bom eu acho ahah

Edcreek

Olá,

Rodrigo os caças Argentinos não tinham radar, não dá para comparar…

Quando em igualdade de condições a coisa não fica assim. Veja que os Super Étendard que possuiam radar atacaram os alvos em algumas ocasiões e voltaram para casa ilesos longe do alcance do caças “lentos” da marinha Inglesa.

A realidade é que o F-16 foi derrubado pelo Mirage.

O F-16 pode ser mais maleavel e com custo de manuteção menor, mas na hora do vamos ver mesmo, o retrospecto é favoravel ao caça Françes, com um Shoot Down a zero, em batalha real não em treinamento.

Abraços,

Mauricio R.

“…os caças Argentinos não tinham radar, não dá para comparar…”

Os Mirage IIIEA tem tanto radar, qnto nossos Mirage tinham e apanharam já na 1ª noite de combate.

“Veja que os Super Étendard que possuiam radar atacaram os alvos em algumas ocasiões e voltaram para casa ilesos…”

Se era assim, pq não bombardearam os navios ingleses em São Carlos???
Bater c/ uma arma stand off e fugir, era mto fácil mesmo.
A própria Aeronavale preferiu remendar os F-8 a usar os SUE em qq parecida c/ defesa aérea.

Francisco AMX

OS caras não cansam de menosprezar os produtos franceses… é uma penca de informações que não batem com a realidade… sempre tem desculpa… vão ser cegos assim lá longe… p-q-p… Eu sou um arduo defensor do F-16, como produto, mas não sou cego em não reconhecer que ele tem um rival a altura, e, que em muitos casos, como este do vídeo, o M2000 poderá superar o Falcon com certa facilidade. Negar isso é ser obstuso demais com a realidade! assim como negar que os Exocet são bons produtos e, ao contrário de muitas armas ditas melhores e muito superiores,… Read more »

Madvad

Qual é o lance dos dogfights entre os gregos e turcos?

Qdo eles se cruzam nos céus, começam a se provocar aletoriamente?

Tem vários vídeos no Youtube, de várias ocasiões diferentes.

THIAGO

Francisco AMX disse:
16 de agosto de 2010 às 18:48
“OS caras não cansam de menosprezar os produtos franceses…”

Caro amigo voce disse tudo, com eu disse tambem em outro topico…” ser anti-americano é ser estuipdo para muito aqui no blog, mas ser anti-gauleses é super normal…”
Uma pena desmerecerem tanto uma nação que tem inclusive mais historia e participação na cultura ocidental que os Proprios USA…..

Rodrigo

Edcreek disse: 16 de agosto de 2010 às 16:10 Seguindo o seu adulto raciocínio, o Mig25 é superior ao F/A-18C, porque teve uma vitória sobre ele em combate real 😉 Falando um pouco mais como gente grande.. Verifique quantas horas em combate o F16 e o M2000 tem, sua taxa de atrito, nro de missões realizadas e o custo para isto que vamos ver quem é superior… Vou dar a dica..Começa com F e termina com 16… Aliás… Se até General francês entende que o Rafale não está a frente eletronicamente do F16 60, não tem sentido achar que um… Read more »

Alexandre Galante

Consultando a biblioteca… No livro “The Great Book of Modern Airplanes”, do famoso Mike Spick, o autor tece alguns comentários sobre a performance do Mirage 2000 comparada à do F-16: “O F-16 definiu novos parâmetros para a manobrabilidade dos caças. Como o Mirage 2000 se compara a ele? Otimizado para o canto superior direito do envelope de vôo, o Mirage 2000 é superior nesse regime. O Mirage 2000 é superior em velocidade máxima (Mach 2.2) e superior em teto operacional (17.526m contra 15.088m). Na aceleração, o Mirage 2000 também vence o F-16 na tropopausa, partindo de Mach 0.9. Depois de… Read more »

Alexandre Galante

Repetindo um comentário meu antigo, mas ainda válido: E o F-5? como ele se compara ao F-16 e ao F-15 em capacidade de manobra? Quem já voou o F-5E diz que ele é um pouco duro na cabragem, mas é ágil lateralmente. Na velocidade de Mach 0.9 a 15.000 pés de altitude, a taxa de curva sustentada do F-5E é de 7,8 graus por segundo e a taxa de curva instantânea é de 14 graus por segundo. Na mesma velocidade e altitude, um F-15 vira a 11,8 graus/seg na sustentada e 14,1 graus/seg na instantânea. Um F-16, vira a 12,8… Read more »

Rodrigo

Francisco AMX disse: 16 de agosto de 2010 às 18:48 Amiguinho, você está com um problema de história… O MIII precisou ser copiado, porque era a espinha dorsal a IAF, até o momento que os confiáveis franceses puxaram o tapete da turma de Jerusalém. Por que copiar o F4, se eles poderiam e tiveram centenas.. Só tiraram o motor francês anêmico de sempre e meteram um motor do F4 nele! O F5 não é desta época. Os israelenses trocaram o Lavi, por mais F16 e F15… Veja o que eles faturam em cima disto hoje em dia com modernizações que… Read more »

Rodrigo

Correção o F5 é da época, me expressei mal.

Só que não interessava aos israelenses.

Francisco AMX

“Se era assim, pq não bombardearam os navios ingleses em São Carlos??? Bater c/ uma arma stand off e fugir, era mto fácil mesmo.” Realmente, uma opinião sensata… rsrsrsrs Os SE atacaram a 50km de distância, logo podendo ser interceptado pelos Sea Harriers, pois tinha um porta aviões quase ao lado do AC… não me parece tão fácil esta missão… E Quer dizer que os Pilotos Argentinos, que foram verdadeiros mestres, corajosos, com equipamentos já obsoletos, 15 anos defasados frente aos Ingleses, que bombardearam com bombas burras, alterando seu time de detonação, olhando na cara do inimigo quando passavam a… Read more »

Francisco AMX

Rodrigo, eu que tô com problema de história? tá bom… F-5 não é desta época? então me diga qual? rsrsrsrs me diga pq, se segundo vc, o F-5 não interessava a Israel, pode ser? Sim, se eles tinham, segundo vc, acesso irrestrito ao arsenal americano, pq copiar os “péssimos” MIII? pq não ficar com o Supra sumo F-5? ao contrário do que vc afirma o F-5 já existia em 1965… Pegar um caça do final dos anos 60 início dos anos 70 (MIIIAR), que não teve praticamente nada de atualização, e colocar frente ao moderno e bem equipado Sea-Harrier, que… Read more »

Vader

Na boa, adoro o M-2000 e acho que as diferenças entre ele e o F-16 (o primitivo, não os monstrengos atuais) são desprezíveis. Mas no caso das imagens achei que o piloto do F-16 era meio newbye mesmo.

Ou deu mole de propósito, pra ver se o grego atirava e começava a guerra. 🙂

Sei lá, muito estranho ter um F-16 paradão ali no HUD, sem fazer nada da vida, parecendo que tava passeando… Ou então o M-2000 já tinha a bambooshka SPECTRA funcionando e as imagens são de longe… 🙂

Mauricio R.

“…que foram verdadeiros mestres, corajosos, com equipamentos já obsoletos, 15 anos defasados frente aos Ingleses, que bombardearam com bombas burras, alterando seu time de detonação,…”

Maestria???
Ah sim, a britânica em derrotar um inimigo 8, 9, 10 vezes maior, apoiado por uns 100 aviões e a meros 800Km das praias deste

“E ainda menospreza um trabalho super bem feito pelos piloto/aviões mais capazes?”

É de fato, os britânicos foram super capazes e olha que o ac deles nem supersônico era, mas tinha radar:

Sea Harrier 26 X 0 Argentina.

Mauricio R.

“…e um Navio Transporte (Atlantic Conveyor) este em pleno combate cerrado na Baia de São Carlos que os Ingleses escolheram para o desembarque fatídico….”

Eu já ia deixando a _________________, aí de cima passando em branco…

10. ATLANTIC CONVEYOR sunk 90 miles north east of Stanley;

(http://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&cd=3&ved=0CCoQFjAC&url=http%3A%2F%2Fwww.naval-history.net%2FF47opsweek9.htm&ei=M9RpTPL4OoL_8AaKkJ3JBA&usg=AFQjCNFyBwjR3w0DfZRBId5ql9XvIgQblQ)

COMENTÁRIO EDITADO

Madvad

esse Maurício me faz rir hahaa

Tem nego, que mesmo provando por A mais B que as coisas não são exatamente como ele pensa que é, mesmo assim não quer admitir, por pura birra rs.

NOTA DOS EDITORES:
SUGERIMOS A TODOS FOCAR MAIS NOS TEMAS E MENOS NAS DESAVENÇAS PESSOAIS DE SEMPRE.

Francisco AMX

Tá certo, me confundi com o navio de desembarque… Sir Tristan… ou Galahan… não fico recorrendo ao google o tempo todo… mas na verdade não vem ao caso e não muda o local onde foi, nordeste de PS? pois é… bem lá onde as CAPs eram mais ferrenhas, não era lá que os NAes britânicos se deslocavam? para conter as “ordas” dos Argentinos? pois é… Maestria sim, pois souberam usar o que tinham, destruiram quase 10 importantes navios… dentre eles 2 Destroyers… 2 Fragatas… ou melhor, procurando, agora, na internet, como vc faz frequentemente, rsrsrs Destróier tipo 42 classe Sheffield… Read more »

Francisco AMX

Aliás, o mundo todo, inclusive a Inglaterra, reconhecem a bravura e a eficaz tática Argentina, que eles menosprezaram e pagaram caro, mas só vc, o sábio do blog, não é capaz de reconhecer…
das 2 uma: ________________

EDITADO

Francisco AMX

_______________

EDITADO POR:

– FUGIR DO TÓPICO
– FALTAR COM RESPEITO AO PRÓXIMO

CRÍTICAS E RECLAMAÇÕES PODEM SER FEITAS DIRETAMENTE AOS MODERADORES PELOS E-MAILS DISPONIBILIZADOS NA COLUNA AO LADO

Francisco AMX

Obrigado Sr. Editor! ao qual não sei quem é, neste momento, mas mesmo assim, obrigado! vc foi muito parcial e justo, e rápido…

Mauricio R.

“Tem nego, que mesmo provando por A mais B que…”

Hilário é o sabe nada do blog, querendo impor a visão dele aos outros.
Aí qndo toma correção na testa, reclama, chora e esperneia…

Patético!!!

NOTA DOS EDITORES:
SUGERIMOS A TODOS FOCAR MAIS NOS TEMAS E MENOS NAS DESAVENÇAS PESSOAIS DE SEMPRE.

Ivan

“Deus dotou o homem de uma boca e dois ouvidos para que ouça o dobro do que fala.” ………………..(Sêneca) __________________________ Lucius Annaeus Seneca, foi um dos mais célebres escritores e intelectuais do Império Romano, viveu de 04 aC até 65 dC. Curiosamente Sêneca via-se como um sábio imperfeito, o que fica claro quando escreveu: “Eu elogio a vida, não a que levo, mas aquela que sei dever ser vivida.” Talvez este pensamento de 2000 (dois mil) anos de idade seja válido ainda hoje, aqui, entre os amigos que frequentam este espaço democrático. Não seríamos todos imperfeitos… quem sabe até sábios… Read more »

Ivan

Em tempo,
desculpem pelo off topic.

Ivan. 🙂

Últimas Notícias

Alto oficial da Força Espacial diz que a China está desenvolvendo capacidades ‘duas vezes mais rápido’ que os EUA

Para o general David Thompson, China pode ultrapassar os EUA em capacidades espaciais em 2030 O vice-chefe de Operações Espaciais...
- Advertisement -
- Advertisement -