domingo, setembro 25, 2022

Gripen para o Brasil

No ar, os ‘Kfir’ da Colômbia

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Fotos feitas no dia 20 de julho, nas comemorações dos 200 anos da Independência da Colômbia.

Em 1989, um acordo entre a Colômbia e Israel resultou na aquisição de 12 jatos ex-IAF Kfir C.2 e um TC.2, que foram entregues às Força Aérea Colombiana em 1989-1990. Os aviões foram utilizados largamente em operações de ataque ao solo contra terroristas colombianos.

Em fevereiro de 2008, a Colômbia assinou um novo acordo com Israel, para aquisição de 24 jatos adicionais Kfir. Estima-se que estas aeronaves são do modelo C.10.

Em junho de 2009, a IAI entregou o primeiro lote de Kfir modernizados, como parte de um contrato de US$ 150 milhões para a atualização de toda a frota de Kfir, no padrão C.10 e C.12.

O Kfir é uma cópia israelense não licenciada do Dassault Mirage 5, com muitas melhorias, aviônica israelense e motor americano General Electric J79. O Kfir chegou a ser usado como Aggressor pela Marinha dos EUA e Fuzileiros, de 1985 a 1989.

Por causa do motor americano, toda venda de Kfir tem que ter aprovação dos EUA. O jato foi exportado para a Colômbia, Equador e Sri Lanka. O Brasil quase comprou o jato também como “caça-tampão” quando os Mirage III foram desativados.

Há quem diga que eles seriam uma solução muito melhor que os Mirage 2000C que foram comprados da França.

- Advertisement -

36 Comments

Subscribe
Notify of
guest

36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto F Santana

Isso é máquina!

bbc_poa

Com certeza dão um laço nos refugos de M2000C que tivemos de engolir goela abaixo

Mamãe eu quero ser piloto

O tc2 é de treinamento?

Marcelo

“Há quem diga que eles seriam uma solução muito melhor que os Mirage 2000C que foram comprados da França.”

nem sonhando. Tecnologia da década de 60, renovada com tecnologia do começo da década de 80. Nem fly-by-wire é. O Mirage 2000 é fly-by-wire com “relaxed stability”. Com certeza dá voltas ao redor dos Kfir.

Edmar

Caros Amigos.:

Os “IAI Kfir” Colombianos são melhores que os “Dassault Mirage 2000” mas já a versão “Dassault Mirage 2000 5” é muito superior aos caças colombianos.

Alexandre Galante

Marcelo, a aviônica dos Kfir C.10/12 é mais moderna que a presente nos nossos Mirage 2000C.

E não apostaria que o Mirage 2000, mesmo com fly-by-wire, dá voltas no Kfir, este último tem canard.

De qualquer forma a disponibilidade dos Kfir colombianos é digna de nota, nunca tivemos tantos Mirage 2000 no ar ao mesmo tempo por aqui.

Roberto F Santana

Na segunda foto, três são Mirage 5.

Marcelo

Xará, acho seu comentário válido no quesito desempenho de vôo, mas na aviônica o M2000 não tem nem chance…
Na minha opinião, o Kfir C10 leva na arena BVR, mas se o combate for para um dogfight, o M2000 terá sua chance. Tive relatos de pilotos de nossos F-5 Mike que forma pegos pelos M2000C em dogfights.
Então se o Kfir não deixar o combate desenrolar para curta, mantendo distância, ele leva.
abçs
MM

evandro

O problema é que esses “Kfir” não são páreos para os 26 “SU 30” da Venezuela. Em um conflito Colombia x Venezuela esses Kfir teriam muito pouca chance contra os SU 30 Venezuelanos.

Marcelo

Galante e Xará, concordo com vocês com relação à aviônica com relação ao Kfir C.10 vs Mirage 2000C. Mas em manobrabilidade, como atesta o meu xará o M2000 bate o Kfir fácil, mesmo com o canard. A questão da “relaxed stability” é a diferença aqui. O Kfir é inerentemente estável, enquanto o M2000 é inerentemente instável, sendo constantemente corrigido pelo computador. Isso foi introduzido pelo F-16. Me arrisco a dizer o M2000 só perde em agilidade para o F-16 e o Gripen, que também segue este conceito e é muito mais novo.

Giordani RS

Os Kfir não são páreos para os Su da FAV, mas com certeza os pilotos bolivarianos não sabem, “ainda”, explorar todo o potencial da máquina, portanto, num embate Kfir vs Su, eu apostaria no Kfir, já Kfir vs F-16, ah, todas as fichas no Falcon…
Que droga! Até a colômbia coloca mais deltas no ar que o nosso gigante adormecido…

PS.: Se motor à reação tem nome, esse é o J79!!!!

Giordani RS

Bah…agora me tapei de nojo!
Mesmo numa simples demonstração, na última imagem, os caças estão armados…
E se as fotos foram feitas no mesmo dia e horário, então teremos 12 Kfir´s no ar ao mesmo tempo?!?! bah…fui!

Francisco AMX

O mais velho dos M2000 dá laço em qualquer MIII genérico! se é parâmetro comparar desempenho do caça contando com aviônica mais contemporânea, sugiro comparar com o M2000-mk5, que tem data equivalente!
O M2000 não perde em nada em manobrabilidade para o F-16, muito menos para o Gripen… os números do M2000-5 são muito elogiados, e os pilotos gregos estão bem satisfeitos com o desempenho do mesmo frente aos F-16 turcos. Comparar M2000 com Mirage genérico não tem base fatídica…

João Gabriel

Sem dúvida seriam uma melhor opção,poxa motor J-79,aviônicos israelitas mais a fuselagem afilada e bem projetada do Mirage 5,nem os franceses seriam capazes de fazer algo tão bom…

Abraços!

Seal

Isso que é demonstração de força!!! Parecem que estão melhores que os nossos Mirage 2000. Contando com 11 mil homens e mulheres , a Força Aérea Colombiana teve um crescimento de 15% desde a década de 90,não se esperando que aumente muito mais..Organiza-se em seis Comandos Aéreos de Combate(CACOM),um Comando de Transporte(CATAM),um Comando de Manutenção (CAMAN),dois Grupos aéreos e duas escolas de formação.A partir de 2008 iriam ativar mais dois Grupos aéreos adicionais. Cada Cacom tem um Grupo de combate(GRUCO),composto de dois a quatro esquadrões de combate e de apoio tático.O Cacom 1 opera o principal meio de combate da… Read more »

evandro

Francisco AMX
Se vc ler dois comentários acima do seu, você vai ver que tem gente até falando que os Kfir da Colombia não são páreos para os Su 30 da Venezuela. Então não se stresse. Eu acho que no caso do Brasil os Kfir seria uma opção melhor que os M-2000 pela aviônica e armamentos ser compativel com os F5 BR.

denner.miranda

essa questão de equipamento superior automaticamente dá a vitória é balela, basta um exemplo o conflito entre Peru e Equador no qual o “menos” equipado conseguir se sobressair ao com equipamentos mais modernos.

PS. caso haja algum equívoco corrijam-me

Fabio

“O problema é que esses “Kfir” não são páreos para os 26 “SU 30″ da Venezuela. Em um conflito Colombia x Venezuela esses Kfir teriam muito pouca chance contra os SU 30 Venezuelanos”

Perguntinha: quantos SU 30 estão voado? eim? com o primor que é o apoio logistico russo a seus “aliados” devem estar todos né? (ou nenhum hehe)…

Antes de pensar nesse confronto vamos aguardar a Venezuela na cruzex com os SU 30 (será que eles chegam voando? com pilotos russos ou venezuelanos? ou o chaveco trás eles de navio? hehe)…

Cláudio

Ahhhhhhh….!!!

Lembrei daquela guerra dos 6 e alguma coisa….Ahhh…Guerra dos 6 dias !!!

Acho que se esses Caças passarem na fronteira com a Venezuela em formação ou forem fazer treinamento no Mar….. e se combinar com a ordem de um Batalhão do Exército se divertir na praia, a Venezuela toda vai ficar arrepiada (Ahhh é, a guerra dos 6 dias teve um início semelhante).

Em meio leigo ponto de vista, se o Rafale se chama-se Super Mirage, a França já teria vendido um monte….

Cláudio

Completando….

Tanto o “Kfir” como o “Mirage” são verdadeiras lendas em operação, só a presença assusta.

Cuidado seu Chaves…!!!

abçs…

Nick

Gostaria de ver uma formação dessas com nossos M-2000, não precisariam ser os 12, 10 já seria excelente.

E existem relatos de combate dissimilar entre os F-5M e M-2000C??? Seria uma matéria interessante para o Blog publicar. Será que os M-2000 vingaram as jacas?? 😀

[]’s

Edu Nicácio

Belas aeronaves! Parabéns à Colômbia!

Caipira

Será que dão conta da FAV?

Os pilotos colombianos devem ter treinamento superior aos venezuelanos, não?

Leandro

Olha nesse hipotético confronto Ven x Col acredito que a Colombia esteja melhor adestrada, mas os Su-30 são os Su-30, mas fica aqui algo que eu sempre vejo o pessoal postar, que em determinados casos mais vale um piloto bem treinado do que um equipamento zero bala que o piloto não saiba tirar todo o potencial! E esses Kfir são tão “magrinhos” que é bem capaz que o piloto venezuelano nem veja o bichano passar! Quanto aos Kfir colombianos existe alguma previsão para serem substituidos? O caça que ganhar o FX-2 (caso seja o NG) poderia ser adquirido pela Colombia… Read more »

Groo

Belo aviões, mas o difícil é fazer frente aos Flankers do Chavez. Podiam ter conseguido alguns F-16 do Obama.

De todos os Mirages III/V/50 modenizados, eu fico com os Chetaah sul africanos.

Os nossos M2000 dão de 10 a zero neste Kfirs (pena que saíram mais caros que os F-16C chilenos).

Roberto F Santana

Um Kfir com um piloto israelense bate até um 2000 com um piloto francês.

Madvad

“Marcelo disse:
3 de agosto de 2010 às 15:52
Tive relatos de pilotos de nossos F-5 Mike que forma pegos pelos M2000C em dogfights.
Então se o Kfir não deixar o combate desenrolar para curta, mantendo distância, ele leva.
abçs
MM”

Mas é claro!!!!

O M2000, é pau a pau, se não for melhor que o Falcon em manobrabilidade. Come os F-5M com farinha. FBW, muitíssimo mais potente…que isso..não dá pra comparar.

em termos de desempenho, os M2000 estão MUITO a frente que os F-5M.

Lon

Não tem nem o que comentar, mirages 2000 são mais manobráveis que esses Kfirs mesmo com canards fixos.
Mirages 2000C estão pau-a-pau com F-16ABs MLU chilenos.
Agora os Blocks 50-60 só mesmo com os 2000-5…

Top Gun

É forçação de barra comparar o F-5M com Mirage 2000-5 e F-16 Block 40+.

Se pelo menos o F-5M possuíssem uma F404 (sonho) ao invés das 2 limitadíssimas J-85, aí acho que teria alguma graça.

Francisco AMX

Num exercício que teve aqui no sul, a uns 6 anos, acho, não consigo me lembrar… foi laçador?, eu estava na BAC, lá estavam os Mirage III ou 5 Argentinos, os Mirage 50 Chilenos, nossos F-5M e Mirage III, na verdade não lembro bem de todos os participantes, lembro que os francêses locaram um AN-124 para trazer suas equipagens… então apareceram 2 M2000C da ADL, eu estava perto da cabeceira, com meu amigo SGto da FAB, controle de torre, e víamos decolar e pousar os caças, o M2000 usava menos da metade da pista dos outros, e decolava quase nuns… Read more »

Vader

Francisco AMX disse:
3 de agosto de 2010 às 17:03

“O M2000 não perde em nada em manobrabilidade para o F-16, muito menos para o Gripen”

Tsc, tsc, tsc, Chicão, num força, eu também gosto do M-2000 e acho que ele bate fácil um Falcon véião ou esses coisa-ruim israelenses ae, mas Gripen o amigo vai meio longe demais… Nem mesmo o 2000-9 chega perto do Gripen em quesito algum…

Ricardo_Recife

A aviônica dos Kfir C10 colombianos é bem superior dos Mirage 2000 da FAB e mesmo dos Sukhoi da Venezuela. Se a governo federal tivesse encomendado o Kfir em vez do caça da Dassualt (como aconteceu, a revelia da FAB, que ainda estudava as propostas), o sentimento de deja vu que abateu os pilotos de caça do GDA não teria acontecido. Os pilotos que voaram nos F-5 Mike sentiram que tinham regredido pelo menos vinte anos (http://www.defesanet.com.br/fx/mirage2000_fr_12.htm) com aquele cockpit. O avião com mais disponibilidade na FAV ainda é o F-16, se Tio Sam resolver não mandar nem um parafuso… Read more »

HMS_TIRELESS

Francisco AMX:

Chamar o Kfir de Mirage genérico é, desculpe o termo, desconhecimento. O Kfir é muito superior aos Mirage III/5/50, principalmente por sua “usina de força” J-79 que deixa o anêmico Atar 9 comendo poeira. Quanto a comparação Kfir C-10xM2000, não creio que houvesse um dogfight já que a luta certamente iria se resolver na arena BVR pois enquanto o M2000 estivesse tentando iluminar o alvo para seus R-530D, tomaria um Derby bem na cara! simples assim…

CorsarioDF

Não sou fã absoluto do M2000, ainda mais pelo preço que pagamos por eles!!! Mas o seu desempenho em dogfigth é superior aos Kfirs e F-5, porém comparável aos F-16, porém fica uma pergunta no ar, quando esses Kfirs foram produzidos? Como estão suas células? Restam quantas horas de vôos? Devido a essas questões os SU-30 do chapolin são muito mais capazes assim como os F-16 C Block 50/52 Chilenos, agora os venezuelanos possuem uma desvantagem enorme contra os colombianos conforme os colegas disseram anteriormente, seus “pilotos” são escolhidos de acordo com o apoio ao Crespito!!! E isso em um… Read more »

Justin Case

CorsárioDF, bom dia.

Quando houve aquela tentativa de cancelar o F-X1 e partir direto para o plano B (Tampax 0 – Kfir), uma equipe da FAB foi a Israel verificar in loco o que estava sendo oferecido (2002).
O estado das células foi um dos principais fatores que levaram à morte aquela iniciativa.
Oito anos após, a situação hoje com certeza não é melhor.
TAMPAX nunca mais!
Abraço,

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Edmar

Caros Amigos.:

Eu já ouvi dizer muitas vezes que o “Mirage 2000 5” e “Mirage 2000 9” são melhores em desempenho que os “F-16 MLU”.
Em tecnologia os “IAI Kfir” da Colombia estão um pouquinho a frente dos “Mirage 2000” da FAB, mas, em termos de manobras o “Mirage 2000” da um show em cima dos “IAI Kfir”.

Últimas Notícias

IMAGENS: Chegou o navio ‘Minervagracht’ transportando mais caças F-39E Gripen da FAB

O navio multipropósito Minervagracht trazendo mais dois caças Saab F-39E Gripen para a Força Aérea Brasileira já chegou ao...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -