segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

Omã: F-16 pode ‘passar a perna’ no Typhoon

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A ‘quase certa’ venda de caças Eurofighter Typhoon para o sultanato de Omã, anunciada pelo Reino Unido em abril deste ano, pode estar com os dias contados. A agência DSCA do Pentágono acaba de anunciar uma eventual venda de 18 caças Lockheed F-16 Block 50/52 para aquele país do Oriente Médio. O negócio está estimado em 3,5 bilhões de dólares. ,

Até o momento não há nada definido, mas a notificação da agência norte-americana ao Senado já é um indício de que o acordo entre Omã e os europeus está longe de ser confirmado.

A Real Força Aérea de Omã (RFAO) já possui um esquadrão de caças F-16 recentemente adquiridos, cujos primeiros exemplares foram recebidos em 2005. A RFAO agora está em busca de uma aeronave que substitua os SEPECAT Jaguar, remanescentes de uma encomenda feita na década de 1970. No valor divulgado acima também estão incluídas as modernizações dos F-16 existentes para o mesmo padrão dos F-16 oferecidos agora.

É parte da política externa do governo Obama fortalecer o poder militar de seus aliados no Oriente Médio. Conforme noticiado ontem, os EUA estão fazendo um esforço bastante grande para vender novos F-15 à Arábia Saudita e é provável que outros estados aliados da região recebam mais ajuda.

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

70 Comments

Subscribe
Notify of
guest
70 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto F Santana

Viva!
Que notícia boa!
Vida longa ao Viper!

Carlito

Caça eficiente + preço baixo + apoio político = Tchau Typhoon!!!

Será mesmo?

Vader

Block 50/52?

Isso é que é ter dinheiro para torrar: comprar como novo avião de versão antiga… sem falar que o próprio avião em si é o reboque do reboque do rebocado… 🙂

Ivan

Faria mais sentido se optassem pelo F-16 E/F Desert Falcon.

Ivan.

Latino

Compra de Super Hornet pela RN ao inves de f-35
Compra de f-16 por Omã e outros paises ao inves de Typhoon

por que só o Brasil opta pelo + caro .?

Caipira

Hein Vader, mas confessa que você também gostaria de ver nossa FAB contando com 120 desses remendos….
Pensa no estrago, 120 remendos F16 linkados com os R99…ao sonho meu…

Top Gun

Pqp, o Omã tem uma força aérea mais decente que a do Brasil!

Gosto da versão 50/52 plus, aeronave super capaz. Se fosse eu a escolher entre o 50/52 ou Typhoon, escolheria o Typhoon na hora! (é claro, que se o preço não for um incoveniente).

Mas pro Omã deve fazer sentido comprar a versão top do falcon, já que compraram falcons também em 2005…

Roberto F Santana

Interessante que Oman foi o único a operar o Jaguar como caça.

Top Gun

Ivan disse:
4 de agosto de 2010 às 12:16

Concordo. Daí teriam a melhor vesão disponível do F-16. Mas a versão 50/52 já é “f_________” heheh.

luiz otavio

Latino disse:
4 de agosto de 2010 às 12:17

concordo.

Roberto F Santana

Sim, Poggio.
Mas se não me engano.Quando Oman comprou os Jaguar equipou-os também com Sidewinder para emprega-los na defesa aérea.
Não sei se o Equador fez isso, penso que operou o SEPECAT na sua função original, ataque.

DrEngAir

Ozires Silva no IE recomendo: http://ie.org.br/site/ieadm/arquivos/arqjornalie41.pdf

[]’s

Nick

O preço está salgado para 18 caças… deve ter um pacote de opcionais bem grande, se não nem vale a pena.

A vida dos Eurocanards não anda fácil com a vontade de vender do Tio Sam … 🙂

[]’s

Fernando "Nunão" De Martini

Nick, O pacote inclui alguns extras interessantes. Inclusive o upgrade de 12 aeronaves adquiridas anteriormente: The Government of Oman has requested a possible sale of 18 F-16 Block 50/52 aircraft, 20 F100-PW-229 or F110-GE-129 Increased Performance Engines, 36 LAU- 129/A Common Rail Launchers, 24 APG-68(V)9 radar sets, 20 M61 20mm Vulcan Cannons, 22 AN/ARC-238 Single Channel Ground and Airborne Radio Systems with HAVE QUICK I/II, 40 Joint Helmet Mounted Cueing Systems, 36 LAU-117 MAVERICK Launchers, 22 ALQ-211 Advanced Integrated Defensive Electronic Warfare Suites (AIDEWS) or Advanced Countermeasures Electronic Systems (ACES) (ACES includes the ALQ-187 Electronic Warfare System and AN/ALR-93 Radar… Read more »

Mauricio R.

O F-16 fura zóio, já aprontou uma dessas na Grécia!!!
E nem isso o Rafale consegue fazer.

OTAVIO PETITA

Agora se for o F-16 que foi oferecido a India seria uma otima opção para o FX-2,pelo custo de aquisição e manutenção,fazendo uma ponte entre a 4 geração e a sexta que daria um real poder de dissuação ao pais
Mas aqui é Brasil néh !

Bosco

A maior deficiência do F-16 é não contar com lançadores de mísseis BVR junto a fuselagem, de baixo arrasto, tipo “ejetável”, provavelmente devido a configuração do trem de pouso.
Uma solução que seria “o bicho” rsrsr seria instalar lançadores de Sidewinders no dorso dos tanques conformais meio que a la Sepecat Jaguar que tinha lançadores no dorso das asas.

X-nobe

Pois é, os caças americanos tão passando a perna em todo mundo, o F-18 no Rafale na concorrência da Coréia do Sul, o F-35 no Gripen NG na concorrência de Noruega e Dinamarca, Os F-16 de segunda mão na concorrência da Romênia, e agora o F-16 em Omã. Parece que o Brasil é o único lugar no ocidente que um caça europeu ganha uma concorrência desse tipo, particularmente eu gostaria de ver o SU-35 ou o PAK FA T-50 vencer uma concorrência com o Super Hornet. Agora ver caças europeus como Rafale e Gripen NG vencerem essa concorrência, e posteriormente… Read more »

Rodrigo

X-nobe disse:
4 de agosto de 2010 às 13:27

Pois é…

Muito me preocupa esta tentativa desenfreada de salvar a Dassault, que logo depois vai puxar o nosso tapete.

Ivan

Rodrigo disse:
4 de agosto de 2010 às 13:32

De um gripeiro para um vespão:
Talvez vc esteja certo.
É dar fôlego para o concorrente.

🙂

URUTAU

GRANDE MESTRE BOSCO

GRANDE MESTRE realmente dotar essa maquina fantastica de tal capacidade iria transforma-la literalmente no CÃO chupando manga rsrsrs

Um forte abraço GRANDE MESTRE

Ivan

Bosco,

Sidewinder na corcova?
Poh!
Já encheram de botox um dos mais belos caças da história.
Agora, como se não fôsse o bastante, vc ainda quer ‘pendurar’ um par de ‘chifres’ na ‘cacunda’ do Falcão Lutador?
Faz isso não, brother… he he he.

Ivan :).

Nick

Caro Nunão,

Realmente é um pacotaço isso ae. 🙂

Nem dá para avaliar se é barato ou não, tem de tudo, de manuais a motores extras, modernização dos F-16 anteriores, instalações em terra, HMDs, sistema de EW(ACES), simuladores, Misseis Maverick…… Pacotão mesmo. hehehehe

[]’s

Ivan

Uratau,

CÃO chupando manga é mais antigo do que eu… ka ka ka.
Mas é isso que o Bosco quer fazer com o Fighter Falcon.
Talvez seja uma arma secreta para dogfighter, ‘mata de susto’.

Abç,
Ivan :).

Bosco

Ivan,
Mas que ficaria com cara de mau, ficaria.
Quanto às corcovas, eu acho que deixaram o F-16 mais bonito.
Cara de “brabo”.
Como diz o Uratau, “Cão chupando manga”, e só esperando acabar a manga pra pular no pescoço. rsrsrsrr

Um abraço a todos.

Rodrigo

Para mim o F16 está no limite do limite do limite, do seu desenvolvimento, está certo que este projeto sempre tem uma surpresa e tiram um suco a mais do Falcon.

Para o Brasil eu acharia mais interessante um F18 SHBR, ao estilo do F-18L, porém esta versão “depenada” sendo desenvolvida aqui.

Giordani RS

“…18 caças Lockheed F-16 Block 50/52 para aquele país do Oriente Médio. O negócio está estimado em 3,5 bilhões de dólares” = US$195 mi por cada remendão…enquanto isso num paí$tropicalabençoadopordeus… Gringo não perde dinheiro. Deve ter mais alguma coisa nesse pacote…não devem estar inclusos treinamento e armas… Quanto a questão BVR, uma solução, ao meu ver, seria colocá-los na linha central, não no corpo, mas num trilho multiplo, claro que isso sacrificaria o tanque alijável ventral. E ao invés de colocar o Sidewinder para cima do CFT, eu colocaria no lado de dentro do cabide subalar, do tipo como no… Read more »

Bosco

Rodrigo,
Tudo bem que tá no “limite”, mas esse corpinho esguio, rsrsrs, ainda é capaz de nos surpreender.
A corcova e os tanques conformais deram mais espaço.
A adoção do sistema de sonda fixa no tanque conformal para operar aeronaves de reabastecimento dotados de “cesta”, como mostrado num post do Aéreo, e antes, a adoção de IRST integrado na versão Block 60.

Ivan

Bosco e Rodrigo,

Se o F-16 fôsse uma mulher seria uma coroa enxuta… 🙂

Corpinho ainda cheio de curvas, com algumas aplicações de botox e um par de siliconados (ou outro material composto he he he) tanques conformais… só que nas costas… ka ka ka.

Mas eu até que aceitava algumas dúzias dessa coroa enxuta nos hagares da FAB… rs rs… Mas quem recusaria? 🙂

Abç,
Ivan.

Ivan

Rodrigo,

Gosto muito da idéia de um F-18 L Super Hornet.

Asa sem dobras, nova disposição dos pilones, trem de pouso mais leve, retirada do gancho naval de parada, mais combustível interno, etc e tal…

Ainda mais se for desenvolvido e fabricado em conjunto com a Embraer, e, mais ainda, se for na versão biposto… seria o mais capaz e mortal caça-bombardeiro do hemisfério sul.

Fala com o Xiko que ele, apesar de Rafalemaníaco, tem várias boas idéias para isso.

Abç,
Ivan, o Gripeiro.

Edcreek

Olá,

Mais uma vez que a Politica define o jogo, seja no Brasil ou em Omã ou na India.

Abraços,

Leandro

O mundo todo se americanizando e o Brasil indo na contra mão…
Pô uns F-18 iriam cair como uma luva para a FAB e a Marinha hein…80 na mão da FAB e mais 36 na mão da Marinha, fechou o pacote!!!
Alguém sabe dizer se o F-18SH decola do São Paulo?

Qual seria a melhor adaptação para a FAB, a logistica do Rafale ou do F-18?

Finalizando, qual seria a contribuição da EMBRAER para o F-18 ou para o Rafale?

Edmar

Caros Amigos.:

Belas fotos deste “F-16″… pena que o Brasil não tenha!

Ivan

Leandro,

O Vespão é muito grande e pesado para o Opalão.
Verifique os artigos aqui no AEREO ou no NAVAL, que já se escreveu bastante sobre isso.

Abç,
Ivan.

Ricardo_Recife

Sou mais o F-18 do que o F-16. Toda vez que em uma competição a resistência foi um item importante o SH superou o Falcon.

Curvo

Para o F-18 S/H o “Opalão” não aguenta, mas o F-18 usado “mesmo” aguenta e daria um fôlego daqueles …

Ivan

É verdade, CURVO,

O vespão não cabe, mas os F-18 A/B/C/D, em configuração ar-ar, poderiam operar de uma das cataputas.
Mas os americanos estão usando seus Hornets até o osso.
Talvez, uma alternativa poderia ser uma dúzia de canadenses, que só operaram em terra, com menos uso que os yankees.

Mas é apenas elucubração.
A possibilidade de um novo vetor (mesmo que usado) para o A-12 é mais do que remota, é quase impossível.

Abç,
Ivan.

Giordani RS

Para o A-12, se bobear, a MB ressucita o F-8…

Curvo

Caro Ivan disse: 4 de agosto de 2010 às 16:36 … Mas os americanos estão usando seus Hornets até o osso. Talvez, uma alternativa poderia ser uma dúzia de canadenses, que só operaram em terra, com menos uso que os yankees. … Talvez impossível, talvez não, sonhar ainda é gratuíto !!! Acredito que dariam muito respeito do que os SkyHawks, será que em algum lugar do mundo não tenha F-18 usado para venda ??? Algum país que os esteja desativando ??? Dinamarca, Suécia, Suíça, etc.. Outro dia li num post que algum país escandinavo estava a diminuir a sua frota… Read more »

Curvo

E no caso do FX-2, será que o mesmo não poderia acontecer num embate F-18 S/H X Rafale ?

Sonhar … e crer !!!!

Biel

Eu considero o F-16 um dos maiores caças de nossos tempos! um esquadrão de f-16 bem armados é um oponente que impõe respeito , nem mesmo uma media potência como a Inglaterra pode subestimar . Aliás como muitos sabem , eu não gosto muito dos ingleses e estou torcendo para os americanos levarem este contrato . Agora com relação ao Brasil , eu acho que o F-18 SH é uma opção muito interessante pelas seguintes razões: 1 – Excelente cadeia logística 2- Centenas de unidades construídas 3- Testado em combate 4-O país que desenvolveu já o adquiriu 5- Custo operacional… Read more »

Top Gun

Giordani RS disse:
4 de agosto de 2010 às 17:16

Para o A-12, se bobear, a MB ressucita o F-8…

O Crusader já está enterrado e sepultado. Considero um dos aviões mais feios da história. Nunca deveria ter existido!
xô xô

No opalão ficaria feliz em ver uns F-18 operando.
E os Tomcats do AMARG??
Será que rola um precinho camarada? hauhauhu

grifo

O Crusader já está enterrado e sepultado. Considero um dos aviões mais feios da história. Nunca deveria ter existido!

Você diz isso porque não conheceu o “pai” dele, o F-7U… 😉

Roberto F Santana

Julgar a beleza das formas nem sempre é fácil.
Quando a beleza é evidente não é necessário julgar.
O caso do Crusader e do Cutlass eu diria que são bonitos.
Nunca analise a forma de algo vendo somente por um angulo, especialmente aviões.

grifo

Realmente Roberto, beleza é subjetiva e questão de gosto. Mas quanto a parte do “não deveria ter existido”, acho que no caso do Cutlass não existem muitas dúvidas.

Roberto F Santana

Claro grifo,
O nariz dele não é lindo maravilhoso, mas de uma olhada por cima, aquela asa, digamos, é pura asa enflechada.
Observe essa fotos vistas de cima:
http://www.ipmsstockholm.org/magazine/2002/08/stuff_eng_johansson_cutlass.htm

Top Gun

rs, Roberto a beleza está nos olhos de quem vê. hehehe, eu particularmente odeio ver aviões com entradas de ar na parte de baixo da aeronave(exceção do F-16 e Typhoon). compartilho tua opnião Grifo, o A-7 de alguma forma bizarra, consegue ser mais feio que o seu próprio “filho” hehe. Falando em feiuríce, o campeão de todos os tempos se chama Boeing X-32B; olhem só tamanho da Jamanta… um verdadeiro aborto da natureza. Dizem as más línguas, que o X-32 teria tido performance superior ao X-35 (em alguns quesitos chave), mas teria sido eliminado do JSF, graças ao seu aspecto… Read more »

THIAGO

tenho uma duvida sobre o super hornet:

Li em alguns site que a velocidade do SH é da ordem de 1900 km/h, nao seria isto um fato negativo para o americano, uma vez que será alem de multirole, será nosso interceptador.?
O gripen chega 2400km/h e o rafale tambem.

Sei que nao se trata de super trunfo mas só uma duvida minha…..

Roberto F Santana

Top Gun,
Com o seu “rs” e “hehehe”, suponho que esteja brincando.
Se não, deixe-me corrigi-lo:
O Pão de Açucar no Rio de Janeiro é muito bonito.Ora, se todos os cariocas fossem cegos, ele não deixaria de ser bonito.
Logo, a beleza não está nos olhos de quem a vê.
Note que quando você diz “particularmente” está também dizendo que a beleza é subjetiva como afirmou também o grifo, talvez sem saber o que dizia.
A beleza não é subjetiva.

grifo

O nariz dele não é lindo maravilhoso, mas de uma olhada por cima, aquela asa, digamos, é pura asa enflechada.

Caro Roberto, realmente o “corpinho” até que passa, mas aquele nariz… 🙂

Top Gun

Sério Roberto, conheço gente que possui gostos peculiares. Essa discussão é interminável.

Reportagens especiais

A Saab e o desenvolvimento dos sistemas de controle de voo

Este texto descreve como a Saab trabalhou no desenvolvimento de sistemas de controle de voo para aviões militares e...
- Advertisement -
- Advertisement -