sábado, outubro 23, 2021

Gripen para o Brasil

F-15J da JASDF com IRST

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

F-15J ASDF FLIR 1

O que já era bom demais, ficou melhor ainda com IRST. Chineses e russos que se cuidem…

F-15J ASDF FLIR 2

F-15J ASDF FLIR 3

F-15J ASDF FLIR 4

F-15J ASDF FLIR 5

COLABOROU: Carlos Eduardo Nascimento / Florianópolis-SC.

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

36 Comments

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Ficou muito protuberante. Dá a impressão de que atrapalha muito a visão do piloto para baixo.

Faltou dizer as especificações do bixinho.

Alexandre Galante

Clésio, ilusão de ótica. Pode verificar na foto de perfil em voo que o FLIR fica abaixo do nível do HUD.

Se dissermos as especificações do FLIR japonês, seremos eliminados… 😉

Rodrigo

É FLIR ou IRST ?

Giordani RS

Este sistema sería possível de ser instalado nos Mikes?

Alexandre Galante

Rodrigo, bem lembrado, é IRST. Mudei o título.

Carlos Eduardo Nascimento

Seria uma alternativa à negativa de venda dos F-22 e ao atraso do F-35?
Até mesmo a USAF pretende extender a vida útil de seus atuais caças em virtude do atraso do F-35.
Caso a medida seja adotada, seria uma solução interessante e daria uma capacidade incrível ao F-15.

Justin Case

Rodrigo disse: 2 de abril de 2010 às 12:42 “É FLIR ou IRST ?” Rodrigo, Esse é o grande desafio do IRST (infra-red search and track). O IRST nasceu para proporcionar uma possibilidade de detecção passiva na tarefa de superioridade aérea (interceptação). Com o advento dos caças “multi-role” passou a ser importante também a capacidade de poder executar a navegação com auxílio de infravermelho e, também, a identificação de alvos, na superfície, no setor frontal (FLIR – forward looking infra-red). Provavelmente a situação mais elevada do sensor, que você bem observou, busque prover alguma capacidade FLIR para o IRST, por… Read more »

Mauricio R.

“…executar a navegação com auxílio de infravermelho e, também…”

Vc é lançado vetorado por radar, tem data link, seu próprio radar, mas tem que voar vfr???

“…certamente ele estará dificultando bastante o campo visual do piloto assim que o ângulo de ataque aumentar.”

Será que o piloto japones é tão tonto a ponto de procurar um alvo abaixo de seu nível de voo, c/ o nariz da aeronave apontantando p/ as estrelas???

Lembre-se que essas aeronaves são de superioridade aérea, não são “mud movers”.

Wolfpack

Galante, qual a origem do IRST Japis? Não se parece com o Pirate…
Ficou bacana e é um recado para os americanos que teimam em não tê-los em suas aeronaves.

Wolfpack

Parabéns pelo novo visual do Blog, ficou show!!!!

Darkman

Como melhorou o visual heim !!!!!!
Muito bom !!!!
coonseguiu ser o destaque entre os post !!!

Grande abraço Galante !!!
🙂

robert

ta ai a prova q nem sempre e nem em tudo os americanos estão á frente dos russos.

Challenger

Ficou semelhante aos Caças Russos e o Rafale.

Realmente o que já era bom ficou ainda melhor.

ricjam

pensei que era um SUKHOI

Max

Desculpe, não entendi seu comentário Robert .

Wolfpack

Não vai me dizer que é o IR-OTIS da Saab Dynamicas??????

ComAir

Rome, 15 February 2010
SELEX Galileo’s IRST to provide stealth search and track function for Gripen Next Generation
Mais aqui:
http://www.selex-sas.com/EN/Common/files/SELEX_Galileo/Press_Releases/PRSELEXGalileo_15_02_2010_IRST_NG_Gripen_ENG.pdf

[]s!

Paulo Costa

Gostaria de saber o porquê que os F-14 a vinte anos atras tinham no queixo um IRST junto com camera de TV,inclusive ja foi dito que os IRST dos F-14 com alcançe de 80KM,mas confiavel a 40KM removidos devido a aposentadoria dos F-14 irão para o F-15?Os radares e sensores do F-22,e F-35 são mais modernos e tem estes sistema integrados?Foi uma mudança de doutrina,ou existe algo mais moderno embutido que não sabemos?

Madvad

HUmmmmm foi só aparecer o T50 e os japas já estão pensando em como detectá-los.

Ou devaneio meu?

Nick

Caro Madvad

Para os T-50 os Japas irão de F-35. Apesar que eles querem o F-22A

[]’s

Nick

Caro Paulo Costa,

O F-35 vai dispor de sistemas optoeletronicos e infravermelhos de detecção ->DAS e EOTS integrados, com sensor fusion. No caso do F-22, só com algum upgrade.

Henrique Sousa

Incrível como este avião e bonito.

Paulo Costa

Ok,Nick obrigado

Bruno Rocha

“O que já era bom demais, ficou melhor ainda com IRST. Chineses e russos que se cuidem…”

Não sei… os russos estão muito quieto utimamente. Já os chineses, devem estar pensando no seu 5ª G.

Os japoneses é que se cuidem… o Dragão voa e cospe fogo… rsrsrs

Bruno Rocha

Nossa, os japoneses com tanta tecnologias são obrigados a “ficarem quietos” e comprar tudo só “made in USA”. É a clara subserviencia.

Tudo bem, não vou contaminar esse post.

Esditores, poderiam deixar a imagem nos nicks um pouco maiores? Estão muito pequenas e “sem graça”. Nem da para apreciar a minha imagem.

Obrigado.

Lindo o novo formato do blog, ficou de mais.

KAUAN

A ultima foto até q é bonita. Mas com esse grande rcs q ele tem nem adianta irst ou outra coisa parecida.
Para vcs terem uma idéia olhem só: o rafale tem 0.89 de rcs mas o f-15 tem 24m² de rcs. É uma diferença brutal. Como eu ví em um site,esse f-15 deve brilhar como uma arvore de natal nos radares inimigos.

Mauricio R.

“Para vcs terem uma idéia olhem só: o rafale tem 0.89 de rcs mas o f-15…”

Com aquela barriga tda arredondada, é mto dificil o Rafale ter um rcs baixo.

Mauricio R.

Procurem uma foto de 2009 do F-15EJ 12-8928 e verão que esse IRST fica abaixo da linha de vista do hud.

Dalton

“Nossa, os japoneses com tanta tecnologias são obrigados a “ficarem quietos” e comprar tudo só “made in USA”. É a clara subserviencia”

Bruno…

A marinha japonesa possui cerca de 16 submarinos diesel-eletricos de
projeto proprio…os EUA nem constroem mais submarinos convencionais.

O exercito tem seu proprio MBT, o Tipo 90:

A Força Aerea está substituindo os C-130 por um projeto nativo, o
XC-2,

Tem muito mais, escolhi 1 exemplo de cada força para ilustrar apenas, sem falar que equipamentos europeus já foram e continuam sendo adquiridos.

Skill

É enfim os americanos se rendem as doutrinas e tecnologias desenvolvidas anos atraz pelos Russos!

É isto ae Japoneses e Americanos…a guerra fria já acabou!!

Mauricio R.

É enfim os americanos se rendem as doutrinas e tecnologias desenvolvidas anos atraz pelos Russos!

Aonde??? Se vc for pesquisar tem mto F-4; F101; F-102; F106 e F-104 c/ um irst, limitado mas um irst.

Mauricio R.

“Nossa, os japoneses com tanta tecnologias são obrigados a “ficarem quietos” e comprar tudo só “made in USA”. É a clara subserviencia”

Dá uma olhada nesse link, são 63 páginas e mto equipamento militar original japones:

(http://www.militaryphotos.net/forums/showthread.php?150493-Japan-Self-Defense-Forces/page28)

Mauricio R.

Off topic a respeito de IRST em ac americano.

“Os F-16 estavam com seus radares desligados e reduziram a potência do motor para não serem vistos pelos IRST dos Su-27, que suspeita-se operarem na banda 3-5 m, otimizados para detectar assinaturas de pós-combustores. Como o sensor AN/AAS-42, que funciona na banda 8-12 µm detecta a assinatura de fricção do ar na fuselagem, os F-16 foram capazes de detectar e classificar a aproximação dos Su-27 antes de serem detectados. Os noruegueses realizaram uma emboscada furtiva e derrotaram os Su-27 com disparos de AMRAAM no alcance máximo.”

(http://sistemadearmas.sites.uol.com.br/ca/irst.html)

Skill

“Os F-16 estavam com seus radares desligados e reduziram a potência do motor para não serem vistos pelos IRST dos Su-27, que suspeita-se operarem na banda 3-5 m, otimizados para detectar assinaturas de pós-combustores. Como o sensor AN/AAS-42, que funciona na banda 8-12 µm detecta a assinatura de fricção do ar na fuselagem, os F-16 foram capazes de detectar e classificar a aproximação dos Su-27 antes de serem detectados. Os noruegueses realizaram uma emboscada furtiva e derrotaram os Su-27 com disparos de AMRAAM no alcance máximo.” Oras…esta é uma estoria…e não fato! F-16 de longe não tem a minima capacidade… Read more »

Francisco AMX

Engraçado como os hora desprezados equipamentos que os russos começaram a difundir em suas aeronaves, passa a ser adendos de última tecnologia em caças “supremos” americanos… é a verdadeira história não é aquela do History Channel…

Sds!

Bosco

Francisco, os americanos foram os pioneiros no uso desse equipamento. Como evoluíram muito em relação a tecnologia radar o deixaram meio de lado, abandonando-os de vez com o F-14 que o usava mais para identificação não cooperativa que para detecção no modo furtivo. Os russos continuaram seu uso devido a maior capacidade de contra medidas do ocidente que afetava seus radares de modo mais contundente. Hoje há uma tendência de retorno do uso do equipamento devido a introdução da tecnologia stealth, entre outros fatores. O F-35 virá com um integrado, como você bem sabe. O F-18 E/F terá um integrado… Read more »

Últimas Notícias

Embraer comemora 20 anos do início das operações de ensaio em voo em Gavião Peixoto

Gavião Peixoto – SP, 22 de outubro de 2021 - Um dos principais complexos industriais da Embraer no Brasil,...
- Advertisement -
- Advertisement -