sexta-feira, maio 7, 2021

Gripen para o Brasil

F-X2: fabricantes também temem pelo processo

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Igor Gielow

vinheta-clippingOs três concorrentes para o fornecimento de 36 caças supersônicos à FAB (Força Aérea Brasileira) temem que a disputa política entre militares e o governo inviabilize a realização do negócio de até R$ 10 bilhões neste ano.

Segundo a Folha apurou, franceses, americanos e suecos têm essa mesma avaliação, ainda que haja diferença de interpretação no caso dos últimos -apontados pela Aeronáutica como donos da melhor oferta para suas necessidades, em relatório técnico que está nas mãos do ministro Nelson Jobim (Defesa).

Como é notório, Jobim e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm predileção pelo francês Rafale F3, por conta da aliança estratégica firmada com Paris. O avião, contudo, sai quase pelo dobro do Gripen NG no pacote proposto, e é mais caro que o americano Boeing F/A-18 Super Hornet.

A opção da FAB decorreu de dois fatores: o custo de aquisição e operação ao longo dos 30 anos de vida útil do avião, e a proposta mais aberta de desenvolvimento conjunto oferecida pelos suecos. Para americanos e franceses, o fato de o Gripen NG ser um modelo ainda em fase de testes o torna uma incógnita em termos de custo.

Em comum, todos acreditam que é grande a chance de a preferência da FAB ser suplantada por Jobim. O ministro já disse que vai reavaliar os pesos dados pelos militares a diversos itens analisados, o que pode mudar a classificação das aeronaves. Pela lógica, para favorecer o Rafale, ainda que a decisão final seja exclusiva de Lula.

O relatório foi aprovado na FAB no dia 18 de dezembro, e Jobim foi avisado pelo comandante da Força, Juniti Saito, de seu conteúdo.

Políticos do entorno do Planalto ventilaram a versão de que o texto seria preliminar e que foi alterado pela FAB ao gosto do Planalto, o que não é verdade. O que haverá é um relato de Jobim para Lula, após nova conversa com Saito.

Se uma mudança pró-Rafale ocorrer, especulam os concorrentes, o clima azedo entre governo e militares devido à ideia proposta de revisão da Lei da Anistia pode desandar. Lula poderia esfriar o debate jogando o tema para o Congresso.

Não que deputados e senadores tenham voz ativa na decisão, mas ao acatar um eventual “pedido de vistas” na reunião do Conselho de Defesa Nacional em que apresentará sua decisão, Lula poderá ganhar tempo.
O problema, para os concorrentes, é esse, embora não haja uma obrigação de data para a decisão. A campanha eleitoral se avizinha e o argumento de falta de legitimidade de uma gestão de saída pode servir de justificativa do adiamento.

FONTE: Folha de São Paulo

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

18 Comments

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
tanjjr

Gripen, F 18 ou Rafale. Todos são ótimos.
Mas cade o nosso caça de 5ª geração?
EUA, Russia, Europa, China, Koreia e Japão já estão com o pensamento adiante e nós vamos nos satisfazer com um bom caça de 4ªgeração que vai chegar quando os outros já estiverem na 5ª?

Lembro que a FAB tinha divulgado uma nota falando que teríamos um caça de 5ª, mas acho que era referência ao PAK e parece que azedou…

Alguém sabe algo a respeito?
Vamos precisar de um FX-3?

Felipe Cps

Nada de novo, apenas mais do mesmo.

Junior

O gripen NG sem duvida é a melhor escolha, os suecos ja mostraram que são de confiança, entao o que fazer exatamente se eles tem o dominio e a inteligencia sobre a tecnologia de vetores, mais precisam ter uma contra-partida para desenvolver o seu projeto, pois o seu país nao é uma grande potencia como a china, EUA, que tem grana pra bancar os seus projetos ate toscos com enviar robo pra marte, é ai que o Brasil entra com o dinheiro, tornando a parceria a mais vantajosa pra Fab, por ser um caça de grande autonomia e economico em… Read more »

grifo

“Políticos do entorno do Planalto ventilaram a versão de que o texto seria preliminar e que foi alterado pela FAB ao gosto do Planalto, o que não é verdade.”

Parabéns para a FSP por não ter comprado esta história de texto preliminar, recuo da FAB e outras da carochinha que circularam por aí.

Infelizmente acho que este processo todo não vai dar em nada mesmo. Depende agora do presidente.

Alecsander

Héhéhéhé… Vou repetir o que postei na outra matéria. Isso meus caros colegas, com o perdão da má palavra, se chama jogar ___no ventilador, você quer sujar o outro e acaba sujando todo mundo, incluindo a si mesmo, mais do que os outros. Lembro que quando o Brasil estava negociando os 4 submarinos Scopène e um nucleares, ouve um monte de especulações sobre os submarinos alemães que seriam o melhor para o Brasil, e que os oficiais da Marinha também preferiam os alemães, e que o Brasil não precisava de um submarino nuclear. A Marinha não apontou preferência, ficou na… Read more »

ezeca

poxa sera q niguem percebe que
a melhor opção e escolher o rafale
e entra no projeto sueco
eles ñ são concorentes técnicos
são complementares .

ezeca

afinal a frança que um acordo político/ecômico visando o crecimento mundial do brasil e o gripen um parceiro com capacitação técnica finaceira para desemvolvimento do projeto. sem falar que a SAAB e a Embraer são complementares comercialmente enquanto o Rafale e necessario pra ontem. eo preço vai ficar cada vez menor com o passar do tempo > A grande verdade e que eles precisam de nois tanto quando nois deles eles não diminuiram os preços pq somos o país do carnaval e sim pq e um acordo estratégico e lucrativo para ambos. bom essa e minha opinião e se estou… Read more »

helio

Cadê os defensores do “governo que está transformando a defesa do Brasil”?

tá aí, essa é a cara desse governo corrupto, incompetente, pelego, comunista, e muitas outras coisas de ruim a mais.
Esse governo não fez nada pela defesa, a não ser deixar pagamentos para o próximo governo que OXALÁ não será petralha como diz um colega do blog.
falta pouco, só mais um ano de desmandos dessa máfia.

[]s

Sirkis

Saudações!

É o que eu disse antes em outra notícia e no xat. A FAB não recuou em nada na sua avaliação técnica, mantendo o Rafale em último lugar.

Boa Tarde!

tomas

Diante da crise, o pessoal da Boeing (que não são de ficar parados) com apoio do novo embaixador dos EUA estão se movimentando alucinadamente fazendo novos contatos. Diante de tanto desgaste entre a FAB e o GF ainda será que vai dar o candidato de meio!???

ezeca

tomas
siceramente acho pouco provavel a desconfiança
americana e mais forte do que brigas internas
so o fato da Boeing ter que pedir autorização
para senado americano para TT acaba com qualquer
diplomacia, que seus concorentes ja inciaram .
E bem mais provavel que fiquemos com Mirage 2000 ou
F-5/M

A-Bomb

Eles tem que se preocupar como o FX-3 porque o dois ao que tudo indica ja era.

ZE

Do que se trata essa tal de “ALIANÇA ENTRATÉGICA FIRMADA COM PARIS”? No Direito Internacional Público (caso em tela): Primeiro há as reuniões, as tratativas; Segundo, confeccionado o pacto, os plenipotenciários têm que assiná-lo; Terceiro, no caso do Brasil, esse Pacto têm que passar pelo crivo do Senado Federal, pois o que vige no Brasil é a Teoria Monista; Assim, QUANDO ENTRAR EM VIGÊNCIA, COM TODAS AS SUAS CLÁUSULAS PREVENDO DIREITO E OBRIGAÇÕES ÀS PARTES, NÓS TEREMOS A TÃO FALADA E INCOMPREENDIDA “ALIANÇA ESTRATÉGICA” COM A FRANÇA (SALIENTO QUE ELA NÃO EXISTE). Eu sempre aprendi que, para dar o segundo… Read more »

Joãoponês

Boa noite a todos, leitores e participantes do blog. Embora tente me abster, tenho algumas impressões a detalhar de todo o processo FX-2. Bem vamos aos fatos: 1°- Há uma corrente (expectativa) pró ou contra determinada aeronave e ela se faz presente no blog e em outras mídias. 2°- O presidente acha (eu tenho grandes dúvidas!!!!) que ocorrerá aceitação de sua decisão sob aspecto político e ainda será considerado “o salvador da pátria”. 3°- Temos uma grande guerra nos bastidores patrocinada por várias corporações (Dassault, Thales, Boeing, MBDA, SAAB, EMBRAER, FIESP, GE, SNECMA e outros) a favor de um respectivo… Read more »

Duarte

Desconfio desse tipo de notícia. A quem interessa adiar? Apenas à Boeing que, em tese, não seria a escolha da Aeronáutica, nem do Governo, então estaria fora. Os demais fabricantes devem estar pressionando para fechar o negócio, inclusive via imprensa, Congresso Nacional, etc, cada qual puxando para o seu lado. Também não dá para acreditar que o governo estaria interessado em adiar. Me parece que se a preferência da FAB é mesmo pelo caça sueco deixa o governo em posição bastante confortável. Saia justa seria se a FAB escolhesse o mais caro e o governo não tivesse verbas para atender.… Read more »

X-nobe

UMA VERDADE INCOVENIENTE: A verdade é que o presidente Lula fez a _______, mais foi alguns inteligentes da FAB que jogaram essa ___________no ventilador. Ta fazendo o que, uma década que tão tentando substituir os caças da força aérea, dez do tempo do FX-1, e é coisa que só dava lambança. Quando finalmente o governo dá sinal de que vai comprar os caças para a FAB, e melhor ainda, com a pretensão de comprar o mais caro, a FAB conceque estragar as coisas desse jeito! Como diria uma senhora vizinha minha, Barbaridade. Se no tempo em que eu estava fazendo… Read more »

Carlos Augusto

O F-X2 melou, agora vamos de F-x3, quem sabe agora o pessoal da FAB esquece o rojão molhado chamado Gripen.

George

Na minha opinião , alguns argumentos sobre os americanos ,na questão politica de fornecimento de peças e equipamentos, para os caças, se igualam aos franceses ,pois como na guerra da Malvinas e 1967 , com os Israelitas , os franceses não forneceram peças e armanentos para os Mirages e os caças navais argentinos, acho furada a argumentação do Lula e Cia . que se houver qualquer conflito , ambos vão deixar o Brasil para traz , e muito mais se o conflito envolver qualquer Pais da Europa ou aliado . A Fab ficará sozinha se depender de qualquer dos três.… Read more »

Reportagens especiais

Os F-5 da Jordânia, agora na FAB

A Real Força Aérea da Jordânia recebeu um total de 61 Northrop F-5E Tiger II e outros 12 F-5F...
- Advertisement -
- Advertisement -