quinta-feira, março 4, 2021

Gripen para o Brasil

AMRAAM para Kuwait, Marrocos e Jordânia

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

AMRAAM em voo

A Raytheon informou no último dia 15, a partir de Dubai (Emirados Árabes Unidos), que o Governo dos EUA executou cartas de oferta e aceitação para três aliados-chave entre as nações árabes, relacionadas à compra de mísseis AIM-120C-7 AMRAAM. Os três países são Kuwait, Marrocos e Jordânia.  As vendas são via FMS (Foreign Military Sales), e não foi revelado o número de mísseis a serem adquiridos por cada nação (veja matéria anterior, em link logo abaixo, sobre quantidade pretendida pela Jordânia).

Segundo a Raytheon, os mísseis deverão ser empregados tanto para missões ar-ar quanto  de defesa aérea, a partir de lançadores. A empresa também informou que o AMRAAM já ultrapassou as marcas de 1,7 milhões de horas carregado em voo e de 2.400 lançamentos.

AIM-120_AMRAAM_Launch_F-16_foto Raytheon

FONTE: Raytheon

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Francisco AMX

Os americanos querem “minar” o mercado para barrar o Meteor, eles não dão ponto sem nó… devemos aprender com isso!

Bosco

Não podemos nos esquecer que o AIM-120 “D” deverá estar operacional já no ano que vem nas Forças Armadas Americanas, daí a aparente boa vontade em fornecer esse míssil de tecnologia avançada.
Praticamente a versão “D” será um míssil novo e além do mais em 2014 (salvo engano) já começarão os testes com o substituto do AMRAAM.

Combates Aéreos

Promessa e realidade no combate BVR: abates com mísseis AIM-120 AMRAAM

Data Unidade Avião Piloto Arma Alvo País Nº 27-Dec-92 USAF F-16D - AIM-120A MiG-25PD IrAF 1 17-Jan-93 USAF F-16C - AIM-120A MiG-29B IrAF 1 28-Feb-94 86FS/ 526FW F-16C 89-2137 B.Wright AIM-120A J-21 RVRS (Pesic KIA) 1 14-Apr-94 53FS/ 52FW F-15C E.Wickson AIM-120A UH-60A US Army 1 24-Mar-99 322 sqn KLu F-16A/MLU J-063 P.Tankink AIM-120A MiG-29 18106 127.lpe/JRViPVO (Milutinovic OK) 1 24-Mar-99 493EFS /48FW F-15C 86-0169 C.Rodriguez AIM-120C MiG-29 18112 127.lpe/JRViPVO (Arizanov OK) 1 24-Mar-99 493EFS /48FW F-15C 86-0159 M.Shower AIM-120C MiG-29...
- Advertisement -
- Advertisement -