sexta-feira, maio 14, 2021

Gripen para o Brasil

REVO na Operação Laguna

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Como atividade da Operação Laguna, um avião Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) decolou hoje, 02, da Base Aérea de Campo Grande às oito horas da manhã e, durante três horas, sobrevoou a região sul do estado, com aproximadamente 12 mil litros de combustível para o reabastecer quatro aviões de caça F-5.
Para o reabastecimento, cada caça se aproximava do Hércules, que sobrevoava na altitude de cinco mil metros, e através de uma mangueira se conectava para receber o combustível. Os quatro F-5 reabasteceram duas vezes cada um, consistindo em cerca de 2.500 litros por aeronave.

As Forças Armadas modernas utilizam o reabastecimento em voo como uma vantagem tática. “Os caças gastam muito combustível porque durante o exercício de combate eles voam acima da velocidade do som (1.228 km/h) e, por suas características, não têm um grande reservatório; mas é essencial mantê-los o máximo de tempo em combate, devido ao seu poder de fogo. Então, nós no Hércules auxiliamos com o reabastecimento desses caças para que eles possam voar por mais tempo e continuar na missão”, esclarece o sargento Gilberto, um dos dez tripulantes da aeronave.

Segundo o Capitão Michelin, a importância do exercício é aprimorar o treinamento para que, caso ocorra uma guerra real, os militares estejam preparados. “A missão ocorreu como previsto, e portanto foi um sucesso”, diz o capitão. A bordo deste voo também estavam três universitários que participam da equipe de comunicação da Operação Laguna.

FONTE: Operação Laguna FOTO: Jiovani Carminatti

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

9 Comments

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wolfpack

Um Gripen fazendo reabastecimento em vôo?

Omega

Um Gripen fazendo reabastecimento em vôo?

Você está brincando né?

BRAVURA

Qual o requisito para um universitário participar de um exercicio de guerra? como por exemplo: Operação Laguna porque me interesso pela operação Cruzex que ocorre no Nordeste.

Noel

BRAVURA, dou a dica apenas pela FAB. Atualmente, sempre que a mesma realiza suas manobras, o CECOMSAER tem entrado em contato com Faculdade(s) de comunicação, da região, para que as mesmas trabalhem na cobertura jornalística da operação, fora dessa área realmente é …
Sds

Francoorp

Ver o F-5 e sabendo da evoluçao deste em F-20 e ver um gripen, muda pouco, parece o mesmo aeromovel, mas com asa em Delta. Gosto demais.

Wolfpack

Brincadeira Omega, somente acredito que o Gripen NG não altera a capacidade/doutrina (detesto esta palavra) atual de combate da FAB, mas como alguns do Blog afirmam que a FAB têm capacidade limitada, orçamento insuficiente, então vamos dar um vetor de combate limitado a FAB.
Abs

Fritche

Pegando emprestado o que o Wolfpack levantou e a simulação de um ‘resgate’ em honduras no Forte…penso o quanto mudaria em utilizarmos alguns Gripens nesta situação?……é ai que esta o que considero ponto contra neste caça….ele não é hoje, uma caça para um país de dimensões continentais, mas gostaria muito, que mesmo com ele fora do Fx-2 houvesse participação brasileira na sua construção…afinal de contas, nunca se sabe o que nos espera no futuro.
Voltando ao tema do tópico, alguma informação sobre outros tipos de manobras que envolverão os F-5 durante a operação?

SERGIOCIN

Decolagens, aterrisagens, cabradas, curvas enfim varias manobras.

Pô!

Reportagens especiais

PAMA-SP 2014: Poder Aéreo no Domingo Aéreo – parte 2

Aviões de ontem e de hoje no pátio do Campo de Marte, em São Paulo - Na parte 1 desta matéria,...
- Advertisement -
- Advertisement -