Home Operações Aéreas FAB realiza primeira missão na Operação Laguna

FAB realiza primeira missão na Operação Laguna

554
1

A Força Aérea Brasileira realizou, na tarde do dia 29, a primeira missão operacional da Operação Laguna, ao lançar paraquedistas no Município de Jardins, a 240 quilômetros a Sudoeste de Campo Grande. No exercício militar, a FAB empregou aeronaves de caça, transporte, reconhecimento, busca e de controle e alarme em voo.

Na missão do dia 28,os paraquedistas do Exército seguiram da Base Aérea de Campo Grande, para a área de salto a bordo de uma aeronave C-105 Amazonas, do Esquadrão Onça (1°/15° GAV). Meia hora de voo depois, os militares saltaram a cerca de 400 metros do chão, para uma missão de infiltração. Esta é exatamente a concepção da Operação Laguna, ou seja, o emprego combinado das Forças Singulares para atingir um objetivo.

A Operação Laguna é um exercício do Ministério da Defesa e das Forças Armadas Brasileiras, que tem a finalidade de treinar o planejamento e execução em conjunto de ações militares, humanitárias e de apoio a brasileiros evacuados em uma situação de conflito.

A mobilização da FAB começou no último dia 14 de setembro, com a chegada à Base Aérea de Campo Grande de unidades responsáveis pela infraestrutura da Operação Laguna. São, ao todo, cerca de 800 militares da Aeronáutica somados a outros 2 mil do Exército Brasileiro e da Marinha do Brasil. A FAB conta no Exercício com aeronaves F-5EM, A-29 Super Tucano, E-99, R-99, KC-130, C-130, C-99A e KC-137 e C-105. “Em um exercício desse porte, as Forças trabalham de forma integrada para a conquista de objetivos previstos no cenário de conflito”, explica o Brigadeiro do Ar Umile Rende Neto, comandante da Força Aérea Componente 105 (FAC 105), formada para a Operação Combinada. Nos próximos dias, aeronaves da FAB irão movimentar o céu da região realizando interceptações, patrulha aérea de combate e escolta, reconhecimento armado, lançamento de paraquedistas e de fardos de ressuprimento, assalto aeroterrestre entre outras missões.

O setor responsável pela comunicação Social da Operação ganhou o reforço, nesta quarta-feira, dia 30 de setembro, de 12 universitários da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). “Eu imaginava que o exercício seria algo virtual, sem a participação de tropas e aeronaves. Agora estou muito mais ansiosa para ver a movimentação”, diz Juliana Gonçalves, estudante de jornalismo da UCDB, Os futuros jornalistas irão ajudar na redação e na produção de reportagens da Operação Laguna, que serão publicadas no site oficial do exercício militar na Internet, que pode ser acessado pelo endereço: www.laguna.mil.br.

FONTE: CECOMSAER

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Rocha
Bruno Rocha
10 anos atrás

Vamos ficar mais profissionais ainda quando os nossos KC-390 chegarem, teremos mais aeronaves para isso.