sexta-feira, maio 7, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Acidente com avião da Gol pode ficar sem punição, diz advogado

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

vinheta-clippingO advogado da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907, Dante D Aquino, disse nesta quarta-feira que os responsáveis pelo acidente entre o jato Legacy da Embraer e o avião da empresa aérea Gol, que ia de Manaus para Brasília, em 29 de setembro de 2006, poderão escapar da Justiça sem nenhuma punição.

D Aquino participou de audiência pública da Comissão de Viação e Transportes para avaliar a as providências tomadas após três anos do acidente.

Existe um sério risco com a morosidade do andamento dos processos e as táticas da defesa, como a lista de testemunhas estrangeiras e outros expedientes, dos processos caducarem em 2011, alertou.

Ele lembrou que, desde 25 de maio de 2007, quando os dois pilotos do jato e alguns controladores de voo se tornaram réus, já se passaram mais de dois anos, e o prazo para terminar o processo é de quatro anos. Além disso, D Aquino explicou que só o primeiro dos processos já acumula mais de 20 volumes e não tem nenhuma previsão de ser concluído.

Um dos vários problemas está na quantidade de testemunhas de defesa arroladas pelos pilotos do jato no exterior. São oito testemunhas nos Estados Unidos e uma na Suíça para falar sobre algo que nenhuma delas viu, já que não restou nenhuma vítima viva, disse.

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) autor do requerimento para a realização da audiência pública, lamentou a necessidade da reunião. Não podemos deixar que essas questões passem em branco ou que a resultante delas nos campos civil e penal deixe de ser aplicada, disse.

Ele propôs, e teve o apoio dos demais, que um grupo de parlamentares da comissão vá até o presidente do tribunal regional federal em que o caso tramita alertar dos riscos desse processo ficar sem punição e pedir que seja dada celeridade à resolução dele.

FONTE: Portal Câmara / ILUSTRAÇÃO: Folha/UOL / FOTO: Bombeiros Sinop

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Harry

Caros

Esses senhores enquanto bebiam seu uisque estatelados nas poltronas, despreocupados deixavam a gabine de piloto vazia, pois deixaram no piloto automatico, cometiam erros, até agora negadas de forma descarada, gabavam-se provavelmente da alta tecnologia e confiabilidade da nave , de forma irreponsavel selaram o destino de 154 pessoas.

São americanos, a imprensa e o governo da EUA particiram da farça desses elementos e nós….sem comentario.

Abs

John

O que governo americano tem haver com isso,incompetência dos pilotos,dos controladores de Voo,sempre culpado o outro país,eles estavam presos, depois estavam soltos,Terra da impunidade.como sempre só que perde é a família das vitímas.100% imunidade.

Túlio F.

Isso me lembra aquele acontecido nos idos 1800s dos marinheiros ingleses que atiraram um marinheiro brasileiro ao mar, causado a morte dele, e nunca foram julgados. Quem pode mais chora menos.

Reportagens especiais

PAMA-SP 2018: pássaros raros no Domingo Aéreo paulistano

Aeronaves incomuns de se ver em São Paulo, como o protótipo do YT-25B Universal II do PAMA-LS e C-98...
- Advertisement -
- Advertisement -