segunda-feira, abril 12, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Desafio Poder Aéreo 2 – resposta

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Bell YFM-1 Airacuda

desafio-2

Caça de longo alcance para escolta de bombardeiros e destruidor de bombardeiros inimigos. Projetado em 1936 pela Bell Aircraft Co., vou pela primeira vez no ano seguinte. Piloto e copiloto posicionavam-se em tantem no nariz da aeronave. Um atirador posicionava-se na parte central da fuselagem e comandava as duas metralhadoras laterais. Em cada uma das asas existia uma nacele com um atirador dispondo de um canhão de 37 mm e uma metralhadora 0.30.

A aeronave sofreu diversas modificações ao longo do desenvolvimento como mudanças no armamento (o Madsen 37 mm nunca foi instalado), trem de pouso (tipo triciclo nos protótipos mais novos) e alterações nos motores.

A USAAF ficou desapontada com o desempenho da aeronave, cuja velocidade mal conseguia igualar a velocidade de um bombardeiro. Em 1941 todos os Airacuda foram “groundeados”.

Previous articleOs MiG-29 alemães
Next articleBrinquedo japonês
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Combates Aéreos

Rafale é o melhor em ‘dogfight’, dizem pilotos franceses na Aero India

Se há algo que os Rafales franceses podem fazer melhor, é o combate aproximado (dogfight). Pequeno e ameaçador, o...
- Advertisement -
- Advertisement -