quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

The History Channel:

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

thcasesdelfuturo-br

O canal de TV por assinatura The History Channel apresentou ontem e hoje (16.06) um programa especial da excelente série sobre combates aéreos, que usa e abusa de combates feitos em computação gráfica. Além dos efeitos visuais, o programa também apresenta a opinião de pilotos, engenheiros e jornalistas sobre os aviões e as tecnologias. Até o famoso escritor Tom Clancy participou!

Quando consegui assistir ao programa hoje, já havia começado, mas foi possível ver algumas coisas interessantes para comentar aqui. O caça francês Rafale, considerado favorito no FX-2 da FAB, foi “saco de pancadas” em missões hipotéticas contra o F-22 e numa delas, atua como aliado, enfrentando caças russos. Mas em ambas as situações, o Rafale é apresentado como um fraco oponente, por não ser stealth. Numa das cenas de combate aéreo, um F-22 com um Rafale na posição 6 horas, consegue aplicar uma manobra “Pugachev Cobra” (epa, essa manobra não era do Sukhoi?), que faz com que o Rafale passe à frente do Raptor, para ser abatido por este logo depois.

Os F-22 aparecem também aplicando surras no MiG-35 e Su-35, mas sentem alguma dificuldade de enfrentar o Su-47 Berkut, que surge numa missão como sendo o caça de 5a. geração russo. Em todos os combates, só um F-22 apareceu sendo alvejado.

Numa outra missão hipotética no futuro, caças F-35 voam com os F-22 num ataque contra alvos em terra. Os F-35 aparecem levando armas externamente, mas mesmo assim, conseguem manter sua furtividade! Quando os Su-35 adversários começam a dar algum trabalho para os F-22, surge em cena um Boeing da USAF dotado de canhão laser e começa a destruir os Su-35 no ar.

Quem ainda não assistiu, recomendo, pois é diversão garantida, apesar dos erros de tradução. Por exemplo, chamar SAM – míssil antiaéreo ou míssil superfície-ar, de “míssil de chão”, é dose!). Quem assistiu, por favor, deixe aqui seu comentário.

NOTA do BLOG: No Youtube existem três trechos do programa, em inglês: Parte 1, Parte 2 e Parte 3.

- Advertisement -

67 Comments

Subscribe
Notify of
guest
67 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bosco

O programa por suas falhas deixa claro que não tem participação oficial nem da USAF e muito menos dos fabricantes. Deve ser uma iniciativa isolada do canal HC. Existem vários “erros” além dos apontados pelo post. Um deles é mostrar o compartimento dos Sidewinders com 2 mísseis em cada um e não com apenas 1 como é sabido. Outra é dizer que os mísseis R-73 seriam imunes aos flares e que a versão AIM-9X não é. Com certeza o AIM-9X deve ser no mínimo tão ou mais capaz que qualquer versão do R-73 no quesito “resistência às contra medidas infravermelhas”… Read more »

Alecsander

Eu assisti o documentário mas foi na internet no site do youtube, a simulação era um pouco antiga, ainda nem se falava do PAK FA T-50, e o Rafale daquela época ainda era o modelo F-1, não tinha os superiores F-2 e o candidato brasileiro F-3, (me corrijam se estol enganado). Também não tinha Gripen NG nem os stealth chineses. Já dei minha opinião sobre simulações de combate aéreo, não são muito de se levar em conta, só com um combate real entre caças russos e americanos de ultima geração (e se acontecer) é que nos vamos saber se são… Read more »

germa

THC = American advertisement and pride.
com algumas mentiras e outras histórias mal contadas

esse programa é velho e ja foi comentado neste blog 😛

Hornet

E o mais tosco de tudo é o nome do canal: History.

O que essas maluquices apresentadas no vídeo tem a ver com History, com História?

Ao contrário da língua portuguesa, a língua inglesa diferencia History de Story…ou seja, História de “estória” (ficção).

E o que foi apresentado está mais para “soup opera”!!!…hehehe

O Bosco tem toda razão…só diversão! E olhe lá…

abraços a todos

kamaleao

eu achei alho no Youtube sobro esse tipo de programa parace interessante
ve ai

http://www.youtube.com/watch?v=9KpjgHYjcA4&feature=PlayList&p=4C1AA8E6119D8167&playnext=1&playnext_from=PL&index=3

Tiago Jeronimo

Documentário é antigo, tenho aqui no pc, o que eu perdi ontem no HC foi o programa sobre a guerra das malvinas :/

Hornet

Em tempo:

mas nada contra o programa…como diversão é legal! E tem imagens legais também.

abraços a todos novamente

madvad

Eu nem assisto mais, o THC é muito parcial. Só falam dos “ases” americanos na Guerra do Pacífico e da 8º Força Aérea, como se estes tivessem sido os únicos ases da Ww2, se esquecendo completamente de Saburo Sakai, Eric Hartmann e etc…é piada.

OS pilotos americanos são os fodões, os caças americanos os melhores sempre…porra, uma hora enche o saco.

Exaltar os heróis de seu país é legal, mas acho que deveria se focar a aviação como um todo, sem tomar partido de lado algum.

catraca

Como já abordaram acima, vale pelo simulação em computação gráfica que sempre da aquela idéia de uma coisa que pode ocorrer.
Meu filho tem vários games baseados nos livros do Tom Clancy,Rainbow Six ……acho que tem todos para Play Station 2.
Quanto as batalhas em si, bem…….eles não deixariam um avião russo vencê-los, nem em pensamento.
Business.

SxMarcos

Já tinha visto o programa em outra época quando passava.
Com ctza é uma propaganda norte-americana.
Lembro que na época criei muita espectativa sobre ele e, depois que vi, fique bem decepcionado.

gaspar

assisti o programa inteiro…
documentario tipico americano…
em primeiro, um seahawk consegue se desviar de o4 misseis lancados pelos Mig29, so eh atingido no quinto missil…
depois disso, 04 F22 conseguem abater outros 08 avioes… depois disso com o auxilio de 02 bombardeiro B1R (em desenvolvimento pela Boing) que nao sao stealth consegue abater uns 30 avioes (rafale, Su30, Mig29, …) sem qq problema…
o documentario so valeu mesmo pelas imagens graficas…

Fabio Max1

Se o History Channel fizesse um programa sobre o soldado do futuro, pintaria um norte-americano sozinho a lutar contra todo um exército da Al Qaeda num cenário do Afeganistão… e o americano sairia sem um único arranhão! Que o F-22 é uma aeronave excepcional, todo mundo que acompanha notícias aeronáuticas sabe, mas daí a dizer que ele bate sem dificuldades no Rafale, no Typhoon, no Gripen, no SU-27, no SU-35 e no PAK-FA (que ainda nem existe) é puro ufanismo yankee. Não existe avião invencível, porque é uma máquina dependente de piloto. Que me desculpem os ufanistas do THC, mas… Read more »

Claudio Melo

Me pareceu mais uma peça de propaganda dos fabricantes dos F-22 e F-35.

Rafale apnahando feio? o que se pederia esperar? Que eles fossem isentos?

Nem assisto mais a Combates Aéreos, embora tenha visto esse episódio, pois não aguentava mais ver os americanos sobressaindo em tudo que é cenário de guerra. Até no Vietnan!

E as vezes em que os pilotos deles erraram, não conta?

Claudio Melo

Ah, esqueci: Acho que foi o Thomas Clancy que afirmou no rpograma que foi ao ar que o único oponente lá fora capaz de fazer frente ao F-22 é o F-35. Ou seja, tudo deles!

alfredo.araujo

A um tempo atras só existiam jogos assim… os mesmos americanos desembarcando na normandia… colocando fogo nos japoneses nas selvas asiaticas… Nao existia opção de se jogar com o eixo… Porem agora nessa nova geração de jogos isso mudou!! Jogando com os Japas, essa semana passada fiz o general McArthur assinar os termos da rendição americana a bordo de um Yamato !!! haahhaah Isso depois de afundar o Hornet e o Enterprise em Midway, ganhar a batalha de cruzadores e destroyers, com o um Tone, em Guadacanal e afundar o Iowa com o um Yamato no Hawai.. Dai os americanos… Read more »

welington

Rs……………………………………
Os caças de 5º geração puro“s” como o F-22 são superiores aos vetores de 4.5G e como consequência a todas as outras gerações anteriores, porem superioridade não significa vitoria, porem quem terá a função de contrapor o F-22 será o PAK FA T-50, este esta sendo desenvolvido para ser igual ou superior ao mesmo, os céus em 2020 terão dois reis o F-22 e o PAK FA …
Um grande abraço a todos.

Felipe Cps

Caras, o programa do THC (pra mim não é History, gosto mais do nome antigo do canal – aliás o próprio canal já foi muito melhor…) é uma “paia” total, os americanos são simplesmente indestrutíveis. Rá: e o principal “rival” (bucha de canhão) do F-22 é, pasmem, o Su-47 “Berkut”, um protótipo! E aguentar o narrador brasileiro falando “Rrafeiou” ao invés de Rafale foi de doer o tímpano… Suma: a única coisa boa foi aquela lorinha da Jane´s… O que foi legal mesmo (um dos melhores que já vi) foi o programa das Malvinas, mas esse eu vou comentar lá… Read more »

PC

O que vcs esperam de um programa americano, falando sobre produtos americanos?
Claro que é pura propaganda. Aliás, os americanos são os reis da propaganda. E não estão errados – basta ver que em quase todos os países do mundo podemos achar pelo menos uma aeronave militar deles (aqui temos o F5, tínhamos o T6, etc) ou um navio.
É claro que no programa eles iriam abater aos montes os Rafales, Migs, Sus, etc… pois são todos concorrentes comerciais.
É assim que o mundo gira – tudo é grana.
Sds

SxMarcos

Quanto ao Thomas Clancy, estou jogando o último “simulador” de sua série (Tom Clancy’s H.A.W.K). Posso dizer que o jogo é muito bom, fornecendo várias opção ao logo da história. Apesar que lá tem um F-15 que parece o avião do capitão américa. Mas o jogo é bom.
Eu tbm não assisto mais combates áereos. Lá só tem americano mostrando como ganharam, com 2 F-15, de 4 Mig-29. Quase ninguém dispara mísseis neles. É muito surreal.

Clausewitz

Se for piloto da Luftwaffe, esta, sim, uma Força Aérea, até da acreditar. Ou seja, importa quem está atrás! Lembremos o que era dito do “tosco Mig 21”, no Vietnã. Joseph Goebbels não morreu e é consultor da USAF.

Klevston kvowster

Engraçado,vocês acham que tudo deles (Americanos) são ruins,coisa que eu não concordo,bastam ver o que eles fizeram na guerra do Iraque e no Afganistão.Estou achando que a verdade não pode ser dita.Realmente concordo que o THC tem exagerado, o documentário tem algumas falhas,mais hoje Israel destroça todos os seus inimigos simplesmente com arsenais americanos,precisa dizer mais.Sobre o F 22 Raptor ainda não existe nem Rafale ( Excelente Caça) nem outro caça a não ser o F 35 capaz de detê-lo e isso é a realidade.Não vejo tendência quando se fala a realidade.

Clésio Luiz

Uma série de documentários que mostrou algum respeito pelos aviões russos foi o “Wings of the Red Star”, do canal Discovery. Cada programa cobria um modelo diferente, como o Mig-29, Mi-24, Tu-95, etc.

Geralmente o documentário é bem favorável as aeronaves abordadas, sem destacar nenhum defeito nem colocando-as abaixo de modelos ocidentais. Aparentemente foi produzido por britânicos, a julgar pelo sotaque do locutor.

Os episódios, com áudio apenas em inglês, podem ser encontrados no YouTube. Se você entende razoavelmente alguém falando em inglês, eu recomendo assistir, pois o locutor fala de forma clara e sem usar palavras pouco conhecidas.

Galante

Felip Cps, respeito sua opinião, mas é difícil agradar a gregos e troianos.
Para você ter uma ideia, mais de 150 leitores já são assinantes do Poder Aéreo e a maioria é de gente nova, que normalmente não comentava.
Então, foi bom dar uma renovada no procedimento e a qualidade dos comentários aumentou, ainda que em menor quantidade.
Ao mesmo tempo, nos livramos do terrível problema de spam, que tomava muito tempo dos moderadores todos os dias.

paulo

Documentário digno de “Hermes e Renato”! Exemplos: 1)logo no inicio o piloto do heli da guarda costeira “dribla” quatro misseis de uma vez só. 2) o alarme de engajamento toca nos cockpits dos “SUs e Rafales estrangeiros” o tempo inteiro e eles ficam só olhando e esperando a bucha (ainda que contando com empuxo vetorado, Aesa, etc) enquanto que os americanos viram automaticamente o “Buck Rogers no séc. XXV” e driblam tudo, até pensamento! 3) os B1R que vem apoiar os F22 no começo NÃO SÃO stealth (fato gritado e frisado pelo narrador) mas nenhum rafale acerta um único meteor… Read more »

Dalton

Oi Clesio, fui conferir no youtube e descobri que o locutor é o ator ingles Sir Peter Ustinov. O programa foi feito nos EUA e convidaram o ator ingles que fez muito sucesso em filmes feitos em Hollywood. Quanto ao respeito aos avioes russos, nada melhor que as palavras de um dos maiores pilotos americanos, Chuck Yeager. ” A experiencia é que conta ” Certa vez ele voou em um mig15 capturado contra um F86 e “abateu” o mesmo. Depois, ele trocou de aviao, e pilotando o F86, “abateu” o mig. Ou seja, até que surjam os avioes de combate… Read more »

SxMarcos

“…B1R é acertado por “DOIS, (2), DUE” misseis e…NADA! (queima um pouquinho de óleo e só) Também, devia ser feito de adamantium!”

Essa foi forte Paulo, mas eu pensei a mesma coisa.
De todas achei a mais forçada.

Alecsander

Eu respeito a opinião de todos aqui, mais não vejo como absurdo que um programa americano faça apologia aos seus produtos nacionais, tem um video no youtube meio antigo da Sukhoi sobre o SU-35 que mostra este caça em combate com Eurofigther Typhoon e um navio francês. Com os Typhoon o SU-35 acertam todos os disparos, os Typhoon que foram projetados para ter uma grande agilidade em alta velocidade que nem os F-15 podem exerce, não conseguiram se desviar dos ataques, ficarão parados recebendo os ataques, e ainda porcima só dispararão dois mísseis contra os Sukhois, que foram facilmente diblados.… Read more »

Rodrigo Marques

Esse episódio de “Combates Aéreos” é o mais fantasioso e pró americano. Cenas irritantes: B1-R à prova de misseis; SU47 Berkut em combate; Scranjet russo “aguardando” ser abatido pelo seu similar americano; F-35 com a bomb bay danificada, totalmente exposto e escapando de Mig-35, SAM’s, etc… E finalizando, “míssil de chão” mostra a total falta de respeito com uma tradução minimamente especializada no assunto. Imperdível é o programa enfocando a guerra aérea nas Malvinas. Para quem ainda não viu, repare que no inicio do programa, vários pilotos argentinos dão um testemunho dizendo que foram pegos de surpresa pela invasão. Diversos… Read more »

SxMarcos

Realmente o programa das Malvinas está muito bom. Incomparável ao dos caças do futuro. Esse sim valeu a pena ver.

Felipe Cps

Apenas copiando o que deixei no Naval sobre o programa das Malvinas: Confesso que vi o programa e adorei. Fiquei pensando que se as FFAA da Argentina fossem um pouquinho melhores, mais bem treinadas e especialmente melhor armadas, teriam destruído a frota inglesa e feito a Donzela de Ferro sentar-se à mesa. Os caras tinham DOIS Exocet, jamais testados, e com um avião “novo” e tripulação desacostumada! E mesmo assim obtiveram exito! Ver A4-Skyhawk, com asas trincadas, sem navegador, armados com bombas burras afundar uma Fragata Ardent e Super Etendard com Exocet afundando um Contra-torpedeiro Shefield nos faz pensar como… Read more »

Noel

Felipe Cps, essas avaliações, como vc postou, “se” a fulano fizesse isso ou “se” tivesse aquilo, não dá prá ser feita, pois o adversário também mudaria seu comportamento. Nesse caso das Malvinas, certamente que a Royal Navy mudaria seus planos de operação, o que chegou a acontecer após o ataque ao Shefield, ou seja, mudança no posicionamento da esquadra; e devemos lembrar que foi a única guerra totalmente aero-naval desde o fim II Guerra, com erros de ambos logicamente, e onde as modernas belonaves e seus sistemas foram colocadas em provação real; e se as lições foram realmente aprendidas? Tenho… Read more »

Pedro Rocha

Olá senhores! Após vários entraves operacionais com o cadastramento nos blogs, consegui retornar! Senhores administradores dos nossos blogs (Terrestre, Naval e Aéreo), gostaria de sugerir a possibilidade de alterar a senha cadastrada. Essa possibilidade seria extremamente útil para quem utiliza varias maquinas (meu caso). Estou com um papel impresso com as complexas e imemoriáveis senhas! Voltando ao tópico, realmente o programa é uma bela ficção com um forte apelo ufanista! Porém gostaria de destacar algumas coisas: Segundo os roteiristas um país seria usuário do Rafale e estaria em guerra com os EUA. A pergunta é que país seria esse (Líbia)?… Read more »

Felipe Cps

Grande Noel, o que quis dizer apenas é que a Força Aérea Argentina era um “caco” e conseguiu fazer bonito com quase nada, quase quase fazendo Sua Majestade dobrar os joelhos e sentar à mesa de negociações. Foi por bem pouco, mesmo.

Mas sei lá, essa foi a conclusão a que eu cheguei, assistindo o programa. Vale a pena ver. Abs.

Bosco

O programa por suas falhas deixa claro que não tem participação oficial nem da USAF e muito menos dos fabricantes. Deve ser uma iniciativa isolada do canal HC. Existem vários “erros” além dos apontados pelo post. Um deles é mostrar o compartimento dos Sidewinders com 2 mísseis em cada um e não com apenas 1 como é sabido. Outra é dizer que os mísseis R-73 seriam imunes aos flares e que a versão AIM-9X não é. Com certeza o AIM-9X deve ser no mínimo tão ou mais capaz que qualquer versão do R-73 no quesito “resistência às contra medidas infravermelhas”… Read more »

Alecsander

Eu assisti o documentário mas foi na internet no site do youtube, a simulação era um pouco antiga, ainda nem se falava do PAK FA T-50, e o Rafale daquela época ainda era o modelo F-1, não tinha os superiores F-2 e o candidato brasileiro F-3, (me corrijam se estol enganado). Também não tinha Gripen NG nem os stealth chineses. Já dei minha opinião sobre simulações de combate aéreo, não são muito de se levar em conta, só com um combate real entre caças russos e americanos de ultima geração (e se acontecer) é que nos vamos saber se são… Read more »

germa

THC = American advertisement and pride.
com algumas mentiras e outras histórias mal contadas

esse programa é velho e ja foi comentado neste blog 😛

Hornet

E o mais tosco de tudo é o nome do canal: History.

O que essas maluquices apresentadas no vídeo tem a ver com History, com História?

Ao contrário da língua portuguesa, a língua inglesa diferencia History de Story…ou seja, História de “estória” (ficção).

E o que foi apresentado está mais para “soup opera”!!!…hehehe

O Bosco tem toda razão…só diversão! E olhe lá…

abraços a todos

kamaleao

eu achei alho no Youtube sobro esse tipo de programa parace interessante
ve ai

http://www.youtube.com/watch?v=9KpjgHYjcA4&feature=PlayList&p=4C1AA8E6119D8167&playnext=1&playnext_from=PL&index=3

Tiago Jeronimo

Documentário é antigo, tenho aqui no pc, o que eu perdi ontem no HC foi o programa sobre a guerra das malvinas :/

Hornet

Em tempo:

mas nada contra o programa…como diversão é legal! E tem imagens legais também.

abraços a todos novamente

madvad

Eu nem assisto mais, o THC é muito parcial. Só falam dos “ases” americanos na Guerra do Pacífico e da 8º Força Aérea, como se estes tivessem sido os únicos ases da Ww2, se esquecendo completamente de Saburo Sakai, Eric Hartmann e etc…é piada.

OS pilotos americanos são os fodões, os caças americanos os melhores sempre…porra, uma hora enche o saco.

Exaltar os heróis de seu país é legal, mas acho que deveria se focar a aviação como um todo, sem tomar partido de lado algum.

catraca

Como já abordaram acima, vale pelo simulação em computação gráfica que sempre da aquela idéia de uma coisa que pode ocorrer.
Meu filho tem vários games baseados nos livros do Tom Clancy,Rainbow Six ……acho que tem todos para Play Station 2.
Quanto as batalhas em si, bem…….eles não deixariam um avião russo vencê-los, nem em pensamento.
Business.

SxMarcos

Já tinha visto o programa em outra época quando passava.
Com ctza é uma propaganda norte-americana.
Lembro que na época criei muita espectativa sobre ele e, depois que vi, fique bem decepcionado.

gaspar

assisti o programa inteiro…
documentario tipico americano…
em primeiro, um seahawk consegue se desviar de o4 misseis lancados pelos Mig29, so eh atingido no quinto missil…
depois disso, 04 F22 conseguem abater outros 08 avioes… depois disso com o auxilio de 02 bombardeiro B1R (em desenvolvimento pela Boing) que nao sao stealth consegue abater uns 30 avioes (rafale, Su30, Mig29, …) sem qq problema…
o documentario so valeu mesmo pelas imagens graficas…

Fabio Max1

Se o History Channel fizesse um programa sobre o soldado do futuro, pintaria um norte-americano sozinho a lutar contra todo um exército da Al Qaeda num cenário do Afeganistão… e o americano sairia sem um único arranhão! Que o F-22 é uma aeronave excepcional, todo mundo que acompanha notícias aeronáuticas sabe, mas daí a dizer que ele bate sem dificuldades no Rafale, no Typhoon, no Gripen, no SU-27, no SU-35 e no PAK-FA (que ainda nem existe) é puro ufanismo yankee. Não existe avião invencível, porque é uma máquina dependente de piloto. Que me desculpem os ufanistas do THC, mas… Read more »

Claudio Melo

Me pareceu mais uma peça de propaganda dos fabricantes dos F-22 e F-35.

Rafale apnahando feio? o que se pederia esperar? Que eles fossem isentos?

Nem assisto mais a Combates Aéreos, embora tenha visto esse episódio, pois não aguentava mais ver os americanos sobressaindo em tudo que é cenário de guerra. Até no Vietnan!

E as vezes em que os pilotos deles erraram, não conta?

Claudio Melo

Ah, esqueci: Acho que foi o Thomas Clancy que afirmou no rpograma que foi ao ar que o único oponente lá fora capaz de fazer frente ao F-22 é o F-35. Ou seja, tudo deles!

alfredo.araujo

A um tempo atras só existiam jogos assim… os mesmos americanos desembarcando na normandia… colocando fogo nos japoneses nas selvas asiaticas… Nao existia opção de se jogar com o eixo… Porem agora nessa nova geração de jogos isso mudou!! Jogando com os Japas, essa semana passada fiz o general McArthur assinar os termos da rendição americana a bordo de um Yamato !!! haahhaah Isso depois de afundar o Hornet e o Enterprise em Midway, ganhar a batalha de cruzadores e destroyers, com o um Tone, em Guadacanal e afundar o Iowa com o um Yamato no Hawai.. Dai os americanos… Read more »

welington

Rs……………………………………
Os caças de 5º geração puro“s” como o F-22 são superiores aos vetores de 4.5G e como consequência a todas as outras gerações anteriores, porem superioridade não significa vitoria, porem quem terá a função de contrapor o F-22 será o PAK FA T-50, este esta sendo desenvolvido para ser igual ou superior ao mesmo, os céus em 2020 terão dois reis o F-22 e o PAK FA …
Um grande abraço a todos.

Felipe Cps

Caras, o programa do THC (pra mim não é History, gosto mais do nome antigo do canal – aliás o próprio canal já foi muito melhor…) é uma “paia” total, os americanos são simplesmente indestrutíveis. Rá: e o principal “rival” (bucha de canhão) do F-22 é, pasmem, o Su-47 “Berkut”, um protótipo! E aguentar o narrador brasileiro falando “Rrafeiou” ao invés de Rafale foi de doer o tímpano… Suma: a única coisa boa foi aquela lorinha da Jane´s… O que foi legal mesmo (um dos melhores que já vi) foi o programa das Malvinas, mas esse eu vou comentar lá… Read more »

Reportagens especiais

AMX com mísseis antinavio Exocet AM39

No mês em que o caça-bombardeiro ítalo-brasileiro AMX faz 30 anos, é bom relembrar o potencial que o avião...
- Advertisement -
- Advertisement -