segunda-feira, junho 21, 2021

Gripen para o Brasil

Para sindicato, Embraer já demitiu 200

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

150 trabalhadores demitidos da Embraer vão fazer a homologação até a terça-feira (10) da semana que vem. De acordo com o sindicato, o número de dispensas entre novembro e janeiro já passa de 200.

24 trabalhadores já assinaram a homologação e foram demitidos
Já assinaram a homologação 24 pessoas que foram demitidas da fábrica.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Adilson dos Santos, diz que vai tentar, junto com a fábrica, negociar medidas para evitar que novas demissões. “Hoje a jornada era de 43 horas, a reivindicação do sindicato é pra 36 horas, mas nós achamos que ela pode ir imediatamente pra 40 horas”.

Apesar da diminuição da jornada de trabalho, a proposta do sindicato não prevê a redução dos salários. A Embraer não quis comentar o assunto.

Assista a reportagem da TV regional no link abaixo.

FONTE: TV Vanguarda

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
João-Curitiba

Só no Brasil os sindicatos querem redução de jornada sem redução de salário. Em momento de crise, o principal é o emprego, nem que seja pela metade do salário.

João-Curitiba

Saiu na imprensa hoje e confirma o que comentei na nota acima: “A pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta terça-feira (3) mostra que 50% da população apoia a iniciativa das empresas de reduzir temporariamente a jornada de trabalho e os salários dos trabalhadores, mantendo, em troca, os empregos. Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Clésio Andrade, o dado é “surpreendente”. Outros 38,9% dos entrevistados são contra a medida, e 11,1% não responderam. A proposta de redução das horas trabalhadas e dos salários tem sido combatida duramente por algumas centrais sindicais do país.” Os sindicalistas endurecem porque eles têm estabilidade… Read more »

João-Curitiba

Só no Brasil os sindicatos querem redução de jornada sem redução de salário. Em momento de crise, o principal é o emprego, nem que seja pela metade do salário.

João-Curitiba

Saiu na imprensa hoje e confirma o que comentei na nota acima: “A pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta terça-feira (3) mostra que 50% da população apoia a iniciativa das empresas de reduzir temporariamente a jornada de trabalho e os salários dos trabalhadores, mantendo, em troca, os empregos. Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Clésio Andrade, o dado é “surpreendente”. Outros 38,9% dos entrevistados são contra a medida, e 11,1% não responderam. A proposta de redução das horas trabalhadas e dos salários tem sido combatida duramente por algumas centrais sindicais do país.” Os sindicalistas endurecem porque eles têm estabilidade… Read more »

Reportagens especiais

A Saab e o desenvolvimento dos sistemas de controle de voo

Este texto descreve como a Saab trabalhou no desenvolvimento de sistemas de controle de voo para aviões militares e...
- Advertisement -
- Advertisement -